COLÉGIO ESTADUAL “PROFESSOR VIDAL VANHONI” ?· a municipalização do Ensino Fundamental de 1ª…

  • Published on
    11-Nov-2018

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • COLGIO ESTADUAL PROFESSOR VIDAL VANHONIENSINO FUNDAMENTAL E MDIO

    PROJETO POLTICO PEDAGGICO

    VERSO PRELIMINAR

    PARANAGU

    2010

  • O P. P. P. constitui-se em processo democrtico de decises,

    pois implementa uma forma de organizao do trabalho

    pedaggico que supera conflitos, elimina relaes competitivas

    autoritrias, rompendo com a rotina do mando impessoal e

    com a burocracia que permeia as relaes no interior da

    escola; diminuindo os efeitos fragmentrios da diviso do

    trabalho que refora as diferenas e hierarquiza os poderes de

    deciso.(VEIGA, 2005, p.13).

  • SUMARIO

    1. APRESENTAO

    2. JUSTIFICATIVA

    3. ATO SITUACIONAL

    4. ATOCONCEITUAL

    4.1 PRINCPIOS NORTEADORES

    4.2 OBJETIVOS DA ESCOLA

    4.3 ORGANIZAO CURRICULAR

    4.4 INSTNCIAS COLEGIADAS

    4.5 CONCEPO DE AVALIAO

    5. ATO OPERACIONAL

    5.1 INTERVENES PEDAGGICAS

    5.2 AES DO COLGIO

    5.3 A FAMLIA E A COMUNIDADE

    5.4 FORMAO CONTINUADA

    CONSIDERAES FINAIS

  • COLGIO ESTADUAL PROFESSOR VIDAL VANHONIENSINO FUNDAMENTAL E MDIO

    IDENTIFICAO

    Denominao da instituio:Colgio Estadual Professor Vidal Vanhoni Ensino Fundamental e Mdio

    Endereo completo: Rua: Maneco Viana, S/N Bairro/Distrito: Jardim Eldorado

    Municpio: Paranagu

    NRE : Paranagu

    CEP: 83206-250

    DDD: 41

    Telefone: 3423-2726

    Fax: 3423-2726

    E-mail: vidalvanhoni@bol.com.br

    Entidade mantenedora: Governo do Estado do Paran

    CNPJ/MF: 76.592.468/0001-84

    Ensino Fundamental 5/8 srie Res. 421/01 D.O.E. 23/03/01Educao de Jovens e Adultos (Presencial) Ensino Mdio Res. 1741/01 D.O.E. 24/03/99

    PARANAGU2010

  • 1.Apresentao

    O Projeto Poltico -Pedaggico do Colgio Professor Vidal Vanhoni Ensino

    Fundamental e Mdio foi construdo tendo como pressuposto a Lei de Diretrizes e

    Bases, Lei N 9.394/96 que estabelece no seu art. 12, Inciso I, que os

    estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu sistema

    de ensino, tero a incumbncia de elaborar e executar sua proposta pedaggica.

    Nosso Projeto Poltico -Pedaggico fruto de uma construo coletiva, que

    traz em sua estrutura os ideais dos diversos agentes que fazem parte desta

    comunidade escolar.

    Este documento nortear toda a organizao e trabalho escolar e traz em

    seu contexto parte da histria construda , encaminhando planejamentos e

    aes para uma prtica educativa que vise a socializao dos conhecimentos. a

    prpria organizao do trabalho pedaggico escolar como um todo, em suas

    especificidades, nveis e modalidades, no nosso caso as sries finais do ensino

    fundamental regular , a fase II e ensino mdio EJA.

    Nele esto expressos nossa concepo de sociedade, de homem, escola,

    educao, cultura, trabalho, cidadania, conhecimento, ensino, aprendizagem,

    avaliao, tornando-se um documento de constante reflexo e de discusso de

    prticas pedaggicas, alicerando o trabalho pedaggico escolar enquanto

    processo de construo contnua da organizao escolar.

  • 2.Justificativa

    O Projeto Poltico Pedaggico visa que se assegurem aes de cunho

    educativo, filosfico ou social .Indica o rumo que a escola deve percorrer em sua

    forma de planejamento,tendo por base a organizao do trabalho escolar de

    forma integral. um instrumento que busca um caminho que remeter

    realizao da melhor maneira possvel da funo educativa para a construo de

    seu caminho pedaggico, atravs do envolvimento efetivo entre profissionais da

    educao, alunos e comunidade em geral, na tomada de decises e no

    funcionamento da organizao escolar, permitindo dessa forma, a conquista de

    uma gesto democrtica construda no cotidiano das relaes escolares.

