Newsletter 1ª Edição, Fevereiro, 2016

  • Published on
    25-Jul-2016

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

E mais uma nova edio da KIM vem dar as novidades e dar a conhecer um pouco do Escutismo que se faz na Regio de Santarm.

Transcript

<ul><li><p>EditorialO ano de 2016 j conta com alguns dias na mochila, mas ainda assim vale a pena relembrar de que este um novo ano cheio de inmeras oportunidades!Cada passo que ds para avanar no teu caminho, um passo gigante na histria da tua vida. Como BP disse na sua ultima mensagem, O melhor meio para alcanar a felicidade, contribuir para a felicidade dos outros. Neste novo ano, alarga os horizontes, descobre novos mundos, novos desafios e lana-te aventura.Porque no comear o ano com um desafio? Porque no dar mais aos outros, fazer voluntariado ou ajudar mais em casa? Partilhar a f, espalhar felicidade!O nosso planeta como tu sabes est cheio de situaes desesperantes que precisam de alguma coisa que possa fazer a diferena em certos momentos. Nunca pensaste em ser tu essa mudana? Podes comear pela tua casa ou pela tua cidade natal. O intuito pores-te a mexer e no ficares espera. H tanta coisa para te completar, basta quereres.O desafio teu, est nas tuas mos saber o que fazer durante este 2016. E lembra-te, s a mudana que queres ver no mundo!</p><p>Ins CREP Comunicao Cenculo Nacional, caminheira agrupa-mento 1120 Cartaxo</p></li><li><p>3O projeto uma iniciativa dos Escuteiros da ustria os quais, com a colaborao de Escuteiros de diferentes pases da Europa e de outros continentes, distribuem a Luz da Paz acesa cada ano por um rapaz ou rapariga austraco na Cova da Natividade de Jesus em Belm. A distribuio da Luz da Paz a todos os pases participantes feita desde Viena.Algumas semanas antes do Natal, a Luz entregue s delegaes participantes para que a faam chegar aos seus respetivos pases com uma mensagem de Paz, Amor e Esperana.Posteriormente os Escuteiros e Guias a distribuem por parquias, lares, hospitais, casas de idosos, prises, e outras associaes das suas vilas e cidades.Este ano a Luz da Paz de Belm foi distribuda pelas Regies no </p><p>dia 13 de dezembro, em Lisboa, no Mosteiro de S. Vicente de , numa Eucaristia presidida pelo Sr. D. Jos Traquina, Bispo Auxi-liar de Lisboa.Foi na pessoa da nossa Chefe Regional (Lurdes Gameiro), que a luz chegou nossa Regio, e que foi acolhida na Junta Regional de Santarm, para que no dia 16 de dezembro, quarta-feira, ela fosse distribuda por todos os Agrupamentos que assim o desejassem. Foi numa Eucaristia, presidida pelo nosso Assistente Regional (Pe. Paulo Marques) que a luz foi difundida para os vrios pontos da nossa regio. Estiveram presentes dez Agrupamentos, representados por Dirigentes, mas tambm por alguns Pioneiros e Caminheiros. </p><p>No final da cerimnia era bem presente a alegria, a paz e a unio que esta Luz da Paz de Belm representa. Assim cada </p><p>um dos que aqui recebeu a Luz foi enviado a lev-la para as suas Parquias e Comunidades, e d-la a conhecer a todos.Este pequeno gesto do acender de uma vela representa bem mais que isso, comeando pela unidade no CNE, e pela sua proximidade com as parquidas e Comunidades, num gesto que pretende levar a mais pessoas esta Luz da Paz de Belm, para que ela possa iluminar e aquecer as nossas famlias.</p><p>Joo FerreiraChefe Regional Adjunto, Chefe de Agrupamento do 52-Santarm</p><p>Luz da Paz de Belm</p></li><li><p>4Fez-se in-paACTo em Cem Soldos</p><p>No passado domingo, dia 13 de dezembro, a aldeia de Cem Soldos acolheu a terceira edio do in-paACTo: atividade de campo que integra o universo dos elementos dos trs agrupamentos de escuteiros do concelho de Tomar: Asseiceira, Cem Soldos e Tomar.</p><p>Este evento inclui-se no Plano de Atividades dos Agrupamentos do Concelho de Tomar (PACTO) que surgiu em 2013 para fomentar e dar fora s iniciativas conjuntas destas associaes irms, permitindo assim maior eficcia na sua concretizao.