Revista night e cia n 313 abril 2014

  • Published on
    17-Mar-2016

  • View
    225

  • Download
    4

DESCRIPTION

No ms de abril temos um editorial para inspirar voc entrar na onda dos festivais de msica em grande estilo. Temos tambm a festa rock Weekend Wars, a arte de Piero Fornasetti, o estdio Lote84, cirurgio plstico Dr. Guilherme Schmitt.

Transcript

  • SAVE the datesparty

  • CostaSem roteiro, mas com destino certo,

    pouco tempo li numa entrevista a frase que acredito ser perfeita para comear o texto. O surfe coloca voc no devido lugar de formiguinha frente natureza. Cinco amigos saram daqui com flego atrs de guas quentes, clima tropical e ondas de vrios nveis de perfeio.

    Ricao corao da Amrica Central.

    HUma misso prazerosa j que o pas mais procurado pelos surfistas. Embarcaram dia 30 de dezembro do ano passado para o Pacfico Central (capital) e o rumo os levou ao Caribe, onde esto as ondas mais desafia-doras: tubulares, fundo de coral e apenas de novembro a abril. Na trip atravessaram a regio de Santa Tereza e Tamarindo, a 289 km da capital, Avellanas, Playa Negra, Playa Grande, Langosta e Roca Bruja. E descobri-ram que a Costa Rica um lugar puro e preservado. Aos 22 anos, Matheus Lamim Marketing Red Bull Brasil, tem a alma inquieta, cabea boa, paz interior e um garoto do bem. Numa tarde quente dispensamos o caf, mas no os detalhes desta viagem inspiradora.

    Como surgiu a ideia da trip?Matheus Lamim - Numa conversa com meu pai Eduardo Lamim. Temos uma rotina corriqueira o ano inteiro e necessrio se renovar. A partir disso, obstinado, logo envolvi meus amigos e companheiros de uma vida: Agustin Mica, Paulo Andr e Josu dos Santos. Entusiasmados, abraaram prontamente a ideia, sem relutncia ou hesitaes. O primeiro passo foi uma reunio em minha casa - no dia do meu aniversrio, 6 de dezembro -, daquelas em que trabalho e - muita - cerveja no se misturam. Empolgaes e certeza com o destino: Costa Rica. Com todos os integrantes contaminados no houve empecilho que sobressasse!

    Chegaram Costa Rica. Havia algum roteiro?Lamim - Ns fomos atrs de ondas. A Costa Rica o pas mais procurado pelos surfistas brasileiros pois, alm da gua quente, rolam ondas incessantemente durante o ano -, territrio de diversificados tipos de fundo: areia, coral e pedras vulcnicas, justamente o que a torna majestosa em sua variedade e, sobretudo qualidade de ondas.

    VIAJA

    Elenco:Agustin Mica, 26, FilmmarkerEduardo Lamim, 45, Cirurgio DentistaJosu dos Santos, 34, Administrador/EmpresrioPaulo Andr, 33, ChefMatheus Lamin, 22, Marketing Red Bull Brasil

    a g u s t i n m i c a n a o n d a d e m a r b e l l a

  • 11

    Quais cidades vocs passaram?Lamim - O ponto de partida foi do Pacfico Central (capital), no aeroporto fizemos uma rpida pesquisa na internet sobre os sweels. O primeiro destino precisava ser promissor e a altura das nossas urgentes expectativas. Vivamos um dia aps o outro nessa procura. Alugamos um 4x4 de sete lugares (importante lembrar a exigncia dessa potncia aos desbravadores curiosos) e partirmos ao Caribe, onde esto as ondas mais desafiadoras do pas: tubulares, fundo de coral e de novembro a abril. Em seguida, viajamos ao norte, atravessando a regio de Santa Tereza e Tamarindo, 289 km da Capital, Avellanas, Playa Negra, Playa Grande, Langosta e Roca Bruja. Posso afirmar agora, com certeza, depois de toda essa descoberta, que a Costa Rica um dos lugares mais puros e preservados. As paisagens so acompanhadas de fauna e flora nicas e exticas, alm, claro, das ondas impecveis.

    A viagem foi um refgio?Lamim - Totalmente. Foi um reencontro com a espiritualidade e paz. sua maneira, cada um ansiava por essa reconquista, pela humanizao das pelejas, por uma respirao consciente e sentida. Pelo hiato entre vida e pressa. Sabe-se que essa poca do ano aqui em nossa regio Litoral Sul - abarrotada de turistas e que a cidade fica um caos, impossvel ter calma (sem falar da inconstncia de swells que temos tipicamente nesse perodo). Optamos, ento, por uma viagem literal e figuramente - a uma atmosfera rica de alma.

    Como estava a temperatura por l?Lamim - A Costa Rica um pas relativamente quente, a mdia anual da temperatura oscila entre os 22 e os 30 C. H basicamente duas estaes durante o ano: Dry Season (Estao Seca) - entre dezembro e abril - e Green Season (Estao das Chuvas) - entre maio e novembro. O calor, portanto, foi companheiro fiel e indispensvel de nossa aventura.

    Eduardo Lamim um gnio selvagem

    C O S TA R I C A

    m a r b e l l i f e

  • 12

    Conquistaram as sonhadas ondas? Lamim - Sim! As ondas foram as nossas guias. Como j diz o ditado, quem procura, acha. Surfamos por toda a Costa do Caribe, onde tiveram as mais desafiadoras da trip. Surfamos, tambm, o lado do Pacfico Norte, que quebra melhor com as ondulaes de noroeste e norte, de novembro a maro. A regio de Tamarindo possui a melhor infraestrutura de hotis, lojas, supermercados e restaurantes. As cidades Avellanas e Playa Negra so para quem deseja um lugar mais tranquilo, prximo as melhores ondas. A regio de Santa Tereza, no Pacfico Norte um local especial para os que optam por um ambiente mais quieto e sereno. Dono de ondas divertidas e constantes, praias consideradas as mais bonitas do pas.

    O que foi mais bonito na viagem?Lamim - A essncia do pas j elucida a maior das belezas. Pura Vida uma frase dita entre os nativos e a mensagem de mais gen-tileza, humildade e origens. Alm da estonteante beleza natural, a nossa unio, parceira e a empatia de todos foram insubstituveis. Ns estvamos emanando uma energia do bem, de paz e gratificao. Tudo na Costa Rica parece ter sido desenha-da para os jovens, tanto para os aventureiros quanto para aqueles que preferem atividades de menos adrenalina. A troca cultural recproca e inevitvel, a Pura Vida contagiante seja como for, plantando sementes de crescimento que nos tornam s singelezas da vida.

    Vocs curtiram a noite?Lamim - No o forte de l e nem o nosso por l, mas possvel dizer que existe uma vida noturna dentre os padres deles, os quais, logicamente, diferenciam-se gritantemente dos nossos - desde as vestimentas at a msica. So Jos, por exemplo, um bom lugar para quem procura o que mais se aproxima de um agito, a diverso, no entanto, fica por conta dos pubs.

    Passaram por algum perrengue?Lamim - No houve stress suficiente pra ser digno de um per-rengue. O auge foi na noite de Reveillon, quando chegamos a Puerto Viejo sem local para pernoite, restou-nos a sorte de um minsculo e pedao de breu - barraco com aranhas. Muitas aranhas. , talvez, isso tenha sido um perrengue! (risos).

    Pra inspirar jovens surfistas, como vocs planejaram a trip? Lamim - Surfar e viajar em grupo a melhor sada. Desde o momento do entusiasmo at a efetivao e concretizao do roteiro sempre importante pesquisar antecipadamente o que te espera, mas lembrando de manter-se acessvel tambm ao que foge das banalidades tursticas. Carregar sempre a humildade e a gentileza, ensinar e aprender, respeitar e adaptar-se. Imprescindvel para os que desejam a amizade e o auxlio dos locais, protetores fiis de suas preciosidades feitas de gua salgada.

    Encontraram amigos durante a trip?Lamim - Tivemos a sorte de no penltimo dia encontrar os amigos Figue Diel e Joo Coiote. Conseguimos surfar na Playa Hermosa, que fica na sada de um rio e por isso h uma placa de alerta: cuidado com os crocodilos. Sim, isso nos deixou um tanto assustados. Mas no nos impediu de procurar a melhor onda. O convvio e harmonia que existe entre o Joo e o Figue inspirador. Na gua os dois esto em sintonia e o Figue, que deficiente visual, est sempre nas melhoras ondas, graas ao amigo que o guia. No final da tarde ainda fomos abenoados pelos trs peixes que conseguimos com um pesca-dor. Fizemos um luau entre ns na ltima noite. A fogueira na beira da praia assou o pescado que ficou incrvel. E como pede uma noite de luar, a viola do Joo completou a noite. Foi um dos momentos mais bonitos que j tive em minha vida. Positive vibrations!

    CROCODILOS, SURFE E MUITA DIVERSOFOGO POR VRIOS

    DIAS

  • P U D AV IR Aagus mica e matheus lamim. porque ter amigos ter tudo.

    Reforando as energias

    El Triangulo de Marbella

    Matheus Lamim | Playa Cocles, Puerto Viejo

    COCLES!

    Depois da caminhada de uma hora encontraram

    o lugar secreto

    em Salsa Brava

  • ANIVERSRIO 16 ANOSSHOW NACIONAL

    LUCAS LUCCONO WOODSQUI . 17 . 4

    VSPERA DE FERIADO

    .com.br

    TOP 20Geralmente esto por aqui as mulheres e suas belezas. O visitante pode votar e eleger quem ser a nmero 1. claro que a posio do ranking varia, pois cada dia um voto.

    ooooww!Aqui o clique infi nito. O lugar favorito do nosso internauta. E a razo disso ter num nico espao as fotos das casas noturnas. Foi clicado a noite, no outro dia voc quem est clicando.

    blogAtualizado com dicas de msica, seriados, shows. o nosso movimento cultural, cheio de agradinhos especiais

    AGENDAPrograme-se atravs da nossa agenda. Alm das datas e atraes, neste espao h informaes super bacanas como preos, horrios e ingressos.

