Revista Correios 4ª edição

  • Published on
    08-Apr-2016

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

  • jan/fev 2015 - Revista Correios 1

    Edio n4 jan/fev 2015

    Publicao produzida por

    Correios no Rio 2016Esporte, desafios e negciosA gente joga junto

    Correios e MPEs Gesto AmbientalParceria gera fomento e competitividade

    Responsabilidade para o amadurecimento sustentvel

    Publicao produzida por

  • 2 Revista Correios - jan/fev 2015

    NEGCIOSolues que aproximam.

    MISSOFornecer solues acessveis e confiveispara conectar pessoas, instituies enegcios, no Brasil e no mundo.

    VISOSer uma empresa de classe mundial.

    VALORESticaMeritocraciaRespeito s pessoasCompromisso com o clienteSustentabilidade

    Identidade Corporativa

    Fale com os Correios correios.com.br/ouvidoria correios.com.br/acessoainformacao 3003 0100 (capitais e regies metropolitanas) 0800 725 7282 (demais localidades) Sugestes: 0800 725 0100

  • jan/fev 2015 - Revista Correios 3

    ndice

    04 EntrevistaVice-presidentes falam das reas de administrao e de gesto de pessoas

    12 Bastidores dos CorreiosCentral fortalece a comunicao dos clientes com a empresa

    18 Gigante pela prpria naturezaSaiba tudo sobre a participao dos Correios no Rio 2016

    30 Toda a beleza dos Campos GeraisPaisagens nicas encantam visitantes no Paran

    34 Nascido para saltarConhea a histria de Csar Castro, destaque dos Saltos Ornamentais

    18

    30

    34

    Sees02 Editorial 03 Fica a dica 08 Eu, Correios 10 Nosso negcio

    14 Sustentabilidade 16 Cultura e sociedade

    Empregado

    Negcio

    Temas por cores

    Patrocnio

    Institucional

    Capa e Entrevista

  • 4 Revista Correios - jan/fev 2015

    Editorial

    Revista Correios - Ano I - n 4 - jan/fev 2015

    Diretoria ExecutivaPresidente: Wagner Pinheiro de Oliveira Vice-presidente de Administrao: Clia Corra Vice-presidente de Negcios: Morgana Cristina Santos Vice-presidente de Clientes e Operaes: Glria Guimares Vice-presidente de Tecnologia e Infraestrutura: Antnio Luiz Fuschino Vice-presidente Econmico Financeiro: Lus Mrio Lepka Vice-presidente de Gesto de Pessoas: Nelson Luiz Oliveira de Freitas Vice-presidente de Logstica e Encomendas: Jos Furian Filho Vice-presidente Jurdico: Cleucio Santos Nunes Chefe de gabinete da Presidncia: Adelson Telles

    Expediente Revista Chefe do DERIN: Alexandre Case Coordenao-geral: Waldenice Preusse Reis Textos: Amanda Madureira, Andria Nobre, Caio Nantes, Flvia Drummond, Marcos Nunes e Priscilla Audi Colaborao: Leonel dos Santos Rosa, ASCOM/PR, ASCOM/RJ Projeto Grfico: Manoela MarcuzzoDiagramao: Hisla Sena e Manoela Marcuzzo Ilustrao: Leonel dos Santos RosaTiragem: 150.000 exemplares

    O"Time Correios do Brasil" se une, faz a fora, cria novas oportuni-dades de negcios, gera visibi-lidade e aumenta a sua competitivi-dade como patrocinador e operador logstico oficial dos Jogos Olmpicos e Paralmpicos Rio 2016. Confira a ma-tria de capa e, ao folhear a Revista, voc ver que, alm de ser o palco do maior evento esportivo do planeta, o Rio muito mais. L voc tambm consegue desfrutar de histria, arqui-tetura e arte nos centros culturais da cidade maravilhosa.

    Por falar em bastidores, essa edi-o mostra como a Central de Aten-dimento dos Correios trabalha inces-santemente em prol da qualidade e melhoria dos servios prestados pela empresa aos seus parceiros comer-ciais e ao cidado. P no cho, mo na massa, mente alerta e ativa sempre fo-ram sinnimo do trabalho dos nossos empregados, que no medem esforos desde a contribuio de formiguinha com hbitos dirios sustentveis s

    maravilhosas idas e vindas de uma histria de emoes e vida contada por quem j foi carteiro. Ufa! Haja corao! Est tudo aqui, nas prximas pginas.