    Dessa forma, seu objetivo estabelecer uma identidade prpria,

    contemplada na sua prxis pedaggica, conhecendo a clientela atendida, nvel

    scio-econmico e cultural dos alunos , a fim de melhor atend-los em suas

    especificidades.

    Justifica-se portanto a elaborao deste Projeto Poltico Pedaggico como o

    norteador de todo o processo educativo a ser realizado neste estabelecimento de

    ensino. Servir como instrumento de planejamento coletivo, devendo resgatar a

    unidade do trabalho escolar e garantir que no haja uma diviso entre os que

    planejam e os que executam. Nesse processo todos os segmentos planejam

    garantindo a viso do todo, e todos executam, mesmo que apenas parte desse

    todo.

  • 3. ATO SITUCIONAL

    O Colgio Estadual Prof. Vidal Vanhoni est situado em

    Paranagu,municpio brasileiro, localizado no litoral do estado do Paran. uma

    cidade histrica, a mais antiga do estado. Segundo a estimativa de populao

    realizada em 2009 pelo IBGE, possui 139.796 habitantes. Tendo em seu porto a

    principal atividade econmica.

    O Colgio situa - se na zona urbana, no bairro Jardim Eldorado, que possui

    uma infra estrutura privilegiada, todo asfaltado, cercado por escolas pblicas e

    particulares, farmcias, supermercados, lojas comerciais, igrejas, etc. A maioria da

    clientela oriunda de classe mdia-baixa, e temos uma porcentagem de alunos de

    baixssima renda, provenientes de vilas prximas e distantes ao bairro. So

    adolescentes que compreendem a faixa etria de 11 a 17 anos,possuindo muitos

    educandos com distoro idade/srie , alunos que na maioria so advindos de

    outros bairros e tambm da zona rural,formando assim uma clientela bem

    diversificada.

    O colgio atende tambm os educandos da Educao de Jovens e Adultos

    (EJA) sujeitos que possuem diferentes experincias de vida e que em algum

    momento afastaram-se da escola por fatores sociais, econmicos , polticos e/ou

    culturais e principalmente pela evaso escolar nas sries iniciais do Ensino

    Regular ,tambm devido s necessidades do trabalho como garantia de

    sobrevivncia e problemas familiares. No atendimento a EJA . O Colgio abrange

    no somente alunos do prprio municpio,bem como outros advindos de

    localidades das regies prximas.

    O estabelecimento tem como Entidade Mantenedora o Governo do Estado

    do Paran e supervisionado pelo Ncleo Regional de Educao/NRE e pela

    Secretaria do Estado da Educao/SEED. O CNPJ/MF da instituio

    76.416.965/0001-21 e o cdigo 1840.

    O colgio foi inaugurado em 21 de janeiro de 1999. O objetivo de seu

    funcionamento foi dar atendimento clientela escolar de 5 a 8 sries do 1 grau

  • regular e o Curso E.J.A do Ensino Fundamental e Mdio, que pertencia ao

    Colgio Municipal Presidente Kennedy- Ensino de 1 e 2 graus, por ter ocorrido

    a municipalizao do Ensino Fundamental de 1 a 4 srie.

    O estabelecimento foi criado e autorizado pela Resoluo n 113/99, de

    11/01/99, tendo sua Implantao e Autorizao do Ensino Fundamental e Mdio,

    no Parecer n 457/99, de 21/02/99.

    O Curso Supletivo Ensino Fundamental e Mdio foi reconhecido pela

    Resoluo n 1209/00.

    O colgio recebeu este nome em homenagem ao professor Vidal Vanhoni,

    nascido na localidade da Quintilha no municpio de Paranagu no dia 07 de maro

    de 1921. Formado para o Magistrio de Geografia e Histria pela Faculdade de

    Filosofia, Cincias e Letras do Paran e Bacharel em direito pela Universidade

    Federal do Paran em 1950.Foi Vereador na Cmara Municipal de Paranagu ,

    Secretrio de estado da Educao e Cultura em 1956, Deputado Estadual pelo

    PSD Partido Social Democrtico em 1958 e Presidente da Assemblia

    Legislativa do Estado do Paran em 1960,assumindo a cadeira na Assemblia

    Legislativa em 1963,onde foi nomeado Procurador , cargo em que veio a se

    aposentar,falecendo em 04/02/1997.

