FACULDADE SANTA TEREZINHA - DISCIPLINAS/FISIO/2015.1/6o... · FACULDADE SANTA TEREZINHA ... anamnese…

  • Published on
    11-Nov-2018

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAO DO CURSO DE

    PLANO DE ENSINO

    DADOS DA DISCIPLINA

    CDIGO NOME CARGA HORRIA PERODO HORRIO

    0126 FISIOTERAPIA EM

    PNEUMOLOGIA 60 h

    T-40h/P 20 h 6o Matutino

    PROFESSOR (A)

    Prof. Me. Gustavo de Jesus Pires da Silva

    EMENTA

    Avaliao clnico-funcional do aparelho respiratrio. Abordagem teraputica das patologias do sistema respiratrio. Fisioterapia no pr e ps operatrio de cirurgias torcicas. Utilizao de mtodos, tcnicas e equipamentos especficos desta rea de atuao. Atuao da fisioterapia respiratria a nvel ambulatorial e hospitalar.

    OBJETIVOS DA DISCIPLINA

    Geral

    Promover a construo de um conhecimento terico-prtico da fisioterapia aplicada a pneumologia.

    Especficos

    Demonstrar o uso dos principais recursos teraputicos utilizados na fisioterapia respiratria;

    Capacitar os alunos para realizar avaliao, diagnstico funcional e elaborar propostas de interveno teraputica aos pacientes com doena respiratria;

    Propiciar conhecimentos bsicos da fisioterapia respiratria para atuao a nvel ambulatorial e hospitalar;

    Avaliar, elaborando uma proposta fisioteraputica, para tratar cada caso clnico, em pneumologia;

    Capacitar os alunos a interpretar exames complementares e testes de capacidade respiratria funcional de interesse da fisioterapia respiratria;

    Conhecer os principais mtodos e aplicabilidade de ventilao mecnica no-invasiva e invasiva;

  • CONTEDO PROGRAMTICO

    UNIDADE I Avaliao morfodinmica do sistema respiratrio.

    Semiologia: anamnese e exame muscular respiratrio

    Biomecncia da respirao

    Padres respiratrios fisiolgicos e patolgicos

    Mecanismo de tosse

    Ausculta pulmonar

    Saturao da oxihemoglobina UNIDADE II Tcnicas e mtodos fisioteraputicos respiratrios

    Padres ventialtrios

    Manobras fisioteraputicas de expanso pulmonar

    Manobras fisioteraputicas de desobstruo broncopulmonar / higiene brnquica

    Treinamento muscular respiratrio UNIDADE III Recursos teraputicos com presso positiva

    PEEP EPAP - CPAP - BIPAP RPPI

    Mtodos e tcnicas da ventilao mecnica no invasiva

    Mtodos e tcnicas da ventilao mecncia invasiva

    Mtodos e tcnicas de desmame da ventilao mecnica invasiva UNIDADE IV Oxigenoterapia

    Conceito

    Indicaes e Preucaes

    Dispositivos de Oferta UNIDADE V Fisioterapia nas principais doenas respiratrias

    Fisioterapia na Atelectasia

    Fisioterapia na Doena Pulmonar Obstrutiva Crnica

    Fisioterapia nas Doenas Pleurais

    Fisioterapia no Edema Pulmonar

    Fisioterapia na Asma

    Fisioterapia na Pneumonia UNIDADE VI Exames Funcionais Respiratrios

    Gasometria arterial e Equilibrio cido-Bsico

    Espirometria

    Manovacuometria

    Pico de Fluxo Expiratrio UNIDADE VII Reabilitao Pulmonar

    Breve histrico

    Seleo e Avaliao dos Pacientes

    Prescrio de Exerccios

    Adaptaes Fisiolgicas UNIDADE VIII Pediatria e Neonatologia

    Particularidades anatomo-fisiolgicas do sistema respiratrio

    Terapia de expanso pulmonar e higiene brnquica

    Recursos Teraputicos com Presso Positiva

  • PROCEDIMENTOS DIDTICOS

    - Exposio dialogada (aulas tericas): de acordo com o contedo programtico. - Discusso e resoluo de exerccios para fixao e casos clnicos - Sesses de estudo seguidas de debate - Leitura dinmica de textos - Aula prtica supervisionada: dividida em demonstrao prtica dos mtodos e tcnicas fisioteraputicas; e, assistncia aos pacientes durantes s prticas no campo de estgio.

    TRABALHOS DISCENTES EFETIVOS TDEs

    TDE Estudo dirigido abordando Fisiologia e Fisiopatologia Respiratria.

    TDE Pesquisa Biliogrfica abordando as seguintes tcnicas de desobstruo

    broncopulmonar (Drenagem Autgena , Ciclo Ativo da Respirao, ELTGOL, Manobra PEEP-

    ZEEP, Ventilao Percussiva IntraPulmonar, Tosse Mecanicamente assistida).

