Exames 2009

  • Published on
    14-Jun-2015

  • View
    4.377

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> 1. EXAMES 2008/2009<br />Ensino Bsico e Secundrio<br />NORMAS<br /></li></ul> <p> 2. INSTRUES<br />Os vigilantes/suplentes devem apresentar-se no Secretariado de Exames (sala A2) 30 minutos antes da hora marcada para o incio da prova.<br />Os coadjuvantes devem apresentar-se no Secretariado de Exames (sala A2) 20 minutos antes da hora marcada para o incio da prova.<br />Os suplentes esto ao servio durante todo o tempo e no podem ausentar-se por mais de 15 minutos, assegurando, sempre, a permanncia de alguns.<br /> 3. A troca de vigilantes ser efectuada entre os professores envolvidos. <br />Sendo da responsabilidade de cada um a permanncia prevista no mapa de vigilncias.<br /> 4. Professor Coadjuvanteatribuies<br />Verificar e controlar o material especfico autorizado a usar pelos alunos durante a realizao da prova, de acordo com as Informaes do GAVE;<br />Transmitir esclarecimentos aos estudantes sobre o contedo das provas, desde que expressamente comunicadas ou autorizadas pelo JNE;<br />Divulgar informao junto dos estudantes sobre gralhas tipogrficas ou erros evidentes, desde que expressamente autorizada pelo Secretariado de Exames;<br />Solicitar pedidos de esclarecimento ao GAVE relativos aos contedos da prova e ao JNE sobre todas as outras situaes. <br /> 5. Aps rubricarem a folha de presenas e receber as pautas de chamada devem dirigir-se, de imediato, para a sala de exame. <br />O professor vigilante s pode sair da sala em caso de fora maior, sendo substitudo por um professor suplente que permanece na sala de exame at ao fim da prova. <br />O professor substitudo dever dirigir-se sala anexa do Secretariado, onde permanecer at ao final do exame.<br /> 6. NAS SALAS<br />Durante a realizao da prova, no permitida a entrada de outras pessoas alm dos:<br />professor coadjuvante;<br />professores designados para a vigilncia das provas;<br />elementos do rgo de gesto;<br />membros do secretariado de exames.<br />Os Inspectores (da Inspeco Geral de Educao) tm acesso livre e directo s salas de exame, desde que no perturbem o normal funcionamento dos exames.<br /> 7. OS ESTUDANTES<br />Os estudantes devem apresentar-se no estabelecimento de ensino 30 minutos antes da hora marcada para incio da prova. <br />A chamada faz-se 15 minutos antes da hora marcada para o incio da prova (haver toque para esse efeito), pela ordem constante nas pautas.<br /> 8. OS ESTUDANTES<br /> No podem levar para a sala da prova:<br />Quaisquer suportes escritos no autorizados (ex. livros, cadernos, folhas)<br />Nem quaisquer sistemas de comunicao mvel (computadores portteis, aparelhos de udio e vdeo, incluindo telemveis, bips, etc.)<br />Os objectos no estritamente necessrios para a realizao da prova (mochilas, carteiras, estojos, etc.) devem ser colocados junto secretria dos professores vigilantes. <br /> 9. OS ESTUDANTES<br /> Ateno!<br />Se o aluno trouxer algum sistema de comunicao mvel, poder, excepcionalmente, entregar funcionria do bloco que o guardar devidamente identificado e desligado. <br /> 10. AOS PROFESSORES<br /> igualmente proibida a utilizao de quaisquer sistemas de comunicao mvel nas salas de exames por parte dos professores vigilantes.<br />ATENO!<br />ALGUNS TELEMVEIS MESMO ESTANDO DESLIGADOS OU EM SILNCIO PODEM TOCAR SE TIVEREM ALGUM DESPERTADOR OU LEMBRETE ACTIVADO.