    .com.br

    DestaquesTop20AgendaCinema FotosInstagramRevista Night e Ciana ntegra.

    15

  • 16

    abril 2014

    FOLLOW US

    exPedienTe

    CAPADaniel Viecili - Agncia Tatticas

    Foto: Angelina VenturaProduo e Ideia: Cesar Martins

    EditoraJosie Mendes

    josiemendes@gmail.com

    DiretorCarlos Bittencourt

    COLABORADORESAndr Cordeiro, Andr Giga, Carla Costa,

    Christofer Stoner, Dani Rebelo, J Mansardo, Paulo Andr e Sheila Rosa.

    FOTGRAFOS - EQUIPE NIGHT E CIAFelipe Dantas, Guma Miranda, Nati

    Gaboardi, Ricardo Graveto, Rodrigo Alves, Tony Goulart, Thiago Machado.

    DEPTO COMERCIAL ADRIANO SOUZA . 47 8819 9597

    adriano@nightecia.com.br

    SNIA ANVERSA . 47 8405 9681nightecia@terra.com.br

    GIOVANI PRATEAT . 47 9702 3507 giovani@nightecia.com.br

    JUNIOR ZAGUINI . 47 8415 7782juniorzaguini@hotmail.com

    TIRAGEM8.000 exemplares

    DISTRIBUIOBalnerio Cambori, Blumenau, Brusque,

    Gaspar, Indaial, Ilhota, Itaja, Itapema, Meia Praia, Navegantes e Porto Belo.

    Site: nightecia.com.brRepresentante: Wagner Bittencourt

    Rua Jorge Mattos, n 15 - CentroItaja - 47 3344 8600

    Esta revista no se responsabiliza pelas opinies emitidas em artigos assinados.

    por Josie Mendes

    Em nosso ano 16 ganhamos o mesmo nmero em pginas. Sim, ns

    crescemos. E isso significa que daqui pra frente havero mais

    letrinhas para a sua leitura. Com isso, um novo elenco que

    estreia por aqui. Em ordem alfabtica: A de Andr Huscher, mais conhecido como Giga. Assessor de imprensa dos grupos Woods e Marias recebeu o nosso convite com entusiamo e gerou um fervinho nas redes sociais. Isso porque seus

    seguidores estavam loucos para saber do Papo de Camarim, que ter

    contedo relacionado ao cantinho mais almejado das casas notur-

    nas. C de Christoffer Stoner, jovem empresrio, um dos responsveis pela marca Santacosta. Hoje meu amigo confidente, um algum que desperta e despertado pela curiosidade.

    dele o Curioso Mundo de Chris, em sua estreia traz a histria de

    Fritz Mller. J de joia, de J Mansardo, pois ela brilhante. Ser atravs de seu conhecimento que vou aprender mais sobre arte, arquitetura, design, decorao. E voc tambm.

    O NOSSOESPETCULO

    ABRIL 2014EDITORIAL

    Piero Fornasetti

  • 17

    Aguntin Mica no paraso dos surfistas

    Para receber bem os novos colaboradores eu e o todo elenco -

    leia-se tambm Carla Costa, Dani Rebelo, Paulo Andr e Sheila

    Rosa - fomos convidados pelo estdio Lote84 para fotografar.

    E comeamos o ms de abril com clique renovado. Neste con-

    texto agradeo a amiga, fotgrafa e produtora Luciana Siebert,

    a talentosa Lu, que nos recebeu com caf, quitutes e vinho. Entre

    uma taa e outra, o ensaio rendeu poses, caretas e soltura diante

    das cmeras.

    Ainda no assunto de estreia, aproveitei a viagem de Queli Moura

    para Buenos Aires para trazer o estilo de vida porten.

    Bienvenidos chicos y chicas!

    Acima, durante as fotos do Trends, inspirado em festivais de msica com dicas bacanssimas.

    Aqui, a equipe aps a produo.

    Fiz as 16 pginas renderem. Sem aquela histria de que o caf esfria. Quanto mais amadureo, percebo que renovar algo belssimo. Ou seja, no precisa mudar o tempo todo. Mas esteja a vontade para receber o novo. Inclusive nas amizades, necessrio ter novos afetos.

    Aproveitei a ideia do produtor Csar Martins e

    da fotgrafa Angelina Ventura e numa paisagem

    que rene praia, rvores, grama e muita sombra

    produzimos o Trends. Na onda dos festivais de

    msica, dicas bacanssimas para voc estar con-

    fortvel, com looks soltos e estilosos.

    . Tem muito mais nas pginas a seguir, mas ago-

    ra recomendo que descubra. Feliz Pscoa! Paz, unio e desejo que encontrem todos os ovinhos. E que eu lembre dos enconderijos dos meus!

  • 14

    Hola!

    N

    tima dica pra quem quer conhecer Buenos Aires, o blog da brasileira Amanda Mormito,que mora em l e traz dicas, roteiros para enamorados, solteiros, dicas de bares, restaurantes boates e por a vai. Vale apena acessar.

    Qu tal? o e s de tango e alfajor que vive a famosa cidade portea. Buenos Aires um delicioso mix do antigo com

    o novo. Bares cheio de jovens, bairros descolados,restaurantes com timas comidas,para todos os gostos e preos. E muitos eventos culturais o que deixa a capital ainda mais charmosa.

    www.buenosairesparachicas.com

    Outra ideia super bacana na capital a exposio do fotgrafo das ce-lebridades Mario Testino, que acon-tece no museu Malba. Denomi-nada Mario Testino In your Face rene 112 imagens de trabalhos para Vanity fair, Vogue, Chanel, Guc ci e Ver-sace. a exposio acontece at o dia 09 de junho.sace. a exposio acontece at o dia 09 de junho.

    cuLt

    POR QUELI MOURA

  • 15

    cuLt

    Kit fashion by Buenos Aires,chapu, culos vintage e bolsa estilo peruana.

    J sabemos que Buenos Aires famoso pelo

    seu couro e um jeito super bacana de customizar

    bolsas e calados unir cores e texturas.

    Dica de msica j que estamos na capital do tango porque no unir tango + msica

    eletrnica. Combinao perfeita essa com-pilao Beatles + tango + msica eletrnica.

    Simplesmente arrasou!!!

    BUENOS AIRES EST MAIS CHARMOSA COM A PRESENA

    DA COLABORADORA QUELI MOURA QUE ESTREIA

    SUA PARTICIPAO POR AQUI

  • 20

  • 22

    SAH

    GUER

    REIR

    O

    om disco recm sado do forno, aps cinco anos longe de estdio, o vocalis-ta Alexandre Zampieri - o Capil con-

    TMDQA!: O QUE MUDOU NOS LTIMOS CINCO ANOS DA BANDA?

    Capil - Praticamente tudo. Quando lana-mos o lbum A Mquina que Sonha Colorido estvamos num momento bem diferente. Na poca tnhamos lanado dois discos mais experimentais: Elementar (2005) e D.E.M.O (2007). No Ignorncia Pluralstica muita coisa mudou, muita coisa aconteceu. Tivemos dois EPs nesse perodo que nos revelaram uma sonoridade mais crua e punk, o que abraa-mos com gosto, isso pela experincia de gra-var com o Chuck Hipolitho, que veio de outra escola e nos apresentou essa nova face da banda. Outra influncia foram os tributos as bandas que gostamos como AC/DC, Nirvana, Pearl Jam, Foo Fighters e Metallica. Isso mu-dou a nossa sonoridade, aprendemos com essa nossa velha escola, porque tivemos que tocar muitas msicas de cada artista e revisi-tar nossas principais influncias. D pra sen-tir isso no disco novo, pois tem um som cru e direto. Neste perodo de cinco anos a for-mao da banda mudou. Atualmente somos Andr Dea (bateria), Igor Tsurumaki (baixo), Rick Mastria (guitarra e backing vocal) e eu, Alexandre Capil (vocal e guitarra).

    ignornc

    ia

    pLuralst

    ica

    Entrevista

    Tony Alex

    (Tenho Ma

    is Discos qu

    e Amigos)

    CSono

    ridade do p

    unk dos an

    os 80, o no

    vo

    disco da ba

    nda Sugar

    Kane um

    a crtica

    social bem

    aplicada a

    o atual mo

    mento.cedeu uma entrevista ao portal Tenho Mais Dis-

    cos que Amigos, onde revelou todos os detalhes do trabalho, processo de gravao, futuro da ban-da e muito mais. Sugar Kane estar por aqui no dia 12 de abril, no Gas Station Pub, com as bandas Display e The Last Station, em Balnerio Cambori, no show de lanamento do lbum Ig-norncia Pluralstica.

    TMDQA!: A arte da capa do disco foi criada por voc e inspirada em ban-das clssicas de punk rock como Bad Religion. Como isso reflete a sonori-

    dade de Ignorncia Pluralstica?Capil - Bad Religion sempre foi umas das maiores influncias do SK, desde o comeo da banda em 1997, e suas capas sempre foram em-blemticas. Quando o disco tomou forma e gra-vamos a primeira pr, notamos na hora que era nico na nossa histria. Acredito ser o nosso disco mais cru e punk de todos. Esse foi o moti-

    CAPIL NO PALCO, O LUGAR EM QUE PODE REPASSAR SEUS IDEIAIS ATRAVS DAS LETRAS E DOS ACORDES DE GUITARRA.

    msica

  • 23

    vo que inspirou a fazer uma capa revival da galera punk californiana dos anos 80. O disco cru e punk, mas recheado de influncias de fora. Acho que finalmente encontramos nossa identidade da maturidade. A banda fez 17 anos este ano e estamos numa outra fase, acredito que esse disco inaugura bem esse novo momento.

