1 Representação em Portugal da Comissão Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 REUNIÃO ANUAL DOS CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO EUROPEIA

  • Published on
    21-Apr-2015

  • View
    105

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> Slide 1 </li> <li> 1 Representao em Portugal da Comisso Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 REUNIO ANUAL DOS CENTROS DE DOCUMENTAO EUROPEIA </li> <li> Slide 2 </li> <li> 2 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1. Avaliao do desenvolvimento dos objectivos presentes na Acta da reunio Anual dos CDE, realizada em 15-16 de Outubro de 2002: 1.1. O stio web da RPCDE; 1.2. Base Nacional de Informao Europeia: desenvolvimento do projecto; 2. Apreciao dos resultados da recente avaliao feita aos CDE; 3. Anlise e discusso dos seguintes aspectos: 3.1. Definio dos objectivos dos CDE portugueses no panorama nacional; 3.2. Definio do papel e das competncias dos Coordenadores Nacionais; 3.3. Elaborao de um guia de boas prticas para a cooperao entre os CDE e outros OIE; 3.4. Perspectivas de formao para o ano 2004, tendo em conta: 3.4.1. Os grandes temas de debate sobre a Europa; 3.4.2. As especificidades tcnicas e tecnolgicas decorrentes da aplicao das tecnologias de informao e comunicao; 3.5. Analisar hipteses de financiamento de projectos e/ou iniciativas desenvolvidas pelos CDE; Sumrio Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 </li> <li> Slide 3 </li> <li> 3 Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 20031 Avaliao do desenvolvimento dos objectivos presentes na Acta da Reunio Anual dos CDE, realizada em 15-16 de Outubro de 2002 HAM/VB/PAS 14-10-2002 </li> <li> Slide 4 </li> <li> 4 Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 20031.1 O stio web da RPCDE HAM/VB/PAS 14-10-2002 </li> <li> Slide 5 </li> <li> 5 1.1. O stio web da RPCDE Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 </li> <li> Slide 6 </li> <li> 6 HAM/VB/PAS 14-10-2002 Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 20031.2 Base Nacional de Informao Europeia: desenvolvimento do projecto </li> <li> Slide 7 </li> <li> 7 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.1. Enquadramento Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 O objectivo da Base Nacional de Informao Europeia (BNIE) assegurar a existncia de uma rede de informao que congregue todos os Organismos de Informao Europeia (OIE) e que permita disponibilizar de uma forma simples e eficiente, o acesso a toda a informao europeia que se encontra disseminada por esses organismos. Numa primeira fase ser considerada apenas a incluso dos Centros de Documentao Europeia (CDE), integrados nas vrias Universidades e Institutos. </li> <li> Slide 8 </li> <li> 8 Distribuio Geogrfica dos CDE (6) (3) HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.1. Enquadramento Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 </li> <li> Slide 9 </li> <li> 9 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.1. Enquadramento Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Atravs desta rede, qualquer cidado ter a possibilidade de aceder a um nico ponto central onde efectuar as suas pesquisas e a partir de onde ser dirigido, de forma automtica e totalmente transparente informao que pretende consultar. Se essa informao existir em suporte electrnico ser imediatamente disponibilizada ao cidado atravs da sua interface informtica. Caso contrrio, ser-lhe-o dadas todas as indicaes relevantes sobre a forma como lhe poder aceder. </li> <li> Slide 10 </li> <li> 10 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.1.1. Pressupostos tcnicos e funcionais Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Pretende-se que a soluo assegure as seguintes caractersticas: - Existncia de um catlogo central, resultante da unio dos catlogos de cada um dos organismos associados. Neste catlogo, os registos que se repetem por dois ou mais organismos aparecem como um nico registo apenas, com a indicao dos organismos onde ele existe. - Existncia de mecanismos que garantam que os registos existentes tanto centralmente, como nos diversos organismos, sejam iguais, pelo menos num subconjunto de campos do catlogo considerado como principal. - Armazenamento dos documentos em formato digital nos organismos respectivos podendo, se desejado, serem tambm armazenados centralmente. - Permitir que os organismos utilizem o sistema central como o seu prprio sistema, no caso de no pretenderem ter sistemas locais para gesto das suas bibliotecas. </li> <li> Slide 11 </li> <li> 11 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2. Descrio da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 A soluo ser basicamente constituda por um sistema central de Gesto de Bibliotecas que conter toda a informao existente nos vrios CDE. O sistema central disponibilizar assim uma base bibliogrfica centralizada, com ligaes s existncias arquivadas nos vrios CDE que as pretendam disponibilizar. Os sistemas perifricos podero ainda, se o desejarem, no arquivar localmente