</p><p>O Agrupamento 837 de Cem Soldos foi o anfitrio desta edio. Aps a cerimnia de abertura realizada no centro da localidade, junto Igreja de S. Sebastio, os 140 escuteiros foram divididos em 12 legies, compostas de elementos dos trs agrupamentos presentes e de todas as idades, desde Lobitos, Exploradores, Pioneiros e Caminheiros, aps o qual se deu incio ao grande jogo que a todos permitiu conhecer a aldeia e os seus arredores.</p><p>A temtica desta aventura, que foi preparada pelos dirigentes dos diversos agrupamentos, estava ligada aos aspetos da cultura romana e s origens de Cem Soldos. Cada uma das equipas (Legies), teve de completar nove desafios e conforme a sua prestao obtinham um pagamento em soldos. O objetivo era o tentar alcanar o mximo de soldos possveis: 100. As tarefas que as crianas e jovens encontraram ao longo de todo o dia traduziam-se em jogos muito simples tal como pintar pedaos de uma tela com imagens de gladiadores, construir um puzzle com um painel de azulejos da poca romana, construir uma canalizao com telhas, transportar vinho em nforas, decifrar mensagens secretas em cdigo, fazer espionagem, memorizando e transmitindo informaes, entre outras divertidas propostas. </p><p>O dia ficou marcado pela chuva intensa que teimou em fazer parte da festa mas que no foi suficiente para impedir o salutar convvio entre os escuteiros presentes assim como </p></li><li><p>5as tnues aprendizagens que a explorao deste tema permitiu aos participantes. Ao fim da tarde e de forma a restabelecer as foras, a Comisso de Pais do Agrupamento de Cem Soldos a todos presenteou com um fabuloso lanche que previamente preparou e que foi do agrado geral. Ao cair da noite celebrou-se uma animada e sentida Eucarstia, sob a presidncia do Assistente do Agrupamento local, o P. Lus Martinho, aps o que se seguiu a cerimnia de entrega de prmios s Legies melhor classificadas. Para este efeito colaboram os convidados Srs. Jos Maria e Augusto Barros, respetivamente tesoureiro e presidente da Unio de Juntas de Freguesia de So Joo Batista e Santa Maria dos Olivais e o Sr. vereador Hugo Cristvo que em nome da Cmara Municipal de Tomar dirigiu umas palavras de incentivo e saudao a todos os escuteiros do concelho de Tomar. O dia terminou perto das 19h00 com o arrear da Bandeira Nacional que havia sido hasteada pela manh, ao som do Hino Nacional que todos cantaram.A pouco e pouco o centro da aldeia Cem Soldos foi ficando mais vazio. Os escuteiros recolheram ou partiram para suas casas, cansados, molhados, mas satisfeitos e com a sensao de um dia bem aproveitado.</p><p>Pinguim Rezingo | Joo CarlosChefe de Agrupamento do 44-Tomar</p></li><li><p>6No passado dia 13, 14 e 15 de novembro decorreu em Alpiara o Encontro Regional de Pioneiros de 2015-2016, que contou com a presena 443 pioneiros, acompanhados por 64 dirigentes. Esta atividade foi a primeira do novo ano escutista dirigida aos jovens, sendo por isso a primeira a ter como imaginrio o Papa Francisco, sendo trabalhada a dinmica dos Cinco Dedos. Para comearmos, e como no podia deixar de ser, </p><p>foi escolhido o Polegar, o qual representa a famlia.A atividade decorreu na Zona do Complexo Desportivo, que ficou preenchido por Pioneiros e pelo sua energia contagiante. O ponto alto da atividade foi talvez o raide, que decorreu na zona envolvente de Alpiara, e que deu a todos a oportunidade de trabalhar em Equipa, apelando ao nosso imaginrio.No final do dia de sbado, realizou-se a Festa da </p><p>Famlia, um Fogo de Conselho especial, que deixou a todos uma mensagem marcante sobre a importncia da famlia. Esta foi talvez a grande surpresa da atividade, deixando todos impressionados com a profundidade e forma original de transmitir a mensagem da famlia. Mais uma vez os Pioneiros da Regio de Santarm surpreenderam e conseguiram alcanar o principal objetivo desta atividade e de </p><p>toda a mensagem que nos transmitida pelo Papa Francisco, a importncia da famlia e os riscos que ela corre nos nossos dias. Ficou bem presente que a Famlia Escutista, e em particular a da Regio de Santarm, deixou em todos a sua marca e faz-nos crescer enquanto futuros e atuais cidados e cristos ativos.