Grito Ecetista Dezembro 2012

  • Published on
    28-Mar-2016

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

gritoecetista

Transcript

<ul><li><p>dezembro / 2012</p><p>m um claro desrespei-to aos trabalhadores, </p><p>a empresa est convocando os ecetistas para trabalhar no prximo final de semana (dias 22 e 23 de dezembro), as vsperas do Natal. </p><p>Para o Sindicato, os tra-balhadores jamais deveriam ser convocados aos domin-gos, pois amplia a jornada de trabalho, desgastando enor-memente os ecetistas. Essa uma convocao arbitrria. O Sindicato tem buscado bar-rar esta medida da empresa, mas infelizmente ela tem sido insensvel com as reivindica-es.</p><p>Para completar a arbitra-riedade, a empresa no quer conceder o direito de duas folgas, se limitando a infor-mar que vai pagar os 200%. Isso viola o disposto no acor-do coletivo que d o direito ao trabalhador de trocar o tra-balho aos domingos por duas folgas.</p><p>Essa intransigncia da empresa, dirigida por Omar, demonstra o seu verdadei-ro interesse: oprimir a clas-se trabalhadora. O Sindicato no aceita esta arbitrariedade e vai continuar pressionando para garantir os direitos dos trabalhadores, inclusive re-correndo justia. </p><p>Companheiros ecetistas, che-gamos a mais um final de ano e ns, da direo do SINTECT-RJ, felicitamos a todos os trabalha-dores, que mesmo com todos os problemas e adversidades do dia a dia nas unidades estiveram ao lado da entidade classista, que nunca abandonou a luta.</p><p>Nossa categoria jamais cair ante a sanha dos patres, pois sabemos que os ecetistas do Rio de Janeiro so um bastio na trin-cheira de luta contra essas pes-soas. Agradecemos a todos que acreditam no direcionamento po-ltico desta entidade classista.</p><p>Desejamos a todos um feliz natal e um ano novo de vitrias, pois j em janeiro estaremos combatendo o bom combate. Te-mos f e vontade de luta para conquistar dias melhores. Cor-reio unido muito forte, avante companheiros. Essa luta nossa e sua. Fora patres. Viva os tra-balhadores. Forte abrao, a luta continua. </p><p>Eleies do SINTECT-RJ, dias 29, 30 e 31 de janeiro de 2013</p><p>DR/RJ massacra trabalhadores ao convocar para sbado e domingo</p><p>Editorial</p><p>E</p><p>Ronaldo Secretrio Geral do SINTECT-RJ</p><p>OMAREVERTON</p></li><li><p>2O SINTECT-RJ partici-pou mais uma vez da fes-ta de fim de ano do CDD Freguesia, quando foram entregues presentes para centenas de crianas que escreveram sua cartinha para o Papai Noel.</p><p>A parceria do Sindicato, com os ecetistas e outros colaboradores j est no seu quarto ano. So cente-nas de crianas que reali-zam o sonho de ganhar um pre-sente de natal. A festa aconte-ceu no dia 12 de dezembro, no clube do Largo do Anil, onde a direo do Sindi-cato esteve para contribuir com esse gesto de carinho.</p><p>Os trabalhadores do CDD Pilares paralisaram o servi-o por 24 horas por conta da falta de condies de traba-lho. Os diretores do Sindica-to, Andr Sambag e Edna, </p><p>CDD NiteriOs trabalhado-res que restaram na unidade esto denunciando que vrios companheiros foram emprestados para outras lotaes e que no chegou ningum para a reposio. Por causa disso, metade dos escaninhos fica vazio na hora da triagem, pois h ainda trabalhadores afastados por problemas mdicos. A empresa diz que a situao vai melhorar em janeiro. Vamos cobrar!</p><p>CDD So GonaloOs trabalhadores denunciam que a cobrana da empresa aumenta a cada dia. Agora tem horrio at para sair para a entrega, sem importar a quantida-de de objeto do dia.</p><p>CDD ItaboraA empresa alega que vai implantar um SAP dife-rente. O Sindicato alerta que o SAP pode ser igual, diferente ou parecido, o importante no assinar. </p><p>CDD TribobValeu a espera. Os trabalhadores no param de comemorar a sada da antiga gesto. Os carteiros tinham razo, atualmente o ambiente no local de trabalho est extremamente melhor.</p><p>CEE Santo CristoOs carteiros motorizados esto revoltados. A co-brana enorme, mas o valor da portaria ridculo.</p><p>CDD Del CastilhoOs trabalhadores no aguentam mais os dias de ve-ro na unidade, alm da poeira excessiva, a tempe-ratura interna chega aos 45. Segundo a categoria o verdadeiro caldeiro do diabo, pois a unidade sequer tem ventiladores. Acorda, Omar!!!</p><p>CDD Rocha MirandaOs trabalhadores no aguentam mais o gestor Jorge Mentirinha. Sua gesto no tem dilogo e a catego-ria quer sua sada. Fora mentirinha. </p><p>Everton CooperQuer convocar os trabalhadores para trabalhar aos domingos, contrariando o acordo coletivo e leis trabalhistas vigentes. No entanto, gestores vo aos domingos nas unidades, fazem cara de paisagem e tm seus proventos triplicados. Que vergonha!!!</p><p>GerenVentiladores e banheiros quebrados, elevadores e bicicletas sucateadas. Walker, acorda!!</p><p>Eleies do SINTECT-RJ, dias 29, 30 e 31 de janeiro de 2013</p><p>Festa de Natal presenteia centenas de crianas</p><p>Paralisao do CDD Pilares</p><p>estiveram na unidade e ou-viram todas as denncias.</p><p>At o momento, pou-ca coisa foi feita para me-lhorar a qualidade do CDD e os trabalhadores esto </p><p>indignados. Os ventilado-res, por exemplo, continu-am quebrados. O Sindicato est acompanhando o caso e no descarta novas para-lisaes.</p><p>Sindicato em ao</p><p>Os diretores </p><p>Camello, </p><p>Ronaldo e </p><p>Brazil na festa </p><p>de Natal.</p></li><li><p>3O Grito Ecetista uma publicao do SINTECT/RJAv. Pres. Vargas, 502, 14 andar - Centro Rio de Janeiro RJ Cep: 20071-000. Tel: (21) 22213-2788 / 2213-2789 / 2213-2790 www.sintectrj.org.br e-mail: imprensa@sintectrj.org.brDiretores de Imprensa: Marcos Santaguida e Andr MessiasJornalista Responsvel: Marcos Pereira JP24308RJ - Programao Visual: Marcos AzevedoTiragem: 10.000 - As matrias publicadas so de responsabilidade da Diretoria do SINTECT/RJ</p><p>EXPEDIENTE</p><p>Como o Dissdio estipulou que a Fentect deveria negociar a PLR e esta fez pirraa, se retirando da negociao, os trabalhadores podem ficar na mo com uma PLR decidida arbitrariamente pela ECT.</p><p>Para tentar corrigir esta lambana, os Sindica-tos Unificados, que congregam os sindicatos do Rio, So Paulo, Bauru e Tocantins, estiveram reu-nidos com a ECT nos dias 4 e 5 de dezembro para tratar da PLR.</p><p>Entretanto, no caso da PLR 2012, pelo fato de a Fentect ter se retirado das negociaes, a ECT fez uma PLR sem acordo com os trabalhadores. A discusso agora se d para a PLR 2013, que ser paga em 2014. Os Sindicatos Unificados esto ne-gociando com a ECT, pois se depender da Fentect, esta tambm ir para o buraco.</p><p>O secretrio-geral do SINTECT-RJ, Ronaldo Martins, esteve em Braslia junto com os Sindica-tos Unificados para discutir a PLR 2013. Foi apre-sentada uma proposta de prorrogao do prazo de negociao para promover um maior debate com a categoria, visto que o prazo final foi 15/12. Os Sindicatos Unificados solicitaram ainda a docu-mentao sobre os lucros auferidos pela ECT at o momento para que nossa assessoria tcnica possa fazer uma avaliao para a negociao.</p><p>Segundo Ronaldo Martins, esse descompro-misso da Fentect com os trabalhadores evidencia a necessidade de construir um novo caminho de luta. A desfiliao da Fentect foi o caminho corre-to, eles quase destruram a Campanha Salarial e agora fazem lambana com a PLR, mas os traba-lhadores podem ter certeza que, no que depender do Sindicato do Rio, a luta vai continuar por uma PLR justa.