181039-Demonstração Financeira PSA 2016 ?· Relatório dos auditores independentes sobre as ... e…

  • Published on
    07-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li><p>KPDS 181039 </p><p>Promon S.A. Demonstraes financeiras em 31 de dezembro de 2016 e 2015 </p></li><li><p> Promon S.A. </p><p>Demonstraes financeiras em 31 de dezembro de 2016 e 2015 </p><p>2 </p><p>Contedo Relatrio da Administrao 3 </p><p>Relatrio dos auditores independentes sobre as demonstraes financeiras individuais e consolidadas 6 </p><p>Balanos patrimoniais 10 </p><p>Demonstraes de resultados 11 </p><p>Demonstraes de resultados abrangentes 12 </p><p>Demonstraes das mutaes do patrimnio lquido 13 </p><p>Demonstraes dos fluxos de caixa 14 </p><p>Notas explicativas s demonstraes financeiras 15 </p></li><li><p>3 </p><p> Relatrio da Administrao A Promon em 2016 O Brasil viveu em 2016 uma situao muito parecida com a do ano anterior, com uma nova safra de indicadores econmicos negativos e o forte impacto do ambiente recessivo na vida das empresas e cidados. O pas encerrou o ano com uma queda do PIB de 3,6%. Considerando a queda de 3,8% em 2015, so dois anos seguidos de retrao do nvel de atividade econmica, antecedidos, alis, pelo pfio crescimento de 0,5% em 2014. a pior sequncia observada na histria brasileira. Compondo o cenrio, o Brasil enfrentou uma crise poltica que culminou com um impeachment e a posse de um novo presidente. O ambiente externo tambm turbulento, com eventos de forte impacto, como o Brexit na Inglaterra, a eleio de Donald Trump nos Estados Unidos, e vrios outros fatores de instabilidade ao redor do mundo. Do lado positivo, registra-se a desacelerao da inflao no Brasil, o encaminhamento de medidas econmicas e reformas estruturais fundamentais para o equilbrio das contas pblicas e a recuperao dos preos das commodities iniciada em 2016. A combinao de ingredientes adversos fez de 2016 mais um ano de paralisia dos investimentos pblicos e privados. Projetos que poderiam ajudar a suprir as enormes carncias do Brasil em termos de infraestrutura continuaram na gaveta ou foram suspensos. No mbito industrial no foi diferente: com ambiente recessivo, capacidade ociosa e crdito restrito, as empresas se mantiveram na retranca. Esse contexto afetou os negcios da Promon Engenharia, cuja receita sofreu reduo de 40% em relao a 2015. Para fazer frente queda do nvel de atividade a empresa aprofundou ajustes na estrutura e outros esforos para reduo de custos. O resultado operacional foi negativo, essencialmente devido a despesas no recorrentes associadas a esses ajustes. J a PromonLogicalis, que atua em tecnologia da informao e comunicao, teve mais um ano de resultados expressivos, com destaque para o crescimento nos demais pases da Amrica Latina onde atua. A receita gerencial consolidada do grupo, que considera a totalidade da receita da Promon Engenharia e 35% da receita da PromonLogicalis (proporcional participao acionria da Promon S/A), somou R$751 milhes no ano (R$877 milhes em 2015). O resultado ficou negativo em R$52 milhes, impactado pelas despesas da reestruturao da Promon Engenharia, que somaram R$ 15 milhes, pela variao cambial e pela venda da participao acionria na empresa Oznio, que implicou baixa contbil de investimento de R$11 milhes. </p></li><li><p>4 </p><p>Se trouxe grandes desafios, o complexo ambiente econmico tambm fez a Promon acelerar sua dinmica de transformao - de estrutura e processos internos at a inovao em ofertas e a nfase cada vez maior no relacionamento de estreita proximidade com os clientes. A Promon Engenharia avanou na estratgia de diversificao e ampliao da base de clientes e uma presena ao seu lado desde as fases iniciais dos projetos, cultivando relacionamentos de confiana que se desdobram em novos contratos. Como planejado, a empresa tem aumentado a participao dos servios profissionais em sua carteira de contratos, e buscado contratos na modalidade EPC (Engineering, Procurement and Construction) de maneira seletiva. A empresa tem reconhecida capacidade de atuar em projetos nessa modalidade, apoiada em seus conhecimentos, ferramentas, processos e capacidade de mobilizao dos recursos necessrios para atender clientes e investidores. Outro ponto a destacar foi a interao da Promon Engenharia e Promon Intelligens para a prestao de servios de consultoria estratgica. No ano, foram realizados vrios trabalhos de due diligence para apoiar clientes e investidores em suas decises de investimento. J em dupla com a PromonLogicalis, a Promon Engenharia tem alimentado a oferta de solues de digitalizao. Os avanos tecnolgicos, afinal, abrem caminho para o desenvolvimento mais sustentvel, com solues inovadoras em campos como energia, comunicao, digitalizao industrial e aplicaes em infraestrutura. A PromonLogicalis tem sido bem-sucedida na estratgia de aumentar a participao de servios (suporte e manuteno, gerenciamento e outsourcing, entre outros) em sua receita. Os servios representam atualmente cerca de 40% do faturamento, e contribuem com 60% da rentabilidade (a revenda de equipamentos e software