</p><p>Andreia SolipaEP Comunicao Regio de Santarm, candidata a dirigente do agrupamento 68-Salvaterra de Magos</p><p>ERP 2015</p></li><li><p>7No fim de semana de 4, 5 e 6 de dezembro, realizou-se em Vila Nova da Barquinha o Encontro Regional de Caminheiros 2015!Esta edio centra-va-se na Encclica do Papa Francisco Lauda-to si que nos recorda da importncia de pre-servarmos o que nos rodeia, e nos lembra da importncia da eco-logia. Estiveram pre-</p><p>sente 114 Caminheiros, acompanhados por 22 Dirigentes, estando representados os 30 Agrupamentos da Re-gio! Um feito!Foram diversas as ati-vidades realizadas, com destaque para o Raide, que contou com um percurso de ca-noagem no Rio Tejo, e o momento do Fogo de Conselho, onde foi possvel partilhar as di-</p><p>versas experincias vi-vidas durante o longo dia de caminhada. de acrescentar que antes de se iniciar o raide, foi dado a cada tribo um saco do lixo para que recolhessem a maior quantidade de lixo possvel pelas estradas, contribuindo assim para a diminui-o da pegada ecol-gica.Durante toda a ativida-</p><p>de foi desenvolvida a rea da ecologia, cul-minando com a entre-ga de alguns smbolos elaborados atravs do lixo recolhido no ofer-trio da Eucaristia de Domingo.</p><p>Ins CREP Comunicao Ce-nculo Nacional, cami-nheira agrupamento 1120 Cartaxo</p><p>ERC 2015Encontro regional de caminheiros regio de Santarm</p></li><li><p>8S.Paulo 2015No dia 25 de janeiro comemora-se o dia de S.Paulo, Patrono dos Caminheiros! Para o celebrar, os caminheiros de Santarm, vora, Beja e Portalegre e Castelo-Branco juntam-se todos os anos durante trs dias de unio, convvio, f e partilha de experincias! Este ano a atividade realizou-se no fim de semana de 22, 23 e 24 de janeiro </p><p>em So Joo da Ribeira! Com o imaginrio da converso de So Paulo, os caminheiros realizaram 3 viagens, ou seja, 3 raides de servio e reflexo naquela zona, tendo sido muito bem acolhidos pela populao e pelo agrupamento 1213 de So Joo da Ribeira. Para alm do raide de servio, o jantar de sbado foi de competio e o vencedor foi </p><p>o agrupamento 52 de Santarm! Para esta atividade foi ainda convidada uma quinta regio, a regio da Guarda, tornando esta atividade cada vez maior, mais dinmica e recheada de boas vivncias!</p><p>Ins CREP Comunicao Cenculo Na-cional, caminheira agrupamento 1120 Cartaxo</p></li><li><p>9</p></li><li><p>10</p><p>Go3 Terra NovaEstamos em 2049. A Terra um lugar inspito. O ar irrespirvel. Os Homens vivem em guetos, onde h ar respirvel. Sem possibilidade de alimentao saudvel e sem recurso a exerccio fsico, o Homem um ser frgil. Mas ainda existe esperana. Um grupo de investigadores analisa a possibilidade de viajar no tempo, rumo ao passado. Um portal permite aceder ao ano de 2016, onde muitos dos erros j foram cometidos, mas onde ainda possvel </p><p>encontrar uma via para salvar o planeta. S os mais audazes tero fora para iniciar esta peregrinao rumo ao portal. S os mais argutos tero capacidade para decifrar a chave que permite aceder ao portal.Esta foi a mensagem do imaginrio com que foi lanado o GO3, uma Atividade Nacional de Pioneiros, surgiu como uma oportunidade para reforar a identidade da III Seco do CNE e do seu projeto educativo. Ir decorrer nos dias 19 a 23 de maro de 2016, </p><p>na Regio de Setbal.Este ser uma projeto constitudo por trs fases: Peregrinao, Construo e Esperana. Estas frases so o guia para o Mtodo Projeto que apresentam uma novidade: levar s comunidades locais aquilo que aprenderam e receberam, o que faz com que esta atividade no se limite fase presencial, o habitual ponto alto, mas pretenda dar frutos a longo prazo.Neste momento temos inscritos 40 Pioneiros da Regio de Santarm, </p><p>a c o m p a n h a d o s por 6 Dirigentes, dos Agrupamentos 403Rio Maior, 4 9 0 C h a m u s c a , 593Riachos e 698Marinhais. Estes so os corajosos que iro tentar salvar a Terra, representando a Regio de Santarm. </p><p>Boa Caa!