DDS NOVO 2

  • Published on
    01-Jul-2015

  • View
    893

  • Download
    4

Embed Size (px)

Transcript

D. D. S.ESPAO CONFINADO Espao confinado o interior de qualquer local com potencial para causar danos s pessoas devido ventilao inadequada, provvel formao de gases txicos, resduos de combustveis e substncias explosivas e que possa prender, engolfar ou sufocar trabalhadores que estiverem trabalhando no local. Alguns pontos a seguir devero ser seguidos:

antes de iniciar os servios de escavao, e essencial que voc tenha se alimentado e tenha tido uma boa noite de sono; todo equipamento deve ser vistoriado antes de iniciar os servios; drenar todo o terreno antes de iniciar os servios; no final do dia todo tubulo deve ser coberto com material resistente; manter a limpeza , organizao e identificao das frentes de trabalho; obrigatrios o uso do cinto de segurana, protetor auricular, botina e capacete de todos os empregados; qualquer sinal de perigo o poceiro deve abandonar o tubulo; todo material retirado da escavao deve ser armazenado na distncia mnima de 0,5 vezes a altura do tubulo

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.ESCADAS PORTTEIS Toda escada a ser usada dever estar em perfeita condio de uso, alm de adequada altura que deve ser alcanada. Preste ateno: A escada deve estar em ngulo correto, de forma que a distncia entre sua base e a parede seja do comprimento da escada. Exemplo: Se a escada mede 4 metros de altura, deve ser colocada com base a um metro da parede. A base deve estar bem fixa ao cho, alm disso, uma outra pessoa deve permanecer segurando a escada na base, enquanto a outra sobe na escada. Se esse procedimento no for possvel, a escada deve ser amarrada no ponto de apoio superior ou inferior. Nunca coloque a base da escada sobre caixas, recipientes, equipamentos mveis. Se a escada no alcana altura necessria, procure outra maior. Tenha cuidado ao subir e descer da escada, permanea sempre de frente para ela. No ultrapasse os dois ltimos degraus e se necessrio o transporte de matrias, faa-o por meio de uma corda. Se a escada for do tipo cavalete, deve estar aberta totalmente e apoiada sobre os quatro ps. Se necessrio o trabalho de duas pessoas, somente podero utilizar escadas de abrir.

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.Extintores portteis de incndioEXTINTOR DE GUA PRESSURIZADA / GUA-GS Indicado com timo resultado para incndios de classe "A"(Slidos inflamveis),Contra-indicado para as classes "B"(Lquidos inflamveis) e "C"(Equipamentos eltricos). Modo de usar:Rompa o lacre e aperte o gatilho, dirigindo o jato para a base do fogo. Processo de extino: Resfriamento. EXTINTOR DE ESPUMA Indicado com timo resultado para incndios de classe "B" e com bom resultado para a classe "A". Contra-indicado para a classe "C". Modo de usar: Aproxime-se com segurana do lquido em chamas, inverta a posio do extintor (de cabea para baixo) e dirija o jato para um anteparo, de modo que a escuma gerada cubra o lquido como uma manta. Processo de extino: Abafamento. Um processo secundrio o resfriamento (umidificao). EXTINTOR DE P QUMICO SECO O extintor tipo "Qumico Seco" usar-se- nos fogos das Classes Be C.Nos incndios Classe D, ser usado o extintor tipo "Qumico Seco", porm o p qumico ser especial para cada material. No possui contra-indicao. Modo de usar: Rompa o lacre e aperte o gatilho, dirigindo o jato para a base do fogo. Processo de extino: Abafamento. EXTINTOR DE GS CARBNICO Indicado para incndios de classe "C" e sem grande eficincia para a classe "A". Modo de usar: Rompa o lacre e aperte o gatilho, dirigindo o difusor para a base do fogo. No toque no difusor, poder gelar e "colar" na pele causando leses. Processo de extino: Abafamento. Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.COMO UTILIZAR INSTALAES ELTRICAS COM SEGURANA Para prevenir acidentes comuns, e at, causados por problemas com a eletricidade, oferecemos algumas dicas simples, mas que se observadas com ateno, evitaro aborrecimento: Evite choques eltricos seguindo estas regras bsicas:

No mexa no lacre do medidor de energia eltrica; Antes de qualquer interveno na instalao eltrica, desligar a chave geral (disjuntor a fusvel); Nunca toque em condutores (fios) desencapados; No utilize qualquer aparelho eletrodomstico estando com os ps ou mos molhados; S limpe os seus eletrodomsticos aps deslig-los e descont-los da tomada. Jamais enfie garfos, facas ou quaisquer objetos metlicos dentro destes aparelhos, principalmente se estiverem ligados; Quando voc estiver em algum aparelho eltrico, no se encoste os canos metlicos (de gua, por exemplo). Se ocorrer algum defeito no aparelho poder haver passagem de corrente eltrica, ocasionando choque;

Se voc tiver criana em casa todo o cuidado pouco, no deixe que eles mexam em aparelhos eltricos nem toquem em fios e muito menos que ponham os dedinhos em tomadas. Existe dispositivo prprio para vedar tomada ao alcance das crianas.

