FACULDADE SANTA TEREZINHA - DISCIPLINAS... · Audiologia Infantil: triagem auditiva neonatal, BOA,…

  • Published on
    10-Jul-2018

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

    PLANO DE ENSINO

    DADOS DA DISCIPLINA

    CDIGO NOME CARGA HORRIA PERODO HORRIO

    0554

    Audiologia II 100h

    Teorica: 60h Prtica: 40h

    5

    Terica: Quartas-feiras das 14h40 s 17h20 Prtica: Sextas-feiras das 13h s 14h40

    PROFESSOR (A) Profa. Esp. Patrcia Andria Caldas (terica) Profa Esp. rica Alessandra Caldas (pratica) EMENTA Audiologia Infantil: triagem auditiva neonatal, BOA, VRA, audiometria Ldica. Aplicao da imitanciometria em crianas. Conceito, aplicao e consideraes na avaliao do processamento auditivo central.

    OBJETIVOS DA DISCIPLINA

    Geral

    Construir um referencial terico prtico que contribua para o conhecimento do desenvolvimento da audio na infncia, os recursos utilizados para uma avaliao adequada; visando a deteco precoce da deficincia auditiva em crianas, minimizando suas

    conseqncias na aquisio da fala e linguagem, assim como na escolaridade.

    Especficos

    Ressaltar a importncia da audio no desenvolvimento da linguagem,

    Comparar as caractersticas da deficincia auditiva na criana, atravs de suas classificaes;

    Descrever os fundamentos e princpios da avaliao da funo auditiva na criana, com propsito de detectar a deficincia auditiva;

    Discutir diagnstico diferencial e avaliar quantitativamente e qualitativamente a deficincia auditiva, a fim de auxiliar no diagnstico precoce, habilitao e reabilitao auditiva;

    Realizar a avaliao do recm-nascido, atravs de screening auditivo;

    Distinguir a avaliao audiolgica comportamental baseada na idade da criana;

    Aplicar logoaudiometria em crianas;

    Aplicar as medidas de imitncia acstica para auxiliar na deteco da deficincia auditiva e no diagnstico precoce;

    Avaliar o processamento auditivo central.

  • FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

    CONTEDO PROGRAMTICO

    PROCEDIMENTOS DIDTICOS As aulas sero desenvolvidas atravs de exposio dialogada, discusso e exposio de casos, visando posterior anlise, interpretao, realizao e diagnstico de exames audiomtricos na avaliao da criana. Atividades prticas para manuseio e reconhecimento dos equipamentos de avaliao auditiva.

    UNIDADE I - PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL 12h 1.1 Conceito 1.2 Sintomas 1.3 Aplicaes e consideraes na avaliao do processamento auditivo central 1.4 Tarefas Diticas 1.5 Tarefas Monticas 1.6 Tarefas Dicticas UNIDADE II - A AUDIO E O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM 4h 2.1 Comportamento auditivo; 2.2 Maturao da resposta auditiva 2.3 Funo normal no processo perceptual auditivo.

    UNIDADE III - CLASSIFICAO DA DEFICINCIA AUDITIVA NA CRIANA 4h 3.1 Classificao quanto ao local 3.2 Classificao das perdas auditivas quanto ao grau 3.3 Classificao das perdas auditivas quanto ao momento em que ocorrem 3.4 Classificao das perdas auditivas quanto origem do problema. (Causas)

    UNIDADE IV - AVALIAO DO RECM- NASCIDO PROGRAMA DE IDENTIFICAO PRECOCE DA DEFICINCIA AUDITIVA 4h 4.1 A testagem do recm nascido UNIDADE V-. AVALIAO AUDITIVA 4h 5.1 Princpio da avaliao audiolgica 5.2 Relatrio da avaliao audiolgica UNIDADE VI- AVALIAO AUDIOLGICA DA CRIANA DE 0 A 2 ANOS DE IDADE 12h 6.1 Avaliao audiolgica baseada nas respostas comportamentais 6.2 Condicionamento do reflexo de orientao ( COR) 6.3 Audiometria de reforo visual (VRA) UNIDADE VII: TCNICA DE AVALIAO AUDITIVA EM CRIANAS DE 2 A 6 ANOS DE IDADE 12h 7.1 Avaliao audiomtrica na criana de 2 a 6 anos de idade. 7.2 Triagem auditiva na escola UNIDADE VIII: LOGOAUDIOMETRIA NA CRIANA 4h 8.1 Aplicao da logoaudiometria na criana de 0 a 8 anos de idade UNIDADE IX: MEDIDAS DA IMITNCIA ACSTICA NA CRIANA 4h 9.1 Princpios das medidas de imitncia acstica; 9.2 A aplicao das medidas da imitncia acstica em bebs; 9.3 As medidas da imitncia acstica em pr-escolares e as triagens imitanciomtricas

  • FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

    TRABALHOS DISCENTES EFETIVOS TDEs Resumo sobre Neurofisiologia da audio. Fichamento sobre Processamento auditivo e distrbio de aprendizagem. Visita a maternidades para levantar dados sobre a triagem auditiva neonatal, elaborao de relatrio com os dados obtidos. Visita a escolas para levantamento de dados e orientaes sobre Perda auditiva na infncia e Processamento auditivo e informaes sobre conhecimento dos professores a respeito dos sintomas da perda auditiva e do Processamento auditivo.

