CAMILO LUIS MONTEIRO LOURENÇO - bdtd.uftm.edu. Camilo L M Lourenco.pdf · Camilo Luis Monteiro Lourenço…

  • Published on
    15-Oct-2018

  • View
    217

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • CAMILO LUIS MONTEIRO LOURENO

    FATORES ASSOCIADOS AO COMPORTAMENTO SEDENTRIO EM

    ADOLESCENTES: UMA ANLISE DO ESTUDO DE AVALIAO DE

    COMPORTAMENTOS EM SADE E ESTILO DE VIDA DOS ADOLESCENTES EM

    UBERABA - ACtVU

    UBERABA

    2016

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRINGULO MINEIRO

    PR-REITORIA DE PESQUISA E PS-GRADUAO

    PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM EDUCAO FSICA

    Camilo Luis Monteiro Loureno

    FATORES ASSOCIADOS AO COMPORTAMENTO SEDENTRIO EM

    ADOLESCENTES: UMA ANLISE DO ESTUDO DE AVALIAO DE

    COMPORTAMENTOS EM SADE E ESTILO DE VIDA DOS ADOLESCENTES EM

    UBERABA - ACtVU

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-

    Graduao em Educao Fsica, rea de

    concentrao "Educao Fsica, Movimento

    Humano e Sade" (Linha de Pesquisa:

    Epidemiologia da Atividade Fsica), da

    Universidade Federal do Tringulo Mineiro,

    como requisito parcial para obteno do ttulo

    de mestre.

    Orientador: Dr. Jeffer Eidi Sasaki

    UBERABA

    2016

  • Camilo Luis Monteiro Loureno

    FATORES ASSOCIADOS AO COMPORTAMENTO SEDENTRIO EM

    ADOLESCENTES: UMA ANLISE DO ESTUDO DE AVALIAO DE

    COMPORTAMENTOS EM SADE E ESTILO DE VIDA DOS ADOLESCENTES DE

    UBERABA ACtVU

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-

    Graduao em Educao Fsica, rea de

    concentrao "Educao Fsica, Movimento

    Humano e Sade" (Linha de Pesquisa:

    Epidemiologia da Atividade Fsica), da

    Universidade Federal do Tringulo Mineiro,

    como requisito parcial para obteno do ttulo

    de mestre.

    Aprovada em 25 de fevereiro de 2016

    Banca examinadora:

    _______________________________________________

    Dr. Jeffer Eidi Sasaki - orientador

    Universidade Federal do Tringulo Mineiro

    _______________________________________________

    Dr. Jair Sindra Virtuoso Jnior

    Universidade Federal do Tringulo Mineiro

    _______________________________________________

    Dr. Paulo Roberto dos Santos Amorim

    Universidade Federal de Viosa

  • Dedico este trabalho a minha av, Maria de

    Lourdes, em memria, fonte de inspirao

    eterna, e aos meus pais, Orlando Luis e Maria

    Cristina, por serem o que so para mim: tudo!

  • AGRADECIMENTOS

    vida, pois ela cclica!

    Aos meu pais, Maria Cristina e Orlando Luis, aos meus irmos, Camila, Bruno, Brbara

    e Maria Luisa (a Malu) que sempre me deram apoio e palavras de incentivo. Sem vocs nada

    disso seria realidade.

    minha av, Maria de Lourdes, que, enquanto em vida, no poupou esforos para

    auxiliar na minha criao. Mulher de fibra, garra, uma lutadora! s o meu exemplo, Mainha!

    Camila Batista pelo companheirismo, amor, cumplicidade e compreenso de que os

    dois anos de mestrado, passados em lonjura, so parte de algo muito maior. Sem o seu apoio

    isto no poderia ter acontecido.

    Aos meus tios, Herbert (Binho) e Silvana (Suca), e primos, Lorena e Bruno, meu

    obrigado.

    Agradeo a todos os meus familiares que direta ou indiretamente contriburam para mais

    esta etapa realizada.

    Ao amigo de sempre, Thiago Sousa por todos os ensinamentos que compartilhou e

    compartilha, comigo. Obrigado tambm por acreditar em mim, meu amigo! Obrigado por me

    dar a honra e oportunidade de ter feito parte do MONISA, foi um aprendizado e tanto. sempre

    uma honra poder participar de qualquer empreitada em que voc esteja presente. Espero que eu

    possa algum dia retribuir tudo que fez por mim.

    Aos meus amigos, Aurlio, Mrcio, Vtor, Joo Jnior, Marquinhos, Elias e demais, que

    compreenderam (ou no, risos) a minha sada, no to pacfica, dos grupos de conversa no

    Whatsapp e Facebook. O motivo foi justo, compreendam!

    A todos os Professores do Programa de Ps-Graduao em Educao Fsica da UFTM

    por seus ensinamentos, em especial ao Prof. Wagner Wey Moreira que me instigou e me fez

    compreender um pouco mais do que ser Professor. Sou grato por ter convivido com uma

    mente to brilhante e sagaz.

    Aos servidores do PPGEF/UFTM por estarem sempre por perto, me aturarem at mesmo

    aos domingos, sempre rindo e fazendo rir: Cleones, Sr. Roberto, Marcela, Ana, Anglica

    Adriedson e demais.

    Aos colegas do Ncleo de Estudos em Atividade Fsica & Sade: Jolson, Hugo, Lucas,

    Marijunio, Fernanda Aparecida, Fernanda Lopes, Vicente, Ruan, Gersiel e demais, por me

    ensinarem algo de fundamental importncia na ps-graduao e que todo aluno de mestrado

    precisa saber: o caf deve estar sempre pronto! Me mostraram que estudar tambm coisa de

  • mestrando (risos).

