Litoral Catarinense - 22ª Edição

  • Published on
    06-Mar-2016

  • View
    220

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

27 de abril de 2012

Transcript

  • Itapemenses ganharam nova estrutura que homenageia ex-prefeito no aniversrio do municpio. Dia ainda teve corte de bolo gigante e show nacional com Paralamas do Sucesso.

    27 de abril de 2012 Semanal Edio 22 Ano I Itapema, Porto Belo e Bombinhas R$ 1,00

    Litoral CatarinenseMercado Pblico Municipal abre suas portas em Itapema

    6e7

    ESPEcIal

    Show marca 15 anos do Coral Vivaz 4

    Porto BElo

    Natureza serve de sala de aula para

    crianas 9

    ItaPEMa

    Edital de Concurso Pblico abre 64 vagas de emprego na Prefeitura 5

    BoMBInhaS

    Municpio participa de importante feira turstica da Amrica Latina10

  • De 27 de abril de 20122 litoralcatarinense@gmail.com

    EDItorIal

    DaDos TcnicosPUBLICAES SINAIS EDITORA JORNALISTICA LTDACNPJ:08.179126/0001-87 INSCRIO ESTADUAL: ISENTORUA: 129 D N 150 SALA 102CENTRO - ITAPEMA/SCJORNALISTA RESPONSVELTHIAGO FAUTH

    PROJETO GRfICO E DIAGRAMAOAnA PIzzOlanadiagrama@gmail.comVeja as edies anteriores onlinehttp://issuu.com/litoralcatarinese

    Fora do trabalhoOs trabalhadores brasi-

    leiros, estes que como todos os trabalhadores do mundo comemoraram seu dia na tera-feira (1 de Maio), tm uma histria toda particular de lutas, conquistas e de perdas.

    Passaram por muitos con-flitos at que se estabelecesse o salrio mnimo. Greves interminveis, sofrimento, dvidas, sindicatos se cons-truindo em ritmo lento e li-deranas, algumas decidida-mente dispostas a enfrentar os patres e outras pelegas que preferiram apostar no sindicalismo de resultados. Pior foi enfrentar as ditadu-ras que se sucederam inter-minveis e abraar a iluso de que seria possvel enfren-tar o capitalismo selvagem que tomou conta de todas as relaes de mercado.

    Por isso que o Dia do Trabalhador no deve ser apenas um dia de festas, um feriado a mais a ser come-morado nas espreguiadei-ras. Deve sim ser um dia de reflexo em que se indague sobre as conquistas e perdas do trabalhador brasileiro e de todo o mundo.

    Este 1 de Maio no deve ser apenas um momento de romarias. Vamos recordar as lutas de todos os nos-sos mortos, do homem do campo, dos ideais do bem e do mal, das lideranas oper-rias que fizeram a histria deste pas, dos bias frias e dos desempregados. Agora, precisamos brigar para que o salrio pague o preo do suor, do futuro dos filhos, da escola, da sade e da educa-o. Precisamos fazer com que cada dia deste calendrio seja 1 de Maio.

    oPInIo

    conhEcEr nunca DEMaIS

    Ol, eu sou dina Santos e essa dica, dentre outras, so dadas no Programa Hits do Brasil da Rdio Mega Hits 92.5 todo sbado pela manh, para que ns possamos ter uma vida mais saudvel.

    Voc sabe quais so os alimentos mais saud-veis? So muitos!!!

    Iogurte. Meu lema um iogurte por dia. Carre-gado com nutrientes, como o clcio construtor de ossos sadios, protenas, vitaminas B e bactrias que auxiliam a ter um sistema imunolgico saudvel e colocam nosso trato gastro-intestinal na linha. Um grande alimento ou lanche portvel e fcil de encontrar.

    Aveia. Sim, aveia! uma grande fonte de ener-gia de longa durao, cheia de vitaminas e minerais benficos para o corao

    Salmo. Mais rico em gorduras que os outros peixes, porm uma gordura que essencial para nossa pele, crebro, corao e

    artrias. O que mais poder-amos pedir de uma comida gordurosa e saborosa?