    O Colgio Estadual Professor Vidal Vanhoni oferece Ensino Fundamental

    de 5 a 8 srie; e a Nova Proposta da EJA. Atualmente possui 635 alunos

    matriculados no Ensino Fundamental Regular matutino e vespertino 5 a 8

    srie e 705 alunos matriculados na Nova Proposta da EJA noturno Fase 2 e

    Fase 3.

    3.1 Organizao do Espao Fsico do Colgio

    O Colgio constitudo por 14 salas de aula, sendo uma utilizada no perodo

    diurno para a Sala de Apoio.

    O espao fsico est dividido em 06 blocos, 5 destinados a sala de aula,com

    03 salas cada um e 01 bloco destinado a direo,cozinha

    ,despensa,secretaria,sala de professores,biblioteca e um banheiro para

    funcionrios. Possui 01 ptio coberto, 01 quadra de esportes e banheiros

    masculino e feminino para os alunos .

  • Seu corpo administrativo est composto por

    Direo geral - Tnia Regina de Freitas Moreira

    Direo auxiliar Marisa Celestino

    Secretria geral Soraya Correia Cordeiro

    Agentes Educacionais II

    Claudete Cordeiro da Silva

    Everlli Rodrigues Carvalho Ferreira

    Joelma Ribeiro

    Karoline Souza Espndola

    Lucimeri Lopes de Faria Duarte

    Patrcia Fernandes Machado

    Sandra Mara Alves Barreto

    Simone Silva Bitencourt Bestel

    Agentes Educacionais I:

    Alessandra de Lara Pinto

    Berenice Pinheiro

    Claudia da Silva Muniz

    Elizabete Domingos Ferreira

    Luciane Mendes

    Lurdes Gutowski Albini

    Mrcia Barbosa

    Maria de Lurdes Marin

    Neuza Maria Elias de Carvalho

    Noeli Carmo Assumpo

    Rosimeri da Silva Lopes

    Zuleide Lopes da Silva

    Professores

    Adelio Coelho Ramos

    Adriano Gonalves;

    Airton Delponte

    Adriane de Oliveira

    Ariosvaldina R. Teles

    Aldine Nobrega

    Adriana Aparecida M. De Carvalho

    Alessandra Grigu

    Ariosvaldina r. Telles

    Alysson dos Santos Muniz

    Bruno Heidy Uetaqui

    Carina Gonalves Capete Ricardo

    Cntia Beatriz Cordeiro Rosa

    Carla Renata Siqueira de Almeida

    Cristiane do Amaral Machado

    Cristiani Maria Lima dos Santos

    Clodoaldo A . da Silva

    Camille Lira Stanicia Teodoro

    Debora Peniche Taira

    Edison Branco Pereira

    Ediclia Maria dos Santos de Souza

    Eliezer David G. Lopes

    Evelize Sabino Alves

    Fernanda Rosina

  • Felipe Vanhoni Jorge.

    Geise Ferreira Costa

    Graclia Maria Ramos Marques

    Juciana Cit Claudino

    Juliana de Felix Caneptraro

    Kelly Christine Alvares Mino

    Luciane do Rocio Mafra Nascimento

    Luciene Ferreira da Silva

    Luciana Lopes de Farias Xavier

    Lializ Orzenn Waess

    Lcia Helena Mendes Sccio

    Mrcia dos Santos Leal

    Manoel M. Da Veiga

    Marco Antonio Fernandes dos Reis

    Marilene Santos Bello Jakibalis

    Maria do Rocio Correa

    Nadia Regina Teixeira

    Neuzeli Paula dos Santos

    Norma Lopes Kobora

    Patricia Renata Lopes

    Priscila Cristina Chami

    Rodolfo de Almeida Bonaldi

    Rosi Mery Mendes

    Sanah Haidar Tassi

    Scarlet Amparo Ganassoli Salgado

    Vanessa Castilho Correia

    Vivian C. G. Rebello

    Vilma Ana Damborowiski

    Wolffe Henrre Skrzypietz

    Pedagogas

    Mrcia Bueno de Souza

    Neuzamaria Nicolau

    Suzana do Rocio S. Portineri

    Vera Lcia M. Spitz

    Denise Rachel V. Mansur Nascimento

    Rafaela Correa Costa.

    3.2 Organizao da Entidade Escolar

    Ensino Fundamental

    Ensino Fundamental regular

    Durao do Curso: 08 anos Sries Finais do Ensino Fundamental de 5 a 8

    sries.

