Oeste Semanal Edição 28

  • Published on
    30-Mar-2016

  • View
    244

  • Download
    7

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Oeste Semanal Edio 28

Transcript

  • Ano I N 28 Lus Eduardo Magalhes, 17 a 23 de setembro de 2011

    Oeste AC

    IDADE

    EM REVIS

    TA

    SEMANAL

    Preo do exemplar em banca

    R$ 1,00

    Leia as colu nas de Sebastio Nery, LucianoDemetrius, TizzianaOliveira e Rafael Dias

    A AGENDA DACIDADE ESTNA PGINA 11

    Tiragem desta edio

    6.000e x e m p l a r e s

    Reunies do Oramento Participativo indicam Prefeitura prioridades de moradores para o prximo ano. Pgina 5

    PGINA 9

    Cidade teve mais doisassassinatos. Pgina 15

    Revoluo na produochega a assentamento. Pg. 12

    Cidade quer maispraas e asfaltoU M P A R Q U E P A R A A C I D A D E

    RAUL MARQUES

    O PREFEITO Humberto Santa Cruz pediu ao ministro da Integrao Nacional, Fernando Bezerra Coelho, a criao de parque de 200hectares em Lus Eduardo, para a preservao da nascente do Rio dos Cachorros e para lazer dos moradores. Pg. 13

    Assine o abaixo-assinado por mais segurana

    CTNBio aprova o feijo transgnico desenvolvido pela Embrapa. Pgina 12

  • Oeste Semanal Lus Eduardo Magalhes, 17 a 23 de setembro de 20112 I N F O R M A O E O P I N I O

    Publicao da Oeste Comunicao Integrada Ltda.Rua Jorge Amado, 1.327 Jardim Paraso CEP47.850-000 Lus Eduardo Magalhes/BAInscrio muni ci pal 007132/10CNPJ 12.835.627/0001-41 - Telefone (77) 3628-0686oes te se ma nal@diariodooeste.com.br

    SCIOS-DIRETORESAntonio Calegari / Pedro Callegari

    REDA OJoo Penido (edi tor), Antonio Calegari, LucianoDemetrius Leite, Raul Beiriz Marques, Rafael Dias,Sebastio Nery, Tizziana Oliveira, Henrique Cabelo(fot gra fo e dia gra ma o), Paulo Cezar Goives (pro -je to gr fi co)

    PUBLICIDADEJuliana Cadore - (77) 9988-0114

    CIR CU LA OAroldo Vasco de Souza

    IMPRES SOGrfica F. CmaraCsg 09 LOTE 03 GAL PO 03 Taguatinga Sul Distrito Federal Fone (61) 3356-7654

    TIRA GEM*6 mil exem pla res

    *Tiragem jura da pela edi to ra, com pro v vel quan do da

    impres so do jor nal, na Grfica F. Cmara, a par tir das23 horas das sextas-feiras e quan do do in cio da dis tri -bui o das edi es, na Rua Jorge Amado, 1.327 Jardim Paraso Lus Eduardo Magalhes, a par tir das7 horas da manh dos sbados.

    As publi ca es da Oeste Comunicao OesteSemanal e DiariodoOeste.com.br no publi cam mat -rias reda cio nais pagas sem caracteriz-las comoInforme Publicitrio.

    A Oeste Comunicao tam bm edita o site onli neDiariodoOeste.com.br.

    P R E Z A D O L E I T O R

    Questo de vontadeO representante do Conselho Comunitrio de Apoio Segurana (Conseg), FernandoMurata, e o comandante da Cipe-Cerrado, major Camilo Uzda, ouviram dosecretrio de Planejamento e Gesto, Cndido Trilha, que ser necessria pacinciapara se resolver o problema da ocupao irregular de caladas da Cidade. Os questionamen-tos foram feitos por Murata e Uzda na audincia pblica convocada pela Secretaria deIndstria, Comrcio e Servios para discutir a ocupao de espaos pblicos e a criao derea para exposio de veculos, como os feires.