    TDE (Referente Unidade V) Discusso de Casos Clnicos abordando a atuao da

    fisioterapia nas principais doenas respiratrias.

    RECURSOS DIDTICOS

    Quadro branco;

    Utilizao de textos;

    Avaliao de casos clnicos;

    Visita ao hospital para observao e prtica supervisionada.

    SISTEMA DE AVALIAO

    A avaliao tem carter processual e diagnstico, objetivando o acompanhamento do desempenho do aluno no decorrer da disciplina, para tanto, devem ser considerados aspectos qualitativos como a participao ativa nas aulas e atividades acadmicas, o relacionamento aluno-professor e aluno-aluno, a cooperao, a competncia fundamentada na segurana dos conhecimentos adquiridos, a autonomia para aprofundar os conhecimentos, a pontualidade, o cumprimento de prazos na entrega de trabalhos, dentre outros.

    Cotidianamente, a cada aula, a avaliao ocorrer com base em procedimentos como: - discusso de temas relacionados aos contedos; - exerccios escritos; - produo textual; - estudos dirigidos; - demais atividades avaliativas correlacionadas aos objetivos da unidade de estudo. Alm dos aspectos qualitativos, sero observados os critrios objetivos regimentais: trs

    notas parciais (uma por ms, a cada 1/3 do contedo trabalhado, cumulativamente ou no) que sero compostas da seguinte forma:

    - avaliaes escritas individuais (provas) na proporo mnima de 70% para composio da nota;

    - atividades acadmicas individuais, na proporo de at 30% (quando estas se fizerem necessrias) para a composio da nota.

    Esto previstas como atividades acadmicas: - leitura, anlise e resumo de um artigo cientfico; - leitura, anlise e estudo dirigido de um texto; - discusso de casos clnicos ; Para avaliao das prticas sero admitidos: - relatrio parcial das atividades prticas;

  • - portflio da prtica e/ou outros instrumentos que se fizerem necessrios. Nas prticas assistidas desenvolvidas em campo, as habilidades especficas e o

    desempenho do discente quando em atendimento sero avaliados com base em roteiro prprio, associado ficha de avaliao adotada para este caso, alm de prova terico-prtica (ex. anlise de caso com plano de tratamento).

    Em consonncia s normas institucionais, no obtendo mdia para aprovao a partir das

    trs notas parciais, o discente poder fazer prova substitutiva e, se necessrio, prova final.

    NOTA 1 = (Nota Prova x 0,7) + (Nota - Fichamento Artigo Cientfico x 0,3)

    NOTA 2 = (Nota Prova x 0,7) + (Nota - Resumo Artigo Cientfico x 0,3)

    NOTA 3 = Nota Prtica Assistida

    ARTIGO CIENTFICO E TEXTO PARA ATIVIDADES ACADMICAS

    TEXTO - Fisioterapia em pacientes crticos adultos: recomendaes do Departamento de Fisioterapia da Associao de Medicina Intensiva Brasileira. Rev Bras Ter Intensiva. 2012; 24(1):6-22. Disponvel em www.gefir.com.br no Link Artigos e http://rbti.org.br/download/artigo_2012510202847.pdf ARTIGO CIENTFICO Langer et al. Guia para prtica clnica: fisioterapia em pacientes com doena pulmonar obstrutiva crnica (DPOC). Rev Bras Fisioter, So Carlos, v. 13, n. 3, p. 183-204, mai./jun. 2009

    REFERNCIAS

    BSICAS AZEREDO, Carlos Alberto Caetano. Fisioterapia Respiratria Moderna. 4ed. Manole: SP,

    2002.

    DETURK, William E. Fisioterapia cardiorespiratria baseada em evidncias. Porto Alegre:

    Art Med, 2007.

    SARMENTO, George Jerre Vieira. O ABC da fisioterapia respiratria. Barueri,SP:

    Manole,2009.

    COMPLEMENTARES AZEREDO, C. A. C.de. Fisioterapia respiratria no hospital geral: expanso, reexpanso e

    recrutamento alveolar. So Paulo: Manole, 2000.

    IRWIN, Scot, TECKLIN, Jan Stephen. Fisioterapia CardioPulmonar. Barueri,SP:Manole, 2003.

    TARANTINO, A. B.. Doenas pulmonares. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

    PRYOR, J. A.; WEBBER, A. B. Fisioterapia para problemas respiratrios e cardacos. Rio

    de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

    SARMENTO, G.J.V. Fisioterapia Respiratria em Pediatria e Neonatologia. Barueri,

    SP:2007.

    Prof. Esp. Gustavo de Jesus Pires da Silva

    Carimbo de aprovao da

    Coordenao de Curso

    http://www.gefir.com.br/http://rbti.org.br/download/artigo_2012510202847.pdf

Recommended

View more >