O Correio - Ed 915

  • Published on
    16-Apr-2015

  • View
    26

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

Transcript

Diretor Tcnico Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra RQE 4329

A sade de sua criana merece a ateno de um especialista

Dr. Mauro Srgio Fernandes da SilvaCRM 8789 - Pediatra

Prximo a Colnia de Pescadores

Temos sala de Vacinas

Fone: 3646-2488Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

Democratas e Brinca abrem o pr-carnaval nesta quarta-feira s 21:30horas. (Pgina 12)

valer!Laguna: 3646-5123 / 9926-6333 Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

Agora pra

O Senhor meu pastor, nada me faltar

LAGUNA/SC - ANO XVIII - EDIO 915 - LAGUNA/SC 16/01/2013 (QUARTA-FEIRA) - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL

Segurana do Carnaval 2013 est definida

(Pgina 12)

S E G U N DA - F E I R A 2 8 / 0 1 LOCAL (ARENA SESC VERO PRAA DO VILLA) 14h Entrega das camisetas; 14:30h confeco de mascaras sobre animais; 15h30min Brincadeiras tradicionais de praia 16h - Lanche; 16h:30min Aula de Capoeira; 18h - Encerramento TERA FEIRA 29/01 LOCAL (ARENA SESC VERO PRAA DO VILLA) 14h Dinmicas e brincadeiras cantadas; 14h:30min Brincadeiras tradicionais de praia 15h Confeco de animais em argila

PROGRAMAO BRINCANDO NAS FRIAS JANEIRO DE 2013 BRINCADEIRAS QUE O BICHO

IPTU 2013 j est disponvel

15h:30 Aula de SlackLine 16h - Lanche; 16h30min Escultura na Areia (tema animais) 18h - Encerramento. QUARTA FEIRA 30/01 LOCAL DE SAIDA PONTO FINAL (MAR GROSSO) PARQUE ECOLGICO DE MARACAJA 13h30min Deslocamento das Crianas ate o local; 15h Parque Ecolgico Maracaj 15h30min Passeio pelo parque 16h- Lanche 16h30min Brincadeiras tradicionais (corrida de orientao, ginstica natural) 17h Deslocamento para casa 18h - Encerramento. QUINTA FEIRA 31/01 LOCAL DE SAIDA PONTO FINAL (MAR GROSSO) (PARQUE AQUATICO ACQUATIVO TERMAS DO GRAVATAL 8h:30min Deslocamento das crianas ate o local; 9h:30min Chegada no parque aqutico 12h- Refeio; 13h:30min Liberao para entrar na piscina 16h Lanche 16h:30min Deslocamento para casa 18h- Horrio previsto para chegada SEXTA FEIRA 01/02 LOCAL (ARENA SESC VERO PRAA DO VILLA) 14h Brincadeiras tradicionais de praia 14h:30min Aula de Surf ; 16h - Lanche; 16h:30min Brincadeiras tradicionais de praia; 17h:30min Aula de Surf 18h - Encerramento.

LAGUNA/SC 16/01/2013

O CORREIO P. 02

O PODER DA PALAVRAAtanazio LameiraUm caminhar de amor e paz (para Matheus e Stella) Caminhar juntos pela vida. Compreendendo e desvendando os mistrios. Cada um com sua individualidade, mas compartilhando a grandiosidade de viver a dois - como se fora uma s verdade. O amor permeando a trajetria de um casal lindo rumo vitria de se querer e de amar constituindo um ncleo familiar. Ah., que o bom Deus da misericrdia abenoe este casal e derrame sua bno sobre seus ombros e, que lhe reserve paz e harmonia por fim muito amor. O pulo do gato Voc tem aparncia jovial, mas soube que tem idade avanada. Preciso conhecer suas idias se de vanguarda, ou moldada em teia de aranha. Um pequeno trecho da vida A chance de poder falar aos casais no somente para aqueles que se acham problemticos, mas todos aqueles que esto felizes para sempre. Um reflexo da prpria famlia Sua vida era desregrada, assim como sua famlia por isso seu temperamento era explosivo e pouco convencional. Um vo de um campeo (para marronzinho) O mistrio da morte. Ela chega de repente sem avisar. Nos pega de surpresa. No estamos preparados por mais que sejamos espiritualizados. Abre uma ferida. No h uma s palavra que se possa pronunciar que tenha o real significado para confortar a famlia. Talvez um pedao do prprio corpo seja arrancado quando se perde um ente querido, sobretudo um filho, tesouro maior, que algum pode ter. s vezes somente o silncio, para amenizar um pouco o sofrimento da perda. Sua coragem e determinao lhe transformou em campeo e, sua ousadia lhe fez voar em duas rodas e feito anjo subiu ao infinito. Uma figura nefasta Outra figura s vezes nefasta para a empresa ou servio pblico esta figura ultrapassada conhecida como chefe. Alguns desavisados querem levar isto ao p da letra e, acabam causando um alvoroo perseguindo os funcionrios ou colaboradores, no importa a nomenclatura. Eu sinceramente no sei onde vo buscar este contedo raivoso. No sei informar o meu dileto leitor, que academia ministra tanta aula antipedaggica, quem sabe at anticristo. Com sua sutileza de elefante acaba destruindo o ambiente de trabalho, local pela ordem moderna, que deveria ser o melhor possvel dentro de atitudes de razoabiVisite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

