ENSINO DE CIÊNCIAS NAS SÉRIES INICIAIS: ANÁLISE DE ?· ensino de ciÊncias nas sÉries iniciais:…

  • Published on
    14-Nov-2018

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • ENSINO DE CINCIAS NAS SRIES INICIAIS: ANLISE DE UM MODELO DE INVESTIGAO SOBRE AES EDUCATIVAS NO CONTEXTO DA

    FORMAO INICIAL.

    SCIENCE TEACHING IN THE PRIMARY SCHOOL: ANALYSIS OF AN EXAMINATION MODEL CONCERNING EDUCATIONAL ACTIONS

    UNDER THE PROSPECTIVE TEACHERS` CONTEXT.

    Fabiana Maris Versuti Stoque1Jair Lopes Junior2

    1 Universidade Estadual Paulista-Programa de Ps-Graduao em Educao para as Cincias-Bauru- fabisversuti@hotmail.com

    2 Universidade Estadual Paulista-Programa de Ps-Graduao em Educao para as Cincias- Bauru-jlopesjr@fc.unesp.br

    Resumo O estudo avaliou habilidades de licenciandas em Pedagogia na proposio de uma unidade didtica em Cincias. Na Etapa 1 foram caracterizadas prticas no ensino de Cincias e buscou-se relacion-las com o Projeto Pedaggico do curso. Na Etapa 2 foram discutidos os objetivos preconizados pelos Parmetros Curriculares Nacionais. Na Etapa 3 foi proposta uma unidade didtica. Na Etapa 4 foram discutidas a proposta e a execuo de uma unidade didtica efetuada por uma professora das sries iniciais em exerccio. Na interao com o modelo de investigao, dada uma anlise comportamental dos processos de ensino e aprendizagem, verificou-se que medidas comportamentais das capacidades expressas pelos objetivos foram definidas pelas respostas para as estratgias de ensino e de avaliao propostas. Identifica-se um aspecto a ser explorado em investigaes adicionais, visto que estratgias muito restritivas, tanto quanto aquelas excessivamente genricas podem comprometer a compreenso das capacidades envolvidas no ensino-aprendizagem de contedos curriculares. Palavras-chave: Ensino de Cincias, sries iniciais, formao inicial. Abstract This paper evaluated prospective teachers skills concerning the elaboration of didactic unit in primary school science teaching domain. First, science teaching practices were characterized and were related to pedagogical project of university course. Then, teaching purposes commended by National Curriculum Referent were discussed. In the following, a didactic unit about science conceptual content was planned. Finally, in-service teachers didactic unit planned and data about its execution were discussed. Concerning a behavioral analysis of teaching and learning process, the results showed that prospective primary teachers appraisal about behavioral measures of capacities enunciated by National Curriculum Referent purposes were defined by responses to proposed teaching and evaluation strategies. Additional researchs based on the model of investigation used show off relevant because so limited as well as widespread teaching and evaluation strategies can impair the understanding of capacities involved in curriculum content teaching and learning on scientific education context. Keywords: Science teaching, primary school, prospective teachers

    V ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIAS

    ASSOCIAO BRASILEIRA DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIASATAS DO V ENPEC - N 5. 2005 - ISSN 1809-5100 1

  • Introduo Na Lei de Diretrizes e Bases da Educao Nacional (Lei 9.394/96), as instncias

    governamentais apontam necessidades de investimentos e propostas de re-organizao do sistema educacional brasileiro, afetando diretamente os cursos de formao inicial e/ou continuada de professores, sobretudo para os que ministram aulas nas sries iniciais do ensino fundamental.

    Buscando atingir esta concretizao, o Ministrio da Educao e Cultura (MEC), instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formao de Professores de Educao Bsica em nvel Superior; curso de licenciatura e graduao plena. Tambm, nos demais artigos deste documento consolidam-se a concepo de competncia profissional, tendo como ncleo central a atuao profissional do professor.

    De acordo com a interpretao ora advogada das diretrizes impostas pelas reformas, o desenvolvimento de habilidades nos professores para que estes possam planejar suas prticas educativas, analisar os possveis efeitos provenientes destas prticas e interpretar as medidas de aprendizagem emitidas pelos alunos, constituem-se em legtimos objetos de investigao, tanto quanto em elemento imprescindvel para desenvolver reflexes crticas e contnuas sobre a atuao pedaggica e profissional destes professores.

    No mbito da educao cientfica para as sries iniciais do ensino fundamental, os Parmetros Curriculares Nacionais (PCNs)/ Cincias Naturais para as sries iniciais (BRASIL, 1997) foram estruturados neste contexto de reforma, assim como a LDB (Lei 9.394/ 96) e as Diretrizes para Formao de Professores. Especificamente os PCNs/Cincias Naturais, incorporam muito da pesquisa nesta rea de ensino e apresentam uma srie de orientaes didticas e objetivos de ensino. Entretanto, constitui-se desafio premente tornar estas orientaes e objetivos passveis de se constiturem em objeto de reflexo para construo e aprimoramento de saberes e de fazeres dos futuros docentes (CARVALHO, 2004; LIMA e REALI, 2002).