    TMDQA!: O ttulo e a capa do lbum transmitem uma impresso de que sero abordados assuntos como a alienao

    da sociedade, redes sociais, programas de televiso e tantas outras mdias mundo afora. isso mesmo?

    Capil - Bingo! um disco com uma crtica social muito grande. Aborda poltica, religio, liberdade, etc. Todos estes temas esto presentes no nosso dia a dia. No Brasil acredito que estamos vi-vendo um momento de transio, muita gente quer mudar e est fazendo algo pra isso, ao mesmo tempo vivemos uma demagogia enorme, com poltica se misturando com religio, a represso e a censura voltando a nossa realidade, entre outras questes compli-cadas. Acredito que a inspirao do nome do disco exatamente a falta de iniciativa das pessoas. Por mais que tenhamos ido s ruas e lutado por algo de verdade, a maioria das pessoas ainda est apti-ca, no fazendo nada. O conceito de Ignorncia Pluralstica diz tudo o que vivemos aqui: um cidado age de acordo com aquilo que os outros pensam, e no por aquilo que ele acha correto fazer. Essas pessoas pensam assim: se o outro no faz, por que eu vou fazer?

    TMDQA!: ONDE ROLARAM AS GRAVAES DO DISCO? Capil - Foi todo gravado no estdio Ekord, em So Paulo e mixado no MIDAS Estdios, um dos mais bem equipados do Brasil. Processo analgico 100% foi todo mixado na mesa e a masterizao ficou na mo do Srgio Soffiatti, que j trab-alhou com o SK no lbum Continuidade da Mquina. Neste novo disco buscamos no usar a tecnologia digital, fizemos como se gravava antes da era Pro Tools, tudo isso pra buscar um som bem orgnico e verdadeiro. Acho que conseguimos.

    TMDQA!: E QUANTO AO SEU PROJETO PARALELO, O WATER RATS,

    QUE LANOU UM TRABALHO ELOGIADO ANO PASSADO,

    QUAL O FUTURO DELE?Capil - O Water Rats me fez muito bem, pri-meiro por voltar a tocar com o Ren Bernun-cia (ex-baterista do SK). algum que tenho como referncia, pra mim um dos melhores bateristas de todos os tempos do Brasil. E tambm tocar com outros dois grandes ami-gos o Fabrcio Tchaick Bi e o Pedro Prodci-mo Gripe, este que estava l no comeo de tudo comigo, em Curitiba em 1997. O nosso primeiro EP foi muito bem recebido, uma grande satisfao, pois eu mesmo gravei, todo equipamento foi levado para a pousada do Ren em Mariscal - SC. Tivemos em 2013 a oportunidade de tocar e ficar amigos de len-das do punk rock como Greg Hetson (Circle Jerks/Bad Religion), Tony Alva, OFF, TSOL. To-das essas bandas e integrantes diretamente ligados a nossa influncia, pois o WR uma banda de punk cru com pitadas alternativas. Esse ano vamos lanar nosso primeiro disco, que vai ser gravado em maro ainda, deve sair entre julho e agosto, pela Laja Records. Devemos ir para os Estados Unidos na sequncia pra turn de lana-mento, estamos muito empolgados com tudo isso.

    lanamento do disco? Haver turn pelo pas?Capil - Logo aps o lanamento estamos entrando em turn para lanar o disco. J temos vrios shows agen-dados, queremos estar em todas as cidades que sempre passamos e quem sabe ir em outras que ainda no fo-mos. Ser uma turn especial, repertrio novo, com vrios sons do passado, nossos clssicos e claro novas msicas. Queremos rodar muito pelas estradas do pas. Vamos tra-balhar uns 3 ou 4 singles durante tudo isso, produzindo clipes pra eles. o de sempre, estrada, shows e diverso.

    TMDQA!: VOC TEM MAIS DISCOS QUE AMIGOS?Capil - Sempre tive mais discos que amigos,

    e j fiz muitos amigos graas a eles (risos).

    DA ESQ-DIR :: IGOR TSURUMAKI (BAIXO), ALEXANDRE CAPIL (VOCAL E GUITARRA, ANDR DEA (BATERIA), , RICK MASTRIA (GUITARRA E BACKING VOCAL). AO LADO, A CAPA DO NOVO DISCO IGNORNCIA PLURALSTICA.

    TMDQA!: Quais so os planos para o

  • 26

    A FESTA ROCK DO MOMENTO

    SIM, NS ESTAVAMOS CARENTES DE UMA BOA FESTA DE ROCK. AQUELA EM QUE SEMPRE ENCONTRAMOS FIGURINHAS CARIMBADAS E NOVAS PROSPECES. EM QUE A TRILHA SONORA FAZ TODA A DIFERENA. AS-SIM QUE A WEEKEND WARS SE CONSOLIDA. ENTREVISTAMOS O PUBLICI-TRIO LEO MOTTA, JOVEM QUE ACREDITA NA CENA ALTERNATIVA E QUE SE MOVIMENTA PARA VER SENTIR O ROCK CORRENDO EM SUAS VEIAS.

    Qual a proposta da Weekend Wars?

    A Weekend Wars nada mais que uma festa de rock, se formos direto ao ponto. O que norteia a curadoria a ideia de apresentar tributos s bandas de rock (e afins) da dcada de 90 pra c. Alm disso procuro sempre incluir elementos que proporcionem uma experincia melhor pra quem vai: a discotecagem foge do clich, as bandas tm um nvel acima da mdia e sempre que pos-svel agrego contedos inditos, como foi o caso da estreia do filme da Hang Loose na primeira edio. Outro fator que tem ajudado muito a moldar a WW a prpria At Home, onde a festa realizada, por contar com pblico prprio e fiel, alm da decorao sensacional. A proposta da Weekend Wars semelhante da finada Beach Wreckers, que produzi ano passado, mas com menos enfoque autoral, pelo menos por enquanto.

    Como surgiu o conceito da festa?

    O nome Weekend Wars, inspirado no pop apotetico e psicodlico do MGMT, faz referncia s nossas vivncias de cada fim de semana, inde-pendente do programa. Quando samos e conseguimos nos divertir, a guerra vencida, ainda que acabemos perdendo batalhas no caminho, como dinheiro escasso ou falta de companhia. Quem procura diverso dentro do rock em Balnerio Cambori e regio hoje em dia guer-reiro, convenhamos.

    POR JOSIE MENDES FOTOS LUZA COLZANI

  • 27

    De onde vem esse instinto guerreiro em divulgar msica, arte, e se en-volver to diretamente com eventos com essa finalidade?

    Mais do que interesse, diria que quase uma necessidade, uma urgn-cia que tenho em mim. De um jeito ou de outro, estou sempre atuan-do nesse meio. Cresci ouvindo msica boa por criao, com pais que sempre me apoiaram, e tenho certeza de que tudo comeou a. Com 9 anos me mudei de Santos, selva de pedra da insegurana, e ca de paraquedas em Itaja, onde acabei fazendo muitos amigos, vrios deles tambm interessados em rock e cultura. J mais velho, cursei Comunicao e convivi muito com gente com ideias parecidas com as minhas. Colaborei no portal Vlvula Rock, at hoje na ativa, por 5 anos, e outros 3 pela revista Naipe. Nos ltimos 6 anos fui a festivais de todos os portes e gneros, de Planeta Terra e Lollapalooza a Psi-codlia, de SWU a Ufsctock e Grito Rock, muitos deles trabalhando na cobertura. Acho que isso tudo, alm da ntida viso de que a dita cena da regio anda deixando a desejar, colabo-raram pra construir essa parte da minha personalidade e direcionar minha atuao profissional.

    E a prxima, quando vem?

    A primeira Weekend Wars ps-vero vai ser ousada, especial, qui a melhor de todas. outono, e pra abrir os trabalhos nessa estao linda quem vem a banda Esperanza, de So Paulo. Alguns po-dem no saber quem so, mas certamente j ouviram falar nos Sabonetes. Pois eles so justamente o Sabonetes, se distanciando da sonoridade jovem e estreando uma fase madura, levemente psicodlica e altamente afiada, coroada pela mudana de nome. Eles vm trazer seu show autoral, sucesso absoluto por todo o Brasil, e tambm encerram a noite com um show parte; no repertrio, Queens of the Stone Age, Pixies, Strokes, Franz Ferdi-nand e por a vai. Mas a festa, e principalmente seu tema, no param na escalao de uma banda pra fazer um show nico no estado. A ideia ir mais longe, mudar, embelezar, colorir o mundo. Como? De rostos pintados! Por isso, quem for pra festa de cara pintada, ou at as mos, paga menos na entrada. Vale caveira mexicana, pintura de guerra, tribais minimalistas, caveira do Misfits, raio do Bowie, qualquer coisa; o importante trazer cor festa de rock mais linda do litoral norte!

    A festa comeou como uma iniciativa para o vero. H planos pro resto do ano?

    Pra continuar com tudo ao longo do ano, tudo que preciso que o pblico continue prestigiando, curtindo, comparecen-do e cada vez mais chamando os amigos pra curtir junto, pra agregar. Desse lado, a gente continua trabalhando pra oferecer sempre o melhor. E por isso tudo nossa guerra, que espera todos de braos abertos no prximo dia 19!

  • 28

    Voc estudou na UFSC, como foi a vida acadmica? Minha vida acadmica foi fantstica. Claro que fazer faculdade em Florianpolis ajuda bastante. Durante seis anos fiz grandes amigos e amadureci para me tornar o homem e mdico que sou hoje.

