Relações Interpessoais no Trabalho

  • Published on
    22-Feb-2018

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 1/10</p><p>RELAES INTERPESSOAIS NO TRABALHO</p><p>Teoria das Necessidades (SCHUTZ)</p><p> Necessidade de Incluso (ser valorizado pelo grupo)Procura Evidncias no grupo de que no ser rejeitado. Quando sente fazer parte dasdecises, est integrado.</p><p> Necessidade de Controlo (garantia existncia e manuteno do grupo)Quem possua necessidade de controlo, entra num jogo de fora com outros similares.</p><p> Necessidade de Afeio (ser aceite pelo grupo)Procura provas nos outros de que a sua presena fundamental.</p><p>Nota:Em todas elas e!iste o desejo de e!pressar e a pretenso de que os outros see!pressem.</p><p>Jae!a de Jo"ari</p><p> Eu Aberto</p><p>"s outros vm a pessoa tal como ela . #aceta que con$ecida por ela pr%pria e estdisposta a mostrar aos outros. &amp;E!' con$ecida pela maneira de falar( de fazer as coisas( deatitudes sociais) Esti!o: Comportamento claro e aberto, provoca menos erros deinterpretao pelos outros.</p><p> Eu Cego* + feedac- do que solicita, fala muito de si e no se interessa pelo que outros pensamdele. epresenta as nossas caracter/sticas perceidas pelos outros e das quais noestamos cientes. &amp;E!' desprezo pelos que discordam do seu ponto de vista, reaesagressivas para com suordinados) Esti!o:Auto expe-se e no solicita feedback, podeser visto como egocntrico, receia conhecer a sua imagem pelos outros.</p><p> Eu rivado ! "ecretoPede + feedac- do que d, aspetos que con$ecemos e escondemos dos outros, rea queoculta p0 se proteger. Esti!o: ouco dese!o de se expo, mantem relaes ra"o#veis</p><p>participa no grupo atrav$s de pedidos fre%uentes de feedback, pode ser visto comosuper&amp;cial e distante.</p><p> Eu #escon$ecido#aceta pessoal de nem o pr%prio nem os outros con$ecem, mais oservador queparticipante, misterioso. Esti!o: tem uma 'carapaa( exibe comportamentos r)gidos,observa * do k participa, tende gerar hostilidade nos outros.</p><p>A PERCEP#O $OS OUTROSAPAR%NCIA CO&amp;UNICA#O STATUS CULTURA</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 2/10</p><p>ESTRUTURA (interfere na formao de impresses, uma ve" %ue o %ue estamospreparados para ver $ in+unciado pelo n)vel da pessoa dentro da organi"ao.'):</p><p> Esteri%tipo (uando o individuo $ identi&amp;cado com um grupo ou categoria</p><p> Efeito de &amp;alo /trao k indu" impresso global. Caracteristicas boas 0 m#s associadasa outras boas 0m#s</p><p>"eletividade (dar ateno a aspetos da situao0pessoa consistentes c0 asnecessidades valores ou atitudes</p><p> ro'eo (atribuir ao outros os pr1prios sentimentos e caracter)sticas. 2ecanismo dedefesa)</p><p> Efeito de rimazia (primeira impresses in+uenciam mais os !ulgamentos %uefa"emos acerca dos outros)</p><p> ositividade (maior predisposio a fa"er avaliaes positivas do %ue negativas dosoutros)</p><p>Negatividade (informao negativa torna-se mais importante e vai determinar umaimpresso negativa)</p><p>A INTELI%NCIA E&amp;OCIONAL</p><p>Sa!oe* + &amp;a*er12a capacidade de perceer e e!primir a emoo, assimil3la ao pensamento,compreender e racicionar com ela, e saer regul3la em si pr%prio e nos outros4</p><p> erceo das Emoes 5ailidades envolvidas na identi6cao de sentimentos porest/mulos, como a voz ou a e!presso facial.</p><p> *so da Emoes 7apacidade de empregar informaes emocionais p0 facilitar opensamento e o racioc/nio.</p><p> Entender Emoes 5ailidade de captar variaes emocionais nem sempreevidentes.