A cura quntica deepak chopra

  • View
    376

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. Dr. Deepak ChopraA CURA QUNTICA O poder da mente e da conscincia na busca da sade integralTraduo de EVELYN KAY MASSARO E MARCLIA BRITTO

2. Ttulo original: Quantum Healing Copyright Deepak Chopra, 1989 Publicado sob licena de Bantam Books, uma diviso de Bantam Doubleday Dell Publishing Group, Inc. Todos os direitos reservados.Proibida a reproduo no todo ou em parte, por qualquer meio, sem autorizao do Editor. No permitida a venda em Portugal.Direitos exclusivos da edio em lngua portuguesa no Brasil adquiridos por EDITORA NOVA CULTURAL LTDA., que se reserva a propriedade desta traduoEDITORA BEST SELLER uma diviso da Editora Nova Cultural Ltda. Av. Brig. Faria Lima, 2000 - CEP01452 -Caixa Postal 9442 So Paulo, SPISBN 85-7123-176-1 10 9 8 7 6 5 4 3 2Fotocomposto na Editora Nova Cultural Ltda. Impresso e acabado na Grfica do Crculo do Livro S.A. 3. CONTRA CAPA Uma viagem s fronteira da nova medicina, integrando corpo e mente. Uma nova medicina vem surgindo, na qual a mente, a conscincia, a compreenso e a inteligncia ocupam importantes papis. Um de seus arquitetos o dr. Deepak Chopra, consagrado autor de Conexo Sade e O Retorno do Rishi, cujo mtodo a que deu o nome de Cura Quntica engloba o lado fsico e biolgico do ser humano, mas vai alm, como mostram alguns temas deste livro: O Corpo Possui Mente Prpria Fantasmas da Memria O Nascimento de uma Doena O Que Voc V, Voc se Torna Corpo de Bem-Aventurana Baseando-se tanto na cincia moderna como na ancestral sabedoria do Ayurveda, o autor relata casos reais e histrias fascinantes em apoio a um modelo de sade e bem-estar que est em perfeita harmonia com o mais profundo conhecimento espiritual.A Cura Quntica uma brilhante investigao da habilidade de um aspecto da conscincia a mente em corrigir espontaneamente outro aspecto da conscincia o corpo. The Washington PostO dr. Chopra escreve com simplicidade quase mgica e encanto, mas rigoroso nos fatos que apresenta e no raciocnio. Marilyn Ferguson, escritoraORELHAS DO LIVRO Nos ltimos anos surgiu uma abordagem da medicina, na qual a mente, a conscincia e a inteligncia ocupam papis importantes. O dr. Deepak Chopra, um de seus idealizadores, batizou-a de Cura Quntica, e neste 4. livro nos apresenta esse novo modelo de sade e bem-estar, baseandose em conhecimentos da medicina moderna ocidental, e da antiga sabedoria oriental, o Ayuverda. O dr. Chopra tambm refora as propostas de suas publicaes anteriores Conexo Sade e O Retorno do Rishi , onde d nfase s energias positivas e Meditao Transcendental. Em A Cura Quntica, o dr. Chopra nos mostra que o corpo humano controlado por uma rede de inteligncia, que determina se estamos saudveis e bem integrados com a Natureza, sendo capazes, assim, de derrotar doenas cardacas e cncer, entre outros males. Por meio de uma narrativa envolvente, com relatos de pacientes e noes bsicas de fsica e biologia, o autor nos mostra como as clulas de nosso organismo esto ligadas s foras do cosmo e como o pensamento individual se relaciona com as unidades fundamentais da matria e da energia. Indispensvel para quem quer manter ou recobrar a sade, A Cura Quntica um livro cheio de mistrio, maravilha e esperana. DEEPAK CHOPRA nasceu na ndia em 1947 e l se formou em medicina. Desde 1971 exerce a profisso nos Estados Unidos, onde foi chefe de equipe do New England Memorial Hospital. Em 1985, tornou-se presidente-fundador da Associao Americana de Medicina Vdica. Hoje diretor do Maharishi Ayurveda Health Center tambmemLancaster,Massachusetts,professor-assistentedeecinciasmdico-sociais na Escola de Medicina da Universidade de Boston. Realiza conferncias sobre sade e autoconscientizao nos EUA e em diversos pases. Esteve no Brasil em 1988 para o lanamento de seu livro Conexo Sade. Do autor, pela Best Seller: CONEXO SADE O RETORNO DO RISHI Ilustrao da capa: Luiz Carlos Alvim 5. De todo o corao e com os mais profundos agradecimentos a Maharishi Mahesh Yogi 6. Agradecimentos A Gautama, Mallika e Rita, pelo amor incondicional que me dedicam e pela plena aceitao de tudo o que fao. A Carla Linton, por seu empenho em criar um mundo melhor. A Muriel Nellis, por inspirar, desde o incio, minha autoconfiana como escritor. A Toni Burbank, pela reviso que trouxe maior clareza a meus pensamentos e melhorou cada captulo deste livro. E especialmente a Huntley Dent: a nossa profunda amizade, aos insights que vivenciamos juntos e a sua orientao literria, que foram, no todo, experincias evolutivas para mim. 7. Sumrio Uma Introduo PessoalPRIMEIRA PARTE: A FISIOLOGIA OCULTA 1. Aps o Milagre 2. O Corpo Possui Mente Prpria 3. A Escultura ou o Rio? 4. Mensageiros do Espao Interior 5. Fantasmas da Memria 6. O Corpo Mecnico Quntico do Homem 7. Em Lugar Nenhum e em Toda a Parte 8. Testemunha Silenciosa 9. O Mistrio do VazioSEGUNDA PARTE: CORPO DE BEM-AVENTURANA 10. No Mundo dos Rishis 11. O Nascimento de uma Doena 12. O Que Voc V Voc se Torna 