    E quando terminou a faculdade, qual foi o passo dado para especializao?O passo j se inicia durante os ltimos anos de faculdade, na diviso de tempo entre o internato mdico (perodo em que o aluno de me-dicina atua no hospital sob superviso) e nos estudos para a prova de Residncia Mdica. Para tornar-se Cirurgio Plstico necessrio primeiramente fazer dois anos de Residncia em Cirurgia Geral, que o fiz na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mais trs anos de Residncia em Cirurgia Plstica, a qual cursei na Universidade do Estado de So Paulo (USP). Aps isso tudo, ainda fiz ps graduao em Cirurgia da Mo e Fellow em Cirurgia Palpebral e do Nariz.

    Qual foi a sua principal referncia neste perodo?Ter feito a residncia na USP ajudou bastante, convivi com mais de 60

    A CARREIRA DE

    ENTREVISTA

    cirurgies plsticos, em sua grande maioria cirurgies de excelente quali-dade. A partir da fica mais fcil observar e referenciar o melhor de cada um deles.

    Como a sua rotina?Entre duas cidades. De quinta a segunda-feira fico em Balnerio Cambo-ri, onde atendo em meu consultrio particular e realizo os procedimentos cirrgicos. Tera e quarta-feira fico na cidade de So Paulo, onde me divido entre o consultrio particular e o Hospital das Clnicas da Faculdade de Me-dicina da USP, onde fao parte, como mdico assistente do grupo de Rino-plastia (Cirurgia do Nariz).

    J teve que negar a fazer alguma cirurgia?Isso faz parte da rotina diria do Cirurgio Plstico. So variados os moti-vos, desde o excesso de peso at a presena de doenas no controladas que podem prejudicar a sade da paciente durante o procedimento cirrgico.

    Qual a maioria das cirurgias que voc faz?A rotina normal do meu consultrio muito parecida com o ltimo senso de cirurgias realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plstica, sendo que as duas cirurgias mais realizadas so Lipoaspirao e Prtese Mamria. Como fiz uma especializao voltada para cirurgia da face, tambm opero bastante cirurgias nesta regio.

    Tem noo de quantas cirurgias faz por ano?Realizo uma mdia de 10 a 12 cirurgias por ms. Em um ano uma mdia de 100 a 120 cirurgias.

    Mdico por profisso, surfista por entusiasmo, tem um nico vcio: seriados. O cirurgio plstico Guilherme Luis Schmitt est longe da banalizao do corpo perfeito. Realiza em mdia 10 a 12 cirurgias por ms. Num total de 100 a 120 por ano. J disse no a pacientes e esteve do outro lado quando aos 13 anos so-freu um acidente com fogos de artifcio e passou o rveillon sendo operado por um cirurgio plstico. E foi assim que a medicina entrou em sua vida. Sendo o primeiro mdico da famlia, atualmente est entre Balnerio Cambori e So Paulo. Mas conta que mantem tudo organizado, assim h mais harmonia nas idas e vindas da ponte area. Tem um amor no qual compartilha a felicidade. um homem inteligente, tem senso de humor.

    POR JOSIE MENDES

    O MDICO

    PLSTICOCIRURGIO

    FOTOS DIVULGAO

  • 29

    Como funciona o procedimento de uma cirurgia? Existe alguma recomendao?Inicia-se com uma conversa sincera entre o mdi-co e a paciente, para que possa captar suas ide-alizaes, dvidas, queixas, insatisfaes e assim propor um plano de tratamento que alcance ou at supere suas expectativas. Eu recomendaria sempre a sinceridade, tanto por parte do mdico como da paciente e por mais dficil que seja, se-guir todas as recomendaes tanto no pr e ps-operatrio.

    Voc j foi submetido a alguma cirurgia plstica?Sim, mas foi da parte da plstica mais desconhe-cida pelo pblico, que so as cirurgias plsticas reconstrutoras.

    O que beleza para voc?Beleza o acordo entre o contedo e a forma.

    O GUILHERMEEst lendo algum livro? Sim. O lobo de Wall Street de Jordan Belfort.

    Gosta de ir ao cinema, assistir seriados?Gosto, mas acabo indo pouco. Sou viciado em se-riados. No momento estou assistindo Homeland, The Walking Dead e House of Cards.

    O que costuma fazer nos fins de semana?Sou um amante dos esportes radicais, principal-mente o surf. Ento se no estiver operando, estou na gua.

    Voc vive entre Balnerio Cambori e So Paulo. Check in all the time.Isso mesmo. Aeroportos j viraram rotina normal. Mas se tudo for bem organizado e administrado, no me atrapalha em nada essas indas e vindas.

    Voc gosta de arte? Gosto sim. E nas viagens procuro sempre comprar as artes tpicas de cada pas. Minhas preferidas so os Retablos peruanos (Caixas com cermicas esculpidas).

    Voc no parece algum que gosta de bala-das... acertei?Errou. Gosto sim. Mas nos dias de hoje, com essa rotina cansativa, acabo saindo muito pouco. Vou mais em ocasies especiais, como aniversrio de amigos.

    O que mudaria no mundo?A fome. Nos dias de hoje torna-se inadimissvel que um ser humano no tenha o que comer.

    Voc tem um melhor amigo? Acho que no tenho um. Posso dizer tranquila-mente que possuo vrios melhores amigos e ami-gas. Mas quem acaba sempre estando ao meu lado minha namorada. Ento se for pra definir um, com certeza seria ela.

    Tem cuidados com a alimentao? E com a balana?Tenho. Procuro manter uma alimentao saud-vel, rica em frutas e verduras. Essa combinao me ajuda a manter o pique no dia a dia. Eu e a balana sempre tivemos uma relao amigvel. Espero que continue assim.

    Voc faz terapia?No. Mas considero a prtica de esportes como grande aliada da terapia. alimentar a alma.

    Como foi a sua infncia? Nasci e cresci em Gaspar, mas sempre estudei em Blumenau. Finais de semana e frias sempre foram em Balnerio Cambori. Desde de pequeno j nutro uma paixo por esta cidade e nela que desejo viver e trabalhar.

    Tem algo que no gosta de comer? Como de tudo. Tenho sempre curiosidade de ex-perimentar coisas exticas e diferentes.

    E de fazer... tem algo que voc acha chato?No gosto de fazer a parte administrativa dos con-sultrios. Por isso possuo excelentes profissionais que me auxiliam com estas tarefas.

    Voc fala outro idioma?Sim. Ingls imprescindivel para o Cirurgio Plstico nos dias de hoje. Procuro sempre viajar para congressos e visitar cirurgies nos Estados Unidos para me manter atualizado.

    De cima para baixo: em 1990 no Campeonato

    Catarinense de Jud, em Gaspar; na colao

    de grau do curso de Medicina; no momento

    terapia: o surfe. Na pgina ao lado,

    na Clnica Saint Beaut, na Rua 1131, nmero 256, em Balnerio Cambori.

    Qual o seu sonho?Constituir uma fam-lia sempre unida e feliz como meus pais conse-guiram.

    Agradecimentos: Clnica Saint Beaut (47) 3264-0060

  • 10

  • ovimento e criao. Essas so as principais caracterstica do Lote84. Artistas, produtores e fotgrafos especializa-M

    dos em diferentes reas circulam entre seus universos e o estdio. Uma teia de relacionamentos que viabiliza os mais variados tipos de projetos. Entre as produes e servios oferecidos encontram-se edi-torias de moda, captao e edio de fotos institucionais, foto book, catlogos e o planejamento da segunda edio do CH das CINCO, evento que transforma o estdio em galeria, expondo obras e pro-movendo um encontro inusitado entre artistas de diferentes regies do Brasil.

    A equipe residente composta pela produtora Luciana Siebert, pelos fot-grafos Humberto Furtado e Ana Luisa Rattes e pela jornalista e advogada Nanashara Piazentin Gonalves. Alm da equipe fixa, o estdio ainda conta com a parceria do produtor e fotgrafo Cesar Martins e do compositor Sergio Lamarca (Flor&Cidade). Entre as tintas, os grafites e as colagens que marcaram as produes do Lote, colaboraram os artistas Berejuk (SC), DIANT (SC), LOBOT (SP), Vanessa Bornemann (SC), Jazz Ica Rafaela (SC), Cesar Martins (SC), Valmir Knop Junior (SC) e Diego Max (SP). A circulao desses talentos fundamen-tal, pessoas inspiradas na construo de um espao que vai alm dos servios tradicionais de fotografia e vdeo.Dentro do Lote est a POGO Filmes que alm de oferecer captao e finalizao em vdeo, leva adiante projetos audiovisuais em com foco em leis de incentivo, TV e internet. Atualmente esto sendo finalizados dois programa de contedo que vo entrar em fase de comercializao. O Programa RAPIDINHA, que tra-ta de informao musical de uma maneira sexy e divertida apresentado por Nanashara Piazentin Gonalves e o Programa de entrevistas 15:10 (Trs e Dez), horrio especial ps-caf que sentamos para conversar e filosofar sobre a vida e a arte, ambos com direo de Luciana Siebert. A casa tambm tem uma alma a parte, o lugar agradvel, de arquitetura nica, contando com uma luz natural incrvel devido as suas grandes janelas no andar superior onde se encontra o fundo infinito. Entre os servios ofereci-dos est o aluguel do espao, que inclui uma cozinha, camarim com banheiro e ampla sacada.

    foto: HUMBERTO FURTADO ensaio: Lusa Steffen

    foto: HUMBERTO FURTADO ensaio: Lusa Steffens

    Piloto doprograma Rapidinha

    Estudo sobre Hilda Hilst. Projeto de Veronica Rodrigues e Leonarda Glck

    Vdeoclipe OK Mama do rapper Thaide

    32

  • 33

    I

    foto: HUMBERTO

    FURTADO ensaio:

    SOPA DE CARACOL

    foto: HUMBERTO FURTADO institucional: Sky-4pets

    foto: ANA LUISA RATTES divulgao do

    espetculo ESSE CORPO MEU da Tspis

    Cia de Teatro

    Jacobina. Foto: Humberto Furtado ensaio: autoral

    foto: LUCIANA SIEBERT ensaio: REVISTA NIGHT E CIA

    Luciana Siebert fundadora do Lote84, ela atua como produtora de criao, desenvolvimento e formatao de projetos comerciais para TV, cinema e web. Trabalhou como coordenadora de produo para dois programas semanais da Fashion TV Bra-sil em So Paulo e em seguida fundou a POGO Filmes, empresa com a qual produziu os videoclipes Ok Mama para o rapper Thaide e Reflexes de uma tera-feira a tarde para Os ltimos Romnticos da Rua Augusta, ambos exibidos pela MTV. Como editora, montou o premiado longa-metragem documentrio de Bhig Villas Bas O ltimo Kuarup Branco. Tambm incluso em seu portflio, a direo do curta-documentrio A Admirvel Obra de Willy Zumblick para o especial Santa Catarina em Cena da RBS TV. Sua formao acadmica inclui cursos tcnicos nas reas de roteiro e produo executiva em escolas como UCLA (Los Ange-les), FGV (SP) e Escuela Internacional de Cine e TV de San Antnio de Los Baos (CUBA). De volta a Santa Catarina, Luciana fundou o Estdio Lote84 onde responsvel pela produo audiovisual e o desenvolvimento de projetos para leis de incentivo.

