O Foco 155

  • Published on
    24-May-2015

  • View
    801

  • Download
    53

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. ANO X / EDIO 155 14 A 20 DE NOVEMBRO 2009 www.agenciapress.netPROMOTOR 1 CONEXO DENUNCIA JULGAMENTO NO TRE FAVORECE REGIONAL DECABO DA PMO PREFEITO NEY VITURINO NEGCIOS O promotor de Justia Realizada com sucesso, a 1 Marcelo Faria da CostaConexo Regional de Neg- Lima (foto), em auxlio nacios do Meio Ambiente de 3 Promotoria de Caldas Caldas Novas contou com a Novas, ofereceu dennciaparticipao de importantes contra o cabo da Polciapalestrantes, a exemplo do Militar (PM), Divino Apa- Secretrio Estadual de Cin- recido Reis pelo crime de cia e Tecnologia, Joel homicdio qualificado. Se-SantAnna Braga Filho e do gundo a denncia, o PM, Deputado Estadual pelo no dia 4 de outubro, dis- Paran, Luiz Eduardo Cheida. parou trs tiros queima-A abertura contou com o pro- roupa no corretor de im- nunciamento do prefeito Ney veis, Agnaldo da Cruz,Gonalves de Sousa, do Pre- por ter ligado o som do sidente da Cmara Municipal seu veculo em um posto Mauro Henrique Palmerston de gasolina, na GO213, e do Presidente da ACICAN no municpio de Caldas(Associao Comercial e In- Novas. O corretor morreudustrial de Caldas Novas), Dr. no local. Gleidson Rocha (foto).Pg: 04 Pg: 02Pg: 03

