Palestra processo seletivo quem_solicita_quem_escolhe_quem_decide_pela_contratação

  • Published on
    04-Jun-2015

  • View
    353

  • Download
    16

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. Processo Seletivo: quem solicita, quem escolhe, quem decide pela contratao? profvaldec@uol.com.br (11) 98727-2005 https://sites.google.com/site/profvaldec Prof. Ms. Valdec Romero Castelo Branco T&D Treinamento e Desenvolvimento Humano e Profissional

2. PROCESSO SELETIVO = RECRUTAMENTO + SELEO Fonte:incuca.com.br 3. Processo seletivo Fonte: elaborado pelo autor com base em Limongi-Frana (2009). 4. Fonte: elaborado pelo autor com base em pesquisa de 1994 de Dutra (2008, p. 84-86). 5. Como escolher as pessoas? 6. Perfil profissional necessrio Crenas e valores Personalidade e comportamento Entregas exigidas Condies de trabalho Condies de contrato Condies de desenvolvimento } } Indivduo avalia a empresa. Empresa avalia o indivduo. Fonte: Limongi-Frana (2009). 7. TcnicasdeSeleo Triagem de currculos. Provas de conhecimentos. Provas situacionais. Testes psicolgicos. Avaliao fsica de sade. Entrevistas. Dinmicas de grupos. 8. Diante da escassez de profissionais especializados no mercado, a rea de Recursos Humanos est precisando usar a criatividade para preencher novas posies e tem apostado na simples e eficiente poltica do indique um amigo para trabalhar conosco, ou QI, abreviao para quem indica. Segundo pesquisa divulgada por uma consultoria, 68% das companhias brasileiras j utilizam a indicao de outros funcionrios como um dos mtodos oficiais para a contratao de profissionais de nvel superior para cargos no executivos. O mecanismo perde somente para a prtica do recrutamento interno, realizada por 72% das empresas. Atualmente, encontrar perfis de nvel superior com habilidades bem especficas uma misso rdua, principalmente se a busca for de profissionais de reas tcnicas. Nessas ocasies, o mtodo da indicao uma tima soluo. mais fcil, por exemplo, usar as redes sociais dos prprios empregados, que j fazem parte de uma comunidade, pois, assim, a informao vai ser divulgada de forma mais rpida e eficiente. Um profissional de RH levaria muito mais tempo para localizar esses nichos e se inserir nele. Adaptado: COSTA, J. E.; AISENBERG, M. Disponvel em:< http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/materia/ mercado-recrutamento-vale-mais-quem-tem-qi-648794.shtml>. Acesso em: 22 jul. 2012. Questo 17: ENADE TEC. RH, 2012. 9. Considerando o texto no slide anterior, que trata da dificuldade para recrutar e selecionar candidatos para algumas reas das empresas, e as recentes metodologias de recrutamento utilizadas, avalie as afirmaes a seguir: I. O recrutamento deve sempre estar ajustado s estratgias de Recursos Humanos, as quais devem ser bem claras e disseminadas entre todos os colaboradores da rea; o RH, por sua vez, deve adotar estratgia aderente estratgia empresarial, e considerar que na maioria das empresas, a estratgia de gesto de pessoas trabalhar apenas com recrutamento interno, que renova e enriquece os recursos humanos da organizao ao trazer sangue novo e experincias novas para a organizao. Questo 17: ENADE TEC. RH, 2012. 10. Questo 17: ENADE TEC. RH, 2012. II. O uso de indicao dos prprios funcionrios como fonte de recrutamento pode trazer vantagens para a empresa, como a diminuio de custos nos processos de contratao e a melhoria da qualidade dos currculos que chegam ao RH, pois quem atua na empresa conhece o ambiente de trabalho e o perfil de profissional que costuma ser contratado. III. Entre os processos de Recursos Humanos, a responsabilidade de agregar pessoas certamente a precursora. No entanto, para atender s necessidades da empresa e atrair os candidatos certos, o RH precisa inserir-se no contexto atual de comunicao e interao social, hoje predominantemente gerido pelas tecnologias de informao. O recrutamento externo, at pouco tempo, era dispendioso e seus resultados, incertos, mas hoje, o RH, se souber utilizar novas ferramentas de recrutamento, poder torn-lo mais assertivo. 