FrontEiras ReCueRo 2014

  • Published on
    03-Oct-2015

  • View
    13

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Artigo de Raquel Recuero

Transcript

  • [Verso preprint.] RECUERO, Raquel. Contribuies da Anlise de Redes Sociais para o Estudo das Redes Sociais na Internet: O caso da hashtag #Tamojuntodilma e #CalaabocaDilma. Revista Fronteiras (Online): Vol 16, p.1, 2014.

    Contribuies da Anlise de Redes Sociais para o Estudo das Redes Sociais na Internet: O caso da hashtag #Tamojuntodilma e #CalaabocaDilma

    Contributions of Social Network Analysis for the Study of Online Social Networks: A case study of hashtags #Tamojuntodilma and #Calaabocadilma

    Resumo: Este trabalho busca discutir as contribuies da perspectiva de Anlise de Redes Sociais (ARS) para o estudo das redes sociais na Internet. Na primeira parte do artigo, so apresentadas e problematizadas algumas das bases da ARS e suas mtricas, bem como outras questes envolvidas. Na segunda parte, fazemos uma anlise de duas hashtags relacionadas aos protestos que aconteceram no Brasil em Junho de 2013, que apareceram no Twitter durante o pronunciamento nao da presidenta Dilma Rousseff. A primeira que representou um grupo de apoio (#tamojuntodilma) e a segunda, que representou um grupo de crticos (#calaabocadilma). Atravs da ARS demonstramos atravs de medidas os diferentes aspectos das redes sociais constitudas em torno de cada rede, notadamente a articulao de um grupo em torno da primeira hashtag e a organicidade da segunda, que emerge como uma resposta. Abstract: The following work brings to the discussion the contributions of social network analysis (SNA) to the study of online social networks. In the first part of the paper, we discuss the basics of SNA, its approach and metrics. On the second part, we focus on the analysis of two hashtags connected to the protests that happened in Brazil in June of 2013, that appear in Twitter during the president's Dilma Rousseff pronouncement to the Nation. The first hashtag (#tamojuntodilma - we are togheter dilma) was a supportive one. The second (#calaabocadilma - shut up dilma) was a critical one. Using SNA we show how the firts one was organized by a group and the second one emerges as a response to the first. Palavras- chaves: Anlise de Redes Sociais. Redes Sociais na Internet. Conversao em Rede. Keywords: Social Network Analysis. Online Social Networks. Networked conversation. 1. Introduo

    As redes sociais na Internet representam um novo e complexo universo de fenmenos

    comunicativos, sociais e discursivos. No porque a existncia de "redes sociais" ou sua anlise

    sejam algo novo, mas porque sua reinscrio no ciberespao apresenta novos elementos e novas

    dinmicas para seu estudo (Recuero, 2009; Benevenuto, 2010; Malini & Antoun, 2013). E essas

    dinmicas tornam-se mais relevantes tambm com o advento dos sites de rede social1 (boyd &

    Ellison, 2007), que provm um novo contexto para as redes, permitindo o registro de parte dessas

    dinmicas sociais e seu acesso pelos pesquisadores. tal registro que permite, pela primeira vez,

    que interaes e conversaes sejam mapeadas e estudadas em larga escala. No sem surpresas, o 1 As autoras definem site de rede social como aquela ferramenta online que prov os usurios com trs elementos: a construo de um perfil pblico ou semi pblico, a publicizao das suas redes sociais e a navegao por dentro dessas redes por outras pessoas.

  • foco renovado pela disponibilidade de dados empricos trouxe novo flego para os estudos de redes

    sociais e suas apropriaes no ciberespao (vide, por exemplo, Amaral, 2010; Zago 2010; Zago &

    Rebs, 2011; Pereira & Arajo, 2013).

    Entretanto, o estudo das redes sociais ainda carece de ferramentas metodolgicas e focos

    especficos que permitam lidar em larga e pequena escala com os dados relacionais que so

    coletados. a partir deste ponto que nasceu este artigo. Pretendemos, assim, resgatar o paradigma

    (Freeman, 2004) de estudos da Anlise de Redes Sociais, (ARS) buscando situ-la conceitual e

    empiricamente para o estudo das redes sociais na Internet e suas conversaes. Para tanto,

    discutiremos inicialmente os elementos principais da reinscrio das redes sociais no ciberespao,

    depois levando-os para a discusso de como constituda e quais so os elementos de anlise da