    Caminhante e nmade, Humberto Furtado rodou o mundo aperfeioan-do seu olhar em um giro antropolgico por diversos pases, atravessou o continente africano e pases asiticos registrando o cotidiano e os aspectos culturais. Toda essa baga-gem deu origem ao Projeto Esmola Fotogrfica - Dilogo com Tempo. a ABACH (Academia Brasileira de Arte, Cultura e Histria) realizou exposiao na Casa da Fazenda do Morumbi e posteriormente, o Espao Serralheria exps sua srie de fotos feitas com fezes do elefante que adotou durante a estadia no santuario da Tailandia. Por mais que o tranquemos no ca-marim do Lote, Humberto insiste em viajar o mundo e aprofundar sua viso dos seres com seu olhar potico e profundo. Hoje com o projeto megalomanaco: o serhum.Nosso fundo infinito! Prximo a ele, uma cozinha equipada, camarim com banheiro e ampla sacada. A rua arborizada e localizada prxima a incrveis locaes como o Canto do Morcego e a Praia da Solido. Luz perfeita, caixas de som e ar-condicionado, o resto cafez-inho, diverso e gritaria. Artistas que buscam na arte sua profisso. Projetos comerciais e autorais contendo em sua linguagem esttica e narrativa, a rica bagagem cultural pro-porcionada pelas conexes de seus integrantes. Fotografia, exposies, colagem, msica e a POGO Filmes desenvolvendo projetos audiovisuais como: clipes, curtas, minidocs, pro-gramas e projetos.

    Fotografamos os colunistas da revista Night e Cia no Lote84 e foi timo ter trabalhado com a Lu. O ambiente confortvel. Todos os colunistas

    ficaram l conversando, numa harmonia super bacana. J estreamos as fotos nesta edio.

    Josie Mendes, editora da Revista Night e Cia

  • 34

    FORNASETTI ARTE ILUSIONISTA E DESIGN ATEMPORAL

    mLange www.azad.com.br

    Azad

    Piero Fornasetti

    EU TRADUZO MEU SONHOS EM REALIDADE, EM TUDO

    QUE EU FAO.

    J Mansardo arquiteta e urbanista. Traz em sua bagagem New York, especializao em Design de Mveis e Art&Decor Azad

    PIERO

  • mpossvel passar por alguma obra de Piero Fornasetti e no se impressionar. A sensao de objetos que ganhamI

    vida, divertindo e surpreendendo pessoas do mundo todo,se deu a sua capacidade de criar expresses emotivas em tudo que fazia, com identidade nica, criativa e atemporal. Fornasetti tinha um lema: era contra as exigncias do mercado. Para ele, o design estava ligado ao fato de que um objeto tinha de durar e fugir ao modismo. Alm do valor artstico, as peas confeccionadas pelo italiano tambm despontaram como inspirao para a decorao de interiores. Seus mveis, cadeiras e utenslios costumam ter presena garantida nos projetos mais artsy. A marca Fornasetti conquistou o mundo e est cada vez mais em alta no dcor brasileiro. Piero For-nasetti (1913-1988) foi um artista milans cultuado um dos maiores criativos italianos do sculo 20. Pintor, mestre da tcnica trompe loeil (que cria iluso de tica), escultor, designer e decorador. Ficou conhecido mundialmente aps sua parceira com o arquiteto Gio Ponti, e juntos desenharam mveis mticos do sculo 20. Ao longo de sua carreira, Fornasetti concebeu cerca de 11.000 produtos de todos os tipos: mveis, pratos, vasos, lustres, tecidos e azulejos. Entre seus temas preferidos esto o sol, os baralhos, arlequins, mos, auto-retratos e bales. Outros temas muito utilizados pelo artista como astrologia, msica, botnica, zoologia e folclore serviram para ilustrar mesas, ca-deiras, velas, luminrias, xcaras, jarras e inmeros outros itens. Mas a sua maior inspirao, sem sombras de dvidas, foi a soprano de pera italiana Lina Cavalieri, a qual ele encontrou por acaso enquanto folheava uma revista francesa do sculo 19. Fornasetti ficou fascinado por sua expresso enigmtica, e depois disso criou 350 variaes do rosto de Lina em pratos e outros objetos. Atualmente, quem cuida do legado da obra de Piero o seu filho Barnaba Fornasetti. O ateli fica localizado em um bairro tranquilo de Milo, e l que o filho reedita as criaes das obras do pai e cria novas verses, recuperando arquivos esquecidos no tempo. O ateli produz mveis e objetos de decorao, empregando as mesmas e rigorosas tcnicas artesanais dos tempos em que os primeiros produtos Fornasetti foram criados.

    Cada objeto produzido inteiramente feito a mo, o que faz com que cada um deles seja nico. Dos mveis s porcelanas, todos so produzidos em edies lim-itadas e possuem nmero de srie e ano de fabricao. Existem tambm empresas licenciadas que produzem itens como pisos e azule-jos com a Bardelli, tecidos paradecorao com Luciano Marcato, papel de parede com a marca inglesa Cole Son, cermica com a Bitossi, e a Roubini Rugs, que confec-ciona tapetes. No ano passado Piero Fornasetti completaria 100 anos se estivesse vivo e, para celebrar sua carreira de sucesso, ganhou uma exposio na sua cidade natal, Milo, no Triennale Design Museum. A mostra que encerrou no ltimo dia 9 de fevereiro, entitulada Piero Fornasetti 100 anni di follia pratica, apresentou cerca de 700 peas provenientes, na maior parte, do extraordinrio arquivo mantido pelo seu filho Barnaba. A exposio foi um sucesso, recebendo mais de 37 mil visitantes. Entre sis, mos, olhos e rostos enigmticos, a marca Fornasetti se transformou em cone, e hoje qualquer pea do artista objeto do desejo pelos quatro cantos do mundo.

    CINZEIRO >> CADEIRA E GUITARRA >> VELAS

    O FILHO BARNABA FORNASETTI

    LINA

    CAVA

    LIERI

    PIERO FORNASSETI

  • Christopher empresrio. Criou a marca de camisetas Santacosta junto com seu amigo Je erson Matias, na Praia Brava. Filho de americano com brasileira, morou em Braslia, Estados Unidos, Espanha e Cear at cair de paraquedas em Santa Catarina seis anos atrs. Agora, resolveu unir dois prazeres, a curiosidade e a paixo por Santa Catarina para escrever uma coluna que trata dos detalhes que fazem daqui um lugar to especial.

    O NOME DELE CELEBRADO EM RUAS, FRITZ MLLERFRITZ MLLERRESTAURANTES, CHOPERIAS, BIBLIOTECAS, FUNDAES.

    AGORA VOC SABE QUEM FRITZ MLLER?

    PRA CABER EM 1 TWEET:EXCNTRICO E

    PROGRESSISTA, O ALEMO NATURALIZA-DO BRASILEIRO, VIVEU

    45 ANOS ENTRE BLUME-NAU E FLORIPA. NICO

    COLABORADOR DE DARWIN NO BRASIL.

    Chrisdemundocurioso

    ESTTUA DE MLLER EM BLUMENAU

    Fritz quem?Dizem que o nome Fritz Mller foi coisa do Brasil. Ele nasceu Johann Friedrich Theodor

    Mller em 1822. Pros moradores daqui, seu nome real era quase impronuncivel, com isso ganhou um carinhoso apelido: Fritz Mller. Fritz diminutivo de Friedrich.

    Como ele veio parar aqui?Aos 30 anos, Mller veio parar em Santa Catarina em 1852 por infl uencia de outro

    alemo conhecido na nossa regio, Hermann Bruno Otto Blumenau, fundador da Colnia de Blumenau. Coincidncias do nmero dois: a travessia demorou dois me-ses at chegar ao Brasil e Mller chegou aps dois anos da fundao da cidade.

    Morou bemViveu os prximos 45 anos entre duas cidades. Em Blumenau, foi o primeiro colo-

    nizador do bairro Garcia e viveu tambm no bairro Wostard. Em Floripa na praia-de-fora, atual beira-mar norte. Morou bem, Fritz.

    E como foi parar em Floripa?Quatro anos depois de chegar em Blumenau, Mller se muda pra Florianpolis (na poca, Nossa Senhora do Desterro) como professor. Na real, isso foi uma re-

    comendao - leia-se imposio - do Dr. Blumenau que estava descontente com o comportamento de Fritz Mller, que considerava antireligioso e comeava a infl uenciar os demais colonos.

