Estudo da reabsorção radicular dos incisivos, após o ... ?· Hoje levantei cedo pensando no que tenho…

  • Published on
    08-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li><p>Estudo da reabsoro radicular dos incisivos, </p><p>aps o tratamento da mordida aberta anterior </p><p>Rejane Targino Soares Beltro </p><p>Bauru </p></li><li><p>Estudo da reabsoro radicular dos incisivos, </p><p>aps o tratamento da mordida aberta anterior </p><p>Rejane Targino Soares Beltro </p><p> Tese apresentada Faculdade de Odontologia </p><p>de Bauru, Universidade de So Paulo, como </p><p>parte dos requisitos para a obteno do ttulo </p><p>de Doutor em Odontologia, rea de Ortodontia. </p><p>Bauru </p><p>2005 </p></li><li><p>Estudo da reabsoro radicular dos incisivos, </p><p>aps o tratamento da mordida aberta anterior </p><p>Rejane Targino Soares Beltro </p><p> Tese apresentada Faculdade de Odontologia de </p><p>Bauru, Universidade de So Paulo, como parte dos </p><p>requisitos para a obteno do ttulo de Doutor em </p><p>Odontologia, rea de Ortodontia. </p><p>Orientador: Prof.Dr. Marcos Roberto de Freitas </p><p>Bauru </p><p>2005 </p></li><li><p> Autorizo, exclusivamente para fins acadmicos e cientficos, a reproduo </p><p>total ou parcial desta dissertao, por processos fotocopiadores e/ou meios </p><p>eletrnicos. </p><p>Assinatura do autor. </p><p>Data: </p><p>Projeto de pesquisa aprovado em 31 de agosto de 2005 pelo Comit de </p><p>tica em Pesquisa da FOB. </p><p>Processo n 02/2005 </p><p> Beltro, Rejane Targino Soares </p><p>B419e Estudo da reabsoro radicular dos incisivos, aps o tratamento da </p><p>mordida aberta anterior / Rejane Targino Soares Beltro Bauru, </p><p>2005 </p><p>144 p. + apndice; 29,7cm </p><p>Dissertao (Doutorado) Faculdade de Odontologia de Bauru </p><p>USP </p><p>Orientador: Prof. Dr. Marcos Roberto de Freitas </p></li><li><p> iv</p><p>Dados curriculares </p><p>Rejane Targino Soares Beltro </p><p> 19 de novenbro de 1970 </p><p>Joo Pessoa - PB </p><p>Nascimento </p><p>Filiao Joo Soares de Carvalho </p><p>Marluce Targino Soares de Carvalho </p><p>1990 - 1995 Curso de graduao em Odontologia pela </p><p>Universidade Federal da Paraba. </p><p>1996 - 1997 Curso de aperfeioamento em Ortodontia pela </p><p>ACOPEN. (Assessoria e Consultoria de </p><p>Ortodontia, Pesquisa e Ensino em Bauru-SP. </p><p>1997 - 1999 Curso de Especializao em Ortodontia e </p><p>Ortopedia Facial pela Associao Paulista de </p><p>Cirurgies Dentistas - Regional Bauru </p><p>2000 - 2002 Curso de Ps-graduao em Ortodontia, em </p><p>nvel de Mestrado, na Faculdade de </p><p>Odontologia de Bauru da Universidade de So </p><p>Paulo. </p><p>ASSOCIAES SPBO - Membro da Sociedade Paraibana de </p><p>Ortodontia </p><p>SBPqO - Membro da Sociedade Brasileira de </p><p>Pesquisas Odontolgicas. </p></li><li><p> v</p><p>Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o </p><p>relgio marque meia-noite. </p><p> minha funo escolher que tipo de dia vou ter hoje. </p><p>Posso reclamar porque est chovendo ou agradecer s guas </p><p>por lavarem a poluio. </p><p>Posso ficar triste por no ter dinheiro ou me sentir encorajado </p><p>para administrar minhas finanas, evitando o desperdcio. </p><p>Posso reclamar sobre minha sade ou dar graas por estar vivo. </p><p>Posso me queixar dos meus pais por no terem me dado tudo o </p><p>que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. </p><p>Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter </p><p>trabalho. </p><p>Posso sentir tdio com o