    ARS. Para tornar as contribuies dessa perspectiva ainda mais evidentes, apresentamos um estudo

    de caso pontual, focado em duas hashtags2 que tomaram os Trending Topics3 do Twitter4 no dia 21

    de junho de 2013, logo aps o pronunciamento da presidenta Dilma Rousseff nao a respeito dos

    protestos que aconteceram durante os dias anteriores em vrias cidades do Brasil. Esses protestos,

    que foram marcados pela maior manifestao popular do Pas dos ltimos anos, iniciaram-se

    pontualmente como uma manifestao contra o aumento das tarifas de transporte coletivo

    organizadas principalmente pelo Movimento Passe Livre. Com a violenta represso policial que se

    seguiu a essas manifestaes, notadamente em So Paulo no dia 13 de junho, os protestos

    espalharam-se pelo Pas, ocorrendo em mais de 400 cidades diferentes e levando mais de de 2

    milhes de pessoas s ruas5. No dia 21 de junho, aps uma semana turbulenta, a presidenta

    finalmente faz um pronunciamento nao, respondendo aos protestos. Durante o pronunciamento,

    surgem no Twitter as hashtags que escolhemos para este estudo. Elas foram #TamojuntoDilma e

    #CalaaBocaDilma, refletindo o apoio e a crtica ao pronunciamento. Neste estudo, procuraremos

    mostrar como a ARS permite que se identifiquem padres nos dados que podem elucidar os

    contextos e as dinmicas dos grupos que se manifestaram.

    2. O Contexto das Redes Sociais na Internet

    2 Uma hashtag constitui-se em uma etiqueta de "contexto" no Twitter, que aponta de forma especfica um termo que no apenas constri contexto, mas igualmente permite que o tweet seja buscado e recuperado tambm pela etiqueta. Em geral representada pelo sinal "#". 3 Trending Topics constituem-se em uma lista de 10 termos e palavras que esto sendo "mais comentados" no Twitter durante um determinado perodo. Embora o algoritmo que seleciona esses termos seja fechado, o site da ferramenta d uma breve explicao. https://support.twitter.com/articles/101125-faq-about-trends-on-twitter No caso, para este trabalho, foram coletadas as hashtags porque estavam na lista dos Trending Topics do Brasil na data. 4 http://www.twitter.com 5 Os dados aqui apresentados foram coletados pela pesquisadora em conjunto com outros colegas durante estudo sobre os protestos no Brasil e sero futuramente publicados de forma detalhada. Tambm h outras informaes aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Protestos_no_Brasil_em_2013

  • O conceito de rede social est associado pelos estudos de socilogos, psiclogos e outros

    estudiosos ao trabalho de Simmel (Wasserman & Faust, 1994) e Moreno6 (Degenne & Fors, 1999),

    que no incio do sculo XX desenvolvem trabalhos que focam as estruturas sociais e as redes de

    filiao dos atores sociais. Entretanto, a anlise de redes sociais tem antecedentes ainda mais

    longnquos. Scott (2004) traa parte desses precursores aos trabalhos da antropologia estrutural-

    funcionalista (principalmente atravs de Radcliffe-Brown) e prpria Gestault, como um dos

    fundamentos da anlise das dinmicas dos grupos sociais. O conceito de rede social, deste modo,

    no surge com os estudos do ciberespao. Ao contrrio, est atrelado a uma perspectiva de estudo

    que demarcada fortemente pelo conjunto de trabalhos que vai fundamentar o prprio paradigma

    da Anlise de Redes Sociais. Trata-se, assim, de uma forma de observar a estrutura social

    (Wasserman & Faust, 1994), construda a partir dos dados relacionais dos atores sociais (indivduos

    ou instituies e grupos) e suas interrelaes. Scott (2004) explica que "em cincia social, a

    abordagem estrutural que baseada no estudo da interao entre atores sociais chamada anlise de

    redes sociais. As relaes que os analistas de redes sociais examinam so, geralmente, aquelas que

    conectam indivduos humanos"7 (p.2). Entretanto, ressalta o autor, os estudiosos tambm podem

    focar redes onde os atores so grupos ou organizaes. O que interessa ao estudioso de ARS so os

    "padres de laos sociais" nos quais os atores esto envolvidos.

    As redes sociais em sua representao no ciberespao so um pouco diferentes das redes

    sociais no espao offline. Primeiramente, porque as conversaes e as trocas sociais deixam rastro

    no online (boyd, 2010, Recuero, 2012). Esses "rastros" so publicados, arquivados, e portanto, so

    recuperveis e buscveis. Segundo, porque a prpria representao do grupo social no ciberespao

    altera o grupo em si. Essas redes so representadas principalmente atravs dos sites de rede social e

    daquelas outras ferramentas que permitiram sua apropriao deste modo. As redes representadas

    nessas ferramentas, assim, sofrem menos com a temporalidade das relaes offline. No tm, por

    exemplo, seus laos desgastados pela falta de contato. Constituem-se em redes mais estveis e, com

    isso, mais complexas, maiores e compreendendo uma pluralidade de relaes mais ampla que

    aquela das redes offline. Ellison, Steinfeld & Lampe (2007) por exemplo, fizeram um estudo amplo

    indicando como o Facebook8, enquanto suporte das relaes sociais, modificou os processos sociais

    das pessoas, permitindo que atores que no tinham mais contato devido a distncia pudessem

    investir ainda nesses laos sociais. No caso, o estudo mostrou que a ferramenta permitia aos atores a 6 Moreno, por exemplo, um pre