</p><p> Controlo e transformao da Emoo Costit,i o as-eto .ais /aci!.etereco"ecido</p><p>o!e.a (conceito da inteligncia emocional como maior respons#vel pelo sucesso 0insucesso daspessoas)12 capacidade de identi6car os nossos pr%prios sentimentos e os dos outros, de nosmotivarmos e de gerir em as emoes dentro de n%s e nos nossos relacionamentos.4 812 emoes so sentimento que se e!pressam em impulsos e numa vasta gama deintensidade, gerando ideias, condutas, aes e reaes.4</p><p> Auto+con$ecimento emocional , Autoconscincia7on$ecimento de si( seus sentimentos( intuio. #undamental p0 autocon6ana. 9ae seuspontos fracos e fortes</p><p> Controle emocional , Autocontrolo</p><p>7apacidade de gerir os seus sentimentos. Quem a tiver d3se em em qualquer lugar ouato que realize.</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 3/10</p><p> Auto+motivao:ontade de realizar( ser otimista e assim consegue realizar tudo o que planeia, porque temconscincia que todos os prolemas so contornveis e resolviveis</p><p> -econ$ecer emoes nos outros , Empatia9aer colocar3se no lugar do outro( perceer o outro e captar o seu sentimento. ; calma fundamental.</p><p>&amp;abilidade em relacionamentos interpessoais;ptido social( capacidade de lidar com as emoes do grupo. 9aer traal$ar em equipa $oje fundamental</p><p>3 executivo atual $ o %ue possui uma elevada habilidade de relacionamento interpessoal45m Administrador humano $ extremamente necess#rio nos dias de ho!e, devendo</p><p>proporcionar abertura para sugestes, saber criticar pela melhor forma, bem como elogiar.6o deve ter preconceitos e trabalhar em e%uipa.</p><p>As emoes dos lideres tm impacto sobre o ambiente e a cultura da organi"ao, afetamas emoes dos empregados, o grau de satisfao, a lealdade, a produtividade ee&amp;cincia.</p><p>CAPITAL PSICOL0ICO1" capital psicol%gico como fonte por e!celncia da vantagem competitiva das empresas.;s restantes forma de capital so importantes e no podem ser descuradas. </p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 4/10</p><p>erceo do suporte organizacional ; erceo da 'ustia organizacional</p><p>Con</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 5/10</p><p>Nestos que e!primem estados emocionais3 Nestos de adaptao</p><p> C292-1A9EN12 9F9IC2 #2 -2"127anal privilegiado da e!presso das emoesParticipa activamente nas trocas interpessoais em estrita cominao com a linguagem</p><p> C292-1A9EN12 7I"*A?</p><p>#?IKE9'3 7omunicao de atitudes interpessoais e estaelecimento de relaes(3 Bigado G 7omunicao :eral para oter informaes retroactivas(3 Lnteraco visual utilizada para regular a sincronizao no @mito de um dilogo(3 9inal' encontros , saudao, compreenso de ideias ...</p><p> A"EC12" ND2 7E-GAI" #A A?A" tom, o timre, a intensidade da voz, as pausas 2 so, em grande medida, independentesdo conteAdo veral(; e!presso vocal pode imprimir sentidos completamente diferentes a uma mesma e!pressoveral(elao entre o estado emocional do locutor e as manifestaes paralingu/sticas(</p><p>" signi6cado no @mito da interaco varia em relao com o conte!to. A"EC12 EH1E-I2-</p><p>9inais estticos' osto, conformao f/sica, modo de trajar, alindes, penteado, estado dapele ...*iferenas interculturais' " aspecto e!terior s% signi6cativo no interior de um certo conte!tosocial.9e quem aju/za dispe de uma amostra mais ampla do comportamento do sujeito, no sedei!a in=uenciar por</p><p>apenas um elemento da aparncia e!terior do sujeito.</p><p> aralingustica</p><p>; paralingu/stica corresponde a uma das componentes da comunicao no veral e atravs dela que osujeito transmite emoes e sentimentos enriquecendo assim o conteAdo das mensagensverais; paralingu/stica corresponde ao modo de falar e envolve' o tom e timre de voz, articulao,velocidade,</p><p>A ASSERTI6I$A$E NO TRABALHO</p><p> 2 Estilo Agressivo; comunicao agressiva caracteriza3se essencialmente pela utilizao decomportamentos</p><p>agressivos para com o interlocutor, com o ojectivo de fazer valer os seus direitos G custada</p><p>sumisso do outro.