<br /> 11. DOCUMENTO DEIDENTIFICAO<br />Os estudantes no podem prestar provas sem serem portadores do seu Bilhete de Identidade/Carto de Cidado ou de documento que o substitua, desde que contenha fotografia. <br />O Bilhete de Identidade ou o documento de substituio devem estar em condies que no suscitem quaisquer dvidas na identificao do aluno. <br /> 12. AOS ALUNOS NACIONAIS <br /> OU ESTRANGEIROS QUE:<br />No disponham de Bilhete de Identidade/Carto de Cidado emitido pelas autoridades portuguesas podem, em sua substituio, apresentar ou o ttulo de residncia ou o passaporte ou o documento de identificao utilizado no pas de que so nacionais ou em que residem<br />Neste caso, devem ser igualmente portadores do documento emitido pela escola com o nmero interno de identificao que lhes foi atribudo pelo: <br />Programa ENEB (9 ano)<br />Programa ENES(secundrio)<br />(cf. n 8 da Norma 01/JNE/2009)<br /> 13. FALTA DE DOCUMENTOS<br />Os estudantes que se apresentarem com falta de documentos de identificao podem realizar a prova, devendo o Secretariado de Exames elaborar no final da mesma um auto de identificao do estudante perante duas testemunhas, utilizando para o efeito:<br />Modelo 01/JNE/EB(9 ano)<br />Modelo 01/JNE/ES (Secundrio)<br /> 14. TTULO CONDICIONAL<br />Na eventualidade de algum aluno se apresentar a exame sem constar da pauta e a situao indicar erro administrativo, deve ser sempre admitido prestao da prova a ttulo condicional, procedendo-se de imediato clarificao da situao escolar do aluno.<br /> 15. NASALA DA PROVA<br /> 16. DISTRIBUIODOS ALUNOS<br /> Na distribuio dos alunos nas salas deve acautelar-se a conveniente distncia entre eles. <br /> Esta distribuio comea junto janela e secretria do professor no sentido longitudinal e deve respeitar sempre a ordem da pauta da chamada, deixando vagos os lugares correspondentes aos alunos que faltem.<br /> 17. DISTRIBUIO DOS ALUNOSEnsino Secundrio Provas com Verses<br />Na realizao das provas que apresentam duas verses, deve ainda observar-se o esquema logstico indicado no Anexo II (Norma 02/ES/2009) sendo registado nesse anexo o nmero de pauta de chamada de cada aluno presente).<br /> 18. ATRASOS<br />O atraso na comparncia dos estudantes s provas no pode ultrapassar 15 minutos aps a hora do incio da mesma. <br />A estes estudantes no concedido nenhum prolongamento especial, pelo que terminam a prova ao mesmo tempo dos restantes. <br />Aps os 15 minutos estabelecidos no ponto anterior, um dos professores responsveis pela vigilncia deve assinalar na pauta os alunos que no compareceram prova.<br /> 19. PAPEL DE PROVA<br />Terminada a chamada e atribudos os lugares, os professores responsveis pela vigilncia devem distribuir o papel da prova. <br />Aos examinandos no permitido escrever nas folhas de resposta antes da distribuio dos enunciados das provas, excepo do preenchimento do cabealho. <br /> 20. EXCEPES:<br />Na disciplina de Matemtica do 3 ciclo as respostas so dadas no prprio enunciado, pelo que o cabealho s pode ser preenchido depois da abertura dos sacos com os enunciados. <br />Na Prova 708 Geometria Descritiva A, deve ter-se em conta que apenas um exerccio pode ser resolvido em cada folha de prova, no devendo, em caso algum, ser utilizado o verso da respectiva folha. Estas provas so realizadas em folhas de provas especficas, apresentando no topo das mesmas a designao da respectiva disciplina.<br /> 21. PROVA<br />Antes da abertura dos sacos, os professores vigilantes devem confirmar se o cdigo da prova corresponde ao cdigo registado na pauta.<br />Os professores vigilantes devem verificar, em momento oportuno aps a distribuio dos enunciados, se o nmero de exemplares inscrito no exterior do saco de enunciados corresponde ao nmero de provas existentes no seu interior, dando urgente conhecimento ao Secretariado de Exames caso seja detectada discrepncia.<br /> 22. PROVA<br />Devido ao facto de haver, por vezes, na mesma sala a realizao de duas provas com cdigos diferentes, chama-se especial ateno para a correcta distribuio aos estudantes dos enunciados que correspondam prova cdigo/disciplina por eles requerida no boletim de inscrio.