53 temas DDS

  • Published on
    04-Jul-2015

  • View
    61.783

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

<p>NORMATIZAO E ASSUNTOS PARA DDS1. OBJETIVO Informar diariamente aos trabalhadores sobre temas especficos de segurana do trabalho que so do cotidiano no canteiro de obras. 2. ANEXOS ANEXO I Programao ANEXO II - Ficha de presena ANEXO III Assuntos 3. PROCEDIMENTOS Todos os dias, no comeo do expediente, cada encarregado ou funcionrio em nvel de chefia dever fazer uma breve preleo de segurana para seus liderados, abordando os riscos e cuidados de Segurana aplicveis s tarefas que sero desenvolvidas naquele dia, alm dos meios e procedimentos que sero aplicveis para a execuo dos servios. Cada encarregado dever retirar, semanalmente, no Depto. Segurana, um impresso com um assunto diferente para ler e interpretar o texto para os seus liderados, de tal sorte que este seja feito em tempo mdio de dez minutos, no comeo de um novo dia de trabalho. O objetivo desta rotina fazer com que a pessoa em nvel de liderana esteja comprometida, todos os instantes, com a segurana de seus liderados, independente da atuao dos Tcnicos de Segurana. O DDS dever ser feito diretamente pelos encarregados nas frentes de trabalho e no deve ser conduzida pelo Depto. Segurana, que ter a funo de orientar a execuo do DDS e esclarecer dvidas que porventura venham a existir. Aps o DDS programado, o profissional responsvel pelo grupo de trabalho tambm dar orientaes sobre os EPIs que devero ser utilizados, bem como todas as medidas de proteo pertinentes para os componentes de sua equipe (andaimes, isolamentos de rea, ordem, arrumao e limpeza, protees rgidas contra a queda de pessoas, ventilao, colocao de cones de sinalizao, cavaletes, etc.) No verso de cada impresso de DDS devero ser anotados o nome e funo do lder e os nomes e funes dos integrantes que presenciaram o DDS do dia com as suas respectivas assinaturas. Esse documento devidamente preenchido dever ser devolvido para ao Depto. Segurana no final do DDS do dia, o qual administrar o seu arquivo. O Depto. Segurana entregar sempre no ltimo dia til da semana, os DDS`s da prxima semana ao encarregado. 4. RESPONSABILIDADES Cabe ao Depto. Segurana planejar o DDS semanal, cobrar sua aplicao pelos encarregados e orientar dvidas quando for solicitado. Cabe ao encarregado ministrar o DDS diariamente, anotar as observaes relevantes dos trabalhadores, realizar chamada dos presentes e entregar o DDS corretamente preenchido ao Depto. Segurana no final da jornada de trabalho.</p> <p>NDICEASSUNTOS Primeiros Socorros Levantamento de Pesos EPIs Cuidados com Cilindros de Gases Cuidados com Ar Comprimido Lixadeiras e Esmerilhadeiras Condies Inseguras Incidentes Proteo dos Olhos Proteo das Mos Protetor Facial Protetor Auricular Movimentao de Materiais Arranjo Fsico Ordem, Arrumao e Limpeza Cada um na sua Planejar antes de executar Cinto de Segurana Segurana fora do trabalho Paradas de Manuteno Queda de Materiais Capacete Andaimes Guarda corpo e roda p em plataformas de Trabalho Uso de Esmeril Risco Eltrico Exploses Trabalhos de Soldagem Instalaes e Manuteno Eltrica Corte e Soldagem em Ambientes Confinados Uso, Guarda e Conservao de Respiradores do Tipo Semi Facial Ferramentas Manuais e Portteis Comunique-se 032 019 020 021 022 023 024 025 026 027 028 029 030 031 D.D.S. E SEGURANA DO TRABALHO 001 002 003 004 005 006 007 008 009 010 011 012 013 014 015 016 017 018</p> <p>Aberturas de Flanges de Linhas em Operao Levantamento e transporte Manual de Carga Improvisao de Instalaes Eltricas Trabalhos em espao Confinados Preveno Incndios (Preveno) Preveno Incndios (Controle) Preveno Incndios Utilizao do Extintor CO2 Preveno Incndios Utilizao do Extintor de PQS Educao Ambiental Como Reciclar Cuidados com a Sade - Conhea as DSTs Cuidados com a Sade Porque fumar ? Preveno Incndios O fogo na Mata, mata. Educao Ambiental Planeta gua Educao Ambiental Efeitos das Queimadas no Planeta Cuidados com Escadas Os Perigos do Esmerilhamento Cuidados com a Sade AIDS Voc sabe o que ? Cuidados com a Sade Preveno as drogas Cuidados com a Sade A droga ao lcool Proteo Radiolgica Regras de Ordem Geral para Sub-empreiteiras 053</p> <p>033 034 035 036 037 038 039 040 041 042 043 044 045 046 047 048 049 050 051 052</p> <p>001 - PRIMEIROS SOCORROS Se voc se ferir, no importando quo leve ou superficial possa ser o ferimento, comunique seu chefe e v at ao ambulatrio mdico para fazer um curativo ou outra providncia de primeiros socorros. Um corte, um arranho, um cisco no olho, uma queimadura, qualquer ferimento, muitas vezes, mesmo que no seja aparentemente grave, se no for adequadamente cuidado, poder ficar seriamente infeccionado. No permita que um leigo ou um curioso faa o tratamento de seu ferimento. As pessoas que esto credenciadas a fazer curativos, aplicar injees, tirar corpo estranho dos olhos e dar medicamentos so os mdicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Se um acidente ferir gravemente uma pessoa da sua rea de trabalho, vindo a vtima precisar de ajuda, providencie socorro o mais rpido possvel junto equipe de segurana ou junto ao encarregado que estiver mais prximo. Lembre-se que os socorristas apenas procedem o Primeiro Socorro e o encaminhamento para atendimento mdico. Aps o atendimento, sua liderana, os responsveis por contrato e por segurana e sade de sua rea devero ser imediatamente avisados, sendo que a empresa tem o prazo de 24 horas para enviar para o INSS um documento conhecido como CAT - Comunicao de Acidente de Trabalho. este documento que vai garantir os seus direitos caso sua leso requeira atendimento e assistncia complementares. Se voc comparecer na enfermaria em outro dia diferente do dia em que aconteceu o acidente a responsabilidade ser totalmente sua pelas conseqncias da demora em comunicar.</p> <p>"Comunique-se, nunca tente esconder uma leso mais fcil tratar com responsabilidade a ocorrncia do que procurar escond-la.</p> <p>002 - LEVANTAMENTO DE PESOSPara assegurar uma melhor qualidade de vida, prevenindo problemas com sua coluna por levantamento de pesos, procure fazer essas tarefas conforme orientao a seguir:</p> <p>CERTO Chegue prximo da carga que ser levantada com os ps afastados para manter equilbrio; Abaixe-se e mantenha a cabea e as costas numa linha reta; Segure firmemente a carga usando a palma das mos; Levante-se usando apenas a fora das pernas, mantendo os braos esticados ao sustentar o peso do objeto manuseado; Aproxime bem a carga de seu corpo, mantendo centralizada em relao s pernas; Ao deslocar-se carregando peso, evite girar o tronco bruscamente, se esse movimento for realmente necessrio, faa-o sincronizadamente evitando assim uma lombalgia ou distenso muscular; Quando carregar peso, deslocando-se em escada, escale-a degrau por degrau assim estar distribuindo melhor a fora e evitando possveis problemas futuros.</p> <p>ERRADO No dobre a coluna, usando-a para forar o levantamento do peso; No mantenha o objeto transportado abaixo da linha da cintura; No mantenha o tronco longe da carga transportada; No tora o corpo para erguer a carga; No gire o tronco com a carga suspensa estando com as pernas fixas no cho; No escore a carga na perna ou joelho. "Viva bem com a coluna que voc tem." 003 - EQUIPAMENTOS DE PROTEO INDIVIDUAL - EPI EPIs NO EVITAM ACIDENTES! Quem evita acidentes voc ! O EPI pode evitar uma leso (um ferimento), ou amenizar a gravidade da leso se for utilizado adequadamente. O no uso do EPI recomendado pela empresa, alm de se constituir numa falta grave (passvel at de demisso por justa