</p><p>Joo FerreiraChefe Regional Adjunto, Chefe de Agrupamento do 52-Santarm</p></li><li><p>11</p><p>Ficar para sempre na memria do Agrupamento 698 de Marinhais o dia 7 de novembro de 2015.Pela primeira vez, em 35 anos de existncia, inauguraram a sua sede.At ento, sempre tinham estado em espaos emprestados que, infelizmente, no adquiriam as condies ideais para a vida de um agrupamento.A primeira sede assim conseguida aps muita luta e um esforo tremendo por parte de </p><p>todos os intervenientes. Desde os 90 elementos que compem o efetivo, ao renovarem os espaos e construrem novos materiais; aos 5 dirigentes que diariamente demonstram a sua coragem na educao dos nossos jovens; aos pais que se empenharam em diversas angariaes de fundos e viram todo o lucro ser empregue na nova casa, como tinham sonhado; aos antigos elementos e amigos.</p><p>Ana Filipa, exploradora e Guia dos Guias, disse-nos entre lgrimas de alegria, que este acontecimento vem contribuir para a unio do Agrupamento e que assim podemos fazer mais atividades, pois temos mais espao, e podemos receber outros agrupamentos.Foi, por todos estes motivos, um dia de muitas emoes que comeou com o hastear das bandeiras e visita guiada por todos os espaos, aos convidados presentes, desde o Presidente da Cmara Municipal de Salvaterra de Magos, Presidente da Junta de Freguesia de Marinhais, Junta Regional, aos Agrupamentos vizinhos, aos amigos e familiares. P o s t e r i o r m e n t e , foi inaugurado um Cantinho a Maria, como homenagem Me dos Escutas, seguida da Eucaristia. O dia terminou com almoo partilhado e convvio </p><p>recheado de histrias e memrias.Por ltimo, relembra-se os sentimentos de satisfao e orgulho por parte da Chefe de Agrupamento Carmen Neves, que elogia todos os seus escuteiros que trabalharam para terem uma nova casa. Relativamente ao futuro, refere que sonha aumentar o nmero de dirigentes e continuar a viver a unio que se sentiu nos ltimos tempos.Um bem haja a todo o Agrupamento 698 que nunca baixou os braos e viu o seu maior sonho ser concretizado! Os nossos sinceros parabns!</p><p>Andreia SolipaEP Comunicao Regio de Santarm, candidata a dirigente do agrupamento 68-Salvaterra de Magos</p><p>Uma conquista para o Agrupamento de Marinhais</p></li><li><p>12</p><p>Sabes que desafio que comeou no dia 10 de fevereiro (Quarta-Feira das Cinzas)? Sim, a Quaresma!E este perodo deve ser vivido com entusiasmo, pois estamos a preparar-nos interiormente para a Pscoa, para a morte e ressurreio de Cristo. Assim, ao longo dos 40 dias que compem esse tempo (o tempo litrgico) pedimos que te concentres em trs grandes atitudes. Trs pilares que compem esta poca e que nos fazem crescer na f e na esperana, dando espao no nosso corao a Deus e aos outros que se encontram ao nosso lado. Aceitas este desafio?Em primeiro lugar, dedica parte do teu tempo orao. Por </p><p>A Caridade na Quaresmabreves instantes lembra-te de Jesus e partilha com ele o teu dia. Pede e agradece.Em segundo, encontra-se o jejum. Vamos alm do comum jejum de alimentos. Pensa antes em algo que realmente gostas de fazer. E que tal tirares tempo dessas atividades e o doares a quem mais precisa?Por ltimo, e sobretudo neste ano escutista em que tem uma importncia acrescida, temos a caridade, como amor ao prximo e especialmente aos mais desfavorecidos. Desafiamos-te a evitar gastar dinheiro com coisas suprfluas e partilhar os teus bens com os que mais precisam. Faz a tua renncia da Quaresma.Para alm disso, no te </p><p>esqueas de que este um tempo que privilegia o amar com qualidade, onde se pretende um afastam...</p></li></ul>