<br /> 23. 3 CICLO ENSINO BSICO<br />Os professores responsveis pela vigilncia, aps a chamada dos alunos, devem proceder leitura das instrues emanadas do GAVE, no caso das provas de Lngua Portuguesa e de Matemtica.<br />Devem ainda avisar os alunos que: <br />No podem escrever comentrios fora do contexto da prova, nem mesmo referir que a matria no foi leccionada;<br />No podem abandonar a sala antes de ter terminado o tempo regulamentar da prova.<br /> 24. Material especfico autorizadoLngua Portuguesa3 CEB<br />Na disciplina de Lngua Portuguesa do 3 ciclo do ensino bsico as respostas no so dadas no enunciado, mas em folhas de provas enviadas pela Editorial do ME. <br />O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferogrfica de tinta indelvel azul ou preta.<br />No permitido o uso de dicionrio.<br />No permitido o uso de corrector.<br />Informao-Exame n 1/2009 - GAVE<br /> 25. Material especfico autorizadoMatemtica3 CEB<br />Na disciplina de Matemtica asrespostas so dadas no prprio enunciado. <br />O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferogrfica de tinta indelvel azul ou preta.<br />O examinando deve ser portador de material de desenho e de medio:<br /> rgua graduada;<br /> compasso;<br /> esquadro;<br /> transferidor;<br /> lpis;<br /> borracha.<br /> 26. Material especfico autorizadoMatemtica3 CEB<br /> mquina de calcular com que trabalha habitualmente (grfica ou no), que satisfaa, cumulativamente as seguintes condies:<br /> ter, pelo menos, as funes bsicas +, , , , ;<br /> ser silenciosa;<br /> no necessitar de alimentao exterior localizada;<br /> no ter clculo simblico (CAS);<br /> no ter capacidade de comunicao distncia;<br /> no ter teclado Qwerty;<br /> no ter fitas, rolos de papel ou outro meio de impresso<br />Informao-Exame n 2/2009 - GAVE<br /> 27. 3 CICLO ENSINO BSICO<br /> As provas de exame, cujas respostas so dadas nos enunciados, no so substitudas.<br /> Em caso de engano, os alunos devem riscar.<br />No permitido o uso de corrector<br /> 28. 3 CICLO ENSINO BSICO<br />As provas de Lngua Portuguesa e de Matemtica do 3. ciclo so sempre enviadas para classificao no Agrupamento de Exames, ainda que tenha s os cabealhos preenchidos.<br /> 29. UTILIZAO DO LPIS<br /></p> <ul><li>A utilizao do lpis s permitida nas provas para as quais est previsto, devendo, mesmo nestas provas, ser utilizada caneta/esferogrfica nos textos escritos.</li></ul> <p> permitida a utilizao do lpis na prova de Geometria Descritiva A.<br />Nas provas deMatemtica A, Matemtica B e Matemtica Aplicada s Cincias Sociais, a utilizao do lpis s permitida nos itens que envolvem construes que impliquem a utilizaodo material de desenho.<br /> 30. Material especfico autorizadoEnsino SecundrioMquinas de calcular<br />Matemtica A (prova 635)<br />Matemtica B (prova 735)<br />Matemtica Aplicada s Cincias Sociais (prova 835)<br />Fsica e Qumica (prova 735)<br />S so autorizadas as calculadoras que respeitem as caracterstica do ofcio circular S-DGIDC/2009/1743, de 06/02 <br /> 31. Material especfico autorizadoEnsino SecundrioMquinas de calcular<br />Economia A (prova 712)<br />Geografia A (prova 719)<br />S pode ser utilizada mquina de calcular<br />No Alfanumrica e No Programvel.<br /> 32. </p> <ul><li>Devem utilizar a lngua portuguesa para responder s questes das provas de exame.Exceptuam-se, obviamente as disciplinas de Lngua Estrangeira. </li></ul> <p> 33. S permitido ouso de dicionrios nas provas para as quais est previsto nas Informaes-Examede acordo com a tipologia a prescrita, e ainda na situao mencionada no Ofcio Circular DGIDC/JNE/2009/1, de 24/03. 34. No podem abandonar a sala antes de terminado o tempo regulamentar da prova.</p>