responde pelo restante). Adicionalmente sua tradicional oferta de solues de infraestrutura para as principais operadoras de telecomunicaes e clientes corporativos, as solues de virtualizao, gesto de ativos na nuvem e ambientes hbridos de nuvem, analytics e IoT (Internet of Things) recheiam o portflio de inovaes da PromonLogicalis, em linha com as novas fronteiras do universo da tecnologia. Na dimenso geogrfica, a PromonLogicalis vem colhendo os frutos de sua estratgia de atuao regional, com crescimento e bons resultados econmicos em pases da Amrica Latina menos afetados por crise econmica. Os conhecimentos e relacionamentos das empresas do Grupo, associados cultura empreendedora, alimentam outra frente de atividades da Promon: a rea de Novos Negcios, que segue ativa na busca por novas oportunidades de negcios e de investimentos. Apesar dos desafios dos negcios e da intensa dinmica de transformaes que marcaram os ltimos dois anos, a Promon segue cultivando com especial ateno dois elementos essenciais. Um deles a satisfao dos clientes que se mantm em patamares superiores a 80%, alimentada continuamente por uma combinao de qualidade, proximidade e capacidade de entregar solues verdadeiramente agregadoras de valor. O outro elemento diz respeito comunidade de profissionais da Promon, ou seja, as pessoas que, com seus conhecimentos e competncias, produzem as solues que os clientes necessitam. </p></li><li><p>5 </p><p>A empresa cuida com especial ateno da gesto de pessoas, investindo em treinamentos, programas de desenvolvimento, aes de comunicao, compartilhamento de experincias e troca de ideias. A qualidade do ambiente organizacional faz com que as empresas do Grupo estejam sempre presentes nos principais rankings de gesto de recursos humanos, como As Melhores Empresas para se Trabalhar da Great Place to Work (GPTW) TI e Telecom, GPTW Brasil, GPTW Amrica Latina e As Melhores Empresa para Comear a Carreira da Voc S/A. No mbito da governana, o Conselho de Administrao da Promon S.A. eleito para o mandato de 2016 a 2019 passou a ser integrado por Luiz Fernando T. Rudge (Presidente), Luiz Ernesto Gemignani, Gilson G. Krause, Jos Rodrigo Parreira e Joo A. Gotardo Albanezi. Em dezembro de 2016 foi anunciada a nova composio da Direo-Geral da empresa a vigorar a partir de janeiro de 2017, com Lus Eduardo Sym Cardoso (Diretor-Presidente), Hlio Mazzilli Xavier de Mendona e Marcio Nieblas Zapater. Outro ponto a destacar a evoluo dos programas e atividades de Compliance, acompanhada de uma intensa agenda de treinamentos e aes de comunicao desenvolvidas ao longo de 2016. Processos de benchmarking com outras organizaes so realizados para incorporar continuamente as melhores prticas. A prpria Promon referncia no mercado, como mostram os constantes convites para apresentao de seu modelo de Compliance em eventos e em outras empresas. Com relao ao futuro, assim como muitos brasileiros e agentes econmicos, a Promon enxerga no horizonte sinais que autorizam uma cautelosa melhoria de expectativas. As reformas visando ao ajuste fiscal, a reduo dos ndices de inflao, a queda dos juros e o bom desempenho das contas externas so fatores que contribuiro para a retomada do crescimento. Para que o pas volte a trilhar o caminho do desenvolvimento de forma consistente, entretanto, necessrio o destravamento dos to necessrios investimentos em infraestrutura. Esse um processo gradual, que depende tambm da confiana dos investidores estrangeiros no pas, que j passam a mostrar sinais positivos nesse sentido. O momento permite Promon adotar um olhar menos pessimista para 2017, sem subestimar a dimenso dos desafios. A Promon Engenharia, com os ajustes promovidos no perodo recente, est bem preparada para enfrent-los e, mais que isso, continuar capturando oportunidades e conquistando os clientes com os diferenciais de seus servios. A PromonLogicalis, cuja rea de atuao em tecnologia sempre dinmica, tem expectativa de crescimento em torno de 10% no ano, valendo-se do seu portflio inovador e de seu bom posicionamento para alavancar negcios neste momento de emergncia de novos paradigmas no mundo da tecnologia. A Promon espera, sinceramente, que, aps trs anos seguidos de crise, o Brasil esteja caminhando para superar as dificuldades e comear um novo ciclo. Com seus conhecimentos, competncias e experincias, a Promon est pronta para fazer aquilo que fez ao longo de todos os seus 56 anos de histria: participar de projetos que contribuem para o desenvolvimento do pas, das empresas e dos cidados. </p></li><li><p>KPMG Auditores Independentes, uma sociedade simples brasileira e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas KPMG International Cooperative (KPMG International), uma entidade sua. </p><p>KPMG Auditores Independentes, a Brazilian entity and a member firm of the KPMG network of independent member firms affiliated with KPMG International Cooperative (KPMG International), a Swiss entity. </p><p>6 </p><p>KPMG Auditores Independentes Rua Arquiteto Olavo Redig de Campos, 105, 6 andar - Torre A 04711-904 - So Paulo/SP - Brasil Caixa Postal 