E-book - Nakshatra de Aquário - Astrologia Védica Nithyananda

  • Published on
    25-Jul-2016

  • View
    236

  • Download
    11

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

  • DHANISTA - SATABHISA PURVABHADRAPADA

    LUA EM AQURIO

    O Senhor est em todos os seres e o universo inteiro Ele- Brhat Parasara Hora Sastra

  • Todas as tcnicas de meditao, prticas e procedimentos descritos ou reco-mendados neste livro so adequadas para a prtica somente sob a direta su-perviso de um instrutor treinado e ordenado por Paramahamsa Nithyanan-da. Alm disso, voc dever consultar seu mdico pessoal para determinar se essas tcnicas, prticas e esses procedimentos so adequados para voc com relao a sua prpria sade, condio fsica e habilidades. Esta publica-o no tem a inteno de substituir cuidados, exames, diagnsticos e trata-mentos mdicos pessoais. Qualquer pessoa que se empenhe em alguma das tcnicas, prticas ou procedimentos descritos ou recomendados neste livro, estar fazendo por sua conta e risco, a menos que tenha recebido recomen-dao direta de seu prprio mdico e de um instrutor treinado e ordenado por Paramahamsa Nithyananda.Copyright 2011 Ano de compartilhar a IluminaoEdies impressas:Primeira edio: dezembro de 2009Segunda edio: Setembro de 2011Edio em e-Book: Primeira edio: Setembro de 2011

    Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicao poder ser reproduzida ou armazenada em sistema de arquivamento ou transmitida sob qualquer forma ou por quaisquer meios - eletrnicos, mecnicos, fotocpia, gravao ou qualquer outro, sem a permisso escrita do editor. Uma parcela dos rendimentos da venda deste livro ser encaminhada para o auxlio de atividades beneficentes.

    Publicado por:eNPublishersNithyanandapuri, Kallugopahalli, Off Mysore Road, BidadiBangalore District 562 109Karnataka INDIAURL: www.enpublishers.comEmail: enpublishers@nithyananda.org

  • Lua em Aqurio 5

    Verdade Universal

    Se voc olhar profundamente, se voc olhar alm da vida mundana, alm do dia-a-dia que ns vivemos... se voc contemplar o cu a noite... voc ver que o mais ntimo e completo relacionamen-to que o homem possui o relacionamento com o Universo. Na verdade, o relacionamento supremo do homem: ele nasce, vive e funde-se de volta nele. Nada acontece fora dele, mesmo a iluminao acon-tece nele. Assim como uma criana cresce no ventre da sua me, o homem evolui no ventre csmico. Ele o microcosmo de um tremendo macrocosmo cs-mico. Portanto, todos os componentes do homem, do mais grosseiro ao mais sutil, vm do Universo: seu corpo, sua mente, sua energia e sua prpria conscincia so elementos do cosmos. O universo e o homem so indivisveis. O que quer que acontea no universo ressoa na conscincia humana e o que quer que acontea na conscincia humana ressoa no universo. Ambos so conscincias nicas.

  • 6 Lua em Aqurio

    A Grande astronomia vdica

    O homem sempre foi profundamente fascina-do pelo Cosmos desde o incio dos tempos. Culturas mais antigas trabalharam no entendimento do fe-nmeno que acontece no cu, eles observaram-no, a fim de entender que papel o cu tinha em suas vidas. A partir dessas tentativas, a cincia da astro-nomia nasceu.

    Nesse campo, a antiga contribuio Vdica bem conhecida. As mais antigas referncias astro-nomia so encontradas no Rig Veda, que data 2000 a.C. Por volta de 500 a.C., Aryabhata, um grande astrnomo, apresentou um sistema que mostrou que a Terra gira em seu prprio eixo e considerou o movimento dos planetas em relao ao Sol. Ele tambm descobriu como os eclipses lunares e so-lares ocorriam e foi o mais antigo a descobrir que a rbita dos planetas ao redor do sol so eclipses, exatamente como Coprnico e Galileu concluram milhares de anos depois. Ele at mesmo determi-nou o dimetro da terra como sendo 5.000 yojanas,

  • Lua em Aqurio 7

    aproximadamente 36.000 km, o que est muito prximo do dado atual.

