Respostas Precisas

  • Published on
    30-Dec-2015

  • View
    19

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Respostas Precisas. De Martha Medeiros. Quem voc? Do que gosta? Em que acredita? O que deseja?. Dia e noite somos questionados, e as respostas costumam ser inteligentes, espirituosas e decentes. Tudo para causar a melhor impresso aos nossos inquisidores. Ora, quem sou eu. - PowerPoint PPT Presentation

Transcript

  • Respostas Precisas

  • De Martha Medeiros

  • Quem voc? Do que gosta? Em que acredita? O que deseja?

  • Dia e noite somos questionados, e as respostas costumam ser inteligentes, espirituosas e decentes. Tudo para causar a melhor impresso aos nossos inquisidores.

  • Ora, quem sou eu.

  • Sou do bem, sou honesto, sou perseverante, sou bem-humorado, sou aberto - no costumamos economizar atributos quando se trata da nossa prpria descrio.

  • Do que gostamos?

  • De coisas belas.

  • No que acreditamos?

  • Em dias melhores.

  • O que desejamos?A paz universal.

  • Enquanto isso, o demnio dentro de ns revira o estmago e faz cara de nojo. muita santidade para um pobre-diabo, ningum to imaculado assim.

  • A despeito do nosso inegvel talento como divulgadores de ns mesmos e da nossa falta de modstia ao descrever nosso perfil no Orkut, a verdade que o que dizemos no tem tanta importncia.

  • Para saber quem somos, basta que se observe o que fizemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que voc diz - com todo o respeito - apenas o que voc diz.

  • Quantos amigos voc manteve. Em que consiste sua trajetria amorosa. Como educou seus filhos. Quanto houve de alegria no seu cotidiano.

  • Se ficou devendo dinheiro. Como lidou com tentativas de corrupo. Em que circunstncias mentiu. Como tratou empregados, balconistas, porteiros, garons.

  • Que impresso causou nos outros - no naqueles que o conheceram por cinco dias, mas com quem conviveu por 20 anos ou mais. Quantas pessoas magoou na vida. Quantas vezes pediu perdo. Quem vai sentir sua falta. Pra valer, vamos l.

  • Podemos maquiar algumas respostas ou podemos silenciar sobre o que no queremos que venha tona. Intil.

  • A soma dos nossos dias assinar este inventrio. Far um levantamento honesto. Cazuza j nos cutucava: suas idias correspondem aos fatos?

  • De novo: o que a gente diz apenas o que a gente diz. L no finalzinho, a vida que construmos que se revelar o mais eficiente detector de nossas mentiras.

  • Entre a data do nosso nascimento e a desconhecida data da nossa morte, acreditamos ainda estar no meio do percurso, ento seguimos nos anunciando como bons partidos, incrementamos nossas faanhas, abusamos da retrica como se ela fosse uma espcie de photoshop que pudesse sumir com nossos defeitos.

  • Mas na reta final que nosso passado nos calar e responder por ns.

  • Apresentao por Renato Cardoso

  • www.vivendobauru.com.br

  • Imagens: Internet

  • Msica: Caruso

  • Imagens do carnaval em Veneza

    **********************************