Estrutura Dos Solos - Copy

  • Published on
    11-Dec-2015

  • View
    17

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

d

Transcript

  • Identificao da Estrutura dos Solos

    A estrutura do solo representa a organizao ou arranjo dos slidos do solo.

    Ou seja, a agregao de partculas em partculas compostas ou agregados que se separam de elementos adjacentes por

    superfcies naturais de fraqueza.

    2

  • Fatores que Influenciam a Estrutura

    - forma da partculas

    - tamanho das partculas

    - composio mineralgica das partculas

    - natureza e composio do fluido (gua)presente no solo

    3

  • Fatores que Alteram a Estrutura

    Histria de Tenses

    Intemperismo

    Amolgamento

    Umidade

    Temperatura

    Propriedades eltricas

    Tempo

    4

  • Tipos de Estrutura

    De um modo geral, os solos esto classificados em doisgrandes grupos:

    1) No-coesivos (grossos ou granulares)

    2) Coesivos (finos)

    5

  • Solos No-Coesivos

    A forma, tamanho e posies relativas das partculastem grande influncia na compacidade dos solos no-coesivos.

    Assim, possvel existir um amplo intervalo dendices de vazios.

    6

  • Solos No-Coesivos

    Compacidade

    emax = ndice de vazios correspondente ao estado mais fofo possvelemin = ndice de vazios correspondente ao estado mais denso possvele = ndice de vazios correspondente ao estado natural

    A compacidade de um solo no-coesivo medida pela compacidade relativa:

    minmax

    max

    ee

    eeDr

    =

    Devemos lembrar que: e = Vv / Vs

    7

  • Estrutura Solos No-coesivos

    Solos Granulares (Areia)

    AREIA FOFA

    AREIA COMPACTA

    8

  • Estrutura Solos No-coesivos

    Solos Granulares (Areia)

    COMPACTOFOFO

    9

  • Estrutura Solos Coesivos

    Solos Finos (Argila)

    A situao muito mais complexa.

    Passam a interferir fatores tais como:

    foras de superfcie entre as partculas

    foras de atrao e repulso entre as partculas

    concentrao de ons no fluido onde ocorreu a sedimentao

    10

  • Estrutura Solos Coesivos

    Solos Finos (Argila)

    - So partculas carregadas negativamente com ctions adsorvidos.

    - Duas partculas muito prxima em gua, podem geram foras de atrao e repulso.

    - A combinao dessas foras (atrao e repulso) favorecem adisposio e proximidade das partculas.

    ESTRUTURA DISPERSAESTRUTURA FLOCULADA

    11

  • Tipos de Estrutura

    Macroestrutura (visvel olho n)

    ESTRUTURA POROSA MACROPORO + MICROPORO

    Macroporo Microporo

    12

  • Tipos de Estrutura

    Macroestrutura (visvel olho n)

    FORMAO DE AGREGADOS TORRES OU PEDRAS

    Laminar

    Prismtica

    Blocos angulares e

    Subangulares

    Granular

    13

  • Amolgamento ou Sensibilidade

    a operao de destruio da estrutura original do solo, coma consequente perda de sua resistncia, mantido seu teor deumidade original.

    As estruturas, quando mais complexas, menos estveis so e,uma vez destrudas, no podero mais ser recompostas.

    A maior ou menor perda de resistncia das argilas comestrutura chama-se Sensitividade e medida pela relaoentre o resultado de um ensaio de compresso simples.

    14

  • Classificao quanto Sensibilidade

    Is 1 Argilas InsensveisIs = 1 a 2 Argilas de baixa sensibilidadeIs = 2 a 4 Argilas de mdia sensibilidadeIs = 4 a 8 Argilas sensveisIs > 8 Argilas muito sensveis (quick). Quando amolgadas, transformam-se em fluido.

    Causas da Sensibilidade

    16

  • Tixotropia

    Propriedade que representa o reestabelecimento daresistncia de um solo argiloso amolgado.

    Fatores Determinantes:

    17

  • 18

  • Conceitos

    Textura

    o tamanho relativo e a distribuio das partculas slidas que formam os solos.

    Granulometria

    a medida da distribuio das partculas slidas.

    19

  • Classificao quanto Textura

    Tamanho dos Gros

    Solos granulares: Predominam as foras gravitacionais (arranjo) Solos finos: Predominam foras eltricas (atrao e repulso)

    Forma dos Gros

    Gros Angulares e Subangulares

    Gros Arredondados e Subarredondados

    Gros Lamelares

    Gros Fibrilares

    20

  • Classificao Granulomtrica

    Anlise Granulomtrica (NBR 7181-84)

    - Procedimentos em laboratrio que permitem determinar adistribuio do tamanho dos gros do solo.

    21

  • Curva Granulomtrica

    - um grfico semilogartmico, cujos pontos representam:P

    o

    r

    c

    e

    n

    t

    a

    g

    e

    m

    q

    u

    e

    p

    a

    s

    s

    a

    (

    %

    )

    Dimetro dos Gros (mm)

    22

  • Granulometria

    Solos Gros FinosSolos Gros Grossos

    - Partculas so visveis a olhonu. ( > 0,074 mm)

    - Partculas esfricas soprovenientes de solotransportado.

    - Partculas angulares soprovenientes de solo residual.

    - Estrutura pode ser dispersa oufloculada.

    - As foras de superfciecontrolam a atrao entre aspartculas.

    - Comportamento influenciando peladisponibilidade hidrulica.

    23

  • Escala da ABNT (6502/85)

    Frao Dimetro Equivalente

    24

  • Ensaio

    25