Aula 01 - Parte 01

  • Published on
    12-Aug-2015

  • View
    31

  • Download
    4

Embed Size (px)

Transcript

<p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Aula 2 - Conceitos bsicos de sistemas operacionais (Parte I). Sistema Operacional Windows (XP, Vista, Windows 7). Conceitos de organizao e de gerenciamento de arquivos, pastas e programas. (Parte I) Ol, amigos "concurseiros"!! "Ningum pode voltar atrs comeo;mas qualquer um pode um novo fim..." Chico Xavier e fazer um novo recomear e construir</p> <p>Rumo batalha, que ser cada vez com mais soldados a seu favor. O resultado? SUCESSO!!! Nesta aula abordaremos os principais conceitos relacionados ao Sistema Operacional Windows, que tema garantido nas provas! Trabalharemos o Windows XP, o Windows Vista e, por fim, o Windows 7. Fiquem atentos e bons estudos! Prof a Patrcia Lima Quinto patricia@pontodosconcursos.com.br Twitter: http://www.twitter.com/pquintao Facebook: http://www.facebook.com/patricia.quintao</p> <p>- Conceito de Sistema Operacional. - Introduo ao Windows XP. - Viso geral do Windows Vista. - Sistema operacional Windows 7. - Reviso em tpicos e palavra-chave. - Questes de provas comentadas. - Lista das questes apresentadas na aula.</p> <p>Conceito de Sistema Operacional "O Sistema Operacional um programa responsvel por controlar o funcionamento do computador, como um gerente dos vrios recursos disponveis do sistema." Tanembaum Esta definio muito interessante, pois deixa claro que o Sistema Operacional (SO) um programa que deve controlar/gerenciar o funcionamento daP r o f 3 Patrcia L. Quinto www.pontodosconcursos.com.br 1</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>mquina (hardware) e ao mesmo tempo gerenciar tudo que ela disponibiliza, oferecendo recursos de interatividade e usabilidade que facilitem a vida do usurio. A evoluo dos sistemas operacionais est, grande parte, relacionada ao desenvolvimento de equipamentos cada vez mais velozes, compactos e baratos, e necessidade de aproveitamento e controle desses recursos. O surgimento de novos computadores (celulares, tablets, etc.) surgimento de novos SOs apropriados para esses equipamentos. Hoje leva ao</p> <p>j temos: SO para Celular; SO para Tablets; SO para Aparelhos eletrnicos; SOs Distribudos (Segundo Tanenbaum, um sistema distribudo um conjunto de computadores independentes entre si que se apresenta a seus usurios como um sistema nico e coerente). Cloud Computing (Computao na Nuvem"): O SO executado "na nuvem" e utilizamos seus recursos via Internet. " Utiliza a memria e as capacidades de armazenamento e clculo de computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da Internet (Exemplos de SOs desse tipo: youOS, eyeOS, etc.)</p> <p>Figura. Tela do YouOS Fonte: http://en.wikipedia.0rg/wiki/File:Y0u0s-screen.png</p> <p>Prof 3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>2</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Tela do EyeOS Fonte: http://pt.wikipedia.Org/wiki/Ficheiro:EyeOS185.pnq Principais funes de um Sistema Operacional Permitir que os programas armazenem e obtenham informao. A persistncia dos dados (HD, pendrive, etc.) um fator primordial para o uso do computador. Imagine atualmente um computador que no possa armazenar dados aps ser desligado... A persistncia dos dados e programas foi e continuar sendo fundamental !!! Isolar os programas dos detalhes especficos de hardware. Quando um programa quiser escrever algo na tela (monitor), basta um comando de escrita (print). Quando quiser ler um arquivo no HD, basta utilizar o comando de abertura de arquivo (open) e a seguir um de leitura (read). Como feita a abertura do arquivo ou a leitura de dados do mesmo, deve ser um problema do SO e no do programador. Controlar o fluxo de dados entre os componentes de um computador. Por exemplo, o ato de salvar um arquivo que voc est editando em disco, escanear um documento ou simplesmente copiar um arquivo do pendrive para o HD.</p> <p>Permitir que os programas sejam executados sem a interferncia de outros programas. A ideia simples, as aes realizadas no editor de imagens no podem interferir no funcionamento lgico do navegador e nem do editor de texto. Neste ponto comeamos a trabalhar com a ideia de contextos independentes de execuo do programa e reas isoladas de memria para cada um. Quando quisermos trocar dados entre os programas podemos, por exemplo, utilizar a rea de transferncia ( e ). Prof Patrcia L. Quinto www.pontodosconcursos.com.br 3</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Permitir que os programas independentes cooperem periodicamente e compartilhem informaes. O exemplo mais simples de compartilhamento o da rea de transferncia, mas os programas atuais utilizam muito os protocolos de rede (TCP e UDP e seus esquemas de portas) para fazer a comunicao entre programas ou mesmo entre as janelas de um mesmo programa. Responder aos erros ou a solicitaes dos usurios. Exemplos: apertar a tecla para tentar cancelar uma ao, imprimir um documento, salvar um documento, no windows para acionar o gerenciador de tarefas, etc. Facilitar o acesso aos recursos do sistema. As interfaces grficas dos SOs modernos facilitam muito isso, pois o usurio leigo no precisa digitar um "monte" de comandos complexos para realizar uma ao; Impor um escalonamento entre programas que solicitam recursos. A ideia estabelecer a ordem com que os programas acessam um recurso. Por exemplo a impressora, toda vez que voc manda imprimir algum documento ele colocado na fila de impresso. Esse gerenciamento da impressora realizado pelo SO.