    Tomate. O tomate cozido recentemente rece-beu fama por sua grande quantidade de licopeno, um fitoqumico que combate doenas e especialmen-te conhecido por ajudar a combater o cncer de prstata. E, j que o tomate to popular, verstil, amplamente disponvel por todo o ano, eu o classifico como uma super estrela. Beba suco de tomate (um timo supressor de apeti-te natural) e coma muito molho de tomate

    Espinafre. Ainda que o espinafre esteja na lista dos 10 mais, isso no se deve sua quantidade de ferro, a qual no facilmente absorvida por nosso orga-

    nismo (desculpe Popeye). Entretanto, o espinafre contm todos os fitoqumi-cos para sade de nossos olhos. De fato, a retina em nosso olho contm a maior concentrao de pigmentos fitoqumicos. Espinafre tambm possui grande quantidade de vitaminas B, ento bom para nosso co-rao, nervos e para o cres-cimento de novas clulas (j ouviu falar recentemen-te do folato para preveno de doenas neurolgicas em recm-nascidos?).

    Batata doce. Cheia de amido, doce e carregada de carotenides, vitamina C e vitaminas B, a batata tem apenas em torno de 120 calorias para cada 12 cent-metros. Se formos criativos, podemos ter a batata de vrias formas como uma mini-refeio ou lanche.

    rituais de iniciao mostram que nem tudo vlido para ser aceito

    Uma notcia che-gou do Maranho trazendo espanto. Em uma escola de So Lus, meninas adolescentes se submetem a sesses de tapas no rosto para tenta-rem entrar em um grupo da escola chamado famlia. O nmero de sopapos varia. No entanto, a reao a mesma todas sorriem ao apanhar.

    Existe a ideia de que h um adulto por trs disso, o que levar a uma investiga-o por autoridades compe-tentes. Pode ser. Esse tipo de coisa, no entanto, parece ter sado da cabea de um adolescente, que funciona como um lder. Todo grupo tem um. No caso, ele negativo e no cuida bem de seus membros, fazendo com que eles se submetam humilhao e violncia.

    Se por um lado ele negativo, por outro mostra perspiccia. Conhece bem as necessidades dos adoles-centes de encontrar um grupo que, de certo modo,

    substitua sua famlia. No por acaso o nome do grupo famlia.

    Nessa poca da vida, as pessoas se encontram muito confusas. H muitas coisas para serem resolvi-das e que levam para uma autonomia cada vez maior. Tornar-se autnomo tam-bm ser mais indepen-dente de seus pais. Algo que bastante sofrido, pois essa independncia ao mesmo tempo desejada e temida, tornando a convivncia familiar mais complicada. No que os adolescentes no queiram mais sua famlia, mas precisam bater asas.

    Seguindo esse caminho natural, esses jovens ne-cessitam de outras pessoas com as quais possam se identificar at encontrarem o seu jeito de ser. Tendem a se agrupar entre iguais como modo de se sentirem mais seguros. Geralmente, eles se renem por terem algo em comum. Como, por exemplo, um esporte. Ou os prprios amigos do colgio que compartilham o mesmo gosto musical. Alguns se refugiam em comunidades religiosas. H aqueles que usam roupas diferentes que

    representam movimentos culturais, e por a vai.

    s vezes surgem os dolos, como um astro da msica ou um jogador de futebol. Eles ganham ares de divindade e so segui-dos em tudo o que dizem ou fazem. A problemas podem existir, porque nem todo dolo pode ser copiado.

    Assim como nem todo grupo deve ser seguido. Principalmente aqueles em que exigncias so feitas para que se possa partici-par, envolvendo humilha-es e maus tratos.

    O espanto est princi-palmente no porqu dessas meninas se submeterem a isso. Muito provavelmente se deve ao fato de preci-sarem se sentir aceitas e acolhidas. Por falta de amor prprio, por no se senti-rem merecedoras de serem amadas, fazem qualquer coisa para garantir aceita-o e acolhimento.

    A adolescncia um momento em que o gru-po tem uma importncia fundamental. Infelizmente, no caso do Maranho e de muitos outros, o lder no soube cuidar bem de seus membros.

    ana cssia MaturanoPsicloga e psicopedagoga especialista em problemas de aprendizagem, analisa as rela-es familiares e a participao dos pais na vida educacional dos filhos.