os documentos em formato electrnico, servindo-se para tal dos contedos (e respectivos metadados) existentes no sistema central. </li> <li> Slide 12 </li> <li> 12 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2. Descrio da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Esto previstas duas possibilidades de participao na rede: Utilizao de sistema prprio Todos os CDE que tenham ou pretendam adquirir um sistema prprio, tero toda a informao que lhe relevante localizada no seu servidor e possuiro mecanismos que assegurem a integridade da informao entre o seu sistema e o sistema central. Para tal sero criadas interfaces que permitam a comunicao entre o sistema central e os sistemas perifricos instalados em cada um dos CDE. Utilizao do Sistema Central Os CDE que no pretendam utilizar um sistema prprio podem utilizar o sistema central como o seu sistema normal de trabalho, acedendo-lhe remotamente, tanto para consulta (OPAC) como para operao. Dependendo do grau de independncia que cada um pretenda, poder ter as suas bases bibliogrfica e administrativa prprias, partilhadas com outros CDE, ou ainda utilizando simplesmente as bases centrais. Esta definio ser parametrizada no sistema central para cada CDE, com base num documento de especificaes. </li> <li> Slide 13 </li> <li> 13 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2. Descrio da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Pode ser ainda utilizada uma soluo mista, em que cada CDE decidir quais os tipos de documentos que pretende ter localmente e quais os que pretende aceder atravs do sistema central. </li> <li> Slide 14 </li> <li> 14 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2. Descrio da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Alimentao do Sistema: O sistema central alimentado atravs de um processo normal de catalogao. Esta pode ser feita por um operador deste sistema ou por operadores dos sistemas perifricos. O sistema estar preparado para receber os dados de catalogao provenientes do primeiro CDE que efectue a catalogao de um determinado documento. Neste caso, o operador ao pretender catalogar um determinado documento, ir verificar no sistema central se esse mesmo documento j existe. Se no existir, cataloga-o centralmente e procede de modo a que esse novo registo seja replicado no seu prprio sistema. </li> <li> Slide 15 </li> <li> 15 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2. Descrio da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Localmente os registos assim recebidos do sistema central podero ser completados com informaes adicionais. Isto significa que os metadados que esto guardados no sistema central so, ou podem ser, um subconjunto dos metadados dos sistemas de cada CDE. Para os documentos em formato electrnico, os respectivos metadados e contedos podem existir apenas no sistema central, uma vez que se torna desnecessrio que estes sejam replicados por todos os sistemas perifricos. No caso de a catalogao ser efectuada directamente por um operador do sistema central, os sistemas perifricos limitam-se a replic-la para o seu prprio sistema. </li> <li> Slide 16 </li> <li> 16 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.1. Arquitectura geral da soluo Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Cada sistema perifrico, constitudo como uma unidade autnoma, poder comunicar com o sistema central atravs de uma interface especfica. O sistema central construdo semelhana destes sistemas e ter tambm a sua interface. O repositrio dos contedos digitais ser constitudo e gerido no sistema central. Cada CDE poder ter o seu repositrio particular, gerindo-o ele prprio ou alimentando-o atravs da replicao, total ou parcial, do sistema central. Os sistemas perifricos so da responsabilidade de cada CDE e a sua estruturao e implementao saem fora deste projecto. Neste mbito sero apenas definidas as caractersticas da interface a associar a cada um destes sistemas, de forma a poderem comunicar com o sistema central. </li> <li> Slide 17 </li> <li> 17 Sistema Central CDE Catalogao Sistemas Perifricos Utilizao do Sistema Central HAM/VB/PAS 14-10-2002 Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 CDE Repositrio CatalogaoRepositrio CatalogaoRepositrio Interface Contedos Catlogo 1.2.2.1. Arquitectura geral da soluo </li> <li> Slide 18 </li> <li> 18 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.2. Caractersticas dos produtos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003ALEPH500 O Aleph500 um sistema amplamente flexvel e aberto, que pode ser personalizado conforme as necessidades de cada cliente. O conjunto de tabelas de configurao permite equipa do CDE controlar e modificar o ambiente a qualquer momento. A flexibilidade do sistema tambm reflectida pelo nmero de idiomas suportados pelo sistema: o Aleph500 est disponvel em 20 idiomas, na interface de utilizador. O Aleph500 foi desenvolvido com o suporte a APIs (Application Program Interface) utilizando tcnicas de programao orientadas por objectos. Alm de ter sido desenvolvido de raiz com uma