Resumo: Teoria e Prática

  • View
    11

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Slides da Disciplina Anlise de Assunto, sobre tipos de resumos documentrios. Discorre sobre resumos informativos e descritos, alm dos resumos crticos, que devem ser elaborados por especialistas de um dado domnio.Informa, tambm, partes que devem ser ressaltadas, estilos de escrita e uma metodologia para a sua elaborao.

Transcript

  • DisciplinaDisciplina AnliseAnlise de de AssuntoAssunto

    Profa. Gercina Lima

    Mestranda: Benildes Coura Maculan

    Jun/2011

    Escola de Cincia da Informao ECI / UFMG

  • O tratamento documentrio do contedo - a Anlise de Assuntodo documento - visa elaborar representaes condensadasdaquilo que dito em um dado texto.

    As representaes documentrias tpicas so:

    - o ndice: indexao, pista do contedo, com denominaesdiferenciadas para a operao, de acordo com o sistema deconverso utilizado para representar o contedo (de traduo).

    - o resumo: funo de condensao da informao.

    (LUZ, 2006)

  • Seleo

    Anlise de necessidades

    Indexao

    ResumoAnlise

    Memorizao da informao

    Classificao de documentos

    Estocagem

    Controle

    Buscas deFontes

    Aquisio

    Registro

    Catalogao

    Produtos Servios

    Difuso

  • Foi no sculo XX que o uso de resumos ganhou fora comoferramenta auxiliar no processo de representao e recuperaoinformacional; ler integralmente todos os documentos tornou-se impossvel; os resumos passaram a ser itens regulares em boa parte dos peridicos

    acadmicos; servios especializados de elaborao de resumos vieram tona; com as bases de dados eletrnicas, enquanto ainda no era possvel

    recuperar texto completo, o uso de resumos tornou-se compulsrio.

    Hoje, com a recuperao de texto integral, o resumo como objetode informao continua vlido, j que muitos pesquisadores outilizam como substituto do texto completo e como identificadorpara um documento maior: um elemento de metadado, um dado til para a descrio de um

    documento.(LUZ, 2006)

  • , portanto, no perodo ps-guerra, particularmente aps adcada de 60, que os resumos se tornam objeto de estudo,tendo como principal foco o quesito qualidade.

    Autores como Borko e Bernier (1975), por exemplo,defendem que a qualidade de resumos est ligada suabrevidade, exatido e clareza.

    Lancaster (1993, p. 100) acrescenta ainda que um resumodeve ser estruturado de acordo com informaes contidas nottulo do item, sem repeti-las.

  • A indexao e a elaborao de resumos preparam arepresentao do contedo temtico do documento.

    Quem faz a indexao tambm descreve o contedo de umdocumento, mas o faz usando algum ou mais que um termo de indexao.

    Quem faz o resumo escreve uma descrio narrativa, umasntese do documento.

  • Resumo nada mais do que a representao concisa depontos relevantes de um documento (ABNT, 2003). Em outraspalavras, um resumo tanto uma representao quantodocumento condensado (CROSS; OPPENHEIM, 2006), sendo,portanto, um texto independente, e nesse sentido ele podeser analisado tambm como uma representao textualautnoma, com base em um texto original (PINTO, 2006).Nesse ponto, como lembra Lancaster (1993, p. 88), o resumo diferente de um extrato, que apenas extrai frases doprprio texto (por exemplo, uma frase da introduo e duasou trs da concluso).

  • O resumo uma operao que consiste em reunir asinformaes essenciais de determinado texto, bem como asrelaes que elas mantm entre si, dando origem a um novotexto, menor, coerente e coeso. Sua funo, para algunsacervos, auxiliar na indexao. Certamente que resumosdevem ser mais breves, mais curtos, com relao ao textooriginal. Na verdade, o resumo um novo texto.

  • Resumos informativos: visam oferecer ao leitor informaesqualitativas e quantitativas, bem como dados essenciais taiscomo objetivos, metodologia, resultados e concluses dodocumento original.

    Resumos indicativos: visam abordar, em termos gerais, oassunto tratado no documento original. Servindo ao leitorcomo um aviso de alerta, podem vir a apresentar somente otema e as concluses do trabalho.

    Resumos crticos (ou analticos): objetivam emitir um juzocrtico (opinies, anlises) sobre o assunto de que trata odocumento. Tambm so conhecidos como "recenses".

    (LUZ, 2006)

  • Tambm conhecido como abstract (resumo, em ingls), essetipo de resumo indica os pontos principais de um texto,detalhando todos os aspectos.

  • Relatrio de uma pesquisa: um resumo informativo no dizapenas do que trata a pesquisa (como seria o resumoindicativo), mas informa as finalidades da pesquisa, ametodologia utilizada e os resultados atingidos. Ex.: resumos de trabalhos cientficos publicados nos anais de

    congressos, como os da SBPC(http://200.177.98.67/sbpc/53a/lista.exe?TIPO=RA)

    Utilidade principal no campo cientfico: auxiliar o pesquisadorem suas pesquisas bibliogrficas: quais voc deve realmente ler? Para saber isso, procure um resumo

    informativo de cada texto.

