DDS - Golpe Aríete

  • Published on
    24-Jul-2015

  • View
    106

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

DDS- Golpe de Arete

Produo Celulose Fevereiro 2009

Origem O termo Golpe de Arete foi forjado pelos pesquisadores franceses, que assimilaram o som rtmico produzido pelas sucessivas ondas de presso que atingiam um registro de gaveta ao som das batidas de um arete ao arrombar portas e muralhas de fortificaes. O arete uma antiga mquina de guerra, usada at o sculo XV, consistindo basicamente de um tronco de madeira pendurado em um prtico; o tronco, impulsionado por vrios soldados, era arremetido seguidas vezes contra a porta ou muralha a ser arrombada. A palavra arete de origem latina, aries, arietis, que significa carneiro.1

Exemplos de Aretes

2

O Fenmeno Uma aplicao positiva do fenmeno do Golpe de Arete, talvez a nica, o dispositivo denominado Carneiro Hidrulico, muito usado em propriedades rurais para recalcar gua.

3

Causas No momento em que se modifica brutalmente a velocidade de um fluido em movimento numa canalizao, acontece uma violenta variao de presso. Este fenmeno, transitrio, chamado de Golpe de Arete e aparece geralmente no momento de uma interveno em um aparelho da rede (bombas, vlvulas... ). Ondas de sobrepresso e de subpresso se propagam ao longo da canalizao a uma velocidade a, chamada velocidade de onda. Os golpes de arete podem acontecer tambm nas canalizaes por gravidade. Podemos destacar as quatros principais causas do golpe de arete: a partida e a parada de bombas; o fechamento de vlvulas, aparelhos de incndio ou de lavagem; a presena de ar; a m utilizao dos aparelhos de proteo.4

Efeitos Os efeitos danosos do Golpe de Arete, infelizmente, so mais numerosos: rompimento de tubulao por excesso de presso, imploso de tubulao por diminuio de presso (separao da coluna lquida), rotao reversa de bomba com risco de queima do motor eltrico, disparo de turbina, com risco de grave acidente por rompimento do rotor, rompimento da tubulao por fadiga, pela ocorrncia de um elevado nmero de solicitaes peridicas de alta freqncia. No caso de condutos por gravidade, a manobra de vlvulas (abertura ou fechamento) poder ser determinada pela ao direta do operador, resultando, portanto, que a variao da vazo considerada, uma varivel sobre a qual se pode atuar5

Exemplos Golpe de Arete acontecido por aqui em 07 de fevereiro de 2008 na estao elevatria de abastecimento de Ilha Solteira. Os trs operadores foram severamente machucados e hospitalizados.

6

Exemplos Na Linha de Fibras temos algumas bombas de grande porte, tais como as bombas 661 e 662, do Branqueamento,bombas de circulao dos Digestores Batch,bombas de transferncia de lixvia da Central de Lavagem, bombas de transferncia de dixido de cloro da Planta Qumica para o Branqueamento, bombas do Digestor Kamyr, etc. que so suscetveis a golpes de arete Em repartidas de planta, tivemos rompimento de guarnies por exemplo no trocador de calor de dixido de cloro, no Branqueamento, linha de transferncia de LP15 da Central de Lavagem para o Batch, linhas de circulao dos Digestores Batch. Tivemos tambm rompimento de linhas de fibra no Branqueamento durante uma repartida. Todas essas ocorrncias que causaram prejuzo financeiro mas nem sempre causaram ferimentos em colaboradores porm houve sempre potencial para isso.7

Medidas de preventivas Golpes de arete provocados durante repartida de bomba, com as linhas vazias ou por serem novas ou por terem sido drenadas podem ser prevenidos atravs de artifcios operacionais tais como manter vlvulas de recalque da bomba fechadas quando o motor da bomba for ligado e somente aps ligar o motor iniciar a abertura da vlvula de recalque. Sempre lentamente para que o ar que est contido na linha seja expulso gradualmente. Proceder conforme Procedimento Operacional par Manobras de Bombas Centrfugas - PR .01. 00076 Esse procedimento tem como base tcnica os manuais do fornecedor de bombas (Sulzer) que fazem parte do Data Book Livro 11 C - Manuais Metso de Manuteno - Bombas Sulzer Branqueamento Linha III (Projeto Q-P) FB/20028

Medidas de preventivas As repartidas de bomba no so as nicas causas de golpes de arete porm so momentos nicos nos quais a disciplina operacional poder ser a diferena entre a ocorrncia ou no deste fenmeno. Uma vez que existem outras causas que podem proporcionar esse fenmeno, os operadores de rea devero ter ateno redobrada e restringir ao mnimo necessrio a sua permanncia diante da proximidade de flanges e vlvulas de linhas pressurizadas. Em situaes de maior risco, dever estar com o EPI indicado.9

Medidas de preventivas Essa a razo, por exemplo de a regio prxima evaporao 900 e entrada operacional do Digestor Kamyr no ter sido eleita para Rota Branca de acesso ao Prdio 20 H muitas bombas de circulao de lixvia naquele local. E j houve rompimento de guarnies e de selos de bombas que provocaram ejeo de lixvia quente, sem contudo causar , devido no haver ningum no local, ferimentos em colaboradores (Vazamento selo da bomba C-8) O operador de rea portanto dever ter cautela ao estar prximo a guarnies e bombas e ter em mente que durante repartidas de bomba, as guarnies e vlvulas so os pontos mais suscetveis a rompimentos por golpes de arete e que repartidas so momentos crticos em que h possibilidade disso ocorrer10