    Dois aspectos dos PCNs/Cincias Naturais para as sries iniciais (BRASIL, 1997) so de particular relevncia para a sustentao desta investigao. Um primeiro aspecto reside na legitimao que os PCNs conferem noo de que a meta da educao escolar concentra-se na proposio de um ensino centrado no desenvolvimento de capacidades, uma vez que estas "permitiro que os alunos continuem aprendendo e utilizando o que sabem para viver e conviver com os outros, melhorando o ambiente natural e social de que fazem parte " (COLL e MARTN, 2004; p. 18).

    O segundo aspecto a ser ressaltado mostra-se vinculado ao anterior. Admite-se uma vinculao estreita entre capacidades e contedos curriculares, ou seja, que capacidades se expressam em aes envolvendo contedos. Deste modo, orientar as prticas de ensino para o desenvolvimento de capacidades, imps uma ampliao na acepo de contedo curricular (COLL, POZO, SARABIA e VALLS, 2000). Em outros termos, no se advoga a importncia do planejamento de condies de ensino para o desenvolvimento de capacidades referendando uma concepo que restringe contedo curricular quilo denominado por contedos conceituais (declarativos), como fatos, datas, princpios. Diferentemente, considera-se que os contedos curriculares envolvem tambm contedos procedimentais (saber fazer) e atitudinais (regras, valores e normas).

    Em concordncia com os direcionamentos das propostas educacionais acima descritas, tem-se assistido nos ltimos anos, um resgate dos princpios da anlise do comportamento aplicados neste contexto. Trabalhos recentes produzidos por analistas comportamentais (CARRARA, 2004; LUNA, 2002; PEREIRA, MARINOTTI e LUNA, 2004; ZANOTTO, 2000, 2004) adotam o princpio de que o processo de ensino-aprendizagem depende fundamentalmente, de um indivduo ativo. o comportamento do aluno em interao com as condies intencionalmente planejadas pelo educador que assume status de objeto de estudo. Mostra-se essencial conhecer o repertrio que ele traz para a situao de ensino e as

    V ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIAS

    ASSOCIAO BRASILEIRA DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIASATAS DO V ENPEC - N 5. 2005 - ISSN 1809-5100 2

  • conseqncias capazes de interagir com ele e de mant-lo se comportando para que, a partir dessa base, seja priorizada a emisso de medidas de construo e de elaborao de novas relaes de significado, contemplando as diferentes modalidades de contedo curricular. Neste sentido, o planejamento de atividades e de condies que permitam ao aluno interpretar, reconstruir e re-significar o conhecimento cientfico no contexto dos saberes escolares configura-se como uma demanda e um desafio constantes para as aes didticas do professor. Este planejamento deve especificar o que o aluno dever fazer, ou seja, as capacidades a serem desenvolvidas, em quais circunstncias, ou seja, quais as estratgias de ensino que devero utilizadas e com quais conseqncias e definir quais as medidas de aprendizagem mostram-se relevantes para os objetivos selecionados.

    Ao definir como competncia do professor o planejamento, a implementao e a avaliao de procedimentos de ensino eficazes, defende-se a necessidade de prepar-lo para tal. Dentre os distintos problemas que caracterizam os processos de formao profissional de docentes para as sries iniciais do ensino fundamental (CARVALHO, VANUCCHI, BARROS, GONALVES e DE REY, 1998; LIMA e REALI, 2002), em particular no contexto da educao cientfica, estudos desenvolvidos pelo grupo de pesquisa no qual se insere esta investigao, tm salientado as ntidas dificuldades que professoras da rede pblica estadual manifestam para identificar e relacionar as medidas de aprendizagem expressadas pelos alunos com, de um lado, a modalidade procedimental dos distintos contedos curriculares, expressos nos objetivos de ensino, e, de outro lado, com caractersticas das prticas de ensino efetivamente dispostas para a obteno destes objetivos. (LOPES JR., COSTA, FONSECA, QUEIROZ, VERSUTI e BITONDI, 2004).

    Em termos genricos, o presente estudo objetivou verificar se tais dificuldades registradas com professores em exerccio profissional seriam replicadas, ou seja, igualmente registradas no contexto da formao inicial de professores. De modo mais especfico, licenciandas em Pedagogia de um curso com nfase na formao de professores para as sries iniciais e sustentados por um projeto pedaggico formulado aps a divulgao das reformas educacionais do final dos anos 90, foram expostas a um conjunto de atividades comprometidas com o desenvolvimento e a manifestao de habilidades relacionadas com a seleo de objetivos de ensino, com a proposio de prticas de ensino e de avaliao compatveis com tais objetivos e com a especificao de medidas comportamentais dos objetivos selecionados.