    Estas tradies relacionaram estes objetos e seus movimentos com eventos naturais como chu-va, estiagem, estaes e mars; eles as relataram como ocorrncias auspiciosas ou inauspiciosas no planeta Terra. Jyotisa, a cincia da astrologia V-dica, nasceu das observaes e percepes com base nestes fenmenos astronmicos. Os primeiros astrnomos foram na verdade Rishis e sbios que compreenderam que o cu era um acontecimen-to divino; eles identificaram objetos celestiais com energias e Deuses e conectaram astronomia e as-trologia.

  • 8 Lua em Aqurio

    Jyotisa simplificadoA Astrologia se manifestou na viso interna

    dos antigos sbios e Rishis da ndia. Esses iogues e seres iluminados estavam aptos a ver alm do rei-no dos nomes e das formas. Eles podiam sentir e expressar a sutil realidade que existe por trs do fe-nmeno csmico. Dessa forma, percebiam os pode-res primitivos da inteligncia csmica nos planetas e estrelas (o macrocosmo) e veneravam os pode-res csmicos dentro de si mesmos (o microcosmo) como poderes de seu ser.

    Concentrando-se intensamente no Sol e ou-tros planetas, eles entenderam o movimento da for-a vital em seus corpos; e pela meditao na fora vital, eles tambm vieram a entender o movimen-to do Sol e planetas no cu. Atravs desta tcnica chamada samyama, eles podiam decifrar os segre-dos do Universo. Eles trouxeram seu entendimento para dentro de um sistema da cincia Vdica, o qual se tornou conhecido como Jyotisa: a cincia da luz.

    Parasara foi um desses sbios. Ele conhe-

  • Lua em Aqurio 9

    cido por ser o pai da Jyotisa. Ele escreveu a composio lite-rria Brhat Parasara Hora Sastra, no qual sistematicamente se explica a teoria da astrologia de previ-ses. De acordo com a histria, ele o neto de Va-sista e tambm pai do Veda Vyasa, que escreveu o pico Mahabharata. A profundidade do seu conhe-cimento astrolgico era to grande que uma noite enquanto cruzava o rio num bote, ele casualmente olhou para suas estrelas favoritas no cu e de re-pente percebeu que era um momento excepcional-mente afortunado. Ele concluiu que se uma criana fosse concebida naquele momento, ela seria uma expert nas escrituras. Ento ele contou isso para a senhora que remava o bote e pediu que ela se ca-sasse com ele. Ela concordou e o filho que nasceu desta unio espiritual foi Veda Vyasa!

  • 10 Lua em Aqurio

    Pela observao do movimento dos corpos celestiais atravs do tempo e espao, a cincia da Astrologia Vdica pode ser aplicada a cada encar-nao humana para encorajar a alma a desenvolver seu mais completo potencial.

    Nas prprias palavras de Paramahamsa Nithyananda:

    No momento em que a conscincia entra no corpo, na hora do nascimento, o nvel de energia do cosmos impresso na conscincia. Seu espao inte-rior ganha a impresso do nvel de energia csmica e da posio dos nove maiores centros de energia do sistema solar.

    Os planetas astrolgicos no so somente astronmicos, eles so energias. Uma energia par-ticular de puxa e empurra existe entre eles. As di-ferentes posies de energia claramente decidem o nvel de energia csmica durante o nascimento. Com base nisto, Jyotisa estar apto a prever o curso da vida. Entenda, no prev os incidentes exatos, porque voc tem liberdade. Voc tem liberdade de

  • Lua em Aqurio 11

    decidir se voc senta aqui ou no; l isso ou no. O curso maior da vida se voc ir se ilumi-

    nar ou no pode ser previsto. Princpios podem ser previstos, no polticas! Ter uma ideia sobre seu horscopo lhe dar inteligncia e aceitao para su-portar coisas inevitveis. De acordo com o que eu acredito, um buscador deve ter um conhecimento bsico sobre seu horscopo.

