O correio - Ed 877

  • Published on
    10-Mar-2016

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

Transcript

  • LAGUNA/SC - ANO XVIII - EDIO 877 - LAGUNA/SC 05/09/2012 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor Tcnico

    Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    RQE 4329

    Agora em novo endereo px. a Colnia de Pescadores Temos sala de Vacinas

    Acil comunica que o com-rcio de Laguna ter horrio especial em homenagem semana da Ptria. No dia 08 de setembro, Sbado Eco-legal, haver recolhimento de Lixo Eletrnico e o co-mrcio dever abrir das 08h30 s 17 horas. Muitas atraes aguardam por voc. Participe e Prestigie!

    Semana da Ptria

    No ltimo sbado na Capitania dos Por-tos de Laguna foi realizada a abertura das programaes da Semana da Ptria do municpio, encerra dia 7 com o des-file cvico. Marinheiros hastearam a bandeira ao som do tradicional apito. O prefeito Clio Antnio e a secretria de Educao, Tania de Oliveira Pereira abriram o evento.

    A festa do Rosa

  • O CORREIO P. 02

    O PODER DA PALAVRA

    Advocacia & Assessoria

    Dr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira atanaziolameira@brturbo.com.br

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas e aos sbados :

    Laguna, Capivari de Baixo, Tubaro, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes, Imaru e Jaguaruna.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 05/09/2012

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    Reinventando o Profissionalartigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    A cada dia, parece que as pes-soas querem me convencer que prestar um bom atendimento no varejo muito difcil e do-loroso. No podemos gener-alizar, j que muita empresa tem melhorado e esto in-vestindo em treinamentos para que seus funcionrios evoluam, porm a maioria delas ainda o faz de forma isolada, eventual e sem planejamento, acredito que deva ser realizadas aes continuamente, ou seja, pre-cisamos investir tambm na manuteno e monitoramento dos resultados para que no haja acomodao e retrocesso.Alguns acontecimentos nos deixam atormentados. Outro dia visitei uma loja, linda, bels-simo ambiente (decorao), produtos atuais, no entanto o vendedor estava sentado com a

    mo na cabea, talvez pensando na morte da bezerra e sequer me viu entrar. Perguntei sobre um determinado produto e ele respondeu temos de R$ 100,00 a R$ 200,00, perguntei se tinha meu nmero e ele: o que sobrou aqui, so tamanhos grandes. A loja estava vazia! Falei com o empresrio/lojista e ele me disse que as vendas estavam ruins, no esperava outra coisa, pois com aquela vontade do vendedor em atender e vender! Em outra cidade a vendedora mal me deu bom dia e respondeu: olha moo temos vrias marcas e vrios preos. Perguntei qual diferena, pois pareciam iguais justamente para que ela tivesse chance de expor as caractersticas e ben-efcios de cada um, mas... moo, s a marca. Ao almoar na praa de alimentao de um shopping

    solicitei gua mineral com gs, gelo e limo e me trouxeram sem gs, quente e com gelo. Perguntei se tinha sido esse meu pedido e ele respondeu: sim senhor, no temos mais gua com gs, no temos limo e como o Sr. pediu com gelo trouxe uma quente mesmo. Meus amigos so alguns atendimentos ruins que presen-ciei. Repito melhorou, mas no se mantm.Dificultar parece ser melhor do que facilitar. H muito tempo no vemos muitas novidades em conceitos na rea de atendi-mentos, porque ento to difcil atender bem e para vender mais e melhor? Capacite-se e faa bem o dever de casa. E voc lojista, monitore a atuao de seus rep-resentantes profissionais.

    Vamos refletir. E agir!

    Porque fazer fcil se difcil mais gostoso? O silncio de ouroPalavras soltas ao vento. Amigos por perto. Ainda bem. Somos levados a um mundo imaginrio. Ou quem sabe a um mundo que estamos nele. Palavras so pronunciadas. Poucas so ouvidas. Ami-gos vocs j ouviram o ditado popular: falar prata e o silncio ouro. Tudo isto acontecendo e diante disto no podemos deixar passar a vida e simplesmente ficar assistindo sem ao menos experimentar o gostinho de viver intensamente. Mentiras teis H certas horas, quando sentimos que estamos para chorar, que desejamos uma presena amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir. Al-gum que ria de nossas piadas sem graa. Que ache nossas tristezas as maiores do mundo. Que nos tea elogios sem fim. E que apesar de todas essas mentiras teis, nos seja de uma sinceridade inques-tionvel. (William shakespeare) Apenas uma pausaMuitos oradores ficam prejudicados naquilo que querem transmitir, em razo do cansao do pblico. Ainda no descobriram que uma pausa, contando uma piada, ou algo semelhante, com uma ilustrao ou ainda qualquer envolvi-mento, com o auditrio, criam empatia e faz com que o ouvinte se interesse pelo tema proposto. Cor e forma A palavra tem cor e forma e essa forma uma escultura sonora. Quando falamos, articulamos no somente fonemas e frases, mas, sobretudo, emoes e idias. O tom dado s palavras pode construir ou destruir as pessoas que nos cercam