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.CORPO ESTRANHO NOS OLHOS Pequenas partculas de poeira, carvo, areia, limalha, gros diversos ou pequenos insetos (mosquitos, formigas, moscas, besouros, etc...) podem penetrar nos olhos, no nariz ou ouvidos.

SE ISSO OCORRER TOME OS SEGUINTES CUIDADOS:

OLHOS: Nunca esfregue os olhos. No tente retirar corpos estranhos encravados no globo ocular.

PROVIDNCIA: Faa a vitima fechar os olhos para permitir que as lgrimas lavem e removam o corpo estranho.

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.CUIDADOS COM CILINDROS DE GASES Os cilindros de gases devero ser armazenados e operados na posio vertical. Presos de maneira que no caiam e protegidos contra a queda de materiais e borras. Certifique-se de que os cilindros de gases estejam situados em locais limpos, longe de leo, graxa, sem exposio a raios solares e protegidos contra qualquer fonte de calor. Os cilindros de gases devem ser armazenados em locais arejados e protegidos com extintores de incndio. Gases combustveis e inflamveis, como acetileno e GLP, por exemplo, no devem ser armazenados no mesmo local que os cilindros de oxignio, a menos que entre eles exista uma parede resistente ao fogo. O acetileno que um gs que est dissolvido no interior do cilindro no dever em hiptese alguma ser armazenado ou operado na posio horizontal, pois o gs que est dissolvido por intermdio de acetona dentro de uma massa porosa tem a tendncia de escapar pela vlvula quando o cilindro estiver na horizontal e o acetileno vai passar a ficar comprimido de maneira instvel e gerar uma exploso no cilindro. Ao transportar cilindros usem gaiolas, beros, caamba ou carrinho sobre rodas. Nunca faa o iamento de cilindros com estropos. Todo cilindro de gs, cheio ou vazio, dever estar com a sua respectiva tampa de proteo (capacete) quando no estiver com uma vlvula reguladora conectada. Esta tampa protege a vlvula contra impactos que causariam a rpida liberao de presso transformando o cilindro num busca p. Verifique frequentemente, com espuma de gua e sabo, se existe vazamento de gs nas unies das mangueiras, maaricos, vlvulas e cilindros. Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.CUSTO DOS ACIDENTES Qualquer acidente do trabalho traz prejuzos para o acidentado, para a empresa, para a nao. Alm dos danos a sade e a integridade do empregado, os acidentes geram um custo muito alto, a simples perda de tempo para normalizar a situao j representa custo. Pode-se notar, portanto, que o custo de acidentes, envolve:-

Pessoal: Qualquer acidente determinar despesas mdicas, hospitalares, farmacuticos, alm de outros gastos. Mquinas e equipamentos: Inclui ferramentas, mquinas, que podem ser danificadas em caso de acidente, exigindo reparos, substituio de peas e servio extra das equipes de manuteno. Matria prima: Compreende tudo que pode ser perdido em caso de parada na frente de servio devido o acidente. Tempo: invariavelmente, qualquer acidente acarreta, com certeza, perda de tempo, tanto na produo como na mo de obra.

-

-

-

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.DICAS DE SEGURANA A integridade fsica das pessoas, a segurana das instalaes e a preservao do Meio Ambiente, prevalecem sobre a produo e a continuidade operacional. Todos os acidentes e ocorrncias anormais podem ser evitados. dever de todos cumprirem e fazer cumprir as Normas e Procedimentos de Segurana. A sua violao constitui falta grave. Os bons resultados de segurana dependem da efetiva atuao e participao de todos. Os envolvidos Sade, Limpeza, Ordem e Higiene so fatores fundamentais para o trabalho em condies de Segurana. Todos os acidentes e anormalidades podem ser relacionados, analisados e divulgados a fim de evitar novas ocorrncias. Os bons resultados em segurana dependem do Planejamento do Trabalho e da fiel observncia dos procedimentos e rotinas em vigor.

-

-

-

-

-

-

Segurana, Sade e Meio Ambiente so responsabilidade de todosSistema de Gesto Integrada

D. D. S.DICAS PARA OPERAR GUINDASTE

proibido transportar pessoal nos guindastes. Abandonar os guindastes quando em operao. Transportar carga que ultrapasse a capacidade permitida. Utilizar o guindaste para outros servios sem autorizao do superior

No permitir a permanncia, sobre o guindaste de pessoas estranhas.

Todos os operadores antes de iniciarem suas tarefas, devero verificar os nveis do leo.

Verificar como esto os suportes, cabos de ao etc. Experimentar os movimentos do guindaste e testar os freios. No operao sinaleiro. fazer sem nenhuma quando ordem em do

movimentao

Estacionar durante as