    Jyotisa e o Viver a Iluminao

    Jyotisa pode lhe ajudar a ler seu destino. Mas o que , na verdade, destino?

    H 2 tipos de destinos:O primeiro destino definido pelo dicion-

    rio como: destino vivido dentro dos limites do ego, com suas prprias expectativas, esperanas, dese-jos, sucessos e fracassos. Ele est constantemente mudando. Porque ele evolui sob as leis da mente, mecnico, acidental e incidental. Esse destino vivido na dimenso da mente, portanto no tem existncia na realidade em si. No nada mais que

  • 12 Lua em Aqurio

    uma reproduo do passado no presente, o que restringe o futuro de uma maneira mecnica.

    O outro destino existencial e supremo; o florescer da conscincia para a iluminao. Enten-da: a nica coisa predestinada no plano da vida que aquele homem destinado a evoluir para a ilu-minao. O resto apenas acidental, acontece por nenhuma outra razo a no ser ensinar e moldar o ser em direo busca pela iluminao. Viver a ilu-minao no nada mais que fazer escolhas cons-cientes, livre do pra l e pra c inconsciente dos samskaras.

    Quanto mais longe voc perambular do seu centro, mais voc ir se perder na sua periferia, e mais voc ser sujeitado a incidentes e acidentes. Enquanto que, se voc vive a iluminao, voc est centrado, voc est dentro de seus limites, voc est atento. Voc se torna predestinado, porque sua predestinao alcanar a iluminao; seu des-tino se tornar mais e mais atento. Ento, voc se torna um agente do seu destino, e se move alm

  • Lua em Aqurio 13

    das influncias dos grahas. assim que voc expira o seu karma.

    Para que isso acontea, um simples entendi-mento das foras que trabalham em voc pode aju-dar a clareza a se manifestar na sua rotina diria. Em adio a isto, voc pode seguir alguns procedi-mentos para manter seu corpo saudvel com a ci-ncia da Ayurveda e aumentar seu nvel de energia com yoga, uso de pedras, sementes de rudraksha, cantos de mantras e um conhecimento bsico das suas tendncias psicolgicas alinhadas com a antiga sabedoria vdica expressada por grandes mestres iluminados.

    Todos esses remdios traro lucidez sobre a sua configurao mental e o auxiliaro a, eventu-almente, derrubar seus condicionamentos, desape-gando sua mente e emoes e nutrindo sua inteli-gncia e energia para Viver a Iluminao.

  • 14 Lua em Aqurio

    Entendendo Grahas e Nakshatras

    Grahas so centros de energia, campos de energia que os planetas manifestam no univer-so. Cada um dos nove principais grahas na astro-logia Vdica tem um campo de energia especfica que cria efeitos especficos no nosso planeta Terra. Por exemplo, a lua tem um forte impacto no mar e no crescimento das plantas; influencia at mesmo a mente dos seres humanos. Do mesmo jeito, os maiores centros de energia produzem um efeito na vida dos seres humanos e influencia seus potenciais no nascimento, suas configuraes mentais e por essa razo o curso do seu destino. Em Jyotisa, os grahas so geralmente referidos como os agentes do karma para o qual a alma nasceu. A personali-dade e vida humana tm contrapartes na estrutura da fisiologia csmica, representada pelos grahas e nakshatras.

    H nove grahas (nove influncias ou plane-tas) no nosso sistema solar: o Sol (Surya), a Lua

  • Lua em Aqurio 15

    (Candra), Marte (Mangala), Mercrio (Budha), Jpi-ter (Guru), Vnus (Sukra), Saturno (Sani) e dois n-dulos chamados Rahu (ndulo lunar ascendente) e Ketu (ndulo lunar descendente). Eles representam arqutipos. Surya, por exemplo, representa consci-ncia; Candra representa a mente csmica; Budha representa o intelecto csmico, etc.

    A maioria dos calendrios do mundo foram calculados pelos movimentos do Sol e da Lua (men-surando os dias, meses e anos) e foram de grande importncia para a agricultura, porque a colheita depende do plantio na poca certa do ano. Mas a tradio vdica usa um sistema de 27 nakshatras para calcular os meses. O nakshatra a constelao na qual a lua est no cu em determinado perodo. Em cada ms, a lua cheia est em uma determinada constelao, e ter o nome deste nakshatra.