    Sem qualidade na Educao, dificilmente o Brasil vai conseguir chegar ao patamar de pas desenvolvido, afirmou, hoje, o lder do PP, deputado Silvio Dreveck, ao avaliar a situao do Pas no ranking mundial do ensino elaborado pela Unesco, rgo da Organizao das Naes Unidas para a cultura e educao. Na classificao da Unesco (criada a partir de um ndice criado para medir o desempenho das naes em relao a metas e qualidade para 2015, estabelecidas pela Conferncia Mundial de Educao de Dacar, em 2000), o Brasil fica em 88 lugar entre 127 pases, situando-se entre os considerados de nvel mdio de desenvolvimento na rea, atrs da Ar-gentina, Chile e at mesmo do Equador e Bolvia.

    Secretaria de Estado da Segurana Pblica (SSP) inicia no prximo dia 12 de setembro uma nova etapa de inauguraes de sistema de videomonitoramento. Desta vez sero benefi-ciadas mais cinco cidades, inseridas no projeto Bem-te-vi Segurana Por Videomonitoramento, criado pela SSP. No total sero instaladas 79 cmeras de vigilncia distribudas nas cidades de Navegantes (6), Tijucas (10), Tubaro (8), Corup (5) e Chapec (55). O investimento total chega a R$ 800 mil.A Federao das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC) inicia neste ms, em parceria com a RBS TV, a campanha Pedgio do Brinquedo, que vai ser estendida a todo o Estado. O objetivo angariar donativos brinquedos novos ou em bom estado que sero doados para mais de 50 entidades que atendem crianas carentes em Santa Catarina. A campanha segue at 12 de outubro e o tema Sua doao show.

  • O CORREIO P. 03

    AUTO POSTO BELA IGUABA

    Avenida Getlio Vargas, 381Magalhes - Laguna / SC

    Atendimento de alta qualidade

    (48) 3644-0381 / 9109-1803 / 105-4040

    LAGUNA/SC 05/09/2012

    VIUQREPRTERA importncia da reali-zao do vitorioso even-to MOTO LAGUNA na pessoa do desportista e cartorrio LUIZ PAULO CAR-NEIRO, dentre outros abnegados desse concorrido esporte em nossa cidade, est na idntica proporo na simptica cidade de Urussanga, em se falando do MOTO VINHO, na pessoa do seu organizador, JOO OTVIO PEL-LEGRIN.Segundo LUIZ PAULO CARNEIRO, o organizador do MOTO VINHO, JOO PELLEGRIN, sabe como ningum nesse aguardado evento, ser o perfeito trao de unio, mor-mente em se falando na condio de brilhante anfitrio, esbanjando simpatia, perfeito atendimento, etc., fazendo com que todos os participantes daquele aguardads-simo evento, sintam-se em casa.Agradecendo o material do aludido evento remetido esta coluna, atravs da brilhante Asses-sora de Imprensa, FERNANDA, abaixo, a sua dinmica pro-gramao.Gostaramos de in-formar que estamos organizando o 13 Motovinho (encon-tro de motociclistas do Brasil) em nossa cidade, Urussanga SC-a Capital do Vin-ho nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2012.A primeira edio ocorreu em 1998

    LUIZ PAULO CARNEIRO COMENDA: COMPAREAM NO MOTO VINHO EM

    URUSSANGA

    Voc j reparou amvel leitor, que quando os nossos assduos leitores desta coluna, PALOMBA -, alucinado torcedor do VASCO e o comentarista e narrador esportivo e ferrenho torcedor do FLAMENGO, SOUZA JNIOR -, mais conhecido nos meios radiofnicos por DO, falam a respeito dos seus times de corao, os mesmos alm de tornarem-se engenhosos, isto , conhecedores profundos da maquinaria esportiva de ambos os times. notvel o respeito recproco de am-bos, uma vez que em momento algum, digamos, haja um eventual deslize, isto , agresso verbal de ambas as partes.Da, tendo em vista esse exemplar relacionamento que, a meu ver, em se falando destes aficionados torcedores dos dois mais queridos times de futebol do Brasil, VASCO e FLAMENGO, PAL-OMBA e DO, inspirando-se nas suas vastssimas bagagens de conhecimento, admirvel ouvi-los discorrendo todas as nuances dos seus queridos times de futebol, eu, presente na conhecidssima Lanchonete da Dorza, localizado no Mercado Pblico Municipal, experi-

    mentei na presena de ambos, uma gostosa sensao de alegria e, sobr-etudo, de admirao a respeito por estes dois grandes desportistas.Daqui da coluna, transmito ao DO e PALOMBA, votos de sinceros cum-primentos.

    PAL