13. Corpo de Bem-Aventurana 14. O Final da Guerra 8. Uma Introduo Pessoal Tenho um paciente chins que est em fase terminal de um cncer na cavidade nasal. Seu rosto foi afetado, e ele sofre dores quase o tempo todo. Mas ele tambm mdico e acho que deveria ouvir isto. Concordei, do outro lado da escrivaninha. Estvamos nos ltimos dias do ms de outubro de 1987, em Tquio. Eu fazia uma visita a um japons especialista em cncer, que poderia me ajudar a testar uma nova teoria. Ela estava ligada a um dos grandes mistrios da medicina: o processo da cura. Naquela ocasio eu ainda no havia descoberto o conceito cura quntica, mas este foi o assunto que discutimos por mais de uma hora. Depois nos levantamos e nos dirigimos s alas dos pacientes. Enquanto caminhvamos, pude admirar de passagem os bem cuidados jardins Zen do hospital. As crianas dormiam na ala infantil e passamos por ali em silncio. Quando chegamos ao setor dos quartos particulares, o mdico japons se deteve diante de certa porta, dando-me passagem. Doutor Liang disse ele , pode nos dedicar alguns minutos de sua ateno? O quarto estava na penumbra. Um homem de quarenta e alguns anos, mais ou menos de minha idade, jazia na cama. Virou a cabea, cansado, quando entramos. Ns trs tnhamos vrias coisas em comum: ramos do Oriente e havamos abandonado nossas terras para estudar medicina ocidental avanada.Somandoostrs,tnhamoscinquentaanosdeespecializaes. Mas o homem deitado no leito era o nico que estaria morto no ms seguinte. Cardiologista em Taiwan, ele recebera, havia 9. menos de um ano, o diagnstico de cncer nasofarngeo. Naquele dia seu rosto estava coberto por tiras largas, que chegavam quase at os olhos. O encontro foi um momento difcil. No baixei o olhar ao cumpriment-lo, mas o dr. Liang, sim. Viemos conversar um pouco murmurou o mdico japons. No est se sentindo cansado demais? O homem no leito fez um gesto amvel e aproximamos nossas cadeiras. Comecei a explicar minhas idias, como fizera antes com meu anfitrio. Em resumo, eu acreditava, por princpio, que a cura no um processo fsico, mas mental. Quando vamos a recomposio de um osso fraturado ou a regresso de um tumor maligno, estvamos condicionados, como mdicos, a observar, de incio e principalmente, o mecanismo fsico. Mas esse mecanismo apenas uma tela. Expliqueilhes que por trs existe algo bem mais abstrato, uma espcie de knowhow que no pode ser visto ou tocado. No entanto, eu estava convencido de que esse know-how fosse uma fora poderosa sobre a qual no tnhamos suficiente controle. Apesar dos esforos para influenciarmos o processo de cura quando ele falha, a medicina no pode explic-lo. A cura viva, complexa, holstica. Lidamos com ela presos a nossos meios limitados e ela parece obedecer a nossos limites. Mas quando acontece alguma coisa estranha, como um cncer avanado que desaparece sbita e misteriosamente, frustrase a teoria mdica. Nossos limites parecem, ento, muito artificiais. Em minha clientela particular, muitos pacientes com cncer sararam completamente depois de considerados incurveis, com prognstico de poucos meses de vida. No considerei essas curas como milagres; achei que eram a prova de que a mente pode aprofundar-se o suficiente para mudar os prprios modelos que formam o corpo. Ela pode, por assim dizer, apagar os enganos impressos na planta bsica, destruindo qualquer doena como cncer, diabetes ou um mal das coronrias que tenha afetado o modelo corporal. Minhas palavras soavam confusas porque eu estava falando logo aps a experincia mais notvel de minha vida profissional. Poucas 10. semanas antes, durante uma visita ndia, um dos maiores sbios vivos me transmitira algumas tcnicas usadas h milhares de anos, assegurando-me que elas restaurariam em minha mente as capacidades de cura. Falo do Maharishi Mahesh Yogi, mais conhecido no Ocidente como o fundador da Meditao Transcendental, ou MT. Venho meditando h quase oito anos e prescrevo rotineiramente a MT a minha clientela. (O mais irnico foi ter aprendido a meditar com um americano em Boston, e no na ndia.) Certa tarde eu visitava o Maharishi num lugarejo novo, chamado Maharishi Nagar, a aproximadamente oitenta quilmetros de Nova Dlhi. Estvamos a ss, na casa modesta em que ele vive, cercada pelos edifcios da escola e do hospital ainda em construo. Esse um dos raros locais que eu ainda considero como a verdadeira ndia. Sente-se ali que uma grande cultura antiga conserva sua dignidade e sua enorme sabedoria. Graas ao Maharishi, os antigos sbios vdicos no parecem to remotos e separados de ns por milhares de anos, mas muito prximos. O lugarejo, de fato, muito prximo do local exato em que o sr. Krishna passou a noite ensinando ao grande guerreiro Arjuna os segredos da iluminao. A histria relembrada na poesia pica do Bhagavad Gita. Subitamente, o Maharishi falou, olhando para mim: Gostaria de v-lo a ss, amanh, em meu quarto. Pode vir logo depois de sua meditao matinal? Surpreendi-me, mas no o pressionei com perguntas. Na manh seguinte chegava a sua porta. O Maharishi estava