arquitectura cliente/servidor de mltiplas camadas. Assim as funes e servios associados gesto de dados, aplicaes de biblioteca e apresentao do sistema esto distribudos no nvel apropriado da arquitectura. Esta estrutura permite ao cliente expandir gradualmente, o sistema Aleph500 sem custos de modificao do cdigo fonte </li> <li> Slide 19 </li> <li> 19 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.2. Caractersticas dos produtos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003ALEPH500 Mantendo o sistema original, a biblioteca pode adicionar novos equipamentos, mesmo de diferentes fabricantes e diferentes sistemas operativos (Unix-like) para criar novas configuraes integradas com o Aleph500 existente. As mudanas so transparentes para a equipa da instituio como para os utilizadores. Como o Aleph500 suporta numerosas plataformas de hardware, a biblioteca no necessita de efectuar alteraes ao sistema em funo de um crescimento inesperado. Numa forma mais actualizada de gesto de bibliotecas, estas so integradas em consrcios locais, regionais ou nacionais, onde a partilha de recursos se torna o ponto essencial da respectiva arquitectura. Com diversos modelos de consrcio e de arquitectura de processamento distribudo, o Aleph500 pode ser configurado de acordo com as polticas bibliogrficas e de partilha, tpicas de um consrcio, qualquer que seja a sua complexidade. </li> <li> Slide 20 </li> <li> 20 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.2. Caractersticas dos produtos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 </li> <li> Slide 21 </li> <li> 21 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.2. Caractersticas dos produtos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 DIGITOOL O DigiTool um sistema DAMS Digital Asset Management System, ou Sistema de Gesto de Activos Digitais. O DigiTool uma ferramenta singular que tem uma dupla aplicabilidade, servindo quer como uma ferramenta de gesto quer como uma ferramenta de pesquisa de recursos. O Digitool como ferramenta de gesto possibilita gerir: Uma grande variedade de objectos digitais, incluindo ficheiros de texto, imagens, udio e vdeo; Os metadados associados a estes objectos digitais; O acesso e a apresentao desses objectos digitais; A base de dados de utilizadores tanto utilizadores de staff como utilizadores finais. </li> <li> Slide 22 </li> <li> 22 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.2.2. Caractersticas dos produtos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 DIGITOOL O DigiTool, como ferramenta de pesquisa de recursos, possibilita ao utilizador final: Pesquisar e navegar nos metadados numa grande variedade de ndices personalizados; Efectuar pesquisas sofisticadas em texto livre nos documentos de texto digitalizados; Visualizar e/ou activar os objectos digitais de interesse; Guardar, imprimir e enviar por e-mail os registos pretendidos. Por ser modular, aberto e baseado em standards, o DigiTool pode ser utilizado como sistema independente ou como complemento, em conjunto com outro sistema, incluindo o Aleph ou o Metalib, da ExLibris. </li> <li> Slide 23 </li> <li> 23 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.3. Projecto de implementao Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Considera-se aqui apenas a primeira fase do projecto, que inclui os cerca de 20 CDE referidos anteriormente. O projecto de implementao dos restantes OIE ser considerado posteriormente, saindo fora do mbito deste documento. Este projecto ser executado em dois tempos distintos. Haver um primeiro tempo em que, para alm da implementao do sistema central, ser usado um dos sistemas perifricos (CDE) como sistema piloto. Aps a boa concluso da implementao e respectivos testes, ser dado incio ao processo de replicao da soluo aos outros CDE. Caber aos responsveis pelos vrios CDE eleger o sistema a ser usado como piloto. </li> <li> Slide 24 </li> <li> 24 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.3.1. Plano dos trabalhos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 Do ponto de vista macroscpico, o projecto ir contemplar os seguintes marcos: 1. Elaborao de um caderno de especificaes. Este documento ser o resultado de um processo de consultas e reunies com os responsveis dos vrios sistemas perifricos, em particular com os CDE includos na primeira fase de integrao. Com base neste caderno sero desenvolvidos os passos seguintes; 2. Implementao do sistema central, de acordo com as especificaes constantes do caderno acima referido; 3. Desenho das interfaces (central e perifrica); 4. Construo e implementao da interface central; 5. Construo e implementao da interface perifrica no CDE escolhido para sistema piloto; </li> <li> Slide 25 </li> <li> 25 HAM/VB/PAS 14-10-2002 1.2.3.1. Plano dos trabalhos Reunio Anual dos Centros de Documentao Europeia Lisboa, 13 de Novembro de 2003 6. Testes e afinaes da soluo; 7. Formao aos operadores e administradores do sistema; 8. Entrada em produo; 9. Implementao de cada um dos sistemas perifricos: Elaborao da Interface P...</li></ul>