  • 3litoralcatarinense@gmail.comwilliam.delucca.martinez@gmail.com

    William De Lucca MartinezJornalistaPoliticando

    Pr-candidato rene lideranasO lanamento da pr-candidatura em Porto Belo do

    empresrio Romrio da Farmcia reuniu lideranas de vrios partidos. Estavam presentes Joo Paulo Serpa, Pre-sidente do PP, Bernadete Ponciano, Presidente do PMDB, Evaldo Guerreiro, Presidente do PT, Nino Albertsen, Presidente do PSDB, e Luiz Henrique Presidente do PR. Tive notcias que foi um evento bastante prestigiado, mas que no contou com representao da atual Administrao (PSD e PTB).

    e e e

    Inaugurao da Sede do Pt de Porto BeloNesta sexta-feira (27), o PT de Porto Belo inaugurou

    sua sede municipal, no Bairro Vila Nova. O evento foi mais um na organizao do partido para disputar as eleies municipais neste ano. Dizem os ventos que sopram de Por-to Belo, que o Advogado Evaldo Guerreiro, atual presiden-te do Partido, um dos nomes mais cotados para disputar as prximas eleies. Vai ver que esse reconhecimento vem de sua coerncia e tica com que sempre se portou no municpio.

    e e e

    Mais de 100 dias por ano sem sade em Porto BeloO vereador Maninho (PT) em seo da Cmara de

    Vereadores, que contou com a presena do Secretrio de Sade de Porto Belo, Antnio Balesteiro, convocado para explicar o descumprimento de lei que ordena a abertura do Pronto Atendimento nos finais de semana, aprovada em 2009, apresentou um clculo simples ao Secretrio, e que surpreendeu a ele e aos presentes. Maninho somou os finais de semana fechados e disse que haveria 104 dias por ano em que o Pronto Atendimento ficaria totalmente fechado, sem falar todas as madrugadas. A concluso de todos os vereadores foi uma s, a Sade de Porto Belo est na UTI.

    e e e

    argumento esfarrapadoJ ouvi vrios servidores pblicos municipais de Porto

    Belo reclamando que no esto recebendo vale alimen-tao no valor de R$ 100,00, aprovado no final do ano passado pela Cmara de Vereadores. Alm de toda a desvalorizao, o achatamento de seus salrios em relao aos Municpios vizinhos, a Prefeitura agora no quer pagar o vale alimentao por que alega ser ano eleitoral. A lei parece clara. O argumento s valeria se o referido benef-cio fosse aprovado nos seis meses antecedentes a eleio. Como foi aprovado no ano passado, poderia ser pago tranquilamente, dizem os especialistas. Se o atual Prefeito tivesse to preocupado em respeitar esta lei, porque conti-nua contratando servidor sem concurso pblico?

    e e e

    Golias e o incio do fimParece que Vadinho (PSD) mal assumiu a Administra-

    o Municipal de Porto Belo e j est colocando as man-guinhas de fora. Afinal, ainda precisa se consolidar como candidato, algo que ainda no est certo, diante de tantas sombras que o cercam. Coincidentemente, o ex-prefeito Curru levou uma rasteira que at agora est tentando en-tender de onde veio o golpe. No se sabe se veio de dentro do prprio PSDB ou se veio de gente mais poderosa, rela-cionada ao Governador Raimundo Colombo (PSD). Como j dito nesta coluna e como ouvido em todos os cantos do municpio, depois do tombo de Golias, o rumo da poltica de Porto Belo pode ser totalmente outro.

    gua e Esgoto ou ouro?A gua um bem

    de todos que no pode possuir valor econmico, segundo a lei e a Constituio. Porm, tudo ao seu redor gera muito di-nheiro e a populao quem sempre paga a conta. Em Porto Belo, a Prefeitura est tentando entregar para uma empresa privada o sistema de gua e esgoto por 30 anos. Isso est sendo feito a toque de caixa no final de um mandato tampo, de um prefeito recm--empossado e que no foi o diretamen-te o escolhido pelo Povo. Isso me lembra duma lenda que conta que ao chover, diante de alguns raios de sol sempre surge um arco ris e que no final dele h um pote de ouro! Basta saber agora, no apagar das luzes, quem vai ficar com o pote?

    cervejas e mais cer-vejas... promessas e mais promessas...