</p> <p>Resumindo.... O Sistema operacional o software que controla a alocao e utilizao dos recursos de hardware, como memria, uso da CPU, espao em disco e perifricos. Alm disso, o software fundamental do computador, sobre o qual todos os outros softwares so executados e para o qual os softwares so desenvolvidos. Quer dizer, quando um programador desenvolve um software, ele o faz para um sistema operacional especfico. Sistema Operacional um tipo de software bsico que atua como um intermedirio entre o usurio e o hardware do computador.</p> <p>Para trabalhar de forma gil com os sistemas operacionais grficos, preciso conhecer bem o sistema e suas funcionalidades. Certamente, as bancas exploram vrias maneiras de realizar uma tarefa no Windows e Linux e, em especial, cobram itens que no fazem parte da rotina dos usurios mais comuns ou pouco experientes. Vamos ento ao estudo dos principais sistemas operacionais que esto sendo cobrados em concursos, comeando pelo: Windows XP, Vista e Windows 7!!</p> <p>Prof 3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>4</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Sistema Operacional Windows XP</p> <p>O Windows XP possui como principais caractersticas: Lanado em 2001 em duas verses: Windows XP Home Edition e Windows XP Professional Edition. Segundo a prpria Microsoft, o primeiro voltado ao uso domstico enquanto que o segundo voltado ao uso domstico avanado, negcios e grandes organizaes. Foi baseado no Windows 2000, portanto, herdeiro indireto do Windows NT. Ganhou um visual inovador em relao s verses anteriores e vrios recursos voltados multimdia. Compatvel com os sistemas de arquivos FAT16, FAT32 ou NTFS.</p> <p>Voc sabia!! Diversidade de Sistemas de Arquivos... A Microsoft tambm tem seus sistemas de arquivos preferidos:</p> <p>fat16 Usado no DOS e oferece suporte at discos de 2GB fat32 Tambm usado no DOS e oferece suporte a discos de at 2 Terabytes NTFS New Technology File System, surgiu junto com o Windows NT para corrigir algumas limitaes e falta de recursos existentes no FAT. O termo ingls desktop pode referir-se a: o uma categoria de computador: desktop computer de mesa; o o elemento visual central dos sistemas operacionais desktop ou rea de trabalho. Nesse caso, temos a tela principal do sistema, sobre todos os outros elementos grficos, como janelas, cones</p> <p>computador grficos o a qual ficam e barras.</p> <p>Prof3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>5</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Obs: quais barra cone</p> <p>Na figura anterior, podemos visualizar 3 itens importantes, a partir dos podemos encontrar e executar as tarefas do Windows. O menu Iniciar, a de tarefas e a rea de trabalho propriamente dita, onde visualizamos o Lixeira.</p> <p>Principais Componentes da rea de trabalho do Windows XP Vamos agora fazer um reconhecimento dos principais componentes visuais do sistema operacional Windows XP. A nomenclatura e a distino entre alguns desses objetos costuma ser ignorada por grande parte dos usurios, mas h muitas questes que se prendem exatamente nesses quesitos. Portanto ateno!! cone um recurso visual para facilitar a associao de objetos a arquivos ou pastas. Na prtica, so pequeninas imagens representativas que ficam associadas a vrios objetos do Windows. Por padro, o Windows associa diversos cones a objetos conhecidos, como pastas, impressoras, lixeira etc.</p> <p>Figura. cones atribudos pelo Windows Da mesma forma, os programas que so instalados no sistema j se encarregam de atribuir cones aos seus arquivos de dados e aos seus arquivos executveis.</p> <p>Prof 3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>6</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Figura. cones atribudos por programas instalados no Windows cones so apenas recursos visuais e podem ser alterados a qualquer momento. Nada impede, por exemplo, que associemos o cone dos arquivos de Excel a todos os arquivos do Word. Isso, entretanto, em nada afeta o contedo do arquivo nem o programa ao qual o arquivo est associado. Atalho Atalho uma forma direta de acessar objetos dos quais precisamos com mais freqncia. So representados por cones e podem estar na rea de trabalho, na barra de tarefas do Windows ou mesmo em qualquer pasta do sistema. Podemos ter atalhos para arquivos, programas, pastas ou mesmo para endereos da Internet. Via de regra, ao aplicarmos um clique duplo a um atalho, o sistema operacional executa o alvo do atalho clicado. Assim, se acionamos um atalho para uma pasta, o sistema abre uma janela referente pasta alvo. Em outra hiptese, se acionamos um atalho para um endereo da Internet, o sistema abre o navegador de Internet padro na pgina alvo do atalho. Um atalho possui uma seta curva em sua base inferior. Isto o diferencia visualmente do objeto que ele referencia.