    Da costela ou do macaco?Entra em cena outro personagem, Charles Darwin e o seu livro A Origem das

    Espcies. Para validar a Teoria da Evoluo, Darwin precisava que cientistas ao redor do mundo estudassem os dois lados da questo. Mller comprou a ideia e escolheu estudar os crustceos do litoral catarinense. O resultado foi

    a publicao do livro Fr Darwin (Pr-Darwin), onde demonstrou os resulta-dos que comprovam as ideias do naturalista ingls.

    Prncipe dos Observadores, por qu?Quando Darwin teve acesso ao livro de Fritz Mller em 1865, logo surgiu o apelido prncipe dos observadores, como gratido ao inestimvel apoio

    que a obra representava. Nas edies posteriores da Origem das Espcies, Mller foi citado mais de dezessete vezes como referncia.

    Antes do WhatsappCom entrega mdia demorando 45 dias, as correspondncia dos natu-ralistas durou 17 anos, at a morte do ingls Darwin. No total foram

    aproximadamente trinta e nove cartas de Darwin e outras trinta e quatro de Fritz Mller. Eles nunca se conheceram pessoal-mente.

    Curiosidade da foto ao ladoEm entrevista ao Globo Cincia alguns anos atrs, a bisneta Tula Mayr

    comentou que Fritz s usava sapato quando dava aula. Ao ver a est-tua, o pai dela - no caso, neto de Mller - supostamente disse, Esse

    no meu av, ele nunca usava sapatos.

    MDICO+FILSOFO+POETA

    FRITZ MLLER

    CHARLES DARWIN

    O NOME DELE CELEBRADO EM RUAS, FRITZ MLLERFRITZ MLLERFRITZ MLLERFRITZ MLLERFRITZ MLLERRESTAURANTES, CHOPERIAS, BIBLIOTECAS, FUNDAES.

    AGORA VOC SABE QUEM FRITZ MLLER?RESTAURANTES, CHOPERIAS, BIBLIOTECAS, FUNDAES.

    AGORA VOC SABE QUEM FRITZ MLLER?RESTAURANTES, CHOPERIAS, BIBLIOTECAS, FUNDAES.

    Fritz quem?Dizem que o nome Fritz Mller foi coisa do Brasil. Ele nasceu Johann Friedrich Theodor

    Mller em 1822. Pros moradores daqui, seu nome real era quase impronuncivel, com isso ganhou um carinhoso apelido: Fritz Mller. Fritz diminutivo de Friedrich.

    Como ele veio parar aqui?Aos 30 anos, Mller veio parar em Santa Catarina em 1852 por infl uencia de outro

    alemo conhecido na nossa regio, Hermann Bruno Otto Blumenau, fundador da

    36

  • ESSAS SONZERAS

    ideias

    Se voc tem alguma msica favorita pra acordar ou conhece outra rdio online irada, reuse com a gente na nossa Fan Page: /blogreuseideias

    reUSE

    REUSEREUSETODA SEXTA FEIRA POSTAMOS NO BLOG DO REUSE IDEIAS A TRILHA SONORA QUE INDICAMOS APROVEITAR O DIA QUE ANTECEDE O FIM DE SEMANA. E NESTA EDIO, VAMOS TRAZ-LA PARA O LEITOR DA REVISTA NIGHT E CIA. PLAY!

    www.reuseideias.com

    11 MSICAS PRA ACORDAR Voc merece comear seu dia com inspirao e no o alarme do celular!

    GET UP, STAND UP verso BossanMarleyLETS GO SURFIN The Drums

    SUBURBANO Rapin HoodWOULDNT IT BE NICE?! The Beach Boys

    PROCEDER, CAMINHAR B NegoKELLY WATCH THE STARS Air

    RACIONAIS Sou mais vocFREE YOUR MIND Cut Copy

    ACORDA MARIA BONITA PORQUE N, CLSSICO CLSSICOANGEL Massive Attack

    DIMENSION Wolfmother (essa para os fortes ou pra acordar no pulo!)

    Rdio IbizaAgncia especializada em Criao de identidade musical para as mais variadas marcas,

    a Rdio Ibiza show! No site (radiobiza.com.br) voc pode conhecer um pouco mais desse trabalho diferenciado. Mas, recomendamos mesmo baixar o App no seu celular

    e curtir as playlists que so iradas!!!

    Rdios Online Somos no s apaixonadas como movidas por msica, dos mais variados ritmos e estilos.

    Adoramos conhecer uma nova banda ou reouvir milhes de vezes os nossos sons favoritos. Mas, chega uma hora que as msicas que recheiam centenas de pastas nos nossos PCs j no so mais

    sufi cientes. Meio que enjoa. Podemos apostar que isso tambm acontece com voc. Uma alternativa pra dar uma variada so as rdios online, seguem as opes que j

    compartilhamos no blog: a americana 181.fm, a inglesa TheMusicMachine.co.uk, a paulista RdioRock.com.br e a manezinha SicRadio.net!

    Trip HopinE se a proposta fl utuar, que tal viajar num trip hop de primeira?

    A dupla de DJs Thievery Corporation adora brincar com essa sonoridade mais de boa e mis-tura msica eletrnica, com dub, com reggae e at com batuques brasucas.

    Sim, eles piram no Brasil! Muito antes de sermos a bola da vez a dupla j apostava em nossa musicalidade com faixas com letras em portugus.

    Entre tantas iradas, postamos no blog a msica Shadow of Ourselves, para fi car assim viajando na vida.

    Musicalize-se!!!Musicalize-se!!!

    Dani Rebelo e Carla CostaProfisso: Publicitrias

    Tempo de Night e Cia: 2 ano

    ESSAS SONZERASTODA SEXTA FEIRA POSTAMOS NO BLOG DO REUSE IDEIAS A TRILHA SONORA QUE INDICAMOS APROVEITAR O DIA QUE ANTECEDE O FIM DE SEMANA. E NESTA EDIO, VAMOS TRAZ-LA PARA O LEITOR

    37

  • aLimente-se

    OS TRS ELEMENTOS

    EspiritualmenteVoc precisa desejar ser saudvel. Sei que um querer buscando a vaidade nunca vai durar. Desejos superfi ciais geram apenas realizaes superfi ciais. Foi ento que eu comecei a pe-dir. Na realidade eu implorava, dia aps dia, do fundo do corao sabe? E eu tive o querer para fi car satisfeita com minhas escolhas saudveis.

    bemSheila RosaProfisso: NutricionistaTempo de Night e Cia: 6 ano

    CORRERIA, TRABALHO, ESTUDOS, FAST-FOOD, ESTRESSE: ENFRENTE O DESAFIO DA REEDUCAO ALIMENTAR.

    Ser saudvel no apenas uma questo de perder peso. No est limitado a ajustar a nossa alimentao e esperar bons resultados fsicos. Como falei na edio anterior, trata-se de calibrar a nossa alma e querer mudar espiritual, fsica e mentalmente. E a batalha realmente envolve todas essas trs reas. Vou explicar.

    Alm disso, os aparelhos nos permite trabalhar diversas capacidades fsicas, tais como:- Hipertrofi a e fora: habilidade de mudar a carga durante o movimento, aumentar

    a carga na fase excntrica, treino lento ou rpido, treino por tempo e sistema ener-gtico.

    - Performance: treinar com velocidade independente da carga, treinar potncia e test-la, treinar movimentos de esportes especfi cos .

    - Treino circuitado: alterar a resistncia facilmente, aumento da frequncia cardaca e gasto calrico, treino progressivo, execuo de infi nitos exer-

    ccios.- Terceira Idade, reabilitao e qualidade de vida: sem impactos nas

    articulaes, ajuste da carga a cada 100 gramas, display de fcil leitura com contagem de repetio, ajuste da carga com o pres-

    sionar de um boto, movimentos assistidos.

    FisicamenteQuando comecei essa jornada, fi nalmente tive de admitir a verdade de que importava o que eu

    como. Nosso peso o refl exo de escolhas e sade. Vocs no imaginam tudo o que eu fi z antes de conseguir mudar. Minha jornada comeou aos 11 anos. Fui em todo o tipo de profi ssional da

    rea da sade pra ver se algum descobria o meu problema. Fazia todo o tipo de exame pra ver se eles achavam algo fora do normal e assim de uma maneira miraculosa poderia elimi-

    nar algum peso extra quando eles prescrevessem algo. Mas pra minha alegria os exames sempre davam normais. E eles olhavam pra mim e falavam: Sheila, voc est cansada?

    Coma melhor e faa atividade fsica. Est triste? Coma melhor e faa atividade fsica. Aposto que naquela poca, se eu chegasse l com uma dor de garganta ele ia olhar

    pra mim e falar: coma melhor e faa atividade fsica. Isso sem contar na balana do consultrio. O que acontecia com aquela coisa? Tenho absoluta certeza que ela me

    pesava a mais s para provar o ponto de vista dele. Viu Sheila? Voc precisa comer melhor e se exercitar mais. Bom, tive que admitir isso e correr atrs do prejuzo.

    MentalmenteTive que decidir que estava cansada de decidir, cansada de me comprometer. O

    que acontece quando tiramos o prefi xo com da palavra comprometer? Sobra apenas prometer. Honestamente, fomos criadas para mais do que um ciclo

    vicioso de comer, engordar e fi car estressada, comer, engordar e fi car es-tressada. Fomos criadas para batalhar contra os nossos problemas e usar

    a fora que Deus nos d todos os dias para derrot-los espiritual, fsica e mentalmente. Espero que voc continue essa jornada, e assim como

    eu descubra o seu querer. No prometo que ser fcil, mas posso prometer que vai ser a coisa mais poderosa que voc j fez. Com-

    ece a comer melhor e fazer atividade fsica diariamente, voc vai se sentir tima, e seus desejos mais verdadeiros estaro satisfeitos.

