Habitat do panda gigante de Sichuan

  • Published on
    10-Jan-2017

  • View
    222

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 1http://www.cri.com.cn

  • http://portuguese.cri.cn 3http://www.cri.com.cn2

    30 de setembro de 2013Fanzine

    O tempo nunca parou e chegamos a mais um ano novinho. Neste ano, a publicao do CRIpor completa nove anos de idade e tem o novo nome, que Fanzine (Descobrimento, em chins). Como disse o escultor francs Auguste Rodin, nunca falta a beleza na vida, o que falta os olhos que podem descobri-la. Esperamos que esta revista d alguma ajuda para voc descobrir a beleza e amizade ao seu lado. Porque elas esto ao redor de voc mesmo.

    Carta ao LeitorDescubra a beleza ao seu lado

    ,

    Ecos 4 Cartas de leitores Fique por Dentro 6 Vice-primeiro-ministro chins Wang Yang se rene com chanceler angolano Georges Chikoti

    7 China e Guin-Bissau buscam cooperao da imprensa

    Foco 8 Festa do Meio Outono

    10 Portugueses na China, uma histria de 500 anos

    Economia 12 Investimento chins no Brasil atinge US$24,4 bilhes 244

    Histria da Capa

    Boletim de Programao

    Horrios e Frequncias

    P35

    P28

    P24

    1. O CRIpor promove durante setembro e dezembro o concurso Patrimnio Mundial na China. Os participantes que acertem todas as respostas, vo ganhar um prmio da emissora.

    2. O CRIpor vai lanar uma nova srie de seis cartes QSL alusiva ao Patrimnio Mundial na China. O direito para a escolha dos desenhos est na sua mo. s participar e selecionar as fotos favoritas.

    Na China, o leque um objeto de arte muito usado para afugentar o calor. Os registros sobre o leque datam das dinastias Shang e Zhou, h cerca de trs mil anos.

    Os materiais mais utilizados so papel, seda, penas, folhas de palmeira ou bambu. Suas formas se diversificam entre redonda, quadrada, pentagonal, hexagonal ou na semelhana de um girassol.

    Escrever poemas e fazer pinturas em leques tambm um costume chins. Em todas as pocas, muitos calgrafos e pintores de prestgio imprimiram obras extraordinrias nesse tipo de instrumento.

    P14-P17

    Cultura 14 Ms Cultural do Brasil na China

    Imagem 20 Pessoas que tratam do tempo

    Cores na Tradio 22 Que significado tem a prpura na China Patrimnio Mundial na China 24 Habitat do panda gigante de Sichuan

    Turismo 28 Farmcia Huqingyutang, smbolo da medicina tradicional ,

    Paladar 30 Comida vegetariana chinesa est na moda

    31 Aletria cristalina frita com carne picada

    Lendas e Contos da China 32 Pedir desculpas com pau amarrado s costas

    Passatempo

    P12

  • http://portuguese.cri.cn4 http://portuguese.cri.cn

    http://portuguese.cri.cn/tinglian09.htm

    Brasil, Ailton Corra

    5

    Siga-nos para uma viagem ao passado e um passeio pelo presente. Arte, literatura, dana, comportamento, tradies e tudo mais sobre o mundo da

    cultura no programa Nos Ares da Cultura.

    Os encantos da ChinaOuvir ao suave som de xun,Saborear os diversos gostos de dim sum.Esplndido! Desbravador! A China um universo encantador!Nas razes de sua tradio, trazes os encantos de XianCativa, enfeita e feitiaA montanha Huangshan, seus visitantes.Nacerejeira flor, tambm, porque so apaixonantes.Tesouro mais valioso o seu povo queOua esta declarao, a Taa de gata!So eles a riqueza mais que suas joias e pratas.Desmistifica e fortalece, os guerreiros de terracotaA fora humana que no morre e jamais derrota.Cantonense a pera que emociona.Hoje, e sempre, s a terra que impressionaInvade meus olhos, conquista minha ateno! Na terra de Buda que encontroAfego, encanto e paixo.

    12

    Fanzine Ouvi r rdios internacionais ajuda o seu trabalho como apresentador na rdio local?

    Rogrio Claro. At os anos 90 quando no existia internet, aprendamos muito ouvindo a programao das emissoras internacionais, muitas vezes gravvamos os programas em fita K-7 para ouvir depois. Hoje com a internet, podemos ouvir, baixar e ler/ver todo o contedo atravs dos sites das emissoras. Parabns ao site do CRIpor que foi muito bem elaborado, facilitando muito a pesquisa dos ouvintes e internautas.

    Fanzine Na opinio de um profissional, o que acha da programao do CRIpor? Tem alguma sugesto? Rogrio Maravilhosa, pois aborda todos os assuntos importantes do ponto de vista desse pas. Nos fala de msica, culinria, folclore, costumes, cultura de forma geral e tambm nos d oportunidade de maneira

    democrtica de nos manifestarmos e tirarmos nossas dvidas atravs de seus belos programas.

    Fanzine Voc faz parte do grupo de radioescutas Ondas Amigas? Rogrio Sim, somos um grupo de oito pessoas. Adoramos ouvir rdio, em especial, as ondas curtas. Nos reunimos sempre que possvel na casa de um dos integrantes do grupo para ouvirmos rdio, conversar e fortalecer nossa amizade.

    Fanzine O grupo promove ainda atividades diversificadas entre os dexistas?Rogrio Sim, procuramos estimular outras pessoas a conhecer os programas transmitidos pela rdio, especialmente os transmitidos por emissoras internacionais. Tambm promovemos algumas atividades estimulando os dexistas a continuarem prestigiando todos os tipos de transmisso, mas em especial, as transmisses em ondas curtas.

    Brasil, Cludio CarvalhoMuito original e digna de

    louvor a iniciativa do projeto Tribunal Itinerante sob o Sol, criado por juzes e funcionrios do setor judicirio da provncia de Guizhou da China(Pgina 20, Fanzine, n1, 2013). Buscando solucionar as questes jurdicas in loco com a presena das partes envolvidas este procedimento traz agilidade e rapidez na soluo dos processos. Atitudes como estas deveriam ser copiadas, estimuladas por todos. Aqui mesmo no Brasil, o poder judicirio vive com um grande nmero de processos a serem analisados por falta de funcionrios.

    Parabenizo ao mesmo tempo ao judicirio chins por esta ao inovadora e eficaz de levar justia

    aos mais distantes rinces da China, como tambm equipe da Fanzine por esta interessante matria.

    Portugal, ngela Sofia NevesSou aluna de Tai Chi e a minha

    professora numa aula levou uma publicao vossa, a qual adorei e queria aproveitar o e-mail para dar os parabns pelo excelente trabalho. Achei espetaculares os artigos, os assuntos so muito interessantes e a impresso excelente. Tambm j fui pesquisar e tenho visitado o vosso site, do qual tambm gosto muito.

    Queria tambm pedir se me podiam enviar a revista, gostei mesmo muito dela e gostaria imenso de a receber.

    Rogrio Kruger, de 53 anos, um radioamador vindo da cidade brasileira de Nova Prata, do Estado do Rio Grande do Sul. Ele trabalha como locutor num programa de rdio numa emissora local, comeou a escutar rdios pelas ondas curtas desde os anos 80 e um ouvinte assduo do CRIpor.

    Aprendo com as rdios internacionaisRogrio Kruger e sua esposa Mineia

    Reprter do CRIpor lana o primeiro livro na China sobre a histria do futebol brasileiro Futebol de Samba

    2014

    www.z.cn

    http://www.cri.com.cn

    OC 12096, 11640, 9410, 9685, 6100 quarta-feira 19:00 - 20:00 (UTC) 22:00 - 23:00 (UTC)

    FM 91,4 em Lisboatera-feira 20:00 - 21:00 sbado 17:00 - 18:00

    Guo Dan

    Shi Liang

  • http://portuguese.cri.cn 7http://www.cri.com.cn6

    O vice-primeiro-ministro chins, Wang Yang, reuniu-se no dia 16 de setembro em Beijing, com o chanceler angolano, Georges Chikoti. Durante o encontro, Wang Yang relembrou que este ano marca o 30 aniversrio do estabelecimento das relaes diplomticas entre a China e Angola. O governo chins quer reforar a confiana poltica mtua, aprofundar a cooperao pragmtica e intensificar a coordenao nos assuntos internacionais e regionais a fim de beneficiar os dois povos.

    Por sua vez, Georges Chikoti disse que a China tem ajudado Angola participando na construo ps-guerra. As empresas chinesas deram importantes contribuies para o desenvolvimento econmico e para a melhoria da vida da populao angolana. A parte angolana espera o progresso das relaes bilaterais de parceria estratgica.

    9 16 30

    30

    Vice-primeiro-ministro chins Wang Yang se rene com chanceler angolano Georges Chikoti

    Estudantes de diversos pases apelam paz mundial

    Entre o dia 28 de julho e 18 de agosto de 2013, foi realizada em Parkview Green Gallery, em Beijing, a exposio de fotografias Da Amaznia ao Iguau de Chen Lsheng, vice-presidente do Museu Nacional da China. Foram exibidas 80 fotografias feitas por Chen durante sua viagem Amaznia e Foz do Iguau em fevereiro deste ano. As fotos mostram aos visitantes as belas paisagens da Amaznia e das cataratas do Iguau, bem como a vida dos habitantes locais.

    7 28 8 18

    80 2

    Exposio de fotografias Da Amaznia ao

    Iguau realizada em Beijing

    Antigas estrelas do clube espanhol Real Madrid estiveram em Beijing para um amistoso frente s antigas glrias da equipe

    local, Beijing Guoan, no dia 20 de setembro. A partida que se disputou no Estdio dos Trabalhadores em Beijing terminou com uma vitria expressiva do clube espanhol por 5 a 2.

    O craque que mais ateno atraiu entre os adeptos chineses foi o jogador portugus, Lus Figo. O atleta galardoado com o prmio de Melhor Jogador do Mundo no ano de 2001 continua a mostrar, aos 40

    anos, o porqu de ter merecido essa distino da FIFA, apesar de ter pendurado as chuteiras em 2009. Alguns dos melhores momentos

    do jogo foram protagonizados pelo jogador portugus, que esteve perto de marcar com uma linda jogada de bicicleta.

    Alm do jogo, Lus Figo tambm participou de vrias atividades fora do campo durante a sua visita, tais como um banquete de caridade e um encontro com torcedores, que proporcionou aos seus fs a oportunidade de conhecerem o craque pessoalmente.

    Antigas estrelas da Real Madrid e de Beijing Guoan fazem amistoso

    O embaixador chins na G u i n - B i s s a u , Wa n g H u a , encont rou-se no d ia 26 de setembro com o secretrio de Estado da Comunicao Social do pas, Armindo Handem, trocando profundamente as opinies sobre o intercmbio e a cooperao de imprensa entre os dois pases.

    2013 9 26

    China e Guin-Bissau buscam cooperao da imprensa

    Dia 21 de s e t embro , f o i celebrado pela Organizao das Naes Unidas, o Dia Internacional da Paz, institudo pela ONU em setembro de 2001. Este ano, a data teve como tema Educao para Paz.

    Na China estudantes estrangeiros do curso de Mestrado e Doutorado em Re laes In t e rnac iona i s

    Contemporneas da Universidade de Jilin, na cidade de Changchun, nordeste do pas, tambm comemoraram a data. J o v e n s d e o r i g e n s t o d i v e r s a s c o m o Paquisto, Finlndia, Turquia, Camares, Monglia, Uzbequisto, Peru, Libria, Monte Negro, ndia, Japo, Brasil, Coreia do Sul, frica do Sul e Estados

    Unidos, juntaram as mos e, direto da China, mandaram sua mensagem para o mundo de que a paz entre povos e culturas j uma realidade no cotidiano de grande parte da humanidade.

    A ao foi coordenada pelo estudante brasileiro de Mestrado, Rafael Lima. Ele disse que primeiro convidou seus amigos de sala de aula e logo se reuniram para decidir fazer um grande cartaz com a palavra PAZ (PEACE). Alguns dos participantes trouxeram bandeiras dos seus pases ou fizeram questo de se vestir com roupas tpicas, como foi o caso da estudante de Camares.

  • http://portuguese.cri.cn8 9http://www.cri.com.cn

    A Festa do Meio Outono, ou seja, a Festa da Lua, uma das maiores e mais tradicionais cerimnias familiares dos chineses. A data, segundo o calendrio lunar chins, celebrada no 15 dia da oitava lua do ano, noite de lua cheia. Este ano, ela caiu no dia 19 de setembro do calendrio solar.

    Tem origem, como a maior parte das festas, no mundo rural. Obedecendo aos milenares ritos agrcolas dos chineses, a Festa da Lua uma espcie de agradecimento no outono pela boa colheita pedida durante o Ano Novo chins. uma festa que assinala a passagem do tempo e das estaes e, sobretudo, uma festa de reunio da famlia e dos amigos. Os chineses que no tiveram a possibilidade de estar junto da famlia no ano-novo fazem tudo para poder marcar a presena nesta celebrao.

    A Festa da Lua muito ligada a uma lenda mitolgica chamada Chang E voa para a Lua. Chang E, sobrinha do imperador celestial, casou-se com Hou Yi, outra divindade do cu, e o casal levava uma vida feliz. Certo dia, acompanhou o marido para cumprir uma misso na Terra. Como ela almejou retornar ao Cu, tomou o elixir da imortalidade s escondidas e acabou morando sozinha na lua.

    Na noite desse dia, quando a lua cheia se levanta no horizonte, os idosos, junto com seus filhos e netos, sentam-se ao redor da mesa e contemplam a lua, comendo yuebing, ou seja, os bolinhos da lua.

    Como em todo o lado, a lua na China tambm

    casamenteira. Na Festa da Lua, nos pedidos que so feitos, os pais que tm filhos sem parceiros pedem para que os filhos encontrem a felicidade e o amor.

    Na provncia de Fujian, no sul da China, mulheres com vontade de engravidar penduram lanternas na porta da casa. De fato, o culto lua est muito ligado mulher e ao elemento feminino na China, pois a lua, na teoria de yin-yang da cultura tradicional chinesa, pertence ao yin. Alis, o perodo que comea com a festa e que se prolonga at ao inverno o perodo yin do ano.

    Comem-se bolinhos de lua, com forma redonda, a mesma da lua, neste dia. Caracterizados por recheios densos, eles so feitos com uma massa de torta seca, fina e ligeiramente doce. Tradicionalmente o recheio de sementes de ltus ou pasta de feijo ou ainda de amndoas ou amendoins, jujubas ou uma mistura de sementes e castanhas. Na provncia de Guangdong, no sul do pas, comum encontrar uma gema de ovo salgada no recheio para simbolizar a lua cheia.

    A crescente prosperidade econmica do pas provocou uma revoluo nos sabores dos bolinhos da lua. Alm das iguarias da culinria chinesa, os novos recheios incluem sabores mais familiares para os ocidentais, como abbora, papaia com queijo, batata--doce e pasta de ch verde. Devido ao fato de serem pesados, so normalmente comidos em pequenas quantidades, acompanhados de ch chins.

    Festa do Meio OutonoZhu Wenjun

  • http://www.cri.com.cn

    Em 1513 , Jo rge lva re s chegou China. Pelo que se conta, foi o primeiro europeu a pisar em solo chins. Viagem de sondagens. Quinhentos anos depois, precisamente no dia 2 de setembro de 2013, encontrou-se em Beijing, capital chinesa, um grupo de mais de 40 portugueses com o objetivo sublime de (re)visitar uma parte de sua histria, entre eles, o presidente do Centro Nacional de Cultura (CNC) de Portugal, catedrtico Guilherme D'Oliveira Martins, e como guia, um dos principais conhecedores das relaes sino- -ocidentais, o historiador, tradutor e sinlogo Antnio Graa de Abreu.

    A programao do grupo extensa. Uns 13 dias, em diversos lugares, como Beijing e Macau. E claro que entre 1513 e 2013 temos muitas marcas desses contatos. Marcas vivas, como as que podem ser sentidas no Antigo Observatrio Astronmico de Beijing, local do nosso encontro com o grupo. Relembre-se que 1774, o padre portugus Flix da Rocha foi nomeado como diretor do referido Observatrio.

    Nessa dana do tempo ali estvamos para participar de um workshop sobre o padre portugus Tmas Pere i ra (1645-1708) , grande exemplo da capacidade de construir amizades entre povos to diversos. No evento, primeiro vieram as palavras de boas vindas, proferidas pelo professor Zhu Jin, d...

Recommended

View more >