    As indagaes que orientaram a execuo do estudo ora relatado consistiram em, por um lado, avaliar se licenciandas expostas s estratgias de formao inicial de docentes para o ensino nas sries iniciais e, em particular, para a educao cientfica nesta fase da educao bsica obrigatria, evidenciariam desempenhos distintos de professoras com tempo de exerccio profissional superior a 10 anos e expostas a processos de formao distantes daqueles orientados pelas reformas do final dos anos 90; por outro lado, avaliar se as caractersticas de desempenho das licenciandas nas atividades sinteticamente descritas acima poderiam fomentar ou subsidiar propostas de atuao cooperativa em contexto de programas de formao continuada de professores.

    Metodologia

    Participaram da investigao cinco discentes do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Faculdade de Cincias, campus de Bauru. O principal critrio para efetuar a seleo entre os graduandos foi de que estes no deviam possuir experincia prvia de magistrio e, alm disso, j terem cursado, com aprovao, a disciplina Contedo e Metodologia de Cincias. Em reunio com os discentes interessados, os pesquisadores apresentaram e discutiram os objetivos gerais do projeto e explicitaram as condies de participao. Em seguida, em consonncia com a Resoluo 196/96 do CNS/MS, as alunas assinaram ao Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

    V ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIAS

    ASSOCIAO BRASILEIRA DE PESQUISA EM EDUCAO EM CINCIASATAS DO V ENPEC - N 5. 2005 - ISSN 1809-5100 3

  • Todas as atividades de coleta de dados foram executadas na Universidade, na qual os discentes realizam o curso.

    O procedimento foi constitudo por quatro etapas. Em cada etapa, as reunies envolvendo os pesquisadores e cada participante foram gravadas em udio para posterior transcrio e anlise.

    A primeira etapa apresentou dois objetivos: a) identificar, por meio de entrevista individual, quais eram as principais caractersticas dos conhecimentos que os futuros professores das sries iniciais sustentam sobre o ensino e a aprendizagem de contedos procedimentais relativos rea de cincias naturais no Ensino Fundamental e b) estabelecer relaes entre o relato obtido no item anterior e o Projeto Pedaggico do Curso, visando constatar pontos de legitimao e/ou de distanciamento entre estes dois conjuntos de dados.

    A segunda etapa tambm sustentou dois objetivos. O primeiro consistiu em proporcionar condies para o conhecimento das principais caractersticas e habilidades de cada participante (discente) na proposio, no planejamento e na elaborao de uma unidade didtica referente rea de Cincias Naturais para as sries iniciais. Cada discente selecionou o tema de sua preferncia. Buscou-se, assim, conhecer, aspectos da ao pedaggica dos participantes considerando que muito provavelmente, os aspectos constatados foram desenvolvidos e/ou aprimorados no contato com as condies de formao acadmica oferecidas pelo curso de Licenciatura. O segundo objetivo foi avaliar de que modo cada participante interpretava os objetivos propostos pelos PCNs/Cincias Naturais sries iniciais, com base na realizao de uma atividade que consistiu em, para cada objetivo, propor prticas de ensino e de avaliao que permitiriam estimar a obteno ou no do objetivo, bem como a indicao de medidas comportamentais que corresponderiam com cada objetivo analisado (FONSECA, 2004; LOPES JR. et al., 2004; VERSUTI, 2004).

    Aps o preenchimento do formulrio, em reunies de discusso entre o pesquisador e cada participante, um nova entrevista foi realizada com a apresentao das seguintes questes: a) Voc efetuou dois conjuntos de atividades: apresentou o planejamento de uma unidade didtica e efetuou um exerccio de interpretao dos objetivos dos PCNs. Na sua opinio, esse conjunto de atividades trouxe algum tipo de contribuio para o contexto de ensino? Em caso de resposta negativa, a entrevista seria finalizada aps as justificativas. No caso de resposta positiva, as perguntas b, c e d foram apresentadas: b) quais so os aspectos mais importantes (aspectos positivos) de cada um dos conjuntos de atividades; c) quais so os aspectos que comprometem a efetividade (aspectos negativos) de cada um dos conjuntos de atividades; d) quais so os pontos de convergncia (pontos de semelhana) e de divergncias entre os dois conjuntos de atividades.

    A Etapa 3 teve como principal o objetivo a obteno de uma nova proposta de unidade didtica de cada participante. Deste modo, cada participante planejou e desenvolveu uma nova proposta de unidade didtica que pudesse expressar possveis efeitos das atividades executadas na Etapa 2. A nova proposta foi desenvolvida a partir de uma entrevista individual com cada participante. Aps a participante escolher um contedo temtico qualquer na rea de Cincias (poderia ser o mesmo selecionado na Etapa 2), ela deveria comentar sobre o objetivo geral e os objetivos especficos escolhidos. Em seguida, foram questionadas sobre: - quais seriam as prticas pedaggicas por meio das quais seria possvel obter ou alcanar os objetivos especficos selecionados; - quais seriam as possveis formas de se avaliar se as prticas descritas no item anterior teriam ou no alcanado xito em termos da obteno do objetivo em questo e quais as medidas comportamentais que permitiriam verificar se os efeitos desejados foram ou no obtidos. Na seqn...

Recommended

View more >