    Carga Horria Total: 4000 horas aula perodo matutino, vespertino

    Ensino fundamental fase II EJA (sede)

    Carga horria total do curso: 1440/1452 horas-aula ou 1200/1210 horas

    Oferta: forma presencial, organizada individual e coletivamente .

    Ensino Fundamental fase II EJA (APEDEs)

    Carga horria total do curso: 1440/1452 horas-aula ou 1200/1210 horas

    Oferta: forma presencial e coletivamente .

  • Ensino Mdio

    Ensino Mdio (sede)

    Carga horria total do curso: 1440/1452 horas-aula ou 1200/1210 horas

    Oferta: forma presencial, organizada individual e coletivamente .

    Nmero de turmas: 14 turmas

    Ensino Mdio (APEDEs)

    carga horria total do curso: 1440/1452 horas-aula ou 1200/1210 horas

    Oferta: forma presencial e coletivamente .

    O atendimento das turmas descentralizadas realizado em salas cedidas

    pela Prefeitura Municipal atravs da Secretaria Municipal de Ensino em Tempo

    Integral .

    Contamos hoje com atendimento descentralizado nas escolas:

    Nmero de Escolas: 06 escolas

    Nmero de turmas: 14 turmas

    3.3Horrio de Atendimento

    Ensino Fundamental

    Regular

    Ensino Fundamental

    Regular

    Ensino Fundamentale

    Mdio EJAPerodo matutino

    Incio : 7 he30 min

    Trmino: 11he50min

    Perodo vespertino

    Incio : 13 he30 min

    Trmino:17he50min

    Perodo noturno

    Incio : 19 h

    Trmino: 22he50min

    A hora -atividade organizada de acordo com a instruo N02/2004-

    SUED,sendo ela um tempo reservado ao Professor em exerccio de docncia,

    para estudos, avaliao e planejamento .

    A hora atividade do professor de acordo com o nmero de disciplinas,

    sendo para cada 04 hora/aulas, 01 hora atividade.

  • Organograma

    CORPO DISCENTE OU ALUNOS

    CORPO DOCENTE FUNCIONRIOS

    OU PROFESSORES

    EQUIPE DIREO E

    PEDAGGICA DIREO AUXILIAR

    GRMIO CONSELHO

    ESTUDANTIL ESCOLAR APMF

  • 4. ATO CONCEITUAL

    A partir de uma concepo que tem como opo terica a pedagogia

    progressista, o colgio Estadual Professor Vidal Vanhoni compreende a

    educao como um dos processos de formao da pessoa humana. Processos

    atravs do qual as pessoas se inserem na sociedade, transformando-se e

    transformando a sua realidade.

    Acreditamos que proporcionando o acesso ao saber historicamente

    acumulado pela humanidade, reavaliando a realidade social na qual o aluno est

    inserido,estaremos cumprindo a funo social da escola que a emancipao

    humana atravs do saber e a democratizao deste saber para que possamos ter

    uma sociedade alicerada nos direitos individuais e coletivos ,na superao de

    excluso e preconceito,no respeito a diversidade e no direito do uso dos benefcios

    proporcionados pelos avanos cientficos, tecnolgicos e culturais, onde possamos

    ser e formar um homem crtico, criativo , comprometido consigo,com o outro , com

    a natureza e com a formao de uma humanidade mais justa e democrtica. Para

    tanto precisamos ofertar uma educao comprometida com a formao plena .

    O Colgio apresenta as concepes/vises/princpios que norteiam seu

    projeto poltico pedaggico, detalha como embasa suas concepes no que se

    refere a: aprendizagem, escola e educadores; como prev e pensa a educao

    inclusiva, o acolhimento s diferenas de gnero, etnia, raa e religio. Define sua

    linha pedaggica e tericos utilizados para embasar sua prtica pedaggica diria,

    levando em conta os princpios de: Viso de mundo, sociedade, homem,

    conhecimento, escola e processo de ensino-aprendizagem.

    Viso de mundo-

    O mundo se transforma constantemente, e o homem sujeito da prpria

    educao. Dessa forma, atravs da reflexo sobre o ambiente, ele contribuir para

    as mudanas e melhorias. No mundo tecnolgico, no perder de vista a qualidade

  • de vida.

    Concepo de homem -

    Indivduo concreto, histrico, inserido no contexto de relaes sociais. Ser que

    transforma e transformado. Participante ativo na construo da histria e do

    conhecimento, devendo ser solidrio nas relaes com a natureza, com seus

    semelhantes, na busca constante da harmonia consigo e com o mundo. Cidado

    crtico, em condies de compreender e a...

Recommended

View more >