2. 2 14 A 20 DE NOVEMBRO DE 2009EDITORIAL A D DO PEQUENO TRAFICANTE SEGURANA, ONDE TEM? O governo federal, final- denao ao jovem recm- At agora, a poltica do go-mente, acordou para a de- chegado maconha. Mas, verno era exatamente essa,Ultimamente, temos visto muita coisa acontecer emfesa da sociedade, em vez feliz ou infelizmente, pre- a de esperar que os paren-nosso Pas. Muito se fala em segurana, que de-de passar a mo na cabe-ciso mostrar-lhe que o ci-tes cuidassem dos drogados,ver do Estado e direito do cidado. Mas isto noa de criminosos que con- garro da erva costuma ser pois o poder pblico no ti-tem acontecido. Vrios so os fatores que esto ele-sidera pequenos. Na se- apenas uma etapa para mal nha nada com isso. E a ver-vando os ndices de criminalidade no Brasil. Temosmana passada, o presiden- maior, a cocana, ou seudade que tem, sim. Onde de a fronteira com os pa-que voltar um pouco no tempo e todos sabem quemte Lula e o ministro da Jus-subproduto mais barato eesto os hospitais-dia que ases produtores at a pon-so os culpados por grande parte desta inseguranatia, Tarso Genro, sinaliza-muito mais avassalador, o Unio construiu em Caldas ta, o usurio.que a populao vive hoje. O ano exato 1988, quan-ram que vo endurecer crack. Aplicara Novas ou qualquer outra ci- Se fosse liberado, pordo nossos deputados elaboraram a nova Constitui-contra os traficantes dereprimenda adequada nodade goiana? Quanto envia exemplo, transportar 10o Brasileira. Neste momento, comeou a se alas-drogas. necessriomomento certo a salva-para as casas de recupera-gramas de cocana, o ban-trar a insegurana por todos os lados. Na edio deaguardar at a inteno seo em quase todos os ca- o? Cad as verbas fede- dido venderia no limite da1988 da Constituio, muitos direitos dos cidadostransformar em gesto esos. O usurio est rais para o tratamento do permisso a diferenahonestos foram extintos e criados muitos direitos paraeste virar realidade, porquefragilizado, numa fase es-dependente, desde a horaestar no nmero de via-os mal comportados. Mas a insegurana vai rolan-o Pas no suporta mais fi- pecial da vida, mas me- em que aceita ser interna-gens entre o local em quedo, passando pelos famosos defensores dos direitosnanciar a impunidade. lhor ser admoestado com a do at o acompanhamento deixou a droga escondidahumanos. Nunca ouvimos falar que um destes defen-Algumas autoridades, par- mo do Estado que morrerpermanente de sua at o bolso do viciado maissores foi levar uma cesta bsica para uma famlia quete delas com mandato, pela mo do trfico.desintoxicao? O jornal Oprximo. Igualmente, noficou sem pai, um pai que no teve direito nenhum res-considera o usurio uma Depoimentos de muita gen- FOCO e portal de noticias se consegue medir a dorpeitado e foi assassinado tentando trazer o sustentovtima, portanto, isento da te sria revela quo difcilwww.agenciapress.netde um pai, uma me, aopara casa. Este, sim, deveria ter direitos e no o bandi-represso, digno de d. A reconhecer que algum pode investigar: no existe descobrir que o meninodo. Policiais mal remunerados, e muitos, despreparados.prtica comprova resulta- to prximo est dependen-poltica sistemtica para o criado com tanto carinhoA grande maioria dos policiais obrigada a fazer bi-do diferente e para ela des-te qumico. Porm, o cami-setor.e trabalho est utilizandocos (ter outros empregos) para levar o sustento depertou o governo. Eviden- nho ideal realmente ad- Como, enfim, o governo vaidrogas. Alguns, mais de-seus filhos. Hoje, muitos tm medo de andaremte que o consumidor preci-mitir. No vergonhosa combater o trfico com o ri-sesperados, entregam osfardados em certos locais, pois sabem que correm osa de tratamento em uni-para os pais a convivnciagor necessrio e indepen- filhos Justia, para evi-risco de morrer. Como trabalhar desta forma?dade de sade especializa-com um viciado em casadente de o bandido ter 1 qui- tar tragdia com os trafi-Estamos s portas de uma eleio e, com certeza,da, mas o perigo reside nem demonstra ter havidolo ou uma tonelada de dro-cantes ou at com a pol-os polticos estaro a pedindo seu voto, que, na gran-exatamente na progressofalha na criao ou na edu- ga, est em tempo de inves- cia.de maioria das vezes, sua nica arma para tentarinterna do mundo do vcio.cao. Ignomnia no cui- tir no tratamento de gran-Despertado para a parte smudar nosso pas, onde temos hoje uma poltica ve-Comea comprando, pas-dar, s vezes