Newsletter Descubriter Agosto Port

  • Published on
    15-Mar-2016

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Newsletter Descubriter Agosto Portugus

Transcript

<ul><li><p>Historiador, estudioso e apaixonado pelas histrias locais de diversos povos do Baixo Guadalquivir, Julio Mayo fala-nos da importncia social, cultural e econmica da poca dos descobrimentos para a localidade de Utrera.</p><p>11-12/8 Sagres-Vila Do Bispo</p><p>CIRCUITO NACIONAL DE WINDSURF SLALOM 2012: tal como em anos anteriores, a Praia do Martinhal vai receber uma das etapas do circuito, com-posto por 5 provas a terem lugar em Portimo, Lagos, Sagres Martinhal, Viana do Castelo e Alqueva. Mais informaes em www.promosagres.org.</p><p>A localidade sevilhana de Gelves alberga este espao ideal para os passeios de vero, as leituras e as conversas, tendo a gua como pano de fundo.</p><p>Este vero, desfrute com os seus familiares e amigos de uma deliciosa iguaria: o bolo de mel moda de Sagres.</p><p>Esta praia virgem um cenrio natural de excecional beleza: um areal infinito protegido por imponentes falsias. O stio ideal para descontrair longe da civilizao. </p><p>Um dia com... JULIO MAYO RODRGUEZ </p><p>Experincias saborosas: BOLO DE MEL</p><p>Jias escondidas:PRAIA DA CORDOAMA</p><p>Zona verde: PARQUE DEL CAUELO</p><p>Nesta edio:Agosto 2012</p><p>Recomendamos</p><p>1</p><p>12-14/8 e 27-29/8 Sanlcar de Barrameda</p><p>CORRIDAS DE CAVALOS NA PRAIA: um dos eventos despor-tivos mais singulares do mundo, pelo surpreendente ambiente em que tm lugar, sob os es-plndidos pores do sol e com um ambiente animado. Mais infor-maes em www.carrerassanlu-car.es e www.sanlucardebarra-meda.es/sanlucar_turismo/.</p></li><li><p>Julio Mayo Rodrguez Um dia com...</p><p>A Rota em nmeros</p><p>2</p><p>O historiador Julio Mayo Rodrguez estudou com paixo um dos fenmenos de religiosidade popular com maior vocao americanista: Consolao de Utrera. Foi Comissrio da exposio Puentes de Fe entre Europa y Amrica (Cmara do Comrcio de Sevilha - 2010).</p><p>A poca dos Descobrimentos representou uma grande mudana para muitas localidades da campina sevilhana, entre elas Utrera. O que trouxe esta poca dourada localidade?Durante o sculo XVI, Utrera chegou a ser a agrocidade mais importante e opulenta daquela rica Sevilha, Porta europeia da Amrica, por se encontrar no caminho para os embarques de Sanlcar de Barrameda. Isto propiciou o crescimento do seu fluxo comercial, econmico e humano, triplicando a sua populao e multiplicando as habitaes urbanas dentro dos seus muros. </p><p>No h dvida de que o smbolo mais conhecido da Virgem da Consolao de Utrera uma delicada Nau de Ouro, em miniatura, que carrega na sua mo. Que histria existe por trs dela?O triunfo econmico do capito Rodrigo de Salinas levou o estivador a doar a preciosssima jia de ouro e cristal de rocha (1579). A obra simboliza o prestgio adquirido pela Virgem como Protetora das gentes do mar (marinheiros, mercadores, soldados, estivadores, viajantes, </p><p>etc.). Mas foi a localizao estratgica de Utrera que conduziu americanizao da Virgem da Consolao.</p><p>Que personagens utreranas esto relacionadas com este movimento aventureiro?Muitas, de entre as quais podemos destacar: Bartolomeu de Utrera (marinheiro de Colombo na sua 3. viagem), Hernando Lpez (Magalhes), Cristbal Muoz (expedio de Pedrarias), capito Bernardino lvarez (soldado de Hernn Corts), Pedro Gonzlez (conquista do Chile), capito Juan de Coria Bohrquez (conquistador de Cartago e outros lugares), Diego Ramn (conquistador da Nova Galiza) e o capito Francisco lvarez de Bohrquez (repovoador de Santa Marta).