trabalho domstico ou agradecer a </p><p>Deus. </p><p>Posso lamentar decepes com amigos ou me entusiasmar com </p><p>a possibilidade de fazer novas amizades. </p><p>Se as coisas no saram como planejei posso ficar feliz por ter </p><p>hoje para recomear. </p><p>O dia est minha frente esperando para ser o que eu quiser. </p><p>E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. </p><p>Tudo depende s de mim." </p><p>CHARLES CHAPLIN </p></li><li><p>Dedicatria </p></li><li><p>Dedicatria </p><p> vii</p><p> Cada dia, Senhor, </p><p>Surgem oportunidades para provar que Tu s </p><p>uma fonte inesgotvel, de poder ilimitado, </p><p>eficaz e acionado pela minha f ... </p><p>Vejo que as minhas oraes so sempre ouvidas. </p><p>Uma a uma, e ao seu tempo so respondidas... </p><p>Tu s o Deus que opera quando </p><p>o homem diz: No d. </p><p>E abre um caminho onde soluo: no h. </p><p> A Deus </p><p>Por ter me dado foras nos momentos em que todos acharam </p><p>que eu cairia, por ter estado sempre a meu lado, ao enviar anjos em </p><p>meu caminho e por me guiar sempre em direo certa, me fazendo </p><p>chegar at aqui, na realizao de mais um sonho, com sade fsica e </p><p>espiritual. </p></li><li><p>Dedicatria </p><p> viii</p><p>Aos Meus Pais </p><p>Joo (in memorian) e Marluce </p><p> Que tanto se doaram por mim, sem nunca pedirem nada em </p><p>troca, dando-me o melhor de suas vidas, e me ensinaram que com </p><p>honestidade e amor, podemos alcanar todos os nossos sonhos, por </p><p>mais que paream impossveis. </p><p>Ao meu pai, gostaria de lhe dizer que consegui. E onde quer que </p><p>voc esteja sei que est feliz em me ver alcanando mais um ideal. Amo </p><p>muito vocs. </p><p> Aos meus sogros </p><p>Clvis e Daisy </p><p> Que sempre foram verdadeiros pais, no s para mim, como </p><p>tambm e principalmente para Priscila. Pelo apoio, pelos incentivos, </p><p>por dizerem sempre v!, mesmo deixando Ricardo e Priscila sozinhos. </p><p>Vocs sempre foram demais e, pra mim, so nicos! Nunca ouvi falar de </p><p>sogros to complacentes e compreensivos! Obrigada por tudo que </p><p>fizeram para que eu chegasse at aqui. </p><p> A minha querida filha, </p><p>Priscila </p><p> Pelos muitos eu te amo, me escritos no Messenger. </p><p>Obrigada pela fora que sempre me deu e por nunca ter exigido de mim </p><p>mais do que eu podia te dar. Desculpe-me pelas ausncias em seus </p><p>aniversrios, principalmente nos seus 15 anos. Mas tenha certeza de </p><p>que sempre estive ao seu lado, em mente, e sempre rezei por voc daqui </p><p>de Bauru. Eu a amo, minha filha e minha felicidade a sua. </p></li><li><p>Dedicatria </p><p> ix</p><p>O que dizer a algum </p><p>Que fonte de amor, </p><p>De renncia, de carinho, </p><p>De compreenso? </p><p>O que dizer a algum </p><p>Que me ama ao extremo </p><p>Que nunca enxerga os meus defeitos, </p><p>Que me ama como sou? </p><p>O que dizer a algum </p><p>Que esteve sempre firme ao meu lado, </p><p>Apoiando-me, </p><p>Orientando-me, </p><p>s vezes tambm brigando </p><p>Mas sempre presente? </p><p>O que dizer a algum </p><p>Que apesar de me conhecer profundamente </p><p>Continua me amando da mesma maneira? </p><p>O que dizer a este algum? </p><p>Somente uma coisa do fundo do corao e da alma: </p><p>Muito Obrigada, Ricardo!!! </p><p>Por estar navegando neste barco junto comigo, sem nunca </p><p>deix-lo afundar. Voc no apenas excelente como companheiro, mas </p><p>tambm um pai extraordinrio. Quero agradecer-lhe por tanto amor e </p><p>tanta dedicao a mim e