Cidade universitaria 2014.2

  • Published on
    09-Mar-2016

  • View
    216

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Jornal Cidade Universitria uma produo de divulgao cientfica e institucional da Universidade Federal do Maranho (UFMA) que informa seus leitores sobre projetos, aes acadmicas e dados estatsticos sobre a referida instituio de ensino superior.

Transcript

  • Foto

    : San

    so

    Hor

    tega

    l

    UNIVERSIDADE

    RESIDNCIAUNIVERSITRIA De endereo novo, os moradores das casas estudantis so beneficiados com mais acessibilidade, segurana e confortodentro do CampusPgina 7

    PERFIL

    ELAS QUEREM FAZER A DIFERENA NA UNIVERSIDADEProjeto est estimulando oingresso de mulheres emcursos das reas de cinciasexatas e tecnolgicasPgina 6

    PS-GRADUAO

    NOVAS PS-GRADUAESMestrados em Letras e Artes so ofertados na UFMAeste anoPginas 5

    SADE

    NOVOS FUNCIONRIOS DO HOSPITAL UNIVERSITRIO COMEAM A SER CONVOCADOS Ao todo foram aprovados1.876 candidatos, e osprimeiros convocadosj iniciaram suas atividadesno complexo hospitalarPgina 3

    MINISTRO DA EDUCAO INAUGURA NOVOS ESPAOS NA UFMA

    Publicao da assessoria de comunicao da universidade Federal do maranho | ano vii | n 12 | junho/julho de 2014

    ImpressoEspecial

    9912290201-DR/MAUFMA

    CORREIOS

    Cidade Universitriaufma.br

    Centro de Convenes e Centro Pedaggico Paulo Freire tiveram suas placas de inaugurao descerradas em uma solenidade que contabilizou os avanos na infraestrutura da UniversidadePginas 8-9

    NO CAMPUS

    SANTO DE CASA FAZ MILAGRE SIMPrograma da Universidade FM firma-se como a mais slida proposta de difuso cultural nas ondas do rdio maranhensePginas 14-15

    INFRAESTRUTURA

    NCLEO DE ARTESO novo prdio ser construdoem um espao com cerca denove mil metros quadrados, e servir para o desenvolvimentode prticas e vivncias artsticase pedaggicasPgina 16

    Foto

    : Fab

    iana

    Fra

    na

    UNIVERSIDADE

    CUMPRINDO O DEVER DE CASAAes e projetos oferecem oportunidade de cidadania populao, aproximando a Universidade da Sociedade Civil, por meio de atividades que beneficiamcerca de 300 mil pessoas por anoPgina 12

  • Cidade Universitria :: Junho | Julho de 2014

    2

    A Universidade que Cresce com Inovao e Incluso Social

    OPINIO

    UM PONTO DE CONVERSA

    EM CENA

    >> marcele cosTa

    Universidade criar mecanismosde conscientizao sobre o Enade

    O Exame Nacional de De-sempenho de Estudantes (Enade) uma avaliao, a partir da qual os alunos de Graduao matriculados em instituies de ensino superior de todo o pas submetem-se a uma bateria de testes sobre os seus co-nhecimentos e habilidades. Atu-almente, o mecanismo por meio do qual o Ministrio da Educao (MEC) identifica falhas no sistema de ensino de universidades e fa-culdades, sejam estas pblicas ou particulares. Subscrito na Lei N. 10.861, de 14 de abril de 2004, o Enade integra o Sistema Nacional de Avaliao da Educao Superior (Sinaes), e possui carter obriga-trio para os alunos selecionados dos primeiros e ltimos perodos da Graduao.

    Entretanto, apesar da jurisdi-o conferida avaliao, o pouco comprometimento que os alunos

    Aes coordenadas por diversos setores da Universidade tm contribudo para que os alunos encarem a avaliao como uma forma de contribuir com o seu prprio curso

    estrUtUra organizaCional

    Assessora de ComunicaoFrancisca Ester de S MarquesEdioFrancisca Ester de S Marques, Roberth MeirelesTextosArlan Azevedo, Daryanne Caldas, Fabiana Frana, Letcia Mouro, Lus Felix Rocha, Marcele Costa, Maria Nascimento, Roberth Meireles, Sanso HortegalProduoMarcelo Oliveira, Nelciane Dias, Roberth Meireles, Rosana OliveiraReviso de TextoPatrcia Santos, Charles MartinsProjeto Grfico e Editorao EletrnicaKleyton KerlisonArte GrficaKleyton Kerlison

    Presidente da RepblicaDilma Vana RousseffMinistro da EducaoJos Henrique Paim FernandesReitorNatalino Salgado FilhoVice-reitorAntnio Jos Silva OliveiraPr-reitor de Gesto e FinanasJos Amrico da Costa BarroqueiroPr-reitora de Recursos HumanosMaria Elisa Lago Braga BorgesPr-reitora de EnsinoIsabel Ibarra CabreraPr-reitor de Ps-GraduaoFernando Carvalho SilvaPr-reitora de ExtensoMarize Barros AranhaPr-reitora de Assistncia EstudantilCenidalva Miranda Teixeira

    expediente

    Democratizar o ensino superior sig-nifica mediar e qualificar cada vez mais as relaes entre a Universidade, espa-o pblico por excelncia de produo do conhecimento, e a Sociedade Civil de onde as demandas sociais emergem, proporcionando a todos as mesmas condies de acesso aos programas, projetos, atividades e espaos adequa-dos e capazes de atender s expectativas mais exigentes. Por isso, neste momen-

    to em que concretizamos uma srie de investimentos de longo prazo, esta edi-o do Cidade Universitria apresenta importantes espaos como o Ncleo de Artes e a Residncia Universitria, assim como o Centro de Convenes, o Complexo Pedaggico Paulo Freire, e a Concha Acstica que tiveram seus espa-os recm inaugurados recentemente.