com receio de des e pequenos. No devedo que deve tutelar, restalha, muito arcaica. No temos novos lderes e o povosa a usar cada vez mais, aexpor o problema. No hdesistir de seus jovens. Oao governo investir na sa-no sabe o que fazer, nem em quem votar (as novasdependncia exige uma o que omitir. As drogas seusurio comete crime ede, na proteo da famlialideranas so esmagadas no ninho, outras tm medoquantidade impossvel detornaram at democrti-deve ser punido, mas tam- e, sobretudo, na incessan-de pr a cara tapa), e o que vem acontecendo?ser arcada com os prpri- cas, pois atingem todas as bm um doente, que deve te interrupo do crime,Polticos com viso futurista, planejada e sria estos recursos, entra nos bens classes econmicas, faixasser tratado. Da mesma ma- impedindo a entrada nocada dia mais escasso, desta forma cada vez mais,dos pais e, por fim, cai em educacionais e etrias, ci- neira que inexiste quantida-Pas e atuando com rigorestamos encarcerados em nossas casas. Muitosdefinitivo na criminalidade,dades, fazendas, unidades de exata de droga paraabsoluto contra os envol-governantes no vem isto porque no querem. Paz,roubando para adquirir ada federao. Raras fam- discernir um minitraficante vidos na poro que entrar.Paz, Paz, Paz: no adianta s falar, tem que agir... Edroga ou atuando direta-lias ainda esto livres dode um grado, ainda estoj passou da hora...mente com o traficante. problema e as que, gra- por inventar mtodo maisDemstenes Torres .Para a famlia, que de fato as a Deus, continuam imu-eficaz para conter essa mo- procurador de Justia e a maior vtima, soam do-nes tm de orar e vigiardalidade de delito do que senador (twitter.com/lorosas as palavras de con- diuturnamente.polcia jogando pesado des- demostenes_go) TRE JULGA PROCEDENTE O RECURSO DO PREFEITO NEY VITURINOPor unanimidade, o Tri-foi cassado devido reali-no perodo vedado, de pu- primeira instncia, parabunal Regional Eleitoral zao de propagandablicidade institucional noaguardarem nos seus(TRE) de Gois, nestainstitucional com utilizao site do municpio, e a uti- respectivos cargos o jul-quarta feira (11/11) julgoude faixas, placas e carta- lizao dos servios do gamento deste recurso,procedente o Recurso nzes durante o perodo ve-procurador-geral do mu- que teve agora deciso6108 a favor do prefeito dado pela lei eleitoral; o nicpio, Gleidson Rocha favorvel (seis votos aeleito Caldas Novas, Ney descumprimentode Teles, para a defesa da zero), ao prefeito e vice.Gonalves de Sousa e liminar que determinava acoligao partidria do Outro processo poderseu vice, Otaviano daretirada de banners eprefeito. ser julgado ainda esteCruz, mantendo os dois outdoors com propagandaOs polticos, no entanto, ano, e definir de umanos respectivos cargos.institucional de obras doconseguiram efeitovez por todas a situaoEm Agosto, Ney Viturinomunicpio; a manuteno, suspensivo da deciso emde Caldas Novas.www.agenciapress.netABRANGNCIA Caldas Novas, Morrinhos, Rio Quente, Piracanjuba, Pontalina, Jovinia, Dorothi DominguesAgncia PressTeresa Cristina (Teka)Vicentinpolis, Panam, Goiatuba, Bom Jesus, Itumbiara, Buriti Alegre, DIRETORA GERALEDITORAO/ DIAGRAMAO JORNALISTA/PRODUTORAgua Limpa, Marzago, Corumbaba, Goiandira, Ouvidor, Nova Aurora, drdomingues@terra.com.br agenciapress@terra.com.br EXECUTIVA - DRT 3514 (MTB)Catalo e Goinia. MATRIAS PAGAS, ARTIGOS ASSINADOS E PUBLICADOS NESTE JORNAL, NO REPRESENTAM NECESSARIAMENTE A OPINIO DA DIRETORIA E SO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS AUTORES. 3. 14 A 20 DE NOVEMBRO DE 200931 CONEXO REGIONAL DEFOCO POLTICO NEGCIOS DO MEIO AMBIENTEPRE FAVORVEL... Segundo informaes divulgadas no endereo ele-Na viso do presidente da ACICAN, advogado Gleidson Rocha, preciso comear a ver a parceria entretrnico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/GO),negcio e meio ambiente como oportunidade de empreendimento que envolve meio ambiente aliado a Procuradoria Regional Eleitoral de Gois (PRE-conscincia dos empreendedores junto a questes de preservao e de desenvolvimento sustentve GO) emitiu parecer favorvel ao Recurso Eleito- ral n 6109, interposto pelo prefeito Ney Gonal- ves de Sousa (foto), vice-prefeito Otaviano da Cruz Vieira e o advogado Gleidson Rocha Teles. Hoje outro recurso n 6108 ser julgado no prxi- mo no TRE. O processo foi includo na pauta de julgamento n 67/2009 pelo desembargador eleito- ral Joo Batista Fagundes Filho que o relator.