</p><p>" indiv/duo agressivo pretende dominar, valorizando3se G custa de terceiros, os quaistende a</p><p>ignorar ou a desvalorizar.</p><p>9o geralmente pessoas demasiadamente cr/ticas e controladoras que utilizam a$umil$ao</p><p>dos outros para se defenderem de poss/veis ataques G sua pessoa.</p><p>7omo sinais frequentemente associados ao comunicador agressivo, poderemos destacar o</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 6/10</p><p>falar geralmente alto, o interromper sistematicamente o outro, os gestos tensos e altivos,o ol$ar</p><p>intenso.</p><p>E!. 9upon$a que o seu c$efe l$e pediu para ter um traal$o e!tra pronto at ao 6nal doms. :oc a pessoa</p><p>indicada para o fazer, mas o seu tempo j est completamente c$eio com o restante</p><p>traal$o. ?ma res-osta</p><p>assertia seria' 17ompreendo que necessite deste traal$o pronto at ao 6nal do ms. Ioentanto, no vejo que</p><p>seja poss/vel encai!3lo com o traal$o que j ten$o presentemente. Podemos falar soreissoR4</p><p> 2 Estilo Assertivo" comportamento assertivo caracteriza3se pela capacidade de a6rmao das opinies,</p><p>vontades e sentimentos pr%prios, respeitando e promovendo os dos outros. S um</p><p>comportamentoque se traduz na auto3a6rmao da pessoa, visando simultaneamente a a6rmao do</p><p>interlocutor, aceitando3a.</p><p>" comunicador assertivo deseja que 1&amp;2) amas as partes gan$em, caso seja poss/vel4</p><p>&amp;;zevedo, CDD).</p><p>7m poucas palavras, assertividade signi&amp;ca a</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 7/10</p><p>E!. ?ma res-osta a1ressia ao e!emplo dado, anteriormente, seria' 1" quT U estoupelos caelos com</p><p>traal$o. Io $ $ip%tese de eu fazer isso4.</p><p>Julling V maus tratos consecutivos de superiores</p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 8/10</p><p>tal circunst@ncia, pois noR4.</p><p>7$antagem 8 1Hen$o muito gosto em resolver3l$e isto se puder contar com aquilo4(</p><p>1E!celente, seria ainda mel$or se ...4</p><p>9arcasmo 8 1:oc deve estar a rincar ...4( 19im, sim, o sen$or que sae ...4( 1" que diz</p><p>realmente muito interessante, mas s% a sua opinio4.Henta disfarar a sua agressividade, dando G sua comunicao a aparncia de um contrato</p><p>que implica, em princ/pio, lierdade e conscincia das partes contratantes.</p><p>Jaseia3se, muitas vezes, numa ed,ca38o tradicional em que a manipulao era o Anicomeio</p><p>para atingir os ojectivos e em que os pais, para oterem o poder sore os 6l$osutilizavam</p><p>comportamentos manipuladores.</p><p>Y 9e nos comportarmos assertivamente, e!pressamos mais claramente as ossas</p><p>ecessidades, vontades, ideias e opinies, o que aumenta a proailidade de as nossas</p><p>necessidades serem satisfeitas e as nossas ideias levadas em conta. ;o mesmo tempo eporque a</p><p>assertividade implica no ignorar as ecessidades e otades dos o,tros, encorajamo3los a</p><p>tornarem3nas con$ecidas. 9e no e!istir con=ito entre as suas necessidades e as nossas,ento</p><p>aumentamos a proailidade de elas, tamm, serem satisfeitas. 9e estiverem,aparentemente,</p><p>em con=ito, o comportamento assertivo permitir encontrar solues aceitveis paraamos.</p><p>Y Em certos casos, as nossas necessidades podem no ser totalmente satisfeitas. </p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 9/10</p><p>Nesto de ecursos 5umanos Z elacionamento Lnterpessoal no Hraal$o Z *ocumentoa';&lt; Pgina [0 O</p><p>Y </p></li><li><p>7/24/2019 Relaes Interpessoais no Trabalho</p><p> 10/10</p></li></ul>