causa) poder ser o principal motivo do surgimento de uma leso. No dia a dia do nosso trabalho em atividades no canteiro de obras, esto presentes os mais diversos riscos e, para proteger nossa integridade fsica e nossa sade, obrigamo-nos a usar EPIs o tempo todo, entre os quais destacamos: culos de segurana com lentes de policarbonato com protees superiores e laterais; Botina de segurana de couro com solado anti derrapante em poliuretano;</p> <p> Capacete de segurana tipo aba frontal com tira absorvente de suor; Protetor auricular tipo plugue de insero; Uniforme (de acordo com a nova NR-18 dever ser tratado como EPI). Os EPIs acima so considerados bsicos, de uso obrigatrio por parte de todos os empregados que exercem atividades no canteiro de obras, no importando a funo da pessoa, mesmo que esta esteja de passagem pelas reas. Muitos trabalhos por ns realizados exigem EPIs especiais que so determinados pelo grau de risco da atividade e so indicados pela Permisso de Trabalho com a orientao de um profissional de segurana. Nos trabalhos executados em altura, inclusive em andaimes, a nica forma de nos prendermos vida usando o cinto de segurana preso num local fixo e seguro, preferencialmente num ponto que no faa parte do andaime, balancim ou estrutura que est sendo montada ou desmontada. No se deve usar luvas de segurana quando operar mquinas com eixos giratrios e ferramentas cortantes, tais como tornos, fresadoras, furadeira, esmeris, etc. "Por isso, ser profissional, significa acima de tudo conhecer o que se est fazendo, inclusive para proteger nossa vida e sade."</p> <p>004 - CUIDADOS COM CILINDROS DE GASES</p> <p>OS CILINDROS DE GASES DEVERO SER ARMAZENADOS E OPERADOS NA POSIO VERTICAL, PRESOS DE MANEIRA QUE NO CAIAM, E PROTEGIDOS CONTRA A QUEDA DE MATERIAIS E FONTES DE CALOR. No seu dia a dia, certifique-se de que os cilindros de gases estejam situados em locais limpos, longe de leo, graxa, sem exposio a raios solares e protegidos contra qualquer fonte de calor. Os cilindros de gases devem ser armazenados em locais arejados e protegidos, devendo ter por perto extintores de incndio instalados. Gases combustveis e inflamveis, como acetileno e GLP, por exemplo, no devem ser armazenados no mesmo local que os cilindros de oxignio, a menos que entre eles exista uma parede resistente ao fogo. O acetileno que um gs e est dissolvido no interior do cilindro no dever em hiptese alguma ser armazenado ou operado na posio horizontal, pois o gs que est dissolvido por intermdio de acetona dentro de uma massa porosa, tem a tendncia de escapar pela vlvula quando o cilindro estiver na posio horizontal, o acetileno passa a ficar comprimido de maneira instvel podendo gerar uma exploso no cilindro. Ao transportar cilindros use gaiolas, beros, caamba ou carrinho sobre rodas. Nunca faa o iamento de cilindros com estropos. Todo cilindro de gs, cheio ou vazio, dever estar com a sua respectiva tampa de proteo (capacete) quando no estiver com uma vlvula reguladora conectada. Esta tampa protege a vlvula contra impactos que causariam a rpida liberao de presso transformando o cilindro num buscap. Verifique freqentemente, com espuma de gua e sabo, se existe vazamento de gs nas unies das mangueiras, maaricos, vlvulas e cilindros. Verifique se os cilindros de gs do seu local de trabalho esto devidamente identificados por rtulos e smbolos de risco. Ex.: "Perigo, gs inflamvel".