</p><p>Para terminar, que outras jias relacionadas com a poca dos Descobrimentos possui Utrera?O seu centro histrico, o culminar das obras das suas duas parquias a porta de Santa Maria influenciou a tipologia da fachada principal da Catedral de Santo Domingo e outros conventos, ermidas e hospitais. Intensificou a sua produo agropecuria, a qual se reflete hoje em dia nas numerosas fazendas de olivais com nomes de raiz americanista. A mui clebre doaria da cidade, que inclui as roscas de Utrera, apropriadas na poca para o consumo durante a travessia martima.</p><p>hectares e 80 km de paisagem natural </p><p>cobertos pelo Parque Natural da Costa </p><p>Vicentina, em Sagres. </p><p>De </p><p>Lagos foi acapital do Algarve </p><p>antes de Faro.</p><p>1576 a 1756A 1a</p><p> viagem de circunavegao de Magalhes partiu </p><p>de Sanlcar de Barrameda.</p><p>palermos (habitantes de Palos) constam da </p><p>lista de tripulantes da expedio do </p><p>Descobrimento de 1492.</p><p>26 76.000</p><p>Unio EuropeiaFEDER</p><p>Investimos no seu futuro</p></li><li><p>3Experincias saborosas:</p><p>A culinria portuguesa soube fazer uso do mel de abelhas como ingrediente principal de uma profuso de pratos regionais. Com este nctar, criaram verdadeiras delcias gastronmicas, como o famoso bolo de mel do Algarve, que tem origem em Sagres.</p><p>Ingredientes (12 pessoas):250 g de acar 300 g de farinha de trigo8 ovos 2 dl de azeite14 litro de mel 10 g de fermento em p</p><p>1. Bater muito bem as gemas com o acar.2. Colocar o azeite e o mel numa caarola </p><p>parte e levar ao lume at ferver.3. Deixar arrefecer e acrescentar as gemas </p><p>batidas com o acar. Misturar a farinha com o fermento e, por fim, as claras batidas em ponto de merengue.</p><p>4. Verter tudo numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha, e levar a cozer no forno.</p><p>5. Depois de arrefecer, cortar aos quadrados e decorar a gosto.</p><p>Bolo de mel moda de Sagres</p><p>Zona verde:</p><p>O Parque del Cauelo, na localidade sevilhana de Gelves, um lugar ideal para passear e desfrutar da natureza. </p><p>Construdo em torno da entrada maneirista de uma antiga mina de gua, oferece espaos muito adequados para repousar, ler e conversar. semelhana dos outros parques que povoam a Cornija, tem como principal caracterstica a gua, cujos diferentes mananciais naturais foram canalizados para vrias fontes e cisternas. Uma grande parte desta gua utilizada para a rega de jardins e rvores muito antigos cujo traado dos caminhos foi respeitado. </p><p>Ao cri-lo, conseguiu-se conservar e valorizar alguns elementos caractersticos do antigo Cortijo del Cauelo, que d o nome zona e cuja primeira referncia histrica remonta a nada menos que 1558.</p><p>Mais informaes em www.turismosevilla.org.