</p> <p>cones de atalhos so identificveis pela presena de uma seta no canto inferior esquerdo de seus cones Atalhos tambm podem ser ativados clicando-se com o boto direito do mouse e selecionando "abrir" no menu exibido. Se clicamos com o boto direito em um atalho e selecionamos a opo Propriedades, no menu, aberta uma janela que traz informaes sobre o funcionamento do atalho, como o tipo de atalho, o seu alvo, a configurao da janela a ser aberta, entre outros. No uma cpia do cone, mas outro objeto que possui uma propriedade especial indicando qual o objeto de fato. Quando o atalho recebe um clique duplo, a pasta original, de disco, programa ou documento acionado. Alm disso, uma tecla de atalho pode ser associada ao cone de atalho para encurtar caminhos.</p> <p>Prof 3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>7</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>Importante As operaes que fazemos em um atalho incidem somente sobre ele e no sobre seu alvo!! Por exemplo, se excluirmos um atalho cujo alvo um programa, o programa continua intacto! No confunda o termo atalho, que se refere a um desses cones, com menu de atalho, o menu sensvel ao contexto que aparece quando voc usa o clique direito do mouse. O menu de atalho no tem relao com o recurso de cones de atalho. Talvez seja por isso que s vezes o menu de atalho chamado de menu de contexto. Criando Atalhos H vrias formas de se criar um atalho. A mais direta e comum clicar sobre o objeto alvo com o boto direito do mouse e selecionar Criar atalho. Outra forma muito comum clicar sobre o objeto alvo com o boto direito do mouse e selecionar Enviar para -&gt; rea de trabalho. Essa operao cria o atalho diretamente na rea de trabalho. Uma outra forma, menos conhecida, arrastando e soltando (drag and drop) um objeto qualquer mantendo pressionada a tecla ALT simultaneamente. Podemos arrastar, por exemplo, um arquivo para a rea de trabalho, pressionando simultaneamente a tecla ALT. Experimente! Lixeira: uma pasta do Windows usada para armazenar temporariamente documentos, pastas e arquivos que no so mais utilizados pelo usurio. Quando apagamos um arquivo, ele normalmente vai para a lixeira, sendo, ento, possvel recuper-lo. possvel esvaziar a lixeira clicando com o boto direito do mouse e escolhendo a opo Esvaziar Lixeira. Depois que limparmos a lixeira, no ser mais possvel recuperar os arquivos apagados. Para excluir um arquivo e NO envi-lo para a lixeira, basta pressionar (ao apagar o arquivo) as teclas Shift + Delete.</p> <p>Podemos configurar a lixeira por meio das propriedades. Clicando com o boto direito do mouse sobre a Lixeira e escolhendo a opo Propriedades, obtemos a janela ao lado. Se no desejar enviar para a lixeira os arquivos apagados, marque a opo "no mover os arquivos para a lixeira".</p> <p>P r o f 3 Patrcia L. Quinto</p> <p>www.pontodosconcursos.com.br</p> <p>8</p> <p>CURSO ON-LINE - INFORMTICA PARA REA FISCAL (TEORIA E EXERCCIOS) PROFESSORA: PATRCIA LIMA QUINTO</p> <p>O menu Iniciar a principal ferramenta de acesso a arquivos e programas do Windows. Para abri-lo, basta um clique no boto Iniciar ou que pressionemos a tecla Windows. A propsito, essa tecla no existe em todos os teclados, mesmo assim pode aparecer em algumas questes de prova. Um pressionamento simples dessa tecla abre o menu Iniciar, mas ela ainda utilizada em combinao com outras teclas para produzir resultados diversos.</p> <p>Tecla Windows</p> <p>Para acionar o menu Iniciar, basta clicar no cone correspondente. Seu contedo depende das opes que foram escolhidas no processo de instalao e configurao (por voc ou pelo revendedor do computador). NOTA: Abra o menu Iniciar por meio da tecla com o logotipo do Windows (WinKey) ou, ainda, pressionando Ctrl + Esc. Aps o menu aberto, possvel navegar pelas opes utilizando as setas do teclado e o clique do mouse pode ser obtido pressionando [Enter]. Opes de logoff e desligamento do computador:</p> <p>- Logon e logoff A primeira barra do menu Iniciar disponibiliza botes para logoff e desligamento do computador. Vamos aproveit-la para ver quais as opes do XP para essas operaes. Como o XP um sistema que permite a utilizao por vrios usurios, cada qual com suas configuraes, ele inicia-se com uma tela de logon. Essa tela pode ter duas configuraes: uma mais amigvel e outra mais segura.Prof3 Patrcia L. Quinto www.pontodosconcursos.com.br 9</p> <p>C...</p>