a nossa famlia, e que agora, voltando para o </p><p>nosso lar eu possa retribuir-lhe tudo isso. </p><p>Te amo muito! </p></li><li><p>Dedicatria </p><p> x</p><p>Aos meus quatro irmos: Dayse, Suely, Srgio e Roselie </p><p>Ao Meu cunhado e meu mdico: Nerival </p><p>E aos meus queridos sobrinhos:Larissa, Marina, Felipe, Davi, Vitor, </p><p>Lucas, Gustavo, Eduardo e Joozinho </p><p>Que sempre me trataram com carinho e ateno e souberam </p><p>compreender as minhas ausncias, nos melhores e piores momentos de nossa </p><p>famlia. Obrigada por torcerem sempre por mim e por acreditarem que, um </p><p>dia, toda essa jornada terminaria bem. </p><p> Dedico este trabalho </p></li><li><p>Agradecimentos </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xii</p><p> Meu especial agradecimento </p><p>ao meu orientador </p><p> Prof. Dr. Marcos Roberto de Freitas </p><p>Por ter sido sempre muito paciente comigo, compreendendo </p><p>as vezes em que tive que me ausentar de Bauru, para ir a Joo </p><p>Pessoa. </p><p>Obrigada, por toda confiana depositada em mim, pelo </p><p>apoio e pela liberdade de pensamentos, para realizar a minha tese, </p><p>pois a presso ideolgica inimiga do entusiasmo e da </p><p>criatividade. </p><p>Pelos ensinamentos, de forma simples e objetiva, de sua </p><p>grandiosa experincia clnica. </p><p>Mas, principalmente, pela sua humildade e sinceridade. Eu </p><p>o tenho como exemplo de um grande mestre. </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xiii</p><p>Meus sinceros agradecimentos </p><p>ao Coordenador do curso de Doutorado e prefeito do Campus </p><p>Prof. Dr. Fernando Castanha Henriques </p><p>Gostaria muito de agradecer e poder retribuir-lhe por tanta </p><p>dedicao e pacincia que teve comigo, durante todo o curso de </p><p>Doutorado. Sempre me incentivando e estimulando, durante os </p><p>seminrios para que eu melhorasse cada vez mais. Obrigada por </p><p>sempre ter me atendido prontamente, nos momentos em que o procurei, </p><p>mesmo estando sempre muito ocupado com os trabalhos da Prefeitura </p><p>do Campus. </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xiv</p><p>Meus sinceros agradecimentos </p><p>Ao Prof Dr. Guilherme Janson </p><p>Por sempre ter se disposto a me ajudar nos momentos em que o </p><p>procurei, sempre tendo explicaes para tudo, com uma mente brilhante </p><p>e iluminada por Deus. Obrigada por todos os momentos que passei ao </p><p>seu lado durante o Mestrado e o Doutorado, pois todos os seus </p><p>ensinamentos como pesquisador e professor sero muito importantes no </p><p>meu novo caminho. </p><p>"Feliz de quem entende que preciso mudar muito para ser sempre o </p><p>mesmo, principalmente um grande pesquisador". (Mrio Quintana) </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xv</p><p> Meu especial agradecimento </p><p>Ao Prof. Dr. Renato Rodrigues de Almeida </p><p>Pela convivncia e conhecimentos transmitidos em todo o curso </p><p>de Mestrado e Doutorado. Minha admirao pelo carinho como trata </p><p>todos os pacientes e pela sua grande destreza ao manipular os fios </p><p>ortodnticos, sendo um exemplo a ser seguido como mestre. </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xvi</p><p> Aos demais Professores Doutores: </p><p>Arnaldo Pinzan Dcio Rodrigues Martins Eduardo Santana Jlio Gurgel </p><p> Pelos ensinamentos transmitidos, pela convivncia e valiosa </p><p>contribuio em minha formao profissional. </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xvii</p><p> ACASO </p><p>"Cada um que passa em nossa vida, </p><p>passa sozinho, pois cada pessoa nica </p><p>e nenhuma substitui outra. </p><p>Cada um que passa em nossa vida, </p><p>passa sozinho, mas no vai s </p><p>nem nos deixa ss. </p><p>Leva um pouco de ns mesmos, </p><p>deixa um pouco de si mesmo. </p><p>H os que levam muito, </p><p>mas h os que no levam nada. </p><p>Essa a maior responsabilidade de nossa vida, </p><p>e a prova de que duas almas </p><p>no se encontram ao acaso. " </p><p> (Antoine de Saint-xupry) </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xviii</p><p>Agradeo ainda de forma especial, </p><p> aos amigos que no passaram pela minha vida ao acaso </p><p> minha grande amiga e irm por considerao, Fernanda </p><p>Angelieri (F), pela oportunidade de t-la ao meu lado, fazendo com </p><p>que os momentos difceis fossem suavizados com o seu apoio </p><p>incondicional. Obrigada por voc simplesmente ser voc, uma pessoa </p><p>de muita luz e muito evoluda espiritualmente; </p><p>A uma pessoa simples, humilde e de grandiosa espiritualidade, </p><p>Kelly Chiqueto, por ter me ajudado nos momentos em que mais </p><p>precisei, na realizao da estatstica desse trabalho e na coleta de </p><p>alguns dados. Espero que um dia possa lhe retribuir tanto apoio e </p><p>amizade dedicados a mim. E ao Srgio Estelita, por tambm </p><p>compartilhar dos momentos difceis da realizao desse trabalho, </p><p>tentando sempre me ajudar com seu raciocnio muito frtil; </p><p> minha leal amiga e conterrnea Karina Lima, por ter sido </p><p>companheira e amiga nos momentos difceis e tambm alegres. Por ter </p><p>dado um belo exemplo de que amizade existe, ao compartilhar comigo a </p><p>realizao de um concurso. Obrigada pela sua lealdade. Espero que </p><p>um dia Deus me permita retribuir-lhe toda bondade que teve comigo. E </p><p>aos seus familiares que tambm torceram por mim, um gesto raro de se </p><p>ver hoje em dia, onde a competitividade destri tudo. S pessoas com </p><p>muita f em Deus agem dessa forma; </p><p> querida amiga Karina Cruz, que durante a Especializao, o </p><p>Mestrado e o Doutorado esteve sempre presente em minha vida, com </p><p>seus conselhos e apoios incondicionais. E por ter me estendido a mo </p><p>no momento em que mais precisei. Admiro-a muito. </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xix</p><p> Nada Ser Como Antes Eu j estou com o p nessa estrada </p><p>Qualquer dia a gente se v </p><p>Sei que nada ser como antes, amanh </p><p>Que notcias me do dos amigos, </p><p>Que notcias me do de vocs? </p><p>Alvoroo em meu corao </p><p>Amanh ou depois de amanh </p><p>Resistindo na boca da noite um gosto de sol </p><p>Num domingo qualquer, qualquer hora </p><p>Ventania em qualquer direo </p><p>Sei que nada ser como antes, amanh </p><p>Que notcias me do dos amigos, </p><p>Que notcias me do de vocs? </p><p> (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xx</p><p>Ao grande colega e amigo Ricardo Ebrhaim, oferecendo seu </p><p>ombro amigo e dispondo seu consultrio sempre nos momentos que </p><p>precisei durante toda essa caminhada. </p><p>s secretrias do consultrio, Ana Crizeuda e Suely, por tanta </p><p>pacincia e compreenso, e aos colegas Sandra e Felipe, por </p><p>atenderem meus pacientes com tanto carinho e tica, sendo muito pouco </p><p>apenas um muito obrigada. Espero, um dia, poder retribuir-lhes </p><p>tanta ateno. Vocs contriburam de forma direta para a realizao </p><p>do meu Doutorado. </p><p> amiga Analu Giampietro, por ter me