Lance! - 29 de abril de 2012

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Lance! - Carderno de esportes do jornal Amazonas EM TEMPO

Transcript

  • Velocidade e cachoeirasSOBRE DUAS RODAS Presidente Figueiredo recebe segunda etapa do Campeonato Amazonense de Motocross, com participao de pilotos convidados de trs Estados

    MOTOCICLISMO

    8

    Com a popularizao do motociclismo, os pratican-

    tes de esportes sobre duas ro-das resolveram ultrapassar as fronteiras de Manaus. Neste domingo (29), ser a vez de Presidente Figueiredo (a 107 quilmetros da capital) receber o Campeonato Amazonense de Motocross. A pista ca um pouco depois da Cachoeira do Urubu, s procurar as placas de in-dicao, informou o assessor de comunicao da Federao de Motociclismo do Amazonas (Femoam), Josivan Morais, ao ressaltar que ser a segunda etapa do evento.

    Segundo ele, a expectativa de que um total de 70 pilotos participem na soma das seis categorias da competio Kids A (5 a 8 Anos), Kids B (9 a 11

    Anos), Nacional C (iniciantes), Nacional B (semi-prossional), Nacional A (prossional), e Pr (importadas). Os participantes das categorias nacionais utili-zam motos de 230 cilindradas, disse, ao ressaltar que haver convidados do Par e de Rorai-ma. Tambm teremos um piloto renomado: Carlinhos Maia, de Goinia (GO), completou.

    O goiano vice-campeo bra-sileiro e desembarcou na capital amazonense na noite da ltima quinta-feira (26). Segundo o pre-sidente da Femoam, Srgio Mota, Maia no apenas veio para acele-rar na pista bar, mas para repas-sar experincias aos praticantes nortistas. Ele vai poder ensinar muita coisa aos nossos pilotos, ser um timo aprendizado, declarou. A prxima etapa do

    Estadual ser em Manacapuru, ainda sem data denida. No queremos limitar o esporte capital, disse o dirigente.

    CrescimentoCom menos de 40 pilotos

    liados at o ano passado, a Federao de Motociclismo do Amazonas (Femoam) comemo-ra o aumento no nmero de novos praticantes. Desde antes da abertura da temporada, no incio de maro, o cadastro j registra aproximadamente 130 pilotos de todo o Estado. Que-remos fechar com um total de 250 at o m do ano, armou Josivan Morais. A quantidade, entretanto, no se restringe ao motocross. Tambm temos o velocross, cross country, entre outros estilos, concluiu.

    LANCE! DOMINGO, 29 DE ABRIL DE 2012 www.lancenet.com.br

    Campeonato da modalida-de tem cinco categorias, inclusive para crianas na faixa etria de 5 a 9 anos

    Inscries podem ser feitas uma hora antes da primeira rodada, amanh

    Vice-campeo brasileiro de MotoCross, em 1998, na categoria MX 250cc, Carlinhos Maia partici-par de campeonatos em diversos Estados. O desao em Presidente

    Figueiredo (a 107 quilmetros de Manaus) ser o segundo dele no Amazonas. Em 2010, ele correu e venceu dez etapas do Campe-onato Amazonense.

    Presena ilustre na pista bar

    Carlinhos Maia participar de provas no Estado pela segunda vez

    DIVULGAO

    DIVULGAO/FEMOAM

    LANCE 01 - 08.indd 16-1 27/4/2012 23:14:43

  • LANCE 02 - 07.indd 16-1 27/4/2012 23:23:43

  • LANCE 03 - 06.indd 16-1 27/4/2012 23:27:10

  • LANCE! DOMINGO, 29 DE ABRIL DE 2012 www.lancenet.com.br 5

    CAMPEONATO AMAZONENSE

    Coincidncia ou no, o certo que os tcnicos portugueses

    esto dando um baile nos tcnicos locais, no segundo turno do Cam-peonato Amazonense. Das quatro equipes que esto no quadrangular nal, trs so comandadas por treinadores patrcios.

    No Fast Ulbra est Paulo Morga-do, que comandou o time ontem, na primeira partida da semi nal contra o Rio Negro, que tem frente Iane Ge-ber (amazonense). J no outro duelo desta fase, tem dois pa-trcios, Luis Miguel Oliveira no So Raimundo e Fer-

    nando Lage no Iranduba.Em nvel de experincia no fu-

    tebol amazonense, Paulo Morgado est frente dos demais. O trei-nador foi contratado ano passado pelo Rio Negro e este ano veio comandar o Rolo Compressor para em busca do ttulo do Estadual para o time, fato que no ocorre h 40 anos.

    Para ele, o fato de trs tcni-cos portugueses estarem

    nas semi nais do re-turno do Amazonen-se uma coincidncia boa. Isso prova que os treinadores portu-gueses tm qualida-

    de. Fico feliz com isso, mas espero conseguir o ttu-lo, brincou. Ele explicou que,

    na poca em que veio para o Brasil,

    no era um momento propcio para treina-dores virem para o Brasil. Mas agora estamos bem e es-pero ser o primeiro treinador portu-gus a conseguir um ttulo aqui, completou.

    No comando do Fast, Morga-do chegou tam-bm s semi -nais do primeiro turno, mas foi derrotado pelo Nacional, equi-

    pe que conquistou o ttulo. E, na segunda etapa da competio, o time cou com a vice-liderana na fase de classi cao.

    O compatriota dele que coman-da o So Raimundo, Luis Miguel Oliveira, no ca atrs, em relao ao desempenho. O treinador co-

    mandou o Iranduba no primeiro turno e tirou o time da zona de rebaixamento, com trs derrotas seguidas, aps assumir o time com a competio em andamento.