</p><p>Veja ao lado a ata das reunies da ECT com os Sindicatos Unificados:</p><p>Eleies do SINTECT-RJ, dias 29, 30 e 31 de janeiro de 2013</p><p>PLR 2012: Fentect deixa trabalhadores </p><p>na mo</p></li><li><p>4Em assembleia realizada no dia 28/11, os trabalhadores dos Correios do Rio de Janeiro aprovaram o afas-tamento por 6 meses dos diretores que desrespeitaram o estatuto da en-tidade e as decises do Sindicato e dos trabalhadores: Ana Zlia, Cludio Roberto, Antnio Carlos Fernandes Constantino, Jos Germano e Carlos Luciano Azevedo dos Santos.</p><p>Os diretores afastados realizaram uma srie de irregularidades e des-respeitaram frontalmente as decises da categoria. Estiveram envolvidos diretamente no famigerado Vale-far-mcia, onde os ecetistas nunca fo-ram consultados, tambm esto no caso denunciado por um membro do Conselho Fiscal da Fentect sobre irre-gularidades financeiras, alm de pro-moverem assembleias paralelas, con-trariando a deciso do Sindicato e dos </p><p>Na assembleia do dia 28/11 foi aprovado o parecer da comisso eleitoral que suspendeu os dire-tores Claudio, Zlia, Constantino, Azevedo e Germano. Estes direto-res foram os responsveis pela con-</p><p>Eleies do SINTECT-RJ, dias 29, 30 e 31 de janeiro de 2013</p><p>Aprovado afastamento de diretores por desrespeito ao estatuto A disputa eleitoral no Sindicato e a violncia contra os diretores</p><p>trabalhadores, entre outras situaes. Esses diretores afastados h muito </p><p>deixaram de estar ao lado dos traba-lhadores para se aliarem empresa. Para isso, atuam conjuntamente com Janjo X-9 e o diretor regional Omar Caveiro, tudo no intuito de entregar o Sindicato para a empresa.</p><p>A Comisso de tica, eleita em assembleia no dia 16 de outubro e formada por Hermano Leonel, Moacir da Rocha e Jos Robson de Menezes, apresentou um parecer designando o afastamento por 6 meses de cada um desses diretores.</p><p>Em votao secreta, os trabalha-dores acataram o parecer da Comis-so de tica: votaram pelo afasta-mento 100 trabalhadores, 54 contra o afastamento e 2 anularam o voto (em breve publicaremos o contedo completo do parecer).</p><p>Assembleia marcada por provocaes</p><p>Durante toda a assembleia a turma da oposio ligada empre-sa provocou a mesa na tentativa de criar confuso e afastar os trabalha-dores. Como os companheiros que conduziram a assembleia no cede-ram s provocaes, eles resolveram partir para a violncia.</p><p>Foi por isso que o diretor suspen-so Claudio resolveu puxar com vio-lncia o fio do microfone enquanto o diretor Ronaldo Leite falava. Com isso, Claudio tentava acabar com a assembleia. O fio estava enrola-do na mo do companheiro Leite e </p><p>vocao das assembleias paralelas que quase derrotaram os trabalha-dores na campanha salarial.</p><p>Com a deciso, os trabalhadores disseram no a diviso e a esta tenta-tiva patronal de derrotar a categoria.</p><p>quando foi puxado acabou quebran-do o microfone e machucando a mo do companheiro Ronaldo Leite.</p><p>Mas a assembleia no acabou e no fim estas pessoas foram punidas pelos trabalhadores com suspenso do Sindicato por seis meses. O re-sultado foi de 100 votos a 54 para que os diretores fossem punidos.</p><p>A atitude do Claudio foi um ato de violncia gratuita, desonesta e inconsequente. Tive que ir ao hos-pital e por sorte no houve uma leso mais sria na mo, declarou Ronaldo Leite.</p><p>O SINTECT-RJ j est com seu boletim ele-trnico de notcias da categoria. Se voc ainda no recebe, envie um email para im-prensa@sintectrj.org.br e coloque no assunto Assinar. Voc receber no seu email todas as notcias da categoria no Rio de Janeiro. O Sindicato tambm est com sua pgina no fa-cebook, procure por: Sintect Rio de Janeiro. </p><p>Receba o boletim eletrnico do SINTECT-RJ</p><p>Ronaldo Leite teve que ser atendido no hospital pela agresso</p></li></ul>