    TREINAMENTO PNEUMTICO

    Andr CordeiroProfisso: Personal Trainer

    Tempo de Night e Cia: 3 anos

    Sade +corpoalma

    O Mtodo de Treinamento Pneumtico une componentes de fora e velocidade que produz. Voc consegue realizar os movimentos variando intensidade, velocidade, execuo de movimento, deslocamentos e muito mais, sem se preocupar em se lesionar, devido sobrecarga que no existe. Graas a algumas leis da fsica, um quilo no sempre um quilo. Um peso de ferro, seja na forma de uma barra ou anilha, representa uma resistncia defi nida somente quando est em repouso ou em movimento em uma velocidade constante. Uma vez em movimento, as mudanas de velocidade fazem com que o peso mude. Isso ocorre, porque a anilha acelerada. A base para esse fenmeno foi encontrada por Isaac Newton, quando demonstrou que a fora de mudana pro-porcional massa multiplicada pela acelerao (taxa de variao de velocidade). O desenvolvimento da potncia era limitado com os pesos tradicionais. O aumento da resistncia (fora) e velocidade de treinamento resultou em exerccios de alto impacto com aumento dos riscos de leso, tornando praticamente impossvel o treinamento de Potncia. Apesar dos riscos, por no ter alternativas, este se tornou o mtodo de treinamento mais aceitvel. So mquinas Multifuncionais que podem ser utilizadas desde treinamento de esportes especfi cos a reabilitao de algum movimento.

    38

    aLimente-seLimente-seL

    OS TRS ELEMENTOS

    Sheila RosaProfisso: NutricionistaTempo de Night e Cia: 6 ano

    Ser saudvel no apenas uma questo de perder peso. No est limitado a ajustar a nossa alimentao e esperar bons resultados fsicos. Como falei na edio anterior, trata-

    Coma melhor e faa atividade fsica. Est triste? Coma melhor e faa atividade fsica. Aposto que naquela poca, se eu chegasse l com uma dor de garganta ele ia olhar

    pra mim e falar: coma melhor e faa atividade fsica. Isso sem contar na balana do consultrio. O que acontecia com aquela coisa? Tenho absoluta certeza que ela me

    pesava a mais s para provar o ponto de vista dele. Viu Sheila? Voc precisa comer melhor e se exercitar mais. Bom, tive que admitir isso e correr atrs do prejuzo.

    MentalmenteTive que decidir que estava cansada de decidir, cansada de me comprometer. O

    que acontece quando tiramos o prefi xo com da palavra comprometer? Sobra apenas prometer. Honestamente, fomos criadas para mais do que um ciclo

    vicioso de comer, engordar e fi car estressada, comer, engordar e fi car es-tressada. Fomos criadas para batalhar contra os nossos problemas e usar

    a fora que Deus nos d todos os dias para derrot-los espiritual, fsica e mentalmente. Espero que voc continue essa jornada, e assim como

    eu descubra o seu querer. No prometo que ser fcil, mas posso prometer que vai ser a coisa mais poderosa que voc j fez. Com-

    ece a comer melhor e fazer atividade fsica diariamente, voc vai se sentir tima, e seus desejos mais verdadeiros estaro satisfeitos.

    TREINAMENTO PNEUMTICO

    Andr CordeiroProfisso: Personal Trainer

    3 anos

    corpo

    O Mtodo de Treinamento Pneumtico une componentes de fora e velocidade que produz. Voc consegue realizar os movimentos variando intensidade, velocidade, execuo de movimento, deslocamentos e muito mais, sem se preocupar em se lesionar, devido sobrecarga que no existe. Graas a algumas leis da fsica, um quilo no sempre um quilo. Um peso de ferro, seja na forma de uma barra ou anilha, representa uma resistncia defi nida somente quando est em repouso ou em movimento em uma velocidade constante.

  • #papodecamarim

    Andr Huscher Giga jornalista h 8 anos. Comeou a sua carreira na msica eletrnica e atu-almente est no meio sertanejo, mpb, rock/pop, onde assessora o grupo Marias Entretenimento. Filho de uma paulistana com um catarinense, Giga, como conhecido, estreia por aqui com fatos e curiosidades que acontecem nos camarins dos artistas.

    NO CAMARIM TUDO PODE ACONTECER.QUER SABER

    Camarim. Sala onde os artistas se preparam antes de se apresentarem no palco, podendo ser chamado tambm de gabinete.Papo. Signifi cado de uma conversa muito boa.

    Nesta primeira edio do #PapoDeCa-marim, vou revelar o que se passa dentro de um camarim, local onde todos querem ir, mas somente quem est com sorte no dia, con-segue. Tudo comea com ningum menos que Fbio Porchat, que esteve h pouco tempo na regio para uma despedida de solteiro de um amigo. Pois ento, Porchat, que conhecido pelo seu aguado lado cmico no passou desper-cebido. Aprontou com o tal amigo, Pedrinho j no camarim com a presena da dupla Henrique & Juliano. Resumindo: a dupla parou o show, chamou o Porchat com o amigo, que o fez danar no palco do Woods. T bem de amigo, hein Pedrinho?

    Direto pro Carnaval, a cantora Thaeme Marito, da dupla Thaeme & Thiago levou um susto quando estava no camarim recebendo os fs. Entre tantos na porta do camarim, uma se destacou mais pelo simples fato de parecer fi si-camente com a cantora. Thaeme disse: Acho que o meu pai andou pulando a cerca. Thaeme, acho que vocs deveriam entrar na sesso Separados no Nas-cimento, da revista VIP. Luz! Cmera! Ao! Sem pestanejar e na vibe de dois shows na mesma noite, Thiago Brava, o Rei do Arrocha que lanou 180, 180, 360 foi alvo da apresentadora da Woods TV, Aline Hodecker, no ltimo dia de carnaval. Thiago Brava resolveu virar cantor ser-tanejo, depois que segundo ele, no estava se dando muito bem no ramo da publicidade, no qual formado. Estudante de msica desde os 12 anos, agora com 26, o goiano colhe os frutos do seu sucesso e promete um novo DVD para este ano. Quer conferir a entrevista? Sintonize o canal 99, da CCS, somente para Balnerio Cambori.

    39

    #papode

    #papode

    #papocamarimAndr Huscher Giga jornalista h 8 anos. Comeou a sua carreira na msica eletrnica e atu-almente est no meio sertanejo, mpb, rock/pop, onde assessora o grupo Marias Entretenimento. Filho de uma paulistana com um catarinense, Giga, como conhecido, estreia por aqui com fatos

    QUER SABERQUER SABERapresentarem no palco, podendo ser chamado tambm de gabinete.

    Nesta primeira edio do #PapoDeCa-marim, vou revelar o que se passa dentro de um camarim, local onde todos querem ir, mas somente quem est com sorte no dia, con-segue. Tudo comea com ningum menos que Fbio Porchat, que esteve h pouco tempo na regio para uma despedida de solteiro de um amigo. Pois ento, Porchat, que conhecido pelo seu aguado lado cmico no passou desper-cebido. Aprontou com o tal amigo, Pedrinho j no camarim com a presena da dupla Henrique & Juliano. Resumindo: a dupla parou

  • gastronomia +arte

    NA CROSTA DE GORGONZOLA, MOLHO CTRICO DE LIMO E AZEITE DE SALSA COM CROC SELVAGEM

    MIGNONMIGNONPreparar um jantar romntico no exige muito esforo e com certeza vai agradar a pessoa amada. Quer surpreender seu amor em uma noite especial sem sair de casa?

    Confi ra uma dica que voc ir fi sg-lo pela barriga. Esta receita para quem ama cozinhar assim como eu e aqui preparei algo especial para voc receber elogios.

    Para a Carne Mignon de 250 a 300 gramas

    Sal Pimenta do reino preta

    3 dentes de Alho3 ramos de alecrim

    3 ramos de tomilho50 gr de queijo gorgonzola

    1 colher rasa de manteiga1 folha de louro

    Modo de preparo Temperar a carne com sal e pimenta do reino moda na hora e selar e acres-

    centar o alho, tomilho, louro e alecrim. Depois de selado vire o mignon e

    coloque uma colher manteiga para ir caramelizando a protena. Dica:

    o momento da manteiga entrar na frigideira quando voc virar o mi-

    gnon pois a manteiga queima muito rpido. Moldar 50 gramas de queijo

    gorgonzola na mo e colocar em cima do mignon e levar ao forno e terminar

    o cozimento durante 8 min a 180 graus. O queijo ir formar uma crosta

    e deixar o mignon suculento.

    Molho Ctrico de Gorgonzola 200 gr de gueijo gorgonzola

    150 ml de creme de leite1 limo siciliano

    Zestas de meio limo sicilianoPimenta do reino a gosto

    Modo de PreparoColoque o creme de leite em uma panela e deixe

    ferver por uns 5 minutos, aos poucos vai acrescentando o queijo gorgonzola cortados em

    cubos e vai mexendo devagar para o molho ir dando liga e fi car espesso. Para fi nalizar o molho coloque o

    sumo de meio limo siciliano e zestas do limo para dar acidez ao molho. Temperar com pimenta moda

    na hora. Obs. Queijo gorgonzola contm sal, corrija se necessrio!

    Azeite de salsa100 ml de azeite1 molho de salsa

    2 dentes de alhoSal

    Pimenta do reino modo na hora Modo de Preparo

    Colocar todos os ingrediente em um liquidifi cador e reservar.

    Croc Selvagem 50 gr de arroz selvagem

    100 ml de azeite

    Modo de preparo Colocar azeite em um frigideira e deixar fi car

    bem quente depois acrescente o arroz selvagem e mexa. Cuidado! Leva segundos e logo que

    comear a pipocar o arroz retire rapidamente e coloque sobre uma peneira e reserve. Um

    pouquinho de sal e est pronto!

    FinalizaoNo centro do prato coloque o molho ctrico de gorgonzola, o

    mignon com a crosta no centro, pingue algumas gotinhas em

    volta com o azeite de salsa. Finalizando com croc selvagem

    em cima do mignon e um ramo de alecrim e tomilho! Voil!