    A 1 Copa Es-meralda de Futebol Amador, diga-se de passagem, foi um sucesso. Parabns a rapaziada do espor-te pela organizao e parabns ao time do Serto por essa conquista. Todavia, dos polticos que por ali passaram, o mais interessante foi ver a galera tirar cerveja de todos e convencendo de que sero fiis na hora da votao. Porm, o mais inte-ressante, que os que pediam para pagar a birita, com a pro-messa de votar, eram sempre os mesmos. Resta saber quem estava enganado quem...

    DesesperoContaram-me as lnguas de trapo que a oposio liderada

    pelo nobre edil Bolinha fez de tudo para impedir a inaugu-rao do Mercado Pblico e do Mirante, com o objetivo de prejudicar as comemoraes do cinquentenrio do municpio. Para tanto questionaram, assessorados por

    advogados e engenheiros, a segurana do Mirante junto ao Corpo de Bombeiros. O resultado foi a resposta de que a obra cumpria todas as exigncias legais. Quanto ao Mercado Pbli-co, o tiro no p teria sido maior ainda. O grupo da oposio, comandados pelo denunciador mor, teriam questionado junto ao Ministrio Pblico Federal e a Auto Pista Litoral que a obra deveria ser embargada, pois encontrava-se na rea de domnio do DENIT. Esqueceram-se os nobres edis de oposio que na estrutura fsica reformada para abrigar o Mercado Pbli-co Municipal, anteriormente, funcionava a escola Olegrio Bernardes. Alm disto a resposta dos rgos que receberam as denuncias foi na jugular dos opositores. Responderam os referidos rgos que a obra cumpria todas as exigncias legais. , parece que mais uma vez os tucanos e seus aliados saram com a asa e o bico quebrado. No mais o ms do municpio, preciso reconhecer, foi um tremendo sucesso.

    e e e

    Strike duploEspecialista em estratgias o Prefeito Sabino, durante

    as festividades do ms de aniversario do municpio, home-nageou duas famlias histricas de adversrios polticos. O primeiro strike foi atribuir ao mercado pblico o nome do ex-prefeito, Nelson Santos, com direito a busto na entrada do novo point da city. O segundo strike foi homenagear o Meni-no Passinho, pai do Stalin passos, que faz fervorosa oposio ao PT e a atual administrao, com o busto na praa da paz. E agora oposio?

    e e e

    Quem t com quemO leitor deve estar lembrado da formao do PSD,

    quando Gilberto Kassab, com seu partido, Democratas, mais desgastado que dente de cavalo velho, liderou o pro-cesso de criao do PSD. As denncias contra o senador Demstenes Torres (DEM-GO), que era um dos principais nomes do partido, reforaram a crise iniciada em 2007, com a morte de Antnio Carlos Magalhes. Alm disso, em pouco mais de um ano, o partido perdeu a Prefeitura de So Paulo e os governos de Santa Catarina e Distrito Federal. Sua nica governadora hoje Rosalba Ciarlini, no Rio Grande do Norte. A derrocada ganhou fora em 2009, com o mensalo do DEM, que resultou na cassao de Jos Roberto Arruda, do governo do DF. Em 2011, quando Gilberto Kassab criou o PSD, com quadros tradicionais do DEM, ficou evidenciado o verdadeiro golpe: como fazer para arrebatar o PMDB e manter a aliana com o PSDB? O jeito era iniciar nova agremiao partidria para enganar o povo e, principalmente os pemedebistas.

    e e e

    Quem t com quem 2Em Itapema especulou-se muito sobre quem iria ou no

    aderir ao novo partido. Depois de passar a rasteira no Clvis, que teve que se contentar com o pangar DEM, quem liderou o processo de formao do PSD, em Itapema, foi Gelson Ritter, conhecido como Gelson da litornea. Observa-se ainda nas filiaes a presena de Beto Savoia, Nilza Simas, Quincas da Carpi e de Elizeu Casa Grande. Bom h quem diga que o PSD se julga a mosca azul. Hum! Vou procurar o Z para saber se ele sabe o que essa tal mosca azul. S espero que o Z no me diga: a baregeira su! ou ser varejeira? Bom o que o Z disser t sacramentado.

    De 27 de abril de 2012

  • De 27 de abril de 20124 litoralcatarinense@gmail.comESPEcIal

    Viva a alegria de viver, Vivaz, assim cantaram as mais de 100 crianas...