</p> <p>005 - CUIDADOS COM AR COMPRIMIDO Todos os anos so registrados no Brasil, uma srie de acidentes e doenas decorrentes do uso indevido do ar comprimido. Como sabemos, o ar comprimido gerado em compressores, equipamentos mecnicos que utilizam leos, graxas e outros produtos agressivos que muitas vezes no so retidos nos filtros podendo ficar misturados no ar at as tomadas de consumo. O uso indevido desse ar para a limpeza pessoal (pele e roupas) pode trazer srios problemas, por exemplo: corpo estranho nos olhos, doenas de pele e inflamao dos tecidos por insero de contaminantes atravs da pele, principalmente se em alguma parte do corpo apresentar feridas. Mesmo que no exista uma ferida aberta a presso do ar comprimido poder causar o mesmo efeito. Por estes motivos mantenha o ar comprimido longe de seus ouvidos, olhos, nariz e jamais use ar comprimido para se limpar. Alm desses riscos, o ar comprimido quando em uso descontrolado provoca acentuados nveis de rudo devido a velocidade de escoamento na sada dos bicos, mangueiras, vazamentos, etc. No use em hiptese alguma ar comprimido para limpeza pessoal. Quem assim proceder estar cometendo falta grave, passvel de punio. Converse com seu colega, busque outras alternativas de limpeza, elas existem e no so prejudiciais.</p> <p>"Ao usar ar comprimido para trabalhos, proteja-se, use o culos de proteo e o protetor auricular - voc o maior responsvel por sua segurana, sade e qualidade no trabalho".</p> <p>006 - LIXADEIRAS E ESMERILHADEIRAS</p> <p>JAMAIS RETIRE A CAPA DE AO DE PROTEO DA ESMERILHADEIRA, POIS A SUA FUNO A DE EVITAR QUE UM PEDAO DE DISCO ROMPIDO ATINJA O USURIO. Um disco de desbaste ou de corte por incrvel que parea frgil e pode quebrar. Evite bat-los contra o solo ou deixa-los em contato com umidade, fato este que viria fragilizar ainda mais esse equipamento. Um disco de 7 (polegadas) de dimetro gira numa velocidade de 8.500 rpm (rotaes por minuto), que alguma coisa parecida com 288 Km/h. Quando um disco abrasivo se rompe, cada um dos seus pedaos sai numa direo diferente na mesma velocidade de rotao, cortando o que aparecer na frente. Este o motivo pelo qual deve-se tomar uma srie de cuidados antes e durante a operao de esmerilhadeiras, erroneamente chamadas de lixadeiras: Nunca use discos de corte sem depresso central, discos de corte sem depresso central somente podem ser usados em mquinas do tipo "cut-off", conhecidas como "policorte". Use as ferramentas apropriadas para colocar ou remover os discos abrasivos. O certo usarmos um par de ferramentas, uma das quais conhecida como "forqueta" e uma chave de boca, a chave de boca fixa o eixo da esmerilhadeira, enquanto que a forqueta se encaixa nos furos do flange de fixao para apertar ou desapertar; No h a necessidade de apertar com muita fora pois o prprio sentido de rotao do disco dar o aperto final adequado. No utilize esmerilhadeiras que no estejam com plugue de tomada de corrente eltrica; Antes de esmerilhar, deixe a esmerilhadeira funcionando com a face de operao virada para o solo sem encostar nele por aproximadamente 30 segundos; Com o motor desligado o disco continua girando por algum tempo, evite contatos violentos com o piso. pois isto poder trincar o disco; Utilize os EPIs adequados: culos de segurana sob o protetor facial, avental de raspa, luva de raspa, botina de segurana, respirador contra p e poeira e protetor auricular tipo plugue, No permita que uma pessoa utilize uma esmerilhadeira sem um treinamento prvio.</p> <p>007 - CONDIES INSEGURAS No conviva com condies inadequadas de trabalho, busque sempre uma soluo!</p> <p>Todos ns, todos os dias somos responsveis pela melhora contnua de nossa qualidade de vida no trabalho. Para conseguirmos um bom ambiente de trabalho, necessrio adotarmos aes que permitam a antecipao aos riscos das nossas tarefas. A antecipao aos riscos, no nada complexo, basta enxergarmos uma melhor forma de fazer o nosso trabalho, identificando aqueles fatores que podem contribuir para um incidente, uma leso ou uma contaminao ambiental. Todo o trabalhador ou subcontratado deve comunicar as condies inseguras que identifique no seu local de trabalho. Quando a p...</p>