  • Tambm conhecido, em ingls, como summary, este tipo deresumo informa o leitor sobre algumas caractersticas dotexto, sem informar todos os detalhes.

    Um bom exemplo deste tipo de resumo so as sinopses defilmes publicadas nos jornais. Nesse tipo de resumo hapenas uma idia do enredo de que trata o filme.

  • 1. Devem apresentar, nos pargrafos iniciais, uma introduo obra resenhada, apresentando: o assunto/ tema, o problema elaborado pelo autor, e a posio do autor diante deste problema.

    2. No desenvolvimento, a apresentao do contedo da obra,enfatizando: as idias centrais do texto, os argumentos e idias secundrias.

  • 3. Uma concluso, apresentado sua crtica pessoal, ou seja:

    uma avaliao das idias do autor frente a outros textos eautores;

    uma avaliao da qualidade do texto: quanto sua coerncia, validade, originalidade, profundidade, alcance etc.

  • O resumo pode ser utilizado basicamente em:

    documentao primria especfica artigos e outras partes de revistas, relatrios, teses, monografia, atas

    de congresso, patentes);

    documentao secundria publicao e material especializado de indexao e anlise.

    (LUZ, 2006)

  • At 250 palavras

    para monografias e a maioria dos trabalhos;

    At 500 palavras

    para relatrios, teses e dissertaes;

    At 100 palavras

    para notas e breves comunicados.

    (LUZ, 2006)

  • Objetivo(s)

    descrio das razes pelas quais o trabalho foi feito, o que se buscou

    demonstrar e a natureza do problema, sem repetir o ttulo.

    Metodologia

    descrio das principais tcnicas utilizadas (destacando as novas), o

    princpio metodolgico fundamental (qualitativo ou quantitativo) e a

    ordem das operaes de forma concisa.

    (LUZ, 2006)

  • Resultados descrio sucinta dos resultados do trabalho, ressaltando os fatos

    novos, as descobertas significativas, contradies a teorias anteriores,efeitos novos verificados e relacionados a algum problema prtico.

    Concluses

    descrio das implicaes dos resultados, especialmente decomo se relacionam com os objetivos do trabalho em termos de: recomendaes, aplicaes, sugestes, avaliaes e novas relaes,

    hipteses aceitas ou rejeitadas.

    (LUZ, 2006)

  • Para se evitar redundncias, resultados e concluses podemvir reunidos mas acentuando a distino entre eles.

    Um resumo deve ser conciso, sem ser obscuro, reter ainformao bsica e o tema do documento original.

    A ordem e a extenso desses itens sero definidos de acordocom o tipo do resumo (indicativo ou informativo) e otratamento que dado no documento original.

    (LUZ, 2006)

  • Apresentao O resumo descritivo e informativo deve ser apresentado em

    um nico pargrafo, devendo vir acompanhado da refernciabibliogrfica do documento original, conforme as normas(ABNT).

    Sentenas Inicia-se o resumo com uma sentena tpica que expresse o

    tema central do assunto abordado no documento: sentenas completas, ligadas por conectivos de transio que

    propiciem a coerncia;

    sequncia de palavras-chave para a indexao dever vir ao final dotexto do resumo.

    (LUZ, 2006)

  • Uso de verbos Deve-se utilizar o verbo na 3 pessoa do singular, de

    preferncia na voz ativa, pois ela contribui para clarear,abreviar e dar nfase mensagem escrita.

    Terminologia Usar nomenclatura padro e palavras do texto que podero

    vir a auxiliar em recuperao de texto, computadorizadas. Evitar termos no familiares, abreviaturas e smbolos (ou eles

    devem ser definidos por extenso quando ocorrerem pelaprimeira vez no texto).

    (LUZ, 2006)

  • 1. ler atentamente o texto a ser resumido, assinalando asidias que forem significativas, nessa primeira leitura;

    2. identificar o gnero a que pertence o texto: uma narrativa, um texto opinativo, uma receita, um discurso poltico,

    um relato cmico, um dilogo etc.;

    3. identificar a idia principal s vezes, essa identificao demanda selees sucessivas;

    4. identificar a organizao - articulaes e movimento - dotexto: o modo como as idias secundrias se ligam logicamente principal;

  • 5. identificar as idias secundrias e agrup-las emsubconjuntos: Ex.: por sua ligao com a principal, quando houver diferentes nveis

    de importncia; pelos pontos em comum, quando se perceberem subtemas);

    6. identificar os principais recursos utilizados: Ex.: comparaes e outras vozes que ajudam a entender o texto, mas

    que no devem constar no resumo formal, apenas no livre, quandonecessrio);

    7. esquematizar o resultado desse processamento;

    8. redigir o texto.

  • Incio: Mudana, nos ltimos 20 anos, nas condies polticas e

    econmicas,onde os centros de Informao se inserem.

    De um lado a exploso do nmero de publicaes, do outro,o aumento do preo dos servios cobrado pelos resumidoresespecializados, constrangeram os centros a dar maiorateno questo dos resumos automatizados. no possvel mais responder s necessidades dos diferentes e to

    numerosos usurios especializao crescente das reas de pesquisa acentua a

    diversificao de necessid