    O sr. Murata e o major no devem ter sado satisfeitos da reunio. O secretrio justificou anecessidade da pacincia pela existncia de duas leis municipais aparentemente confli-tantes.

    Afinal, destrancar calada trancada por veculos. cavaletes e correntes independe de leisconflitantes. Depende somente de vontade de acabar com o abuso contra pedestres e, princi-palmente, contra os portadores de deficincia fsica.

    Na mesma reunio, o secretrio Rodrigo Ferreira foi incisivo: preciso respeitar o espaodo pedestre; calada do pedestre, como prev o Cdigo de Trnsito Brasileiro.

    trao municipal. Nenhum representante dosbairros compareceu s reunies que discutemo oramento da Cidade para o prximo ano.

    E Zezu no veio

    Zezu Ribeiro, secre t rio dePlanejamento do Estado, vinha, mas noveio para a sole ni da de de entre ga ao pbli coda Praa Gerson Hoffmann, no sba do, 10.

    Mais um que cai

    O depu ta do Pedro Novais (PMDB) per deuo Ministrio do Turismo. Novais se com pli -cou depois que a Folha de S. Paulo reve louque ele pagou com recur sos da Cmara umaempre ga da doms ti ca e que sua mulher,Maria Helena de Melo, usa para fins pes -soais um moto ris ta da Cmara.

    Novais j havia enfren ta do sus pei tas dedes vios em sua pasta, por meio de esque mainves ti ga do pela Operao Voucher, daPolcia Federal. Na ope ra o, mais de 30pes soas foram pre sas e afas ta das da pasta,mas o minis tro havia sido man ti do no cargo.

    Enquanto isso, o minis tro das Cidades,Mrio Negromonte, vai ficando.

    Lio de padre Eraldo

    Padre Eraldo Bispo da Silva espe rou 40minu tos pela che ga da da noiva. Quando aatra sa da che gou, pediu que os pre sen tesaguar das sem alguns minu tos e se reco lheu sacristia. Vinte e cinco minu tos depois, padre

    Eraldo rea pa re ceu com a sen ten a: Isso para vocs apren de rem a me res pei tar.

    A Cidade pre ci sa de mui tas lies do padreEraldo. Nada come a na hora marcada.

    Prestgio do prefeito

    Na quarta-feira, 14, em Braslia, oprefeito Humberto Santa Cruz convidou oministro da Integrao Nacional,Fernando Bezerra Coelho, para visitarLus Eduardo Magalhes. No dia seguinte,Santa Cruz recebeu telefonema deBraslia: era o mi nistro marcando a visitapara sexta-feira, 16.

    Sem greve

    A greve nacional dos funcionrios doCorreios por reajuste salarial no atinge aCidade. Aqui, a correspondncia quechegou at o incio da greve est sendoentregue.

    Prestes a selar seu divrcio com a ADM, oex-ministro Antonio Cabrera procura umnovo parceiro para investimentos no setorsucroalcooleiro. H um flerte com a alemNordzucker.

    Fomento?

    Dilma Rousseff apontou sua metralhado-ra para os bancos da Amaznia e doNordeste. Determinou que a Fazenda passeum pentefino nas operaes de emprstimodas duas agncias de fomento. O Planalto

    entende que os bancos tm financiadoalguns projetos com reduzido impactoeconmico e social.

    Cargill

    A Cargill est levando um suadouro doscredores para renegociar o passivo de R$ 1bilho da Usina So Joo, qual se associouem junho.

    Acar e afeto

    Copyright Relatrio Reservado, publi ca odi ria espe cia li za da em insi de infor ma tionedi ta da pela Insight Comunicao.

    www.relatorioreservado.com.brA bon da de de Aladio

    O verea dor Aladio Castilho foi subs ti tu -do no pro gra ma A Voz do Povo, na RdioMundial, pelo secre t rio de Segurana,Ordem Pblica e Trnsito, Eder Fior. Overea dor diz que con ti nua na pre si dn cia daAssociao dos Moradores do Mimoso doOeste (AMMO), man te ne do ra da rdio, einfor ma que cedeu o espa o para o secre -t rio "sen tir como o povo recla ma.