artigo

Reinventando o ProfissionalDificultando o atendimentoCada vez mais o atendimento ao cliente vira verdadeira obsesso. As empresas esto investindo milhes de reais por ano para melhorar o encantamento do cliente, porm, boa parte destes investimentos vai para o ralo. Atender bem, nos padres considerados as antigas no suficiente para que nossos clientes fiquem satisfeitos. claro que receber bem o cliente, com um tapete vermelho, com sorriso e simpatia ainda fazem diferena, mas hoje muito pouco. O cliente quer mais, mais, mais do que ser bem recebido, como se voc recebesse em sua casa uma visita com todo entusiasmo e na hora de servir um cafezinho, serve frio, com loua suja, sem a mnima vontade de satisfazer seu visitante. No uma comparao absurda, realidade. Acredito que no existe frmula mgica para atender e vender bem; existem alguns procedimentos que so obrigatrios para que alm da venda venha a satisfao. Se o atendente / vendedor usou uma palavra negativa, no pode apertar o boto e voltar cena anterior, no entanto deve prestar ateno para no repetir o erro na prxima vez. EX: O senhor no vai levar nada hoje? Convenhamos, um absurdo abordar desta forma - na cartilha do bom atendimento isso significa PECADO, e dos feios. Agora, o que dizer quando abordou desta forma e conseguiu vender? Tambm na cartilha deveria ter um plano de reserva que apura resultados. De nada adiantar receber nosso REI com bom dia, estou disponvel, meu nome ... e o seu? Se na hora de orient-lo sobre determinado produto eu no saber como ele funciona, suas caractersticas e benefcios e no compreender exatamente o que o cliente quer. Enumero a seguir algumas prolas ditas por vendedores, atendentes e at mesmo por alguns donos de lojas que assassinam o atendimento e enterram as vendas: 1. S esta comprinha hoje? 2. No sei se tem no estoque. 3. Este tecido importado? - Sei l, s me disseram que bom! 4. Esta marca que o Senhor deseja no vendemos. (e deixam o cliente ir embora sem opo) 5. O precinho t bom! 6. Espere a liquidao chegar, boba! 7. No vendemos produtos do seu tamanho. 8. Depois da hora, nem pensar em atender. 9. Agora estou fazendo a faxina da loja, aguarde um pouco. 10. Queres um pedao do meu lanche? 11. Este produto muito caro, eu no compraria! 12. Hoje o patro est de mau humor. 13. O preo este, quer ou no quer? 14. S vendemos nestas condies. 15. O seu cadastro t sujo. 16. A primeira compra s com entrada e dois avalistas. 17. Certo, falei que esta semana o produto estaria na loja, mas o danado do fornecedor mancou comigo. 18. De novo, troca de mercadoria!? 19. O caixa no entende nada de vendas, por isso falou errado sobre a promoo.

lameira00@hotmail.com

Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

Hora do cafezinhoPaulo Srgio Silva O vereador Vilsinho Vieira (PSDB) visitou no dia 09, moradores do loteamento habitacional Lurdinha Schiefler. Na ocasio, Vilsinho pode ver as dificuldades que alguns moradores esto enfrentando, no tendo o fornecimento de gua e energia. Os ltimos moradores do loteamento receberam as chaves de suas casas no dia 29 de dezembro 2012, porm no estavam equipadas com gua e nem energia eltrica. Segundo Diego Medeiros, gerente regional da Casan, a estatal j iniciou algumas ligaes para o fornecimento de gua. Os trabalhos devem ser concludos em quinze dias. J sobre o fornecimento de energia eltrica o vereador Vilsinho falou com o gerente local da Celesc, Luis Carlos Remor, que garantiu que nos prximos dias o problema estaria resolvido. Ser feito tambm uma extenso de rede na ltima rua do loteamento. Em breve todos os moradores do loteamento Lurdinha Schief-

De olho na reduo do risco de acidentes nas estradas federais do Estado, a Polcia Rodoviria Federal em Santa Catarina vem concentrando esforos neste vero no combate ao excesso de velocidade e ao uso de bebidas alcolicas pelos motoristas. A estratgia faz parte da Operao Rodovida, que comeou em 21 de dezembro e vai at 13 de fevereiro. Com utilizao de oito radares, o rgo flagrou mais de 6 mil condutores trafegando em ritmo acima do permitido nos dez primeiros dias deste ano. A PRF/SC tambm autuou 34 motoristas por direo sob efeito de bebidas alcolicas, entre os mais de 4,7 mil condutores submetidos a testes de alcoolemia. Em Laguna, o rgo investiu na divulgao das rotas alternativas e no Morro dos Cavalos, em Palhoa, a soluo foi a implantao de uma faixa reversvel, que tem seu sentido modificado conforme a necessidade. Alm de buscar sadas para enfrentar o alto fluxo de veculos, Graziano aponta a conscientizao dos condutores como um dos grandes desafios da PRF no EstadoFundado em 29.07.1995 Direo Geral: PAULO SRGIO SILVA JORNAL O CORREIO. LTDA. ME. C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375 Redao e Administrao: Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00 Tiragem: 1.000 exemplares Os artigos assinados so de responsabilidade de seus autores. Circulao quartas e aos sbados : Laguna, Capivari de Baixo, Tubaro, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes, Imaru e Jaguaruna. E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net Este jornal filiado:

EXPEDIENTE

Advocacia & Assessoria

Dr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e d