</p><p>Parque delCauelo</p><p>Unio EuropeiaFEDER</p><p>Investimos no seu futuro</p></li><li><p>4Jias escondidas:Praia da CordoamaNo municpio portugus de Vila do Bispo, entre a praia do Castelejo ao sul e a praia da Barriga ao norte, encontra-se a Praia da Cordoama. Uma praia virgem, isolada dos centros urbanos e urbanizaes, e que, alm disso, foi distinguida com a Bandeira Azul. </p><p>Esta ampla praia um cenrio natural de excecional beleza: o seu areal infinito perde-se de vista, tanto a norte como a sul, e recortado por umas imponentes falsias com mais de cem metros de altura. </p><p>Um barranco leva um arroio de gua at ao areal, formando pequenas dunas onde crescem plantas como o estorno, o cardo marinho ou o vistoso narciso das areias. Alm disso, o aroma das estevas funde-se com o do mar, impregnando a zona de uma fragrncia inigualvel. </p><p>Nesta praia, exis-te uma colina que, para alm de ser um maravilhoso mira-douro natural, serve de plataforma para saltos de parapen-te. Trata-se de uma praia ideal para a prtica de desportos como o surf ou body-</p><p>board, apesar de a sua acessibilidade limitada permitir desfrutar sempre da tranquilidade deste lugar deslumbrante, afastado da civilizao.</p><p>No que toca aos servios que oferece, conta com uma zona de estacionamento, vigilncia durante a poca balnear e um pequeno bar onde se podem saborear umas deliciosas sardinhas pescadas ali mesmo enquanto se desfruta das excelentes vistas do mar.</p><p>No perca o espetacular entardecer, em que as falsias parecem espelhar os ltimos raios de sol e que sem dvida o final perfeito de um dia mgico. </p><p>O acesso faz-se por estrada alcatroada com cerca de quatro quilmetros, que vai desde a Vila do Bispo (Mercado Municipal) at s praias. Aps o cruzamento para a Praia do Castelejo, o percurso faz-se por um caminho de terra batida com cerca de dois quilmetros.</p><p>Mais informaes em www.cm-viladobispo.pt.</p><p>Unio EuropeiaFEDER</p><p>Investimos no seu futuro</p></li><li><p>5Sabia que...? </p><p>DELEGAES DE TURISMO: </p><p>PROVNCIA DE SEVILHAPlaza del Triunfo, 141001 SevillaTel: (+34) 954 210 005infoturismo@prodetur.es </p><p>SANLCAR DE BARRAMEDACalzada del Ejrcito, s/n11540 Sanlcar de Barrameda - CdizTel: (+34) 956 31 61 10sanlucarturismo@gmail.com</p><p>PALOS DE LA FRONTERACasa Museu Martn Alonso Pinzn Calle Cristbal Coln, 34 21810 Palos de la Frontera - Huelva Tel: (+34) 959 100 041 casamuseo@palosfrontera.com</p><p>LAGOSPraa Gil Eanes (Antigos Paos do Concelho)8600 LagosTel: (+35) 282 763 031turismo.lagosturismodoalgarve.pt</p><p>VILA DO BISPO E SAGRESRua Comandante Matoso8650-357 SagresVila do Bispo SagresTel: (+35) 282 624 873turismo.sagres@turismodoalgarve.pt</p><p>Ligaes de interesseO lado direito das embarcaes chama-se estribordo e assinalado com uma luz verde de navegao, visto que representa a esperana e a descoberta. O lado esquerdo dos navios denominado bombordo em portugus, porque as embarcaes, ao descer o Atlntico ao largo da </p><p>costa africana, tinham sua esquerda a terra com os respetivos portos (bombordo, ou seja bom bordo), enquanto do lado direito apenas existia o mar e o desconhecido. Numa embarcao, o bombordo sinalizado por uma luz vermelha, que se associa ao corao e sade.</p><p>Durante a era dos descobrimentos, o Santurio da Consolao de Utrera converteu-se em lugar de peregrinao dos marinheiros antes de embarcarem. Ali se encomendavam e traziam as suas oferendas (que se conservam at ao presente no santurio). O nome </p><p>desta Virgem foi levado por muitos navios at Amrica e em sua honra se fundaram conventos, santurios e ermidas no Mxico, Colmbia, Peru, Quito, Argentina e Filipinas.</p><p>Unio EuropeiaFEDER</p><p>Investimos no seu futuro</p></li></ul>