DIÁLOGO & AÇÃO

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

REVISTA DA EBD

Transcript

  • Carta aberta

    Feliz Ano Novo!Espero que seu Natal tenha sido significativo e que seus planos para o novo ano sejam relevantes para voc, para as pessoas e para Deus.Como j estamos em 2012 e o mundo no acabou como alguns anun-ciaram ano passado, continuemos anunciando e aprendendo sobre Jesus. Neste ano, aprenderemos muitas coisas novas certamente. Iniciaremos pelos primeiros trs Evangelhos, depois viajaremos pelos desertos com Moiss no estudo do xodo; leremos as cartas do apstolo Paulo e veremos seus conselhos para a vida e, quase no fim do ano, pensaremos um pouco sobre a mordomia crist, pois somos chamados para uma vida consagrada.

    Os encontros deste trimestre sero muito proveitosos. Exploraremos, juntos, a terra por onde Jesus passou; conheceremos aspectos de sua cultura, de sua gente, de seus costumes. At de sua adolescncia, falaremos. Afinal, se as crianas podem cantar Jesus foi criana como eu, ns tambm podemos entoar Jesus foi adolescente como eu. O que mais fascinante quando se estuda a vida de Jesus que, cada vez que voc retorna aos Evangelhos, tem novas percepes do texto. Estou animadssimo com este trimestre; espero que voc tambm esteja.

    Ah, e temos tambm os textos da Diviso de Crescimento Cristo (DCC), em que refletiremos sobre questes sociais, histria dos batistas e misses.

    Escreva para ns, envie as fotos da sua turma, d suas sugestes, afinal, esta revista feita para voc e por voc.

    Abrao e paz do Mestre Jesus para todos ns.

    Carlos Daniel

    1o Trimestre 2012 1

  • 2 Dilogo e Ao Aluno

    Expediente Revista do adolescente cristo 1T12ISSN 1984-8595

    Esta uma revista destinada a adolescentes (12 a 17

    anos), contendo lies para a Escola Bblica Dominical

    e estudos para a Unio de adolescentes (Diviso de

    Crescimento Cristo), passatempos bblicos e outras

    matrias que favorecem o crescimento do adolescente

    nas mais diferentes reas

    Publicao trimestral da JUERPJunta de Educao Religiosa e Publicaes

    da Conveno Batista BrasileiraCGC (MF) 33.531.732/0001-67Jan.Fev.Mar. 2012 Ano 80 N 321

    EndereosCaixa Postal 320 Rio de Janeiro, RJ

    200001-970 Tel.: (21) 2298-0960 e

    2298-0966Telegrfico: BATISTASEletrnico: editora@juerp.org.brSite: www.juerp.org.br

    Direo GeralAlmir dos Santos Gonalves Jnior

    Conselho EditorialCarrie Lemos Gonalves, Celso Alosio Sant

    os

    Barbosa, Ebenzer S. Ferreira, Francisco

    Mancebo Reis, Gilton M. Vieira, Ivone Boechat

    de Oliveira, Joo Reinaldo Purim, Jos A. S.

    Bittencourt, Lael dAlmeida, Margarida Lemos

    Gonalves, Pedro Moura, Roberto A. Souza e

    Silvino C. F. Netto

    Coordenao EditorialSolange Cardoso A. dAlmeida (RP/16897)

    RedaoCarlos Daniel

    Conselho Geral da CBBScrates Oliveira de Souza

    Produo EditorialStudio AnunciarImagens: www.sxc.hu e freedigitalphoto

    s.net (Arte de capa com

    imagens 1368872_68555994 e 1291284_92832949 de www.sxc.hu)

    Produo GrficaWilly Assis Produo Grfica

    DistribuioEBD1 Marketing e Consultoria Editorial Ltd

    a.

    Caixa Postal 28.506 CEP 21832-970

    Tel.: (21) 2104-0044 Fax: 0800 21 6768

    E-mail: distribuidora@ebd-1.com.br

    pedidos@ebd-1.com.br

    Nossa misso: Viabilizar a cooperao entre as igrejas batistas no cumprimento da sua misso

    como comunidade local

    Dilogo e ao

    2 Dilogo e Ao Aluno

  • 1o Trimestre 2012 3

    Sumrio

    1467

    14

    16

    15192327313539424549535760

    64

    65

    66687072

    74767880

    82848688

    90919396

    Carta abertaSoltando o verbo (carta dos leitores)Desenhos da galeraEstudo especialAbertura do trimestre EBD

    EBD Tema do trimestre: Os Evangelhos SinticosEBD 1 Falando sobre Jesus EBD 2 O contexto histrico de JesusEBD 3 Os primeiros 30 anos de Jesus EBD 4 O precursor de Jesus EBD 5 Contra as foras do mal EBD 6 O incio do ministrio de Jesus EBD 7 Enfrentando oposio EBD 8 Na hora da angstia EBD 9 O prazer de servir EBD 10 Histrias para quem gosta de aprender EBD 11 Contando com Deus EBD 12 Pelo sim e pelo no EBD 13 Glrias sem fim

    Entre as letras

    Abertura do trimestre DCC

    Unidade 1 Questes sociais preciso ser to pobre?H sada para a fome?O corpo adolescente, como vai?Um hino ao amor

    Unidade 2 Histria dos batistasMinhas origensPrincpios batistasDoutrinas batistasSer batista

    Unidade 3 MissesMisses: a igreja em aoA igreja para os outrosAlm dos maresMuito alm das fronteiras

    Cantinho do poetaPara ser sal (reflexo)Nosso dicionrioMapa da Palestina

  • 4 Dilogo e Ao Aluno

    Soltando o verbo

    Neste espao, voc tem a chance de dizer para o Brasil o que pensa. Adolescentes, como voc, iro refletir sobre

    o que voc diz e emitir, tambm, a sua opinio.