11. Questo para fixao: (ENADE, 2012) correto o que se afirma em: (A) I, apenas. (B) II, apenas. (C) I e III, apenas. (D) II e III, apenas. (E) I, II e III. 12. Dinmica de Grupo 13. ATIVIDADE EM GRUPO PLANEJAMENTO NA REA DE RECRUTAMENTO E SELEO (R&S) O grupo faz parte da rea de Recrutamento e Seleo (R&S) de um empreendimento hoteleiro localizado no Rio de Janeiro, na qual foi levantada a necessidade de contratao de pessoal nos seguintes nveis: Diretoria de finanas (1); Gerncia de alimentos e bebidas (1); Recepo (3). Planeje como seria o processo de recrutamento e seleo considerando: Onde a vaga ser anunciada? Qual ser a forma de divulgao? Como ser o anncio? Haver recrutamento pela internet? De que forma ser feito? Haver contratao de consultorias de recolocao? Quais sero as tcnicas de seleo? Em qual ordem sero aplicadas? Seleo de currculo (comente brevemente os requisitos exigidos no currculo). 14. Testes objetivos, psicolgicos, raciocnio lgico etc. Entrevista face-a-face (coletiva ou individual); entrevista telefone; entrevista por internet (email; chat; skype). Dinmica de grupo (pense na finalidade da aplicao desta tcnica). Quem participar da escolha do novo empregado? Seria usado algum meio de avaliao para verificar se o processo de recrutamento e seleo ocorreu de modo efetivo? Em quanto tempo o processo de recrutamento e seleo ser realizado. Neste exerccio o mais importante argumentar as suas escolhas! Cada grupo (5 alunos) representar a rea de Recrutamento e Seleo (R&S) e dever elaborar uma proposta de acordo com os itens apresentados. O grupo ter 10 minutos para apresentar sua proposta. 15. Referncias DUTRA, J. S. Gesto de pessoas: modelos, processos, tendncias e perspectivas. So Paulo: Atlas, 2008. ENADE - Curso Superior de Tecnologia em Recursos Humanos, 2012. HANASHIRO, D. M. M. (Org.); TEIXEIRA, M. L. M. (Org.); ZACCARELLI, L. M. (Org.). Gesto do fator humano: uma viso baseada em stakeholders. So Paulo: Saraiva, 2007. LIMONGI-FRANA, A. C. Prticas de Recursos Humanos - PRH: conceitos, ferramentas e procedimentos. So Paulo: Atlas, 2009. LIMONGI-FRANA, A. C.; ARELLANO, E. B. Os processos de recrutamento e seleo. In: FLEURY, M. T. L. (Coord.) et al. As pessoas na organizao. So Paulo: Gente, 2002. 16. Professor universitrio h 25 anos, formado em administrao de empresas; mestre em administrao de empresas; mestre em educao, administrao e comunicao (multidisciplinar); ps-graduao Lato Sensu em Docncia do Ensino Superior. Leciona disciplinas, na graduao e ps-graduao, ligadas as reas de economia e administrao: Introduo Economia, Economia Brasileira, Gerncia e Liderana / RH Estratgico / Consultoria Empresarial / Gesto Estratgica / Gesto do Conhecimento / Gesto de Pessoas e Cultura Organizacional / Educao Empresarial ou Corporativa, entre outras. Ministra, desde 1995, palestras, cursos, treinamentos, seminrios, workshops, cursos in company etc. Ex-scio da Lume Recursos Humanos, empresas especializada em mo de obra temporria e efetiva, terceirizao, cursos, palestras etc. Autor dos livros: Inteligncia de Mercado (no prelo) / Aprendizagem organizacional: da pedagogia a gesto estratgica de recursos humanos / Rumo ao Sucesso: aprenda como transformar sua vida profissional em uma carreira de sucesso / Comida, Sexo & Administrao (ensaios sobre liderana) / Emprego, educao e famlia no Brasil: os efeitos da globalizao na economia brasileira / O Brasil do Desemprego. https://sites.google.com/site/profvaldec