Boletim 97

  • Published on
    20-Jul-2015

  • View
    17

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Igreja Presbiteriana

    de Santo Antnio de Jesus

    Juracy Magalhes, n 316 Santo Antnio de Jesus - Ba

    Submissos a Deus, Fieis a Jesus Conduzidos pelo o Esprito Santo

    Domingo Escola Bblica 9:00 Culto Solene 18:30

    Tera Estudo Bblico - 19:30

    Quinta Reunio de Orao - 19:30

    Sbado Adolescentes - 17:00

    18 de Janeiro de 2015

    Boletim Informativo N 97

    Aniversariantes Que darei eu ao Senhor, por todos os benefcios

    que me tem feito. Salmo 116.14

    03/01 Lorenzo 8885-3265 07/01 Heitor - 8801-1645 09/01 Gabriely - 8855-4540 19/01 Rejane - 8836-2230

    E.B.D (9:00 as 10:40)

    Boas Vindas

    Orao de Louvor e Adorao

    Hino Inicial:27 - HNC

    Leitura Bblica: Fp. 3.1-11 Cnticos Espirituais (2 Cnticos) Dzimos e Ofertas

    Orao de Gratido

    Reflexo Pastoral (Boletim)

    Diviso de Classes

    Estudo Bblico

    Orao Final

    Avisos

    Visitantes

    Seja bem-vindo em

    nome de JESUS.

    MESA ADMINISTRATIVA Pr. Srgio 8854-7194/8307- 2211

    prsergioipb@hotmail.com

    Pb. Aliomar 8227-8383/3631-3973

    aliomar_teixeira@hotmail.com

    Ir. Heverson 9963-9696

    heversonfernades@hotmail.com

    Ir. Mrcio Magno 8885-3265

    textoemcurso@gmail.com

    Dizimistas & Ofertantes

    Cada um contribua se-gundo tiver proposto no corao, no com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem d com alegria. 2Co.9.7

    Culto (18:30 as 20:00) 1. CHAMADA ADORAO * Saudao Inicial * Leitura Bblica: Ez.33.1-20 (Dirigente) * Hino N 19 - HNC * Orao de Louvor e Adorao 2. CONTRIO E ARREPENDIMENTO * Leitura Bblica: Is.26.1-8 (Alternada) * Hino N 26 - HNC * Orao de Contrio 3. LOUVOR E ADORAO * Cnticos Espirituais (2 Cnticos) * Entrega dos Dzimos e Ofertas * Orao de Gratido 4. EDIFICAO * Leitura Bblica * Pregao * Orao Final * Beno Final

  • PONTUALIDADE

    PRESENA

    PARTICIPAO

    REFLEXO SEMANAL "A orao far o homem parar de pecar, ou o pe-

    cado o seduzir a parar de orar." John Bunyan

    AVISOS Acampamento Infelizmente no houveram vagas destinadas a nossa congregao e as encontramos todas j preenchidas. Adolescentes SAJ Sbado que vem no teremos programao, pois acontecer o casamentos dos irmos Luiz e Carmem. Louvor SAJ - Nosso louvor est uma beno, no entanto, tudo que bom, pode melhorar. O grupo deve sempre ouvir as orientaes pastorais e da Mesa ADM SAJ. Dep. Infantil - A irm Rejane deve preparar as irms Rosy, Indiara e Ja-mire e cada uma deve ser responsvel pelo trabalho por um Domingo do ms, pois devem ouvir os estudos bblicos. Jovens SAJ - Desejamos iniciar em Fevereiro um encontro com os jovens aos sbados e todos devem participar e contribuir para a organizao da nossa U.M.P. Os irmos Lindomar e Lene iro tutoriar o trabalho e na E.B.D continuaro na classe dos adul-tos com o pastor. U.P.A - Em breve receberemos visita do Pb. Davi que vir para federar nos-so grupo Crianas na Igreja - O pastor orienta que cada me cuide de perto de suas crianas e nunca as deixem sozinhas. Benos - Convidamos os irmos a compartilharem benos recebidas. Reunio de Oraes - O que os ir-mos tem feito que melhor que orar?

    Verdades de Deus

    "Tu conheces o meu

    assentar e o meu le-vantar; de longe en-

    tendes o meu pensa-

    mento". Sl. 139:2

    "Tu me cercaste por detrs e por diante, e

    puseste sobre mim a

    tua mo". Sl. 139:5

    Deus: TUDO V

    Visite nosso BLOG!! www.sajipb.wordpress.com

    Nossa Misso

    Ser uma Igreja de cren-tes ATIVOS que VIVEM

    e ANUNCIAM o EVANGE-LHO de JESUS CRISTO,

    fazendo discpulos em todo tempo.

    Deus v o que ningum pode ver. O Senhor no v como v o homem. O

    homem v o exterior, porm o Se-

    nhor, o corao. Nada pode ficar oculto aos seus olhos. Ele conhece

    todas as coisas. Isto maravilhoso,

    pois podemos ter a certeza que o

    Senhor conhece e sabe de cada uma

    das nossas necessidades e no des-

    cuidar daqueles a quem ama.

    Deus, o vosso Pai, sabe de que ten-des necessidade, antes que lho pe-

    ais, afirmou Jesus. Todavia, para os mpios isto terrvel, porque Deus h de trazer a juzo todas as

    obras, at as que esto escondidas,

    quer sejam boas, quer sejam ms. Neste salmo Davi pede que Deus

    julgue sua integridade, bem como,

    as aes de seu inimigo. Ele Sabe

    que o Seu juzo justo e retribuir

    conforme as obras de cada um. Es-

    tava sendo acusado de ter usurpado

    o trono de Saul e seu acusador pro-

    feria-lhe maldies. Mas esta acusa-

    o era injusta; Davi havia poupado

    aquele que sem razo o oprimia,

    pois no ousou pr a mo no ungido

    do Senhor. O conhecimento da onis-

    cincia divina deve nos levar a son-

    dar os nossos coraes e nossos

    sentimentos mais ntimos, subme-

    tendo-nos a correo e a orientao

    do Senhor. Porque, conforme nos diz Paulo, se nos julgssemos a ns mesmos, no seramos julgados.

    Mas, quando julgados disciplinados

    pelo Senhor, para no sermos con-

    denados com o mundo

    Princpios Elementares

    1 - Pedir perdo a Deus por seus pecados.

    2 - Confessar publicamen-te Cristo como seu Salva-

    dor nico e pessoal. 3 - Afastar-se de tudo que desagrada a Deus.

    4 - No resistir ao do Esprito Santo de Deus.