    O sucesso dele fez com que a diretoria do Tufo da Colina o contratasse. E o portugus mais uma vez mostrou trabalho. Classi cou o time na primeira colocao da fase clas-s i fica tr ia d o r e t u r n o . Acho que no uma c o i n c i -d n c i a trs por-tugueses nas semi- nais. apenas o resultado do trabalho. Cada um tem a sua qualidade, disse. Isso bom para todos ns e vai abrir a porta para mais treinadores, completou.

    Com menos tempo que os de-mais, Fernando Lage no ca atrs em termos de qualidade tcnica. Ele substituiu o compa-triota Luis Miguel no comando do Iranduba e conseguiu levar o time s semi nais do retur-no. Ele garantiu a classi cao com vitrias nas ltimas rodadas do returno do Estadual. Fico feliz pelo trabalho que es-tou desenvolvendo no Iranduba e acredito que tudo fruto do empenho dos jogado-res, que esto uni-

    dos, disse. E em relao aos portugueses, muito bom v-los na nal e sabemos que um j est na nal do segundo turno. Espero que seja eu, disse. Mas todos esto de parabns, completou o treinador, que tem a vontade de permancer no comando do

    clube do interiro. Estou feliz com o trabalho e es-pero que ainda possa-mos trabalhar por mais tempo aqui no Irandu-ba, completou.

    mandou o Iranduba no primeiro turno e tirou o time da zona de rebaixamento, com trs derrotas seguidas, aps assumir o time com a competio em andamento.

    O sucesso dele fez com que a diretoria do Tufo da Colina o contratasse. E o portugus mais uma vez mostrou trabalho. Classi cou o time na primeira colocao da fase clas-s i fica tr ia d o r e t u r n o . Acho que no uma

    nas semi- nais. apenas o resultado do trabalho. Cada um tem a sua qualidade, disse. Isso bom para todos ns e vai abrir a porta para mais treinadores, completou.

    com vitrias nas ltimas rodadas do returno do Estadual. Fico feliz pelo trabalho que es-tou desenvolvendo no Iranduba e acredito que tudo fruto do empenho dos jogado-res, que esto uni-

    clube do interiro. Estou feliz com o trabalho e es-pero que ainda possa-mos trabalhar por mais tempo aqui no Irandu-ba, completou.

    contra o Rio Negro, que tem frente Iane Ge-ber (amazonense). J no outro duelo desta fase, tem dois pa-trcios, Luis Miguel Oliveira no So Raimundo e Fer-

    cos portugueses estarem nas semi nais do re-turno do Amazonen-se uma coincidncia boa. Isso prova que os treinadores portu-gueses tm qualida-

    de. Fico feliz com isso, mas espero

    na poca em que veio para o Brasil,

    no era um momento propcio para treina-dores virem para o Brasil. Mas agora estamos bem e es-pero ser o primeiro treinador portu-gus a conseguir um ttulo aqui, completou.

    Portugas fortesPortugas Portugas fortesfortes

    Um treinador portu-gus est garantido na nal do returno do Amazonense

    Morgado, Luis Miguel ( esquerda) e Fernando Lage (abaixo) so esto em alta no Estadual

    PATRCIOS Dos quatro times nas semi nais do segundo turno, trs so comandados por treinadores portugueses. No Fast Ulbra, So Raimundo e Iranduba da Amaznia

    MRIO OLIVEIRA

    JOEL ROSA

    JOEL

    RO

    SA

    LANCE 04 - 05.indd 16-1 27/4/2012 23:20:55

  • LANCE! DOMINGO, 29 DE ABRIL DE 2012 www.lancenet.com.br 5

    CAMPEONATO AMAZONENSE

    Coincidncia ou no, o certo que os tcnicos portugueses

    esto dando um baile nos tcnicos locais, no segundo turno do Cam-peonato Amazonense. Das quatro equipes que esto no quadrangular nal, trs so comandadas por treinadores patrcios.

    No Fast Ulbra est Paulo Morga-do, que comandou o time ontem, na primeira partida da semi nal contra o Rio Negro, que tem frente Iane Ge-ber (amazonense). J no outro duelo desta fase, tem dois pa-trcios, Luis Miguel Oliveira no So Raimundo e Fer-

    nando Lage no Iranduba.Em nvel de experincia no fu-

    tebol amazonense, Paulo Morgado est frente dos demais. O trei-nador foi contratado ano passado pelo Rio Negro e este ano veio comandar o Rolo Compressor para em busca do ttulo do Estadual para o time, fato que no ocorre h 40 anos.

    Para ele, o fato de trs tcni-cos portugueses estarem

    nas semi nais do re-turno do Amazonen-se uma coincidncia boa. Isso prova que os treinadores portu-gueses tm qualida-

    de. Fico feliz com isso, mas espero conseguir o ttu-lo, brincou. Ele explicou que,

    na poca em que veio para o Brasil,

    no era um momento propcio para treina-dores virem para o Brasil. Mas agora estamos bem e es-pero ser o primeiro treinador portu-gus a conseguir um ttulo aqui, completou.

    No comando do Fast, Morga-do chegou tam-bm s semi -nais do primeiro turno, mas foi derrotado pelo Nacional, equi-

    pe que conquistou o ttulo. E, na segunda etapa da competio, o time cou com a vice-liderana na fase de classi cao.

    O compatriota dele que coman-da o So Raimundo, Luis Miguel Oliveira, no ca atrs, em relao ao desempenho. O treinador co-

    mandou o Iranduba no primeiro turno e tirou o time da zona de rebaixamento, com tr