    Cada nakshatra cai sob a regra de um, s ve-zes dois grahas. Para cada graha designado trs nakshatras. Por exemplo, se a criana nasceu quan-do a lua estava em Asvini Nakshatra, sua estrela de

  • 16 Lua em Aqurio

    nascimento ser Asvini e seu signo ser ries (cha-mado mesa em Snscrito), regido pelo planeta Mar-te (Mangala). Bharani e Krittika, os dois prximos nakshatras, tambm caem sob o domnio do signo de ries. Todos os trs, portanto, tero caractersti-cas parecidas e influenciaro a mente e a conscin-cia das crianas no momento do nascimento, mol-dando seus destinos.

  • Lua em Aqurio 17

    Se Saturno o seu Planeta

  • 18 Lua em Aqurio

    Eu venero saturno, azul escuro em cor, que nasceu antes do Deus da morte, o filho do Sol e da som-bra.

    - Veda Vyasa

    Dinmica: Como tomamos responsabilidade, como ns focamos e disciplinamos nossas vidasPalavras-chave: Foco, longevidade, controle, dis-ciplina, pacincia, tolerncia, disposio filosfica,

    temperamento e educao.Signos: Aqurio e CapricrnioCor: Preto, azul escuroGnero: MasculinoChakra: Ajna e Muladhara Temperamento: Tamas (inrcia)Deidade governante: Senhor Brahma e Yama (Se-nhor da Morte)

  • Lua em Aqurio 19

    Saturno nas escrituras vdicas

    Na insistn-cia de Shiva, Par-vati jejuou por um ano para apa-ziguar Vishnu, en-to ele concede-ria a ela um filho. O Senhor Vishnu, aps completar o sacrifcio, anunciou que ele mes-mo encarnaria como o filho dela a cada era. Conse-quentemente, Vishnu nasceu de Parvati como uma criana charmosa.

    Esse evento foi celebrado com grande entu-siasmo e todos os deuses foram convidados a olha-rem o beb.

    Entretanto, Sani, Saturno, o filho de Surya, he-sitou olhar para o beb j que ele era amaldioado com o olhar da destruio.

    Parvati insistiu que ele olhasse para o beb e foi o que Sani fez.

  • 20 Lua em Aqurio

    Imediatamente a cabea da criana caiu e voou longe. Vendo Shiva e Parvati aflitos de tristeza, Vishnu montou em Garuda, sua guia divina e cor-reu para a margem do rio Pushpa-Bhadra, de onde ele trouxe de volta a cabea de um jovem elefante.

    A cabea do elefante foi ligada com o corpo sem cabea do filho de Parvati deste modo reviven-do-o. A criana foi nomeada de Ganesha e todos os deuses abenoaram Ganesha e desejaram a ele poder e prosperidade.

    Tendncias de Saturno em AqurioSaturno tem um corpo emagrecido e comprido. Olhos castanhos, grandes dentes e Vata em tem-peramento. Ele indolente, manco e tem cabelo spero

    - Brhat Parasara Hora Satra.

    Smbolo: AqurioElemento: Ar Planeta regente: Saturno/Sani

  • Lua em Aqurio 21

    Constituio Ayurvdica: Vata Pedra curativa: Ametista

    O nome em snscrito para Aqurio kum-bha que significa um jarro. Kumbha tambm est relacionado a kumbhaja, que significa nascido de um jarro, um nome para o sbio Agastya, um dos maiores videntes vdicos. Seu significado carrega um profundo significado espiritual.

    Aqurio simboliza transformao radical en-volvendo a purificao de samskaras acumulados, dando uma nova direo espiritual para a vida. O impacto de tal influxo da fora vital csmica pode ser experimentada como desafios na vida diria. Os nativos se esforam para se tornarem ntegros, mas so agraciados com diversas bnos, que possibili-tam a eles viver a Iluminao.

    Sob o impacto de Aqurio, o indivduo pode sofrer flutuaes de humor que so superadas com prti...