    RECURSOS DIDTICOS

    Quadro e acessrios;

    Data-show e acessrios;

    Retroprojetor e acessrios.

    Audimetro de 2 canais

    Impedancimetro;

    Otoscpio;

    Cabine acstica;

    Material Ldico.

    Bandinha

    Cd player

    Cd Fichas de anamnese e Triagem do Processamento Auditivo Audiograma Fichas de Figuras e Frases para Avaliao do Processamento Auditivo SISTEMA DE AVALIAO A avaliao tem carter processual e diagnstico, objetivando o acompanhamento do desempenho do aluno no decorrer da unidade de estudo, para tanto, devem ser considerados aspectos qualitativos como a participao ativa nas aulas e atividades acadmicas, o relacionamento aluno-professor e aluno-aluno, a cooperao, a competncia fundamentada na segurana dos conhecimentos adquiridos, a autonomia para aprofundar os conhecimentos, a pontualidade, o cumprimento de prazos na entrega de trabalhos, dentre outros.

    Cotidianamente, a cada aula, a avaliao ocorrer com base em procedimentos como: - discusso de temas relacionados aos contedos; - exerccios escritos; - produo textual; - estudos dirigidos; - demais atividades avaliativas correlacionadas aos objetivos da unidade de estudo. Alm dos aspectos qualitativos, sero observados os critrios objetivos regimentais: freqncia

    mnima de 75% da carga horria da disciplina, trs notas parciais (uma por ms, a cada 1/3 do contedo trabalhado, cumulativamente ou no) que sero compostas da seguinte forma:

    - avaliaes escritas individuais (provas) na proporo mnima de 70%; - atividades acadmicas individuais, na proporo de at 30% (quando estas se fizerem

    necessrias). Esto previstas como atividades acadmicas: - leitura, anlise e resumo de um artigo cientfico; - leitura, anlise e estudo dirigido de um texto; Para avaliao das prticas podero ser admitidos: - uma prova prtica com base em roteiro prprio e adequado cada exame. Em consonncia s normas institucionais, no obtendo mdia para aprovao a partir das quatro

    notas parciais, o discente poder fazer provas substitutiva e final.

  • FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

    ARTIGO CIENTFICO E TEXTO PARA ATIVIDADES ACADMICAS Texto: Azevedo,M.F.,Vieira,R.M., Vilanova,L.C.P., Desenvolvimento auditivo de crianas normais e de alto risco, cap.II ed. Plexus- 1995

    Artigo: Perrella,A.C.M.; Barreiro, F.C.A.B, Avaliao da funo auditiva central em idosos e suas contribuies para a adaptao de prteses auditivas, Disturbios da Comunicao- SP, vol.17, cap.3, pag 333-346, 2005.

    REFERNCIAS

    Bibliografia Bsica

    FROTA, S. Audiologia. Rio de Janeiro: Guanabra Koogan, 1998. SCHOCHAT, E. ; PEREIRA, L. D. Testes auditivos comportamentais para avaliao do processamento auditivo central. So Paulo: Pr-Fono, 2011. RUSSO, I.C.P. Audiologia infantil. So Paulo: Cortez, 1994. Bibliografia Complementar

    AQUINO,A.M.C.M. (Org.). Processamento auditivo. Rio de Janeiro: Lovise, 2002. AZEVEDO, M.F. Desenvolvimento auditivo de crianas normais e de risco. So Paulo: Plexus, 1995. BEVILACQUA, M. C. et al. Tratado de audiologia. So Paulo: Santos, 2011 FROTA, S. Fundamentos e fonoaudiologia: audiologia. So Paulo: Saraiva, 2003. NORTHERN,J.; DOWNS, M. P. Audio na infncia. So Paulo: Manole, 2004.

    So Lus, 25 de Janeiro de 2013

    Profa. Esp. Patrcia Andria Caldas (terica)

    Professor(a)

    Profa Esp. rica Alessandra Caldas (pratica) Professor(a)

    _____________________________ Coordenador(a)

    Aprovado em Conselho de Curso no dia ___/___/___

Recommended

View more >