ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR PL 1 - SISTEMA ESQUELÉTICO Profa. Thaisa Barbosa Faculdade de Medicina - UNIFENAS

  • View
    269

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

  • ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR

    PL 1 - SISTEMA ESQUELTICO

    Profa. Thaisa BarbosaFaculdade de Medicina - UNIFENAS

  • Anatomia do Aparelho LocomotorAPARELHO LOCOMOTORSISTEMA ESQUELTICOSISTEMA ARTICULARSISTEMA MUSCULARPASSIVOUNIOATIVO

  • CABEAPESCOOTRONCOMEMBROSINFERIORESMEMBROSSUPERIORESESQUELETOAXIALESQUELETOAPENDICULARESQUELETOAPENDICULAR

  • Sistema EsquelticoDividido em duas pores

    Esqueleto Axial ou MedianoOSSOS DO CRNIO (frontal, parietais, occipital, temporais, nasais, zigomticos, esfenide)OSSOS DO PESCOO (vrtebras cervicais)OSSOS DO TRONCO (esterno, costelas, vrtebras torcicas e lombares)

  • Sistema EsquelticoDividido em duas pores

    Esqueleto Apendicular Componentes do membro superiorCngulo do membro superior: consiste nas articulaes esternoclavicular, acromioclavicular e do ombro;escpula, clavcula: fazem a movimentao da escpula;

    Parte livre do membro superior: mero, ulna, rdio, ossos do carpo, metacarpo e falanges.

  • Sistema EsquelticoDividido em duas pores

    Apendicular Componentes do membro inferiorCngulo do membro inferior: Anel de ossos que une a coluna vertebral aos dois fmuresconsiste nos ossos sacro, cccix e do quadril;

    Parte livre do membro inferior: fmur, patela, tbia, fbula, tarso, metatarso e falanges.

  • SISTEMA ESQUELTICOFunes:

    Arcabouo de sustentaoMovimento (deambulao)Proteo de rgos vitais (encfalo)Armazenamento de ons (clcio, fsforo)Hematopoiese

  • SISTEMA ESQUELTICO

    A unio entre os esqueletos axial e apendicular faz-se por meio das cinturas escapular e plvica

    Cintura escapular: ossos que unem os esqueletos axial e apendicular superior (escpula e clavcula).Cintura plvica: ossos do quadril.

  • Longos

    Curtos

    Laminares (plano)Irregulares

    Pneumticos

    SesamidesSISTEMA ESQUELTICO CLASSIFICAO MORFOLGICA DOS OSSOS

  • OSSOS LONGOS - Comprimento predomina sobre a largura e a espessura. (C>L/E)

    Esto localizados principalmente no esqueleto apendicular.

    - Suas extremidades so denominadas epfises (proximal e distal).

  • OSSOS LONGOSA parte mdia denominada difise.

    Possui um canal que abriga a medula ssea denominado canal medular.

    - Entre as epfise e a difise est a cartilagem epifisial, mais aparente nas crianas, onde a ossificao no se completou (responsvel pelo crescimento sseo em comprimento)

  • OSSOS LONGOS

    MEMBRO INFERIOR MEMBRO SUPERIORmero

    Ulna

    Rdio

    Metacarpo

    FalangesFmur

    Tbia

    Fbula

    Metatarso

    Falanges

  • OSSOS LONGOS

  • OSSOS LONGOSDifise (corpo)

    epfises (extremidades)

  • OSSOS LONGOS

  • OSSOS LAMINARES- Comprimento e largura semelhantes, predominam sobre a espessura. (C=L>E)

    - Frontal- Occipital- Parietal- Escpula- Osso do quadril

  • OSSOS LAMINARES

  • OSSOS LAMINARES

  • OSSOS CURTOS- As trs dimenses so semelhantes. (C=L=E)

    - Carpo (escafide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapzio, trapezide, capitato, hamato).

    - Tarso (navicular, cubide, cuneiformes)

  • OSSOS CURTOS

  • OSSOS IRREGULARES- Forma geomtrica mal definida. No pode ser classificado como longo, laminar ou curto.

    - Vrtebras

    - Osso temporal

  • OSSOS IRREGULARES

  • OSSOS PNEUMTICOS- Apresentam uma ou mais cavidades, revestidas por mucosa e repletas de ar (seios).

    - Esfenide- Frontal- Etmide- Temporal- Maxilar

  • OSSOS PNEUMTICOS

  • OSSOS SESAMIDES- Esto localizados no interior de tendes (intratendneos) ou da cpsula fibrosa de algumas articulaes (intracapsulares).

    - Patela

  • OSSOS SESAMIDESPatela

  • ACIDENTES SSEOS- So formaes que aparecem nos pontos de insero de ligamentos, fscias, tendes e no trajeto de vasos sanguneos e nervos.

    -Cndilo - Crista- Epicndilo-Fvea - Forame- Fossa-Trocnter - Espinha- Tubrculo

  • ACIDENTES SSEOS

  • ACIDENTES SSEOSOsso Ulna

  • TIPOS DE SUBSTNCIA OSSEA- CompactaLamnulas sseas fortemente unidas.Osso denso.Localizao perifrica.

    - EsponjosaLamnulas sseas entremeadas porlacunas.Localizao central

  • NUTRIO- O suprimento sangneo abundante.

    - O peristeo uma membrana conjuntiva que reveste externamente os ossos, com exceo das superfcies articulares.

    - Suas artrias penetram no osso irrigando-o e distribuindo-se pela medula ssea.

  • CRESCIMENTO SSEO- Crescimento em comprimento funo da cartilagem epifisial!!

    - Crescimento em espessura funo do peristeo!!

  • ANATOMIA RADIOLGICA

    Comparao entre os ossos e as imagens de radiografias:

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIA RADIOLGICA

  • ANATOMIARADIOLGICA

  • CASO CLNICO Uma senhora de 65 anos de idade foi atendida no Pronto Socorro Municipal de Belo Horizonte queixando fortes dores na raiz do membro inferior direito, de incio sbito, logo aps ter sofrido uma queda durante o banho. Relatou ao mdico que estava preocupada porque sofria de osteoporose. Ao exame fsico notava-se que o membro inferior direito estava mais curto que o contra-lateral e em rotao externa. A movimentao passiva daquele membro era extremamente dolorosa.

  • DISCUSSOQual a estrutura anatmica envolvida no quadro da paciente acima? Em que parte?Existe alguma relao entre a doena em questo e a idade da paciente? Qual?A sua preocupao com a osteoporose tem algum fundamento neste caso? Explique?Porque o membro inferior direito estava mais curto em relao ao contralateral?Quais os fundamentos anatmicos para as complicaes que podem acompanhar estes casos?

  • FRATURA DO COLO DO FMUR

  • O estudante deve aprender a matria com o professor, sem o professor, apesar do professor e at contra o professor, se for necessrio

    Liberato J.A.DiDio.