79518 - CEP 04707-970 - So Paulo/SP - Brasil Telefone 55 (11) 3940-1500, Fax 55 (11) 3940-1501 www.kpmg.com.br </p><p>Relatrio do auditor independente sobre as demonstraes financeiras individuais e consolidadas Aos Administradores e Acionistas da Promon S.A. So Paulo - SP Opinio Examinamos as demonstraes financeiras, individuais e consolidadas da Promon S.A. (Companhia), identificadas como controladora e consolidado, respectivamente, que compreendem o balano patrimonial em 31 de dezembro de 2016 e as respectivas demonstraes do resultado, do resultado abrangente, das mutaes do patrimnio lquido e dos fluxos de caixa para o exerccio findo nessa data, bem como as correspondentes notas explicativas, compreendendo as polticas contbeis significativas e outras informaes elucidativas. Em nossa opinio, as demonstraes financeiras individuais e consolidadas acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posio patrimonial e financeira da Promon S.A. em 31 de dezembro de 2016, o desempenho de suas operaes e os seus fluxos de caixa para o exerccio findo nessa data, de acordo com as prticas contbeis adotadas no Brasil. Base para opinio Nossa auditoria foi conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Nossas responsabilidades, em conformidade com tais normas, esto descritas na seo a seguir, intitulada Responsabilidades do auditor pela auditoria das demonstraes financeiras individuais e consolidadas. Somos independentes em relao Companhia e suas controladas, de acordo com os princpios ticos relevantes previstos no Cdigo de tica Profissional do Contador e nas normas profissionais emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade, e cumprimos com as demais responsabilidades ticas de acordo com essas normas. Acreditamos que a evidncia de auditoria obtida suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinio. Outras informaes que acompanham as demonstraes financeiras individuais e consolidadas e o relatrio do auditor A administrao da Companhia responsvel por essas outras informaes que compreendem o relatrio da administrao. </p></li><li><p>KPMG Auditores Independentes, uma sociedade simples brasileira e firma-membro da rede KPMG de firmas-membro independentes e afiliadas KPMG International Cooperative (KPMG International), uma entidade sua. </p><p>KPMG Auditores Independentes, a Brazilian entity and a member firm of the KPMG network of independent member firms affiliated with KPMG International Cooperative (KPMG International), a Swiss entity. </p><p>7 </p><p>Nossa opinio sobre as demonstraes financeiras individuais e consolidadas no abrange o relatrio da administrao e no expressamos qualquer forma de concluso de auditoria sobre esse relatrio. Em conexo com a auditoria das demonstraes financeiras individuais e consolidadas, nossa responsabilidade a de ler o Relatrio da Administrao e, ao faz-lo, considerar se esse relatrio est, de forma relevante, inconsistente com as demonstraes financeiras ou com nosso conhecimento obtido na auditoria ou, de outra forma, aparenta estar distorcido de forma relevante. Se, com base no trabalho realizado, concluirmos que h distoro relevante no relatrio da administrao, somos requeridos a comunicar esse fato. No temos nada a relatar a este respeito. Responsabilidade da administrao e da governana pelas demonstraes financeiras individuais e consolidadas A administrao responsvel pela elaborao e adequada apresentao das demonstraes financeiras individuais e consolidadas de acordo com as prticas contbeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessrios para permitir a elaborao de demonstraes financeiras livres de distoro relevante, independentemente se causada por fraude ou erro. Na elaborao das demonstraes financeiras individuais e consolidadas, a administrao responsvel pela avaliao da capacidade de a Companhia continuar operando, divulgando, quando aplicvel, os assuntos relacionados com a sua continuidade operacional e o uso dessa base contbil na elaborao das demonstraes financeiras, a no ser que a administrao pretenda liquidar a Companhia e suas controladas ou cessar suas operaes, ou no tenha nenhuma alternativa realista para evitar o encerramento das operaes. Os responsveis pela governana da Companhia so aqueles com responsabilidade pela superviso do processo de elaborao das demonstraes financeiras. Responsabilidades do auditor pela auditoria das demonstraes financeiras individuais e consolidadas Nossos objetivos so obter segurana razovel de que as demonstraes financeiras individuais e consolidadas, tomadas em conjunto, esto livres de distoro relevante, independentemente se causada por fraude ou erro, e emitir relatrio de auditoria contendo nossa opinio. Segurana razovel um alto nvel de segurana, mas, no, uma garantia de que a auditoria realizada de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria sempre detectam as eventuais distores relevantes existentes. As distores podem ser decorrentes de fraude ou erro e so consideradas relevantes quando, individualmente ou em conjunto, possam influenciar, dentro de uma perspectiv...</p></li></ul>