    Oposio a Aladio

    Falar em AMMO, a ComissoHumanizao, for ma da por 22 repre sen tan -tes da comu ni da de, est filian do novos asso -cia dos, para ten tar depor Aladio do coman -do da entidade. A AMMO da comu ni da de,no do Aladio o lema dos dissidentes.

    Vandalismo moto ri za do

    A praa ainda est em cons tru o noJardim das Accias e j tem vn da lo danifi-cando-a. Operrios rela tam que um moto -ris ta pas sou com seu carro por duas vezessobre piso recm-colocado nas pro xi mi da -des da qua dra de fute bol society.

    Crticas ao pre fei to Na lti ma reu nio da Cmara de

    Vereadores, somen te o verea dor Geraldo deMorais, da Oposio, e o lder do gover nomuni ci pal Sidnei Giachini, no cri ti ca ram opre fei to Humberto Santa Cruz. Sete verea -do res recla ma ram do com por ta men to doExecutivo dian te de leis apro va das pelaCmara. Dizem os edis que leis sa das doLegislativo so enga ve ta das, enquan to as de

    auto ria do Executivo so logo pos tas emprtica. Os verea do res cita ram entre as leisdes pre za das a que incen ti va o uso de saco lasretor n veis em mer ca dos e a que obri ga aEmbasa a ins ta lar blo quea do res de ar antesdos hidrmetros.

    Nem to de mal

    O verea dor Valmor Mariussi tem ame ni -za do o tom do dis cur so con tra o pre fei toHumberto Santa Cruz. Na lti ma ses so daCmara, che gou a cha mar Oziel Alves deOliveira de Humberto e disse que no vota -ria no depu ta do pede tis ta para pre fei to daCidade. Prefiro Oziel como depu ta do,afirmou.

    Papel do jor nal

    Podem ser meras coin ci dn cias, masdepois que este Oeste Semanal publi cou amat ria Cidade e comar ca tra ta das comodis tri to (edi o 21, 30 de julho a 5 agos to),na qual foi denun cia do o des ca so do Estadoe da Unio com Lus Eduardo Magalhes,exa mes de dire o de trn si to j esto sendorea li za dos na Cidade, a Vara Cvel ter juiztitu lar e enti da des da socie da de civil come -am a cobrar res pos tas con cre tas das auto ri -da des a pro ble mas no resolvidos.

    Se no foram meras coin ci dn cias e OesteSemanal teve par ti ci pa o no enca mi nha -men to de solu es que bene fi ciam a Cidadee sua popu la o, o jor nal come a a jus ti fi carsua existncia.

    Sem participao

    Moradores do Jardim Paraso e do Centrodevem estar satisfeitos com a atual adminis-

    CorreoOeste Semanal errou ao informar, na

    edio 27, que o prefeito Humberto SantaCruz fora o primeiro cidado de LusEduardo a assinar o abaixo-assinado quecobra do governador Jaques Wagnerrespostas concretas a reivindicaes daCidade na rea de segurana pblica. Oprefeito discordou da redao do documen-to, pediu mudanas, mas o ConselhoComunitrio de Apoio Segurana(Conseg-LEM) decidiu manter o texto.

  • Oeste Semanal Lus Eduardo Magalhes, 17 a 23 de setembro de 2011 3

  • Oeste Semanal Lus Eduardo Magalhes, 17 a 23 de setembro de 20114 C I D A D E

    A Parquia de So Jos, o padroei ro dostra ba lha do res e das fam lias, pro mo -veu, no domin go, 11, no Santa Cruz, afesta dos Migrantes, home na gem NossaSenhora dos Migrantes. Mais de 1,5 mil pes -soas par ti ci pa ram da festa, orga ni za da pelosparo quia nos, sob a batu ta do padre UbirajaraOliveira Ramos. Tinha chur ras co, da melhorqua li da