AN INTRODUCTION TO THIS TOPIC OF YOUR CHOOSING ?· manobra com os joelhos, a “double knee bend”,…

  • Published on
    19-Dec-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<p>- A PUBLICATION OF COMPANY XYZ - </p> <p>AN INTRODUCTION TO </p> <p>THIS TOPIC OF YOUR CHOOSING </p> <p>THE STEP-BY-STEP GUIDE TO [THIS TOPIC] AND HOW YOU CAN DO IT </p> <p>NDICE </p> <p>5 Introduo </p> <p> 9 </p> <p>Fundamentos e definies </p> <p>24 Tipos de treinamento para potncia </p> <p> 42 </p> <p>Levantamentos Estilo Olmpico </p> <p>61 Programao e montagem de treinos </p> <p> 81 </p> <p>Concluso e referncias </p> <p>A fora explosiva o principal diferencial fsico que um atleta de destaque em sua </p> <p>modalidade pode apresentar. Saber trabalhar os atletas para que atinjam o </p> <p>mximo grau de desenvolvimento de fora neuromuscular o objetivo de todo </p> <p>programa de preparao fsica da iniciao ao alto rendimento. </p> <p>Desde 2009, tenho levado o Curso Treinamento de Potncia a diversas cidades do </p> <p>pas. Nos mais de oito anos de cursos ministrados, pude ensinar a centenas de </p> <p>profissionais da rea de Educao Fsica e Esporte a trabalhar com duas das </p> <p>principais ferramentas da potncia: o levantamento de peso olmpico (LPO) e a </p> <p>pliometria. </p> <p>Os exerccios de LPO esto entre os mais explosivos que se pode fazer em um </p> <p>ambiente de academia. Com pequenos ajustes e orientaes simples, que ensino </p> <p>de forma prtica no curso, os profissionais da rea podem aplicar esse tipo de </p> <p>treinamento de forma eficiente e com alto grau de segurana para qualquer </p> <p>idade. </p> <p>A pliometria, juntamente com o LPO, outro mtodo extremamente importante e </p> <p>eficiente para este fim. O treinamento pliomtrico um mtodo que, quando </p> <p>corretamente orientado, promove o treinamento do ciclo alongamento-</p> <p>encurtamento (CAE). Est provado que o uso da energia elstica da musculatura </p> <p>tem correlao positiva com o aumento da fora explosiva e, portanto, os </p> <p>exerccios pliomtricos se tornam nicos neste aspecto. </p> <p>3 coleo treinamento esportivo.com </p> <p>http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/https://www.facebook.com/treinamento.esportivohttp://treinamentoesportivo.com/</p> <p> A capacidade de produzir movimentos explosivos fundamental no esporte. Sejam em modalidades de expresso pura da capacidade, como no atletismo - lanamentos, saltos e provas de velocidade -, como tambm nas conhecidas modalidades intermitentes (tcnico-tticas intermitentes). Essas modalidades dependem de aes variadas como sprints curtos, saltos, sequncias de golpes ou mudanas de direo, alm de se utilizarem do metabolismo aerbio e anaerbio em distintas propores. As modalidades intermitentes representam no conjunto grande parte dos esportes mais populares - os de campo (futebol, rugby, beisebol...), de quadra (handebol, voleibol, tnis, basquete, futsal...) e lutas (jud, boxe, MMA...). Nos ltimos 20 anos, vimos tambm o crescimento em importncia da potncia em modalidades de endurance (resistncia), principalmente nas corridas de meio-fundo, no ciclismo e na natao. Afinal, na linha de chegada, vence quem chegar primeiro! </p> <p>(FINAL 5000m European Athletics Champs Amsterdam 2016, decidida no photo finish ) </p> <p> Vrios mtodos tm sido recomendados para aumentar a potncia e melhorar a capacidade atltica como um todo. Desde o ano 2009, tenho percorrido todo o Brasil com o curso Treinamento de Potncia justamente divulgando dois mtodos fundamentais para isso: o levantamento de peso olmpico (LPO) e a pliometria. </p> <p>4 coleo treinamento esportivo.com </p> <p>http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/http://treinamentoesportivo.com/index.php/curso/potencia/</p> <p> Levantamentos Explosivos - LPO na preparao fsica no busca apenas mostrar uma excelente forma de treinamento balstico para potncia. O objetivo deste livro bem mais amplo: impulsionar treinadores e professores de EDF a desenvolverem o treinamento da fora explosiva com seus atletas/alunos atravs do uso de derivados do LPO de forma segura, prtica e com respaldo nos estudos cientficos. Que fique claro que este livro no sobre o LPO competitivo, mas de seus exerccios derivados - que chamo de Levantamentos Estilo Olmpico (LEO) - e que hoje possuem ampla fundamentao cientfica e constataes empricas de eficcia no treinamento esportivo. Vou mostrar o modo particular como tenho aplicado o LEO nos ltimos 10 anos com atletas juvenis e profissionais de alto rendimento de distintas