    Apresentamos tambm estratgias e polticas que esto sendo implanta-

    das na Instituio como uma forma de melhorar o acompanhamento, men-surar a qualidade das aes e a forma como a comunidade acadmica e a Sociedade Civil percebem e vivenciam a UFMA. E, finalmente na editoria Em Campus, realizamos uma recuperao indita da proposta mais slida de di-fuso da cultura musical maranhense, por meio das ondas do rdio, o progra-ma Santo de Casa.

    Uma boa leitura!

    tm para responder ao Exame vem preocupan-do os dirigentes das IES e o prprio Ministrio da Educao. Muitos estu-dantes apenas compare-cem s provas, mas no as respondem da forma que deveriam, de forma sria, comprometida e com dedicao. A falta de participao afeta, dire-tamente, os estudantes e Instituies de Educao Superior, e os graduandos precisam descobrir que o Enade a forma que o Ministrio da Educao possui para definir como se encontra a formao naquele curso especfico, destacou o procurador institucional do Enade na UFMA, Romildo Sampaio.

    polticas de incentivoao aluno

    Na ltima edio do Exame, cor-respondente ao ano de 2012, um total de 7.228 cursos foram ava-liados em todo o Brasil. Na UFMA, quatro dos onze cursos seleciona-dos para a prova obtiveram a nota quatro, seis cursos receberam nota trs e dois cursos foram classifica-dos como sem conceito. Os cursos da UFMA contam com o apoio da Pr-Reitoria de Ensino (Proen) para que os estudantes sejam in-centivados no apenas a compa-recer, mas tambm para responder a avaliao de forma qualificada. Estamos estudando algumas po-lticas e vamos p-las em prtica para incentivar os alunos a se sen-tirem responsveis pelo reconheci-mento de suas respectivas gradua-es, disse Sampaio.

    No resultado do Enade, em 2012, o curso de Design antigo curso de Desenho Industrial - ob-teve a nota trs. Uma nota que, segundo o coordenador do curso, Andr Leonardo Maia, influencia a forma como o curso enxergado, principalmente pelos emprega-dores l fora. Alm disso, o Enade tambm de extrema importncia para ns, professores, pois, a ava-liao serve como termmetro para avaliarmos a nossa metodo-logia de ensino. Por meio do Ena-de temos um espcie de retorno do nosso trabalho, completou o coordenador.

    A recm-graduada em Econo-mia, e que participou da avaliao do Enade em 2013, Petra Fernanda Cruz, descreve a prova como uma bateria de testes cansativa, apesar de bem elaborada. A prova equipa-ra-se a de um concurso, entretanto acredito que o Enade muito im-portante, pois, a partir dele, pode-mos colaborar para uma maior vi-sibilidade futura do curso. Quando

    os alunos deixam de responder a prova, uma perda tanto para ele quanto para o curso, uma vez que os resultados obtidos por meio da ava-liao servem para o mercado saber onde esto os profissionais mais preparados, diz.

    Mercado de trabalho busca profissionais

    graduados em cursos bem avaliados pelo MeC

    O procurador institucional do Enade na UFMA, Romildo Sampaio, confirma a anlise realizada por Pe-tra Fernanda Cruz ao afirmar que o mercado de trabalho est atento s notas obtidas no Enade, que utili-zam o Exame como critrio durante processos seletivos. Muitas empre-sas utilizam o Exame para avaliar o grau de profissionalismo do can-didato a uma vaga de emprego. O Enade se tornou umas das formas de selecionar os melhores profis-sionais para determinadas vagas, explicou o procurador.

    VE

    ND

    A P

    RO

    IBID

    A

    Sugestes para o jornal podem ser enviadaspelo e-mail: nip.ascom@ufma.br

    Foto

    : Lu

    s F

    lix

    Roc

    ha

  • 3A Universidade que Cresce com Inovao e Incluso Social

    SADE

    Junho | Julho de 2014 :: Cidade Universitria

    >> roberTh meireles

    O Hospital Universitrio da Universidade Federal do Maranho (HUUFMA) reali-zou no ms de maro a integrao de seus novos funcionrios. Os profissionais que passam a compor o quadro do complexo hospitalar foram aprovados por meio de concurso pblico, e suas contrataes so fruto de investimentos con-juntos que tm chegado ao Hospital por meio da Empresa Brasileira de Servios Hospitalares, a EB-

    Hospital Universitrio recepciona novosfuncionrios aprovados em concurso

    Inicialmente foram convocados 220 novos funcionrios que vo atuar em todas as reas do HUUFMA

    ATUALIDADES

    O Sistema Nacional de Avalia-o da Educao Superior (Sinaes) o rgo vinculado ao Ministrio da Educao (MEC), responsvel por avaliar as instituies de ensi-no, cursos e o desempenho dos seus estudantes matriculados em univer-sidades, institutos e centros de ensi-no superior de todo o Brasil. Em re-cente visita de avaliao, a comisso do Ministrio avaliou in locu dois cursos da Universidade Federal do Maranho (UFMA), e emitiram nota quatro como referencial de qualida-de para as graduaes de Qumica a distncia e Agronomia. O projeto pe-daggico dos cursos, a titulao do corpo docente, at a forma como as frentes de pesquisa e extenso tem sido desenvolvidas nestes cursos fo-ram avaliadas pelos representantes do MEC.

    agronomia

    Iniciado em 2006 no Centro de Cincias Agrrias e Ambientais da Universidade em Chapadinha, o curso faz parte do projeto de inte-riorizao do ensino