    E no para por a! Voc ler tam-bm sobre o comprometimento da instituio mais confivel do pas na rea de gesto de pessoas, o que est sendo feito, quais so as perspectivas para a rea de sade, sustentabilida-de, incluso social, bancria e de que forma uma gesto estratgica volta-da para resultados e a melhoria dos processos contribuem para o avano dos Correios na fala de dois de nos-sos vice-presidentes.

    Informe-se. Saiba um pouco mais sobre a sua empresa nestas linhas. Voc tambm faz parte do timao dos Correios, seu trabalho contribui inte-gralmente para o sucesso de todos e para consolidao de novas conquis-tas. A gente joga junto!

    Equipe da Revista Correios

    Time Brasil, time dos Correios, Time Correios do Brasil

    Expediente

  • jan/fev 2015 - Revista Correios 5

    Fica a dica

    Alguns podem afirmar que s os mais ingnuos e desavisa-dos so vtimas de golpes ou fraudes, dada a quantidade de infor-maes disponveis facilmente. Na internet, por exemplo, a praticidade oferecida diretamente proporcio-nal facilidade para se cair em um golpe. Mas pesquisas mostram que, ampliando a lista de vtimas, es-to os espertos e os leigos e, nessa hora, a justificativa da ingenuidade parece no fazer mais sentido.

    Usando de oportunismo e cria-tividade, fraudadores criam as si-tuaes mais inusitadas, e, em sua maioria, compatveis com a reali-dade. So casos que levam at os mais cticos a acreditar que esto diante de um fato real. Por essa ra-zo, muito importante ficar aten-to e sempre conferir a autenticida-de do que apresentado.

    Compras na web: fuja das armadilhasDe acordo com uma pesquisa sobre segurana em transaes eletrnicas, realizada em 20 pases, mais segu-ro comprar pela internet no Brasil do que nos Estados Unidos. Ainda assim, 30% dos consumidores brasileiros

    ainda so vtimas dos golpistas. Para se ter ideia, 1 em cada 4 brasileiros j foi vtima de fraude com carto de crdito na web.

    Havendo suspeita de fraude, a primeira medida a ser tomada ten-tar contato com o site envolvido para esclarecer se trata-se ou no de uma fraude. Constatada a armadilha, hora de contatar os rgos de defesa do consumidor, tal como PROCON, e procurar o apoio dessas instituies. Se ainda assim no houver soluo, deve-se procurar a polcia, preferen-cialmente as delegacias especializa-das em crimes eletrnicos.

    Verifique se h evidncias da compra tais como: comprovantes de pagamento, e-mails de cadastro e de confirmao das compras, uma vez que eles sero importantes para o trabalho de investigao no intui-to de identificar os responsveis.

    Proteja seu computadorUtilize alguns programas que iro formar uma camada de proteo contra algumas ameaas: Antivrus, Firewall pessoal e Anti-Spam.

    Barra de endereos do navegador: seu aliadoDurante a navegao, verifique se o endereo digitado no mudou. Caso seja uma conexo segura (aquela conexo com endereos iniciados em https:// e com o cadeado ativado), clique no cadeado e verifique se a informao do certificado corresponde com o endereo na barra de endereos do navegador.

    PagamentoUma das formas rotineiras de aplicao de golpes a exigncia de pagamentos antecipados. Certifique-se sobre a procedncia do site e em caso de dvida, contate a empresa atravs do atendimento on-line ou telefone fixo. Ao sentir qualquer desconfiana, no efetue o pagamento.

    Participao de sorteiosTodo sorteio deve estar devidamente regularizado atravs da Caixa Econmica Federal, do SEAE (Secretria de Acompanhamento Econmico) ou SUSEP (Superintendncia de Seguros Privados).

    EmailsNo abrir, em hiptese alguma, anexos de emails vindos de desconhecidos ou mesmo de conhecidos mas com texto suspeito.