    40

    gastronomia +gastronomia +gastronomia artegastronomia artegastronomia

    Para a Carne Mignon de 250 a 300 gramas

    Sal Pimenta do reino preta

    3 dentes de Alho3 ramos de alecrim

    3 ramos de tomilho50 gr de queijo gorgonzola Molho Ctrico de Gorgonzola

    Paulo AndrProfisso: ChefTempo de Night e Cia: 2 ano

  • 42

    FESTIVAL

    Um editorial que no define a cor da estao, mas estampa o tom da temporada

    TRENDSConsiderado a apoteose do movimento hippie, o Woodstock aconteceu em agosto de 1969 e nos 3 dias reuniu aproximadamente 500 mil pessoas ao som de Jimi Hendrix, Janis Joplin, Creedence e outros nomes do rock. Passaram 45 anos e a onda de festivais dominou o mundo. Tanto no rock quanto no eletrnico, fato que as pessoas de todas as idades se unem pela msica.

  • Bata preta, Severina.

    T-shirt David Bowie, Severina

    Macaco floral, Twins

    44

  • Camisa Levis

    Regata Empty

    Camiseta listrada Levis

  • 42

    A histria dos festivais no Brasil no recente. Mas de cinco anos pra c, o nosso pas abriu as portas para o molde europeu. E com isso traz todos os anos cones da msica.

    NOMES QUE APENAS IMAGINAVA ASSISTIR.

    AINDA MAIS TODOS JUNTOS.

  • Na pgina ao lado,

    moleton Levis

    e bata preta Severina

    Nesta pgina

    Camiseta listrada Levis

    Camisa xadrez Severina

    Bata preta Severina

    Camisa xadrez Empty

    Moleton Levis

  • Csar Martins e Angelina Ventura produziram um editorial nesse clima de liberdade, com a presena de Sexy Panchita, a dose hippie necessria.

    FASE DE FESTIVAIS,

    INSPIRADOSNESTA VELHA-NOVA

    48

  • Na pgina ao lado, camisa

    xadrez Empty

    T-shirt bege Severina

    Cala jeans Levis

    Nesta, camisa xadrez Twins

    Tshirt Twins

  • Fotografia e tratamento de imagem: Angelina Ventura. Produo: Csar Martins. Assistente de produo: Fernando Gardelin. Direo e Texto Josie Mendes.

    Modelos: Amanda Eliza Rhiannon, Bruno Moser Nunes, Fernanda Boehn,

    Jnata Gonalves, Luza Colzani, Matheus Mello, Mnica Simon Viecili, Paulo

    Renato Macedo Briese, Stefania Enderle, Thiago Gonalvez.

  • 52

    COQUETEL

    PARA CELEBRAR A NOVA ESTAO, A LARA FLOR REALIZOU UM COQUETEL NA TARDE DE 8 DE MARO, COM O LANAMENTO DA COLEO OUTONO-INVERNO. E AGRADECEM A PRESENA DE TODOS QUE COMPARECERAM!

    outono

  • 50

    COQUETEL

    EVENTO BACANA E CHEIO DE MODERNAS ACONTECEU DIA 19,20 E 21 DE MARO NA FURLANETTO CALADOS. TUDO PARA LANAR A LINDA COLEO FALL WINTER 2014 DA SCHUTZ.

    SCHUTZ DAY

  • 56

    A CADA ESTAO QUEREMOS ESTAR COM NOVIDADES. A LA VITA TROUXE DICAS PARA O OUTONO-INVERNO NUMA DELICIOSA TARDE DE MARO.

    NOVA ESTAO

    COQUETEL

  • BEACHCLUB

    DURANTE O VERO CELEBRAMOS O NOVO BEACH CLUB DA BRAVA. NA PRAIA PARA APROVEITAR O DIA, NO PR DO SOL DESFRUTAMOS DE MSICA E GASTRONOMIA COMBINADOS NO SOLEM.

    BEACH CLUB58

    DURANTE O VERO CELEBRAMOS O NOVO BEACH CLUB DA BRAVA. NA PRAIA PARA APROVEITAR O DIA, NO PR DO SOL DESFRUTAMOS

    BEACH CLUB

  • 60

  • 62

    FOTO

    S ADR

    IEL D

    OUGL

    AS

    NIGHTCLUB

  • 63

    O CARNAVAL NO TEMPLO REUNIU BRILHANTES NOMES DA MSICA ELETRNICA. ENTRE AS TRS NOITES DE FESTAS TIVERAM NOMES COMO A POLONESA MAGDA, O ITALIANO MARCO CAROLA E A RUSSA NINA KRAVIZ. E OUTRAS ATRAES. POR AQUI, A TENTATIVA DE UM RESUMO DO CARNAVAL.

    ESTRELAS

  • 60

    NIGHTCLUB

    1 >>DUDA CUNHA E ANUAR TACACH . 2 >> NERVO . 3 >>TON ANTONY . 4 >> HARDROCK SOFA . 5 >> RODRIGO VIEIRA E KETRYN GOETTEN . 6 >> SAN SCHWARTZ E BER SCHWANKA . 7 >> CAMILA PEIXOTO

    8 >> STEVE AOKI E EDUARDO PHILIPPS . 9 >> STEVE AOKI . 10 >> ARMIN COM O LIVRO DE DJS DO GREEN VALLEY . 11 >> SHARAM 12 >> KAREN SHAUFFERT E RICARDO TOLAZZI . 13 >> GABRIELA GRACIE . 14 >> FERNANDA ANTUNES . 15 >> GIORGIA EVARISTO

    1

    2

    3

    4 5

    6

    7

    8

    9 10

    11

    12

    13 14

    15

  • O CARNAVAL GREEN VALLEY 2014 FOI RECHEADO DE GRANDES MOMENTOS. A CASA DE CAMBORI RECEBEU EM SEU PALCO ASTROS DE PRIMEIRA GRANDEZA QUE SOMARAM MAIS DE 20 ATRAES, ENTRE ELAS DIMITRI VEGAS E LIKE MIKE, NERVO, ARMIN VAN BUUREN, STEVE AOKI E SHARAM. AO TODO, MAIS DE 20 ATRAES PASSARAM PELO PALCO DO SUPER CLUB EM FESTAS MARCANTES, QUE CONTARAM COM PRESENAS DE FAMOSOS COMO OS SERTANEJOS LUAN SANTANA, SOROCABA E MARRONE, E TAMBM COM MILHARES DE ANNIMOS, QUE FIZERAM O ESPETCULO ACONTECER.

    CARNAVAL

    FOTO

    S ADR

    IEL D

    OUGL

    AS

  • 66

    NIGHTDINING

    POR AQUI A TRADICIONAL DATA TROUXE MSICA ELETRNICA, GASTRONOMIA IMPECVEL. UM CARNAVAL EM GRANDE ESTILO E LONGE DAS MICARETAS. ENTRE AS ATRAES ESTAVA BEACH BEATS, DJ NAV, MAYCON SCHRAMM, CARLOS FUSE E MASHUP LIVE.

    TAJ CARNIVAL

  • NIGHTDINING

    AGRADVEL DEMAIS ESTAR NUM LUGAR ONDE TEM UMA GASTRONOMIA EXTICA E OUSADA. COM TRILHA SONORA SEMPRE DIFERENTE, UMA HARMONIA INCRVEL. ASSIM O DIDGE.

    AUSTRALIANO68

  • 70

    MESMO COM O FIM DO VERO, O SKY BEACH CONTINUA COM NOVAS IDEIAS PARA CELEBRAR A CADA ESTAO. POR AQUI OS MELHORES MOMENTOS DP CALOR DO MS DE MARO.

    NOVA ETAPA

    DAYCLUB

  • COQUETEL DE LANAMENTO COLEO OUTONO/INVERNO 2014 TATI VOG, DEDICADO PRINCIPALMENTE A MULHER DE PERSONALIDADE MODERNA E ADEPTA AS PRINCIPAIS TENDNCIAS. A IDENTIDADE E ESTILO TATI VOG CONQUIS-TOU E DESPERTOU O DESEJO DO PBLICO PRESENTE NESTE EVENTO. AGRADECEMOS IMENSAMENTE A PRESENA DE TODOS E QUEM NO PODE COMPARECER ESTAMOS AGUARDANDO COM A LOJA REPLETA DE NOVIDADES.

    outono

    COQUETEL

    TEXTO POR TATI VOG

    72

  • 74

    NIGHTPARTY

  • 75

    O carnaval do Woods foi realmente muito badalado. Nos cinco dias de festa, com quatro shows nacionais, a casa recebeu os shows de Thaeme & Thiago, Bruninho & Davi, Pedro Paulo & Alex e Thiago Brava. Alm disso, os camarotes do Woods ficaram pequenos para receber um seleto grupo de celebridades nestes dias, tais como Sorocaba, Luan Santana, Marrone e o humorista Carlinhos Silva Mendigo.

    BADALADO

  • O GREENWICH PUB TRAZ ROCK COM BANDAS AO VIVO. DURANTE MARO TEVE NOITES INCRVEIS E MEMORVEIS COMO O ST. PATRICKS DAY, QUE TODO ANO REGISTRA MOMENTOS INESQUECVEIS.

    PUB + ROCK

    NIGHTROCK

    76

  • 78

    TEM COISA MAIS LEGAL QUE REUNIR OS AMIGOS NUM AMBIENTE ONDE POSSA CURTIR BOA MSICA E AINDA PRATICAR ESPORTE? ISSO QUE VOC PODE FAZER NO BOWLCLUB, VENHA!

    NIGHTPARTY

    SAMBA + BOLICHE

  • 80

    NIGHTPARTY

    AQUI TEM DIVERSO! VOC PODE TREINAR A VOZ NO KARAOKE OU AT NA RODA DE SAMBA QUE ROLