ISO/TS 29001

  • Published on
    31-Oct-2014

  • View
    106

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentao norma

Transcript

<p>ISO / TS 29001:2007ISO TS 29001 QUALIDADE PARA PRESTADORES DE PETRLEO E GS SISTEMA DE GESTO DA FORNECEDORES DE PRODUTOS E SERVIOS PARA A INDSTRIA DO NATURAL</p> <p>ISO TS 29001:2007 (Identical), Petroleum, petrochemical and natural gas industries Sector specific requirementsRequirements for product and service supply organizations</p> <p>Jos Carlos Silva 09-01-2013</p> <p>0.5 OBJECTIVO DESTA ESPECIFICAO TCNICA</p> <p>O objectivo desta Especificao Tcnica o desenvolvimento de um sistema de gesto da qualidade que promova a melhoria contnua, enfatizando a preveno de defeitos e a reduo da variao e desperdcio na cadeia de</p> <p>suprimentos e de prestadores de servios.</p> <p>Origem da TS-29001Em 1983, O Comit American Petroleum Institute sobre Qualidade (SC18) desenvolveu a primeira edio do Q1 especificao API para ser usada como exigncia do programa bsico de qualidade para o Programa do monograma API.</p> <p>O programa API Monogram identifica os fabricantes de equipamentosque demonstraram sua capacidade de produzir produtos sob um sistema de gesto da qualidade aprovado e totalmente em conformidade com a</p> <p>especificao aplicvel produto API.API emite uma licena para que estes fabricantes a aponham o monograma do API nos seus produtos como uma indicao da plena</p> <p>conformidade.</p> <p>A organizao a certificada ISO 9001. Quo perto est de atender os requisitos de aplicao do monograma API Programa?</p> <p>Muito prximo. A Certificao ISO 9001 significa quevoc atende aproximadamente 85% da API Spec Q1.</p> <p>A "evoluo" da API Q1/ISO TS 290011984 - Q1 1stEdition 1988 - Q1 2ndEdition 1990 - Q1 3rdEdition 1992 - Q1 4thEdition 1994 - Q1 5thEdition 1999 - Q1 6thEdition 2003 - Q1 7thEdition/TS 29001 1stEdition 2007 - Q1 8thEdition/TS 29001 2ndEdition</p> <p>2010 - Q1 8thEdition (Amended) ISO TS 29001 3rdEdition</p> <p>Porqu a ISO/TS 29001?ISO 9001:2008 : Genrica para qualquer organizao, no levando em conta caractersticas de dimenses ,localizao e actividades. O sector petrolfero, petroqumico e de gs natural um dos sectores de maior exposio riscos. As unidades industriais do sector petrolfero, petroqumico e de</p> <p>gs natural manuseiam fluidos extremamente perigosos com umaampla variedade de processos com diferentes volumes, temperaturas e presses.</p> <p>Porqu a ISO/TS 29001? Falhas nessas unidades podem trazer consequncias catastrficas, como perdas humanas, perdas de produo</p> <p>e grandes danos ambientais. Tais falhas so, portanto,consideradas inadmissveis. O sector petrolfero, petroqumico e de gs natural exige um alto nvel para a segurana dos trabalhadores e da comunidade vizinha, para a proteco ambiental e para a continuidade operacional.</p> <p>Sector Petrleo, Petroqumico e Gs Natural Um elemento chave para o fornecimento de produtos e servios adequados ao sector de petrleo, petroqumico</p> <p>e de gs natural que estes fornecedores de produtos eprestadores de servios sejam dotados de um sistema de gesto da qualidade que considere as especificidades do sector de petrleo, petroqumico e de gs natural.</p> <p>Para quem a ISO/TS 29001?</p> <p>A ISO TS 29001 destinada a toda organizao que seja fornecedora de bens ou servios para toda a cadeia produtiva do sector de petrleo, petroqumico e de gs natural.</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90011.1 Generalidades Esta Norma especifica requisitos para um sistema de gesto da qualidade, quando uma organizao</p> <p>a) b) c)</p> <p>a) necessita demonstrar sua capacidade para fornecer de forma coerente</p> <p>produtos que atendam aos requisitos do cliente e requisitos regulamentaresaplicveis, e b) pretende aumentar a satisfao do cliente por meio da efectiva aplicao do sistema, incluindo processos para melhoria contnua do sistema e a garantia da</p> <p>conformidade com requisitos do cliente e requisitosregulamentares aplicveis. 1.1.1. Esta Especificao Tcnica define os requisitos do sistema de gesto da qualidade para organizaes fornecedoras de produtos e servios para as indstrias do petrleo, petroqumica e gs natural. ( ISO TS 29001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90011.2 Excluses Excluses de requisitos permitidas quando produtos no requer tais processos ou no apropriados com os requisitos do cliente ou regulamentares legais.</p> <p>Somente relacionados a clusula 7. Devem ser declaradas e justificadas noManual da Qualidade ( ISO 9001). 1.2.1 Excluses permitidas ( ISO TS 29001 ): Seo 7.3 - Projecto e Desenvolvimento Seo 7.5.1 - Controle de produo e fornecimento de servio Seo 7.5.2 - Validao dos processos de produo e fornecimento de servio Seo 7.5.4 - Propriedade do Cliente</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.1 Requisitos Gerais - Identificar os processos necessrios e determinar a sequncia e interaco desses processos;</p> <p>-Determinar critrios e mtodos para controle dos processos;- Assegurar disponibilidade de recursos e informao para apoiar os processos; - Monitorar, medir e analisar os processos para alcance dos resultados e melhoria contnua; - Implementar aces necessrias para atingir os resultados planejados e a melhoria contnua</p> <p>dos processos.Estes processos devem ser gerenciados pela organizao de acordo com os requisitos desta Norma. Onde uma Organizao optar por adquirir externamente algum processo que afecte a</p> <p>conformidade do produto em relao aos requisitos, a organizao deve assegurar o controledesses processos. O controle de tais processos deve ser identificado no sistema de gesto da qualidade ( ISO 9001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.1.1Servios e processos subcontratados A organizao deve manter responsabilidade pela conformidade do produto aos requisitos especificados quando os processos so subcontratados ( ISO TS 29001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.2.2 Manual da Qualidade Deve ser estabelecido e incluir:</p> <p>Escopo do Sistema de Gesto da Qualidade (SGQ), incluindo detalhes e justificativas de excluses de requisitos; Os procedimentos documentados ou fazer referncia a eles;</p> <p>Descrio da interaco entre os processos do SGQ ( ISO 9001).</p> <p>4.2.2.1 Manual da Qualidade suplemento O manual da qualidade deve identificar a forma de tratamento dado pela</p> <p>organizao a cada requisito suplementar desta Especificao Tcnica,incluindo tanto os requisitos da ISO 9001:2008 como os requisitos suplementares ( ISO TS 29001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.2.3 Controle de Documentos Exige procedimento documentado para:</p> <p>Aprovao de documentos antes da emisso ;Anlise crtica, actualizao, quando necessrio e reprovao dos documentos; Identificao da reviso actual e alteraes ; Verses pertinentes, legveis e prontamente identificveis disponveis nos locais de uso; Evitar o uso de documentos obsoletos, identificando-os se retidos para qualquer propsito;</p> <p>Assegurar que documentos de origem externa sejam identificados e que suadistribuio seja controlada; Controle de documentos externos ( ISO 9001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.2.3 Controle de Documentos Exige procedimento documentado para:</p> <p>Aprovao de documentos antes da emisso ;Anlise crtica, actualizao, quando necessrio e reprovao dos documentos; Identificao da reviso actual e alteraes ; Verses pertinentes, legveis e prontamente identificveis disponveis nos locais de uso; Evitar o uso de documentos obsoletos, identificando-os se retidos para qualquer propsito;</p> <p>Assegurar que documentos de origem externa sejam identificados e que suadistribuio seja controlada; Controle de documentos externos ( ISO 9001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.2.3.1 Controle de Documentos Suplemento Deve-se usar uma lista master ou mtodo de controle equivalente para identificar</p> <p>os documentos exigidos pelo SGQ e sua situao actual de reviso ( ISO TS 29001).4.2.3.2 Controle de Alteraes em Documentos Suplemento As alteraes em documentos e dados devem ser analisadas e aprovadas pelas mesmas funes que realizaram a anlise crtica e aprovao originais ( ISO TS 29001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90014.2.4 Controle de Registos Devem ser mantidos legveis, prontamente identificveis e recuperveis.</p> <p>Exige procedimento documentado para identificao, armazenamento,recuperao, proteco, tempo de reteno e descarte dos registos ( ISO 9001). 4.2.4.1 Controle de Registos Suplemento O procedimento documentado deve identificar as funes responsveis pela coleta e manuteno dos registos. Os registos exigidos pelas normas aplicveis de produtos da indstria devem ser mantidos durante pelo menos o perodo de tempo especificado pela norma da indstria ou 5 anos, o que for maior. Os registos</p> <p>necessrios para se comprovar a conformidade com os requisitos e a operaoeficaz do sistema de gesto da qualidade devem ser mantidos por um perodo mnimo de 5 anos ( ISO TS 29001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90015.3 Poltica da Qualidade</p> <p>Apropriada ao propsito da organizao ;</p> <p>Inclui um comprometimento com atendimento aos requisitos e melhoriacontnua da eficcia do SGQ; Proporciona estrutura para estabelecimento e anlise dos objectivos da qualidade ; Comunicada e entendida em nveis apropriados da organizao e analisada criticamente para manuteno de sua adequao ( ISO 9001). 5.3.1 Poltica da Qualidade - Suplemento</p> <p>A alta direco deve documentar sua aprovao da poltica da qualidade ( ISOTS 29001 ).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90015.6.1 Anlise Crtica pela Direco Generalidades A Alta Direco deve analisar criticamente o sistema de gesto da qualidade da</p> <p>organizao ,a intervalos planejados, para assegurar a sua contnua pertinncia,adequao e eficcia . Essa anlise crtica deve incluir a avaliao de oportunidades para melhoria e necessidade de mudanas no sistema de gesto da qualidade, incluindo a poltica da qualidade e os objectivos da qualidade. Devem ser mantidos os registos de anlise crtica pela Alta Direco ( ISO 9001). 5.6.1.1 Anlise Crtica pela Direco Generalidades Suplemento A anlise crtica deve ser realizada no mnimo anualmente ( ISO TS 29001 ) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90016.2.2 Competncia ,Conscientizao e Formao</p> <p>Determinar as competncias necessrias para o pessoal que executa trabalhos que afectam a qualidade do produto ; Fornecer formao ou tomar outras aces para satisfazer essas necessidades de competncia ; Avaliar a eficcia das aces executadas; Assegurar pessoal consciente da pertinncia e importncia de suas actividades e de como contribuem para o atingir os objectivos da qualidade ; Manter registos de educao, formao, habilidade e experincia ( ISO 9001).</p> <p>6.2.2.1 Formao - Suplemento A organizao deve estabelecer mtodos de controle para identificar necessidades de formao e fornecer formao para o pessoal que executa actividades relacionadas com o SGQ. Os requisitos de formao devem prever formao no SGQ e na capacitao de suas funes. A frequncia do formao deve ser definida pela organizao ( ISO TS 29001 ) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.1 Planeamento da Realizao do ProdutoO planeamento deve ser coerente com os requisitos de outros processos do SGQ. A sada do planeamento</p> <p>deve ser de forma adequada ao mtodo de operao da organizaoPlaneamento quando apropriado deve determinar:</p> <p>Objectivos da qualidade e requisitos para o produto ; Necessidade de estabelecer processos e documentos e prover recursos especficos para o produto; Verificao, validao, monitoramento, inspeco e actividades de ensaio requeridos especficos para o produto e critrios de aceitabilidade; Registos.</p> <p>Nota: Plano da Qualidade para produto especfico, empreendimento ou contrato, incluindo recursos ( ISO 9001).