ajudado sempre nos </p><p>momentos em que precisei. Agradeo pela amizade despretenciosa e </p><p>sincera; </p><p> amiga Karina Freitas, por ter sido solidria, em um dos </p><p>momentos mais importantes da minha carreira acadmica, por ter </p><p>realizado vrias reunies de confraternizao em sua residncia, </p><p>fazendo com que a minha solido e a saudade da minha famlia fossem </p><p>amenizadas, com seu apoio e seu jeito alegre de ser. Voc uma pessoa </p><p>especial para mim, admiro muita a sua inteligncia e fora de vontade; </p><p>Ao amigo Daniel Araki Ribeiro que, mesmo distante, continuou </p><p>me ajudando e sempre com sua alegria me dando fora e incentivo; </p><p>Aos queridos amigos Rodrigo Canado e Leniana Neves, pela </p><p>companhia, principalmente aos domingos, o dia eleito para a solido </p><p>dos que vivem distante dos seus; </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xxi</p><p> amiga Renata Castro, pelos bons momentos por que passamos </p><p>juntas, de descontrao e felicidade. Admiro muito a sua coragem e </p><p>garra; </p><p>Aos amigos Fbio Pinheiro, Sandra Hayasaki e Daniela </p><p>Machado, por terem sempre uma palavra amiga e confortante, mesmo </p><p>distantes, demonstrando que a nossa amizade sempre foi sincera e forte; </p><p>Ao grande amigo Hlio Vieira, pela coleta de alguns artigos e </p><p>teses da Universidade de Odontologia de Oregon, e pelas constantes </p><p>ajudas, sempre de forma muito paciente; </p><p> Terezinha, Marcos Luprcio e Mariana, que sempre me </p><p>receberam de braos abertos em sua casa, tratando-me sempre como </p><p>integrante da famlia, </p><p>Especialmente a voc, Marcos, no tenho palavras para </p><p>agradecer-lhe por ter salvo a minha vida. Levarei essa gratido comigo </p><p>para sempre; </p><p> querida amiga Helena Ocke que, sempre com seu sorriso </p><p>meigo, esteve ao meu lado quando solicitei. Obrigada pela fora que </p><p>sempre me deu; </p><p>Aos grandes amigos mineiros Ana Paula, Jos Alfredo, </p><p>Cristina, Ivan, Lincon e Clia, os quais foram para mim exemplos de </p><p>coragem, determinao e solidariedade, honrando-me com suas </p><p>amizade; </p></li><li><p>Agradecimentos </p><p> xxii</p><p>Ao grande amigo Alcides que, nos momentos difceis, deu-me </p><p>alegria e coragem ajudando-me e, muitas vezes, sacrificando seus </p><p>horrios de descanso; </p><p>Aos amigos do Doutorado, Clia Pinzan, Fabrcio Pineli, Jos </p><p>Eduardo Prado e Ricardo Navarro, pelos conhecimentos </p><p>compartilhados e agradvel convivncia durante o curso; </p><p>Aos amigos do Doutorado antigo: Ana Carla Nahs, Daniela </p><p>Garib, Paulo Eduardo Carvalho, Danilo Furquim, Renata Rodrigues </p><p>de Almeida, Karina Valle, Ana Claudia Conti, Fausto Bramante e </p><p>Adriano Mondeli, pela amizade sempre presente em nosso convvio e </p><p>pelos ensinamentos transmitidos; </p><p>Aos alunos do curso de Mestrado de Ortodontia, do ano de </p><p>2003, Rafael Henriques, Adriana Crepaldi, Marcus Crepaldi, Darwin </p><p>Vaz de Lima, Marcos Janson, Fernando Pedrin, Paula Oltramari, </p><p>Srgio Stelita, Fernando Torres, Alexandre Nakamura e Lvia Freitas, </p><p>pelos momentos compartilhados; </p><p>Ao Prof. Dr. Jos Roberto Lauris, pela ajuda na realizao da anlise </p><p>estatstica; </p><p> professora Elosa M. Pagani Pereira pela correo gramatical de </p><p>forma to especial; </p><p>Aos funcionrios da disciplina de Ortodontia: Tereza Cristina </p><p>C.Ducatti, Neide M. de Souza e Rgis Eduardo Fogaa dos Santos,...</p></li></ul>