modalidades. No entanto, no veja isso como um mtodo definitivo. Este livro tem dois objetivos: primeiro, explicar e atualizar os conhecimentos sobre o uso do LPO na preparao fsica e, segundo, ajudar os treinadores a aplic-lo da melhor maneira possvel, apresentando diversos exerccios e consideraes prticas. Antes de iniciar quero destacar alguns pontos importantes logo de incio. Muitos estudos foram feitos e divulgados sobre este tema nos ltimos anos e justamente sobre essa forma de se utilizar o LEO como fonte de treino para potncia que esse livro se trata. No se engane: este livro no somente sobre estudos e teorias! Com a proposta de prtica fundamentada em cincia, quero revisitar o uso do LPO na preparao fsica - que foi o tema do primeiro livro lanado em 2010 - atualizando as informaes e introduzindo novos exerccios para a montagem de treinos. Quero mostrar como aplicar o treinamento balstico baseado no LEO de forma segura dando exemplos prticos.. </p> <p>5 coleo treinamento esportivo.com </p> <p>http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/</p> <p> No existe uma nica maneira de ensinar e aplicar o LPO, havendo diversas escolas. O treinamento da potncia, apesar de princpios e bases claras, tambm possui uma gama de mtodos, com treinadores privilegiando certo tipos de exerccios e sobrecargas. Sendo assim, considere as informaes desse livro como ideias e sugestes e no como regras definitivas do treinamento de potncia. Prefiro que voc pense neste livro como um conjunto de ferramentas obtidas na cincia que buscam atingir resultados prticos de fora e potncia. Ainda que alguns sejam mais puristas quanto a utilizao correta dos termos, este livro tem o objetivo de ser um manual para treinadores do que um tratado cientfico sobre o tema. Portanto vou utilizar o termo explosivo como sinnimo de potncia pois considero este termo mais fcil para visualizar a ao do movimento. Por exemplo, mais fcil visualizar (e entender) quando falo dar um salto explosivo do que dar um salto potente. O termo potncia - o cientificamente correto - vou utilizar quando quiser me referir a capacidade como um todo, principalmente na parte cientfica do livro. </p> <p>Desejo a voc uma tima leitura! </p> <p>prof. Joo Coutinho </p> <p>6 coleo treinamento esportivo.com </p> <p>TREINAMENTO BALSTICO O treinamento balstico uma forma de treinamento resistido onde no se verifica desacelerao do movimento. A sobrecarga acelerada durante toda a amplitude de movimento sendo finalmente liberada no final (21,32). Alguns treinadores referem-se ao treinamento balstico como fazer o exerccio com baixa carga e mxima velocidade, o que por definio est incorreto. Como exemplos clssicos de exerccios balsticos temos o jump squat (agachamento com salto), os lanamentos de medicinebol e o bench throw (supino com lanamento da barra). Outros grupos de exerccios balsticos por natureza so: o LPO e suas variaes e a pliometria. 1. Pliometria Apesar de se encaixar dentro da definio de exerccio balstico, a pliometria deve ser considerada pelos treinadores de maneira separada, como uma forma especial de treinamento balstico com prescrio prpria (39). No treinamento pliomtrico as maiores velocidades so obtidas somente com o peso corporal. medida que se adiciona carga, a velocidade de contramovimento diminuda perdendo assim o efeito do ciclo alongamento-encurtamento (CAE). Portanto, a potncia do salto diminui. </p> <p>7 coleo treinamento esportivo.com </p> <p> Observe no estudo clssico de Y. Verkhoshanski (1968) como a adio de cargas no drop jump (salto em profundidade) tornou a transio no solo mais lenta diminuindo o efeito da energia elstica no salto (41). Se voc quiser se aprofundar no treinamento pliomtrico, ministro um curso presencial desde 2010 com foco prtico na introduo e progresso dentro do mtodo. Sugiro tambm a leitura do livro digital Pliometria: sequncia racional que se encontra a venda no site. Para evitar erros recomendo aos treinadores utilizar o seguinte referencial: treinamento balstico sobre adio de sobrecargas enquanto a pliometria no. Com esse entendimento no corremos a estranha situao de ter, por exemplo, o jump squat sendo considerado pliomtrico porque um salto. </p> <p>8 coleo treinamento esportivo.com </p> <p>http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/http://treinamentoesportivo.com/index.php/livros/</p> <p> 2. Exerccios Balsticos Existem diversos estudos mostrando as diferenas entre a forma convencional e a balstica de exerccios resistidos. Do ponto de vista biomecnico os exerccios feitos da forma convencional (A) apresentam duas fases (2,19,32) </p> <p> 1- Impulso: perodo de acelerao at atingir o pico de velocidade 2- Frenagem: perodo de desacelerao at frear o movimento. O exerccio balstico (B) por outro lado s apresenta a fase de impulso, com os msculos atuando sem desacelerar. Como vimos, para aumentar a potncia temos que aumentar tanto a fora como a capacidade de mover cargas em alta velocidade. O treinamento balstico atua justamente na varivel velocidade. Os estudos sugerem que o treinamento balstico promove o aumento no disparo neural, maior taxa de ativao das fibras tipo II e aumento da TDF. Lembrando que treinar com a forma balstica dos exerccios tambm promove aumento da fora mxima (19,29,31,32). </p> <p>9 coleo treinamento esportivo.com </p> <p> 3. Levantamento de Peso Olmpico O levantamento de peso olmpico (LPO) um esporte onde o atleta levanta uma barra carregada do cho at acima da cabea em dois movimentos distintos: o snatch (arranco) e o clean &amp; jerk (arremesso). Apesar da grande quantidade de carga que os atletas de LPO levantam - alguns na casa dos 260 kg - os dois movimentos so extremamente explosivos, pois requerem uma combinao de fora mxima com velocidade. Antes de aprofundar no tpico, quero rever a biomecnica do LPO competitivo, que ser muito til quando mais a frente estudarmos os exerccios derivados deles. Fases da Puxada (Pull) Primeira puxada (1st Pull): a barra no solo levantada principalmente atravs da extenso dos joelhos at a altura da patela. Transio (transition): ocorre quando a barra passa pela patela e atravs de uma manobra com os joelhos, a double knee bend, o atleta se coloca na power position. Segunda puxada (2nd Pull) : a fase mais explosiva do movimento, onde o atleta sai da power position com extrema acelerao do quadril at a extenso completa dos membros inferiores a tripla extenso. </p> <p>10 coleo treinamento esportivo.com </p> <p> Aps a puxada, que corresponde a todo movimento de ascenso da barra, ocorrem mais duas fases que completam o movimento competitivo. Essas fases no so de interesse quando se pensa em utilizar movimentos adaptados para a preparao fsica, pois so justamente as fases que se quer evitar: Deslize (turnover): quando o atleta rapidamente sai da tripla extenso para um agachamento profundo para pegar a barra acima da cabea (snatch) ou nos ombros (clean). Recuperao (recovery): quando o atleta estabiliza a posio embaixo e retorna a posio em p com o controle da barra acima da cabea (no snatch) ou apoiada nos ombros para executar o jerk ( no clean). </p> <p> Os exerccios de LPO so utilizados na preparao fsica devido s suas semelhanas biomecnicas com o salto vertical e a sua capacidade de desenvolver grande quantidade de fora e potncia em comparao com outros exerccios, como os tradicionais de fora (ex: agachamento, supino e levantamento terra) Ainda que exista a dvida de alguns treinadores sobre a real transferncia deste tipo de treino para a parte especfica do esporte, o conjunto de evidncias e volume de estudos sobre o tema nos ltimos 10 anos sugere que o LPO pode ser uma ferramenta eficaz para melhorar a capacidade atltica (42,43,44,45,46). Por isso que esses exerccios e suas variaes so um mtodo efetivo para melhorar o desempenho atltico no esportes que exigem fora em alta velocidade para correr, saltar e mudar de direo, como o caso dos esportes intermitentes (42,43,44,45,46). </p> <p>11 coleo treinamento esportivo.com </p> <p> Vamos analisar os dois aspectos fundamentais que justificam os treinadores a adotar os exerccios baseados no LPO como parte da preparao fsica: A - Treinamento da Potncia Os exerccios de LPO atuam principalmente na faixa de potncia da curva fora-velocidade onde o atleta move cargas mdias-altas o mais rpido possvel, promovendo um alto estmulo neuromuscular. </p> <p>Observe na tabela abaixo como os movimentos adaptados do LPO competitivo produzem enormes quantidades de fora e potncia em comparao com outros exerccios de fora . Dentro do treinamento de potncia, os exerccios de LPO j demonstraram ter uma relao direta com a taxa de desenvolvimento da fora (44,45), gerando enormes valores de TDF. </p> <p>12 coleo treinamento esportivo.com </p> <p> B - Tripla Extenso Alm das razes referentes ao aumento da potncia citadas acima, suas semelhanas biomecnicas com muitos movimentos esportivos tambm merecem destaque. A tripla extenso refere-se ao explosiva produzida pela extenso simultnea das articulaes do quadril, joelho e tornozelo. A extenso bilateral ou unilateral simultnea dos me...</p>