</p> <p>7.1.1 Planeamento da Realizao do Produto -SuplementoQuando os requisitos do produto, incluindo as entradas/sadas de projecto e desenvolvimento, so fornecidos a partir de fontes externas, a organizao deve definir os mtodos utilizados para converter esses requisitos para o processo de realizao do produto e estabelecer os seus mtodos de controle ( ISO TS 29001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.2.2 Anlise Crtica dos Requisitos relacionados ao Produto A organizao deve analisar criticamente os requisitos relacionados ao produto. Esta anlise crtica deve ser realizada antes da organizao assumir o compromisso de fornecer um produto para o cliente e deve assegurar que :</p> <p>Requisitos do produto esto definidos; Requisitos de contrato ou de pedido que difiram daqueles previamente manifestados esto resolvidos; A organizao tem a capacidade para atender aos requisitos definidos.</p> <p>Deve ser mantidos os registos dos resultados da anlise crtica e das aces resultantes dessa anlise. Onde o cliente no fornecer uma declarao documentada dos requisitos , a organizao deve confirmar os requisitos antes da aceitao. Onde os requisitos do produto forem alterados, a organizao deve assegurar que os documentos pertinentes so completados e que o pessoal pertinente alertado sobre os requisitos alterados ( ISO 9001) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.2.2.1 Anlise Crtica dos Requisitos relacionados ao Produto Suplemento A organizao deve estabelecer mtodos de controle para analisar criticamente os requisitos relacionados ao produto ( ISO TS 29001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.3.1 Planeamento da Concepo e Desenvolvimento A organizao deve planejar e controlar a concepo e desenvolvimento do produto. Durante o planeamento da concepo e desenvolvimento a organizao deve determinar :</p> <p>Os estgios dos processos de concepo e/ou desenvolvimento ;</p> <p>A anlise crtica, verificao e validao que seja apropriadas para cada fase daconcepo e desenvolvimento ; As responsabilidades e autoridades para concepo e desenvolvimento.</p> <p>A organizao deve gerir as interfaces entre diferentes grupos envolvidos na concepo e desenvolvimento , para assegurar a comunicao eficaz e a designao clara de responsabilidades. As sadas do planeamento devem ser actualizadas apropriadamente, na medida que</p> <p>a concepo e desenvolvimento progredirem ( ISO 9001 ) .</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.3.1.1 Planeamento da Concepo e Desenvolvimento Suplemento A organizao deve estabelecer mtodos de controle para a concepo do produto. Quando o concepo e desenvolvimento so subcontratados, a organizao deve garantir que o fornecedor cumpra os requisitos de 7.3 , bem como deve prover evidncias objectivas de que o fornecedor atendeu a esses requisitos (ISO TS 29001). 7.3.1.2 Documentao de Concepo Suplemento A documentao de concepo deve incluir os mtodos, premissas, frmulas e clculos ( ISO TS 29001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.3.2 Entradas de Concepo e Desenvolvimento Entradas relativas a requisitos de produto devem ser determinadas e registos devem ser mantidos (ver 4.2.4). Essas entradas devem incluir a) requisitos de funcionamento e de desempenho, b) requisitos estatutrios e regulamentares aplicveis, c) onde aplicvel, informaes originadas de projectos anteriores semelhantes, e d) outros requisitos essenciais para concepo e desenvolvimento. Essas entradas devem ser analisadas criticamente quanto adequao. Requisitos devem ser completos, sem ambiguidades e no conflituantes entre si ( ISO 9001).</p> <p>ISO TS 29001 e ISO 90017.3.2.1 Entradas de Concepo e Desenvolvimento Suplemento A organizao deve identificar, documentar e analisar criticamente os requisitos de entrada do projecto do produto. As entradas de projecto e desenvolvimento devem incluir os requisitos especificados pelo cliente ( ISO TS 29001)....</p>