    Aos amigos das melhores conversas em Uberaba, acadmicas ou nem tanto, do futebol

    de sbado, dos risos e do to especial churrasco de sanduicheira eltrica, Venicius, Leonardo e

    Jairo. Conviver com vocs foi, sem dvida alguma, um aprendizado mpar.

    Aos membros da minha equipe de coleta: Fernanda, Damares, Larissa, Rodolfo, Paloma

    e Jairo (aqui novamente). Vocs abraaram o Estudo ACtVU, que ao longo da caminhada foi

    se tornando cada vez mais de vocs e fizeram dele realidade. Vocs so top!

    Aos meus orientadores, por assim dizer. Ao Prof. Edmar Lacerda Mendes por acreditar

    em mim e me conceder a oportunidade. Ao Prof. Jeffer Eidi Sasaki pela confiana e auxlio

    dispensado todas as vezes que necessitei. Obrigado, a ambos, pelos valiosos ensinamentos.

    Aos Profs. Jair Sindra Virtuoso Jnior, Paulo Roberto dos Santos Amorim, Antnio

    Stabelini Neto e Sheilla Tribess por aceitarem fazer parte da minha banca e pelas contribuies

    ao trabalho que, com toda certeza, sero valorosas.

    A todos os adolescentes e gestores das escolas participantes do Estudo ACtVU.

    Superintendncia Regional de Ensino de Uberaba e Secretaria de Estado de Educao

    de Minas Gerais pela confiana creditada na realizao deste estudo.

    Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior - CAPES, pela

    concesso da bolsa de estudos.

    Agradeo a todos que fizeram o estudo Avaliao de Comportamentos em Sade e

    Estilo de Vida dos Adolescentes em Uberaba ser uma realidade. Obrigado!

  • RESUMO

    O comportamento sedentrio (CS) tem sido encarado como importante fator de risco

    modificvel para doenas cardiovasculares. Com avano tecnolgico, adolescentes tm

    despendido elevado tempo frente TV, a jogar videogame e a usar computador. Identificar os

    fatores associados, em especial os modificveis, primordial para proposio, elaborao e

    execuo de intervenes de sucesso. Tempo de tela (TT) tem sido empregado como estimativa

    vlida para avaliar tempo em CS entre adolescentes, no entanto, pouco se sabe sobre a relao

    das novas tecnologias de mdia portteis (NTMP) e o TT. Este estudo objetiva a) testar a

    validade e reprodutibilidade do questionrio de Tecnologias Portteis e Internet Mvel (Tecno-

    Q) em adolescentes brasileiros; b) determinar a prevalncia do CS e analisar os fatores

    associados entre adolescentes; e c) testar a correlao entre o TT e o uso de tecnologias de mdia

    portteis. Quatro etapas foram empregadas para validar o Tecno-Q: construo do questionrio;

    validade de face e contedo; clareza do instrumento; reprodutibilidade. Para o segundo objetivo

    foi desenvolvido um estudo epidemiolgico de base escolar e amostra representativa de

    adolescentes (14-19 anos; escolas pblicas e particulares de Uberaba, MG). Amostra alcanada:

    1.009 adolescentes. Adolescentes responderam a dois questionrios: o Questionrio COMPAC

    e o Tecno-Q. O CS foi classificado a partir do TT (a assistir TV, a jogar videogame e/ou a usar

    computador) 2 h/dia. A medida de associao foi a regresso logstica binria hierrquica

    (OR). Empregou-se o coeficiente de correlao de Pearson para testar correlao entre o TT e

    uso das NTMP. Significncia p < 0,05. O Tecno-Q obteve 93% para face, 81% para contedo,

    95% para clareza. Reprodutibilidade do Tecno-Q: questes qualitativas: Kappa: 0,77 a 1,00; p

    < 0,01); questes quantitativas discretas: CCI: 0,94 a 0,98; questes quantitativas contnuas:

    vieses do Bland-Altman: -1,93 a 61,12 minutos/dia. Prevalncia do CS foi 81,6% (IC95%: 78,8

    - 84,4), maior entre os rapazes (84,9%; IC95%: 82,6 - 87,2) que em moas (78,6%; IC95%:

    75,9 - 81,3, p = 0,018). Os rapazes (OR = 1,78; IC95%: 1,23 - 2,56), os do 1 ano (OR = 1,89;

    IC95%: 1,22 - 2,94), do 2 ano (OR = 1,97; IC95%: 1,22 - 3,17), os sem estgio/trabalho (OR

    = 2,23; IC95%: 1,54 - 3,23) e com menor consumo de frutas (OR = 1,43; IC95%: 1,01 - 2,14)

    apresentaram maiores chance de exposio ao CS. Houve correlao entre TT e NTMP para

    rapazes, r = 0,13 a 0,50; e moas, r = 0,27 a 0,37. Tecno-Q apresentou propriedades

    psicomtricas satisfatrias para validade, reprodutibilidade e aplicao. A prevalncia do CS

    foi alta em ambos os sexos. Os adolescentes identificados com maior exposio ao CS

  • representam grupos para intervenes que objetivem a reduo do entretenimento sedentrio

    baseado em tela

    Palavras-chave: Comportamento do adolescente. Metodologia. Inquritos Epidemiolgicos.

    Estilo de vida sedentrio. Atividade Motora. Sade do adolescente. Epidemiologia.

  • ABSTRACT

    Sedentary behavior (SB) has been considered an important modifiable risk factor for

    cardiovascular disease. With technological advancement, teenagers have spent considerable

    time in sedentary activities such as watching TV, playing video games and using the computer.

    Identifying associated factors, especially those that are modifiable, is paramount t