    Contatos

    Queria muito que meus contatos aparececem na revista Dilogo e Ao, meu nome Smara Las, tenho 18 anos e fao parte da PIB em Caets 2, Abreu e Lima, PE .

    CONTATOS: Email e msn: samaralais14@hotmail.com Twitter: @Samara_Nasc

    God Bless *-*

    Smara LasPIB Caets Dois

    Abreu e Lima, PERESPOSTA: Ol, Smara, thank you! Obrigado por seu e-mail. Aqui pedido feito pedido atendido, por isso, acima esto seus contatos. Espero que proporcionem saudveis amizades para voc. Sua poesia saiu na edio do trimestre passado. Um abrao da galera da revista para toda a sua turma a da PIB.

  • 1o Trimestre 2012 5

    Ol, galera! Eu sou aluno da revista Dilogo e Ao e vi que vo-cs disponibilizam espao para os poetas (rs). Posso fazer parte dessa tambm? Segue em anexo um de minha autoria. Vida longa e prspe-ra a todos.

    Paulo Henrique dos Reis Jr.RESPOSTA: Ol, Paulo Henrique, claro que pode. No s voc, mas todos os que quiserem. Recebemos sua poesia e j publicamos nessa revista. Abrao e vida longa pra voc tambm.

    Querido adolescenteEnvie sua carta para Caixa Postal 320 Rio de Janeiro, RJCEP 20001-970 ou seu e-mail para editora@juerp.org.br

    A identidade batista

    Aproveitando que neste trimestre

    conheceremos um pouco mais sobre a

    histria dos batistas, sugerimos que vocs

    assistam o vdeo A identidade batista

    feito pelo pastor Israel Belo de Azevedo.

    O vdeo tambm est no youtube, mas

    para sua comodidade disponibilizamos

    aqui o QR-CODE do vdeo. Para assistir

    basta instalar um aplicativo em seu celular

    e "fotografar" o cdigo.

  • 6 Dilogo e Ao Aluno 1o Trimestre 2012 7

    Se voc tem algum desenho e gostaria de compartilhar, envie-nos um email: editora@juerp.org.br

    Este trimestre temos um desenho preparado pelo Carlos Henrique, da Igreja Batista Itacuru, no Rio de Janeiro. Parabns, Carlos Henrique.

    Desenhos da galera

    6 Dilogo e Ao Aluno

  • 6 Dilogo e Ao Aluno 1o Trimestre 2012 7

    Estudo especial

    Evangelhos Sin...

    o qu?Evangelhos Sinticos! Este o assunto da vez. A palavra sinticos

    significa vises paralelas. Quando falamos dos Evangelhos Sinticos estamos falando dos Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas. Eles so chamados de sinticos porque so bastante parecidos em contedo, embora a mensagem central de cada um seja diferente. O Evangelho de Joo ficou fora deste grupo por ser bastante diferente em contedo dos outros trs. Mas antes de falarmos com mais detalhes sobre cada livro, vamos conhecer um pouco mais da histria que cerca a todos eles.

    1o Trimestre 2012 7

    Imagem: www.sxc.hu/784493_60200268

  • 8 Dilogo e Ao Aluno 1o Trimestre 2012 98 Dilogo e Ao Aluno

    Um pouco de histria

    Aps a ascenso de Jesus, por volta do ano 30 d.C., os discpulos, condu-zidos pelos apstolos, assumiram o compromisso de anunciar a mensa-gem de salvao ao mundo. Era uma tarefa difcil j que a religio judaica era muito forte e o imprio romano afogava qualquer movimento que pudesse se tornar uma ameaa para ele. Mas, apesar das dificuldades, os discpulos pouco a pouco fundavam comunidades nas regies prximas da Judeia, comeando por Jerusalm, depois indo para Samaria, Galileia e mais tarde para a Sria, Grcia, sia (na regio da atual Turquia) e Itlia. Se voc quiser conhecer mais desta histria, o livro dos Atos dos Aps-tolos apresenta como o cristianismo se espalhou rpido nos primeiros anos.

    O apstolo Paulo, ex-perseguidor de cristos, teve um papel muito importante nessa histria. Foi um missionrio dedicado que fundou comunidades crists principalmen-te fora de Israel fazendo com que a mensagem de Jesus se espalhasse pelo mundo. Paulo escrevia cartas para es-tas comunidades a fim de orient-las sobre como resolver seus problemas da vida crist diria e de interpretao das Escrituras.

    Em suas cartas, frequentemente, aparece o termo evangelho como o contedo da sua pregao, ou seja, a mensagem de salvao em Jesus Cristo. Esta palavra originalmente significava a gorjeta que se dava ao mensageiro portador de uma notcia. Se a notcia era boa, a gorjeta era maior. Mais tar-de, passou a significar a prpria boa notcia.

    "Em suas cartas, frequentemente, aparece o termo evangelho como o contedo da sua pregao, ou seja, a mensagem de salvao em Jesus Cristo. Esta palavra originalmente significava a gorjeta que se

    dava ao mensageiro portador de uma notcia. Se a notcia era boa, a gorjeta era maior. Mais tarde,

    passou a significar a prpria boa notcia"

    Imagem: www.sxc.hu/1225994_40195297

  • 8 Dilogo e Ao Aluno 1o Trimestre 2012 9

    Uma caracterstica do evangelho que Paulo anunciava era a ausncia de episdios envolvendo o Jesus nazareno, presente entre os homens e mulheres que, com seus gestos, aes e palavras, revelava a misericrdia de Deus para a humanidade. A mensagem que Paulo anunciava se concentrava muito na vi-so de um Cristo que havia ressuscitado e que habitava com Deus no