    Prticas para evitar fraudes na internet

    Fonte: http://www.internetsegura.org

    1 em cada 4 brasileiros j foi vtima de fraude com carto de crdito na web

    Informao: melhor arma contra o golpeOs criminosos no buscam desafios, e sim oportunidades. Se voc der chance, ser uma vtima". Ex-fraudador americano Frank Abagnale Jr

  • 6 Revista Correios - jan/fev 2015

    Entre aspas

    A Vice-Presidncia de Administrao muito importante para a empresa, porque se ela no funcionar toda a rea finalstica fica comprometida. Na Ad-ministrao somos responsveis pelos segmentos de contrataes e gesto de contratos, que est sob a responsa-bilidade da Central de Compras; pelo planejamento e gesto de estoques de todo material que encaminhado tanto para Administrao Central quanto para as Regionais, de responsabilidade da Central de Suprimentos. Tratamos tambm dos assuntos relacionados a veculos, patrimnio, passagem area, servios de copa, jardinagem, adminis-trao predial, coordenado pela Central de Servios Gerais. Somos responsveis ainda pela normatizao de servios e de patrimnio; pela coordenao dos trabalhos de BTS e das aes estrat-gicas do Transporte Areo e do HUB Campinas, projetos estruturantes para nossa logstica, que so administrados pela Assessoria.

    Quando participei do Conselho de Administrao (Clia j foi membro do CA dos Correios), tinha uma percep-o macro da empresa. Com a minha chegada vice-presidncia pude ter uma viso do que realmente acontece no dia a dia dos Correios. A primeira providncia foi ouvir e registrar todas as observaes da equipe. A partir da, realizamos um primeiro encontro com todos os gerentes, chefes de departa-mentos e assessores para discutirmos os rumos que iramos tomar em 2014, ou seja, elaboramos nosso planeja-mento estratgico. A partir do Plano Estratgico 2020, e dentro das nossas

    Quais so as reas da

    Administrao dos Correios?

    Administrando a casaO objetivo de Clia Correa, a vice-presidente de Administrao dos Correios, a melhoria dos processos da rea e fazer uma gesto voltada para resultados. Veja nesta entrevista como ela pretende fazer isso

    E o que temos de avano?

    Quais so os planos para

    2015?

    competncias como administrao, de-finimos nossa misso, viso e objetivos. Institumos uma rede de administrao onde so feitas videoconferncias com as regionais, visando ao cumprimento do que est previsto no planejamento estratgico. Tambm institumos o F-rum de Boas Prticas, em que trazemos todo ms experincias bem sucedidas nas reas de gesto e administrao. Com isso, criamos o Prmio de Boas Prticas, onde premiamos trabalhos dos nossos empregados, que podem ser teis para toda a empresa.

    Vamos consolidar as conquistas de 2014. Na parte de contratao, nossa preocupao com os prazos. A con-tratao no uma responsabilidade isolada da vice-presidncia de admi-nistrao, s depois de sermos deman-dados que comeamos o processo. Uma das evolues na rea foi dividir a responsabilidade com todos os superin-tendentes executivos, a fim de montar uma matriz de responsabilidade para saber o que cada um vai fazer para ten-tar diminuir esses prazos. Melhoramos muito, mas nossa meta contratar em 90 dias, incluindo a pesquisa de preo. Hoje, sem a pesquisa, nossa mdia j de 109 dias. H algumas dificuldades internas, assim como externas, onde podemos citar fornecedores que no apresentam os documentos que a legislao exige, licitao deserta, entre outras situaes. Precisa haver mudan-a de comportamento. Percebemos uma integrao maior das equipes, bus-cando o aprimoramento dos processos. No podemos desistir na busca do que chamamos gesto por resultado.

  • jan/fev 2015 - Revista Correios 7

    Na rea de patrimnio, estamos trabalhando na construo de uma poltica de controle. preciso ter algo que oriente as regionais, seja para alienao de imvel, condies para locao, entre outras. Em 2014, realizamos 38 leiles e arrecadamos R$ 16 milhes s no desfazimento de bens inservveis. Vamos insistir nesse processo, com isso desocupa espao, desonera a empresa e arrecada recei-ta. Vamos continuar no desafio dirio de conter despesas, estipulando limite de passagem e hospedagem, estimu-lando a reduo do uso de papel e incentivando as videoconferncias, assim, contribuindo para a sustenta-bilidade. So ganhos que no dia a dia vo agregando valor aos resultados da empresa. Vamos continuar apostando na melhoria da rea documental, com a reduo da quantidade de papel es-tocado, visando liberao de grande parte das nossas estantes. Estamos elaborando a integrao dos sistemas para controlar a rea de suprimentos, a fim de remanejar adequadamente os produtos. Com a integrao possvel ter um controle melhor sobre os pro-dutos que so distribudos para as DRs.

    Se tem algo que o empregado perceba, no dia a dia, pode entrar em contato por e-mail para expor sua crtica e/ou sugesto. O capital da empresa feito de pessoas, e o grande desafio manter o empregado integrado. Por isso ele tem que ter a liberdade de reclamar, de propor melhorias, pois essa atitude colabora para o trabalho da diretoria da empresa. Quem est na rea de ad-ministrao tem que ter a sensibilidade de perceber os mnimos detalhes que podem estar travando o bom funcio-namento da empresa. A autoavaliao feita com toda a equipe da VIPAD, alm de todas as outras vice-presidncias, permitiu perceber onde podemos melhorar nossos processos. Quando voc ouve, esse eco emite o tom que voc deve caminhar. Temos hoje uma facilidade enorme de ouvir crticas e estamos crescendo com elas.

    Quais so os projetos em

    andamento?

    Como os empregados

    podem contribuir para a

    administrao?

    Clia Correa vice-presidente da VIPAD

    Caio Nantes - Correios

  • 8 Revista Correios - jan/fev 2015

    Entre aspas

    Tornar-se uma empresa de Classe Mundial o nosso principal objetivo com o Plano Estratgico Correios 2020. Para isso, as pessoas nosso principal patrimnio devem ser estimula-das para se envolver e abraar esse desafio. A rea de Gesto de Pessoas contribui fortemente ao refinar o seu olhar para os processos internos da empresa, valorizando a meritocracia, o dilogo e a negociao permanente entre as partes interessadas. Com isso, estimula-se o crescimento e o desenvolvimento pessoal por meio da capacitao sistemtica, especialmen-te das reas finalsticas e das lideran-as. Tambm estamos aprimorando e fortalecendo as aes de sade ocupacional pela utilizao do novo modelo de gesto, moderno e dinmi-co, incorporado na Postal Sade.

    O empregado o nosso maior ativo. Nos-sa empresa, uma das maiores emprega-doras do pas, valoriza e respeita seus co-laboradores colocando toda a estrutura da rea de Gesto de Pessoas em funo do desenvolvimento, do apoio e preven-o sade e do dilogo e negociao permanente com a sua fora de trabalho. Diante dessas condies bsicas e do acesso ao aparato tecnolgico cada vez mais amplo e moderno, nossos empre-gados tero contribuio imensurvel no resgate da credibilidade e do aumento da receita e lucros da empresa. por meio da melhoria da qualidade que se opera uma nova relao de confiana, condio preponderante para sermos uma empresa de classe mundial.

    Como a rea se insere no plano

    estratgico 2020?

    Sustentabilidade e comprometimento Ser a instituio pblica com a melhor avaliao de confiana do pas exige da empresa um olhar especial sobre as pessoas. Conhea as perspectivas da rea de Gesto de Pessoas, comandada pelo vice-presidente Nelson Luiz Oliveira de Freitas

    Como o empregado pode

    contribuir para a rea atingir

    seus objetivos?

    Descreva as perspectivas

    para os prximos anos.

    Quais foram os avanos na

    rea de Gesto de Pessoas ao

    longo desta gesto?

    Para os prximos anos, a rea de Ges-to de Pessoas atuar na consolidao da liderana no mercado brasileiro de encomendas expressas. Alm disso, atuar como agente de incluso social, digital e bancria no Brasil, alm da constante busca da hegemonia em outras modalidades do comrcio de encomendas e logstica. Tudo isso encaminha-nos para o nosso maior desafio: transformar os Co...