Análise de Redes Sociais em blogs de Pessoas com ... ?· Análise de Redes Sociais (ARS) Metáfora…

  • Published on
    09-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Anlise de Redes Sociais em blogs dePessoas com Necessidades Especiais (PNE)

    [

    Prof. Dra. Sandra Portella Montardo (Feevale)

    Prof. Dra. Liliana Maria Passerino (Cinted-UFRGS)

    Arnoldo Benkenstein (BIC CNPq- Feevale)

  • Por que socializao on-line de PNE:

    Favorece autonomia das PNE* pois favorece seu desenvolvimento scio-cognitivo;

    Hiptese: Socializao em TIC como fator de IS de PNE e de familiares via blogs (ID uma das facetas de IS);

    Objetivo: Entender a estrutura dos softwaresRS na Web a partir da teoria das ARS .

    * Problema: Que caractersticas deveria ter um software que representasse as redes de PNE e de seus familiares?

  • Incluso digital como incluso social:

    Em estudo anterior (2007), criticamos conceito de IS (convite; excluso-incluso) e optamos um que privilegia continuidade do processo em busca de qualidade de vida (Ladeira e Amaral, 1999);

    Sposati (1996): autonomia de renda, desenvolvimento humano, equidade e qualidade de vida.

    Sampaio: ID= acesso ao mundo digital para desenvolvimento intelectual e da capacidade tcnica e operacional.

  • Anlise de Redes Sociais (ARS)

    Metfora das redes para estudar a sociedade baseada na sociometria e na Teoria dos Grafos (Degenne e Fors, 1999; Scoutt, 2001).

    Objetivo: o foco no todo, para observao dos padres que unem os elementos dos sistemas.

    Teoria Geral dos Sistemas (Bertalanffy, 1975); e Ciberntica (Wiener, 2000; Ashby, 1970)(RECUERO, 2005b, internet).

    Uma rede social consiste de elementos ou atores (ns) ligados entre si por laos sociais (arestas).(Wasserman; Faust, 1994),

  • ARS uler- Teoria dos Grafos; Erds e Rnyi Modelo das Redes Igualitrias; Granovetter Fora dos laos fracos; Watts e Strogatz Modelo Mundos Pequenos; Barabsi Modelo das Redes Sem Escalas (Ricos

    ficam mais ricos); Hanneman (2001): Redes sociocntricas e redes

    egocntricas (puras e interconectadas);

    Softwares acompanham essa lgica na representao dessas redes.

    Quantificao dos atributos considerando: granularidade, densidade, distncias entre os ns no do conta de analisar aspectos qualitativos em redes sociais na web.

  • ARS

    Recuero (2005) prope modelo que busca anlise qualitativa das redes, buscando analisar

    Organizao: interao social Estrutura: trocas sociais em grupo; capital social

    (Bourdieu, 1983; Putnam, 2000)e laos sociais (Granovetter, 1973).

    Dinmica: modificaes sofridas na rede (conflito, cooperao, colaborao, ruptura, etc.)

    Foco da socializao on-line em blogs como elemento de IS = estrutura.

    - Laos sociais (Granovetter, 1973, 1983).- Bertolini e Bravo (2004) - Tipos de capital social :

    relacional, normativo, cognitivo, confiana no ambiente social e institucional.

  • Limitaes da ARS

    - H poucos estudos sobre redes temticas (Recuero, 2005b; Wei, 2004), seja em blogs, seja em outros suportes; esse ponto fundamental para o vis da IS de PNE e familiares;

    - Diferentes suportes na rede (plataformas de redes sociais, blogs, fotologs, listas de discusso, etc.), apresentam finalidades diferentes e permitem anlises diferentes. No se pode trat-los simplesmente como ns na rede.

    - H pouca nfase para os laos sociais nos estudos observados. Talvez pelo fato de no se analisar comumente sua temtica.

  • Material e mtodos

    Anlise comparativa

    - CMap Tools

    - Ucinet

  • Concluses

    ARS levando em conta IS via TIC deve:

    - Definir temtica (NE) j que todas as postagens e comentrios se referem a isso, sem exceo;

    -Verificar implicao da NE com acessibilidade digital;

    - Qualificar as trocas sociais quanto aos tipos de links (blogroll, postagens, de comentrios, trackback) e, ento, tipos de laos, o que passa pela anlise combinada de laos sociais com capital social.

  • Concluses

    Tratamento lingstico das postagens e comentrios via PLN imprescindvel em um software a ser desenvolvido.

    - Por meio de tcnicas de PLN , ontologias e um rob, o conhecimento sobre NE ser reunido, organizado e utilizado de forma automtica e semi-automtica.

  • Muito obrigada!

    sandramontardo@feevale.br

    liliana@cinted.ufrgs.br

    jrbenk2.0@gmail.com

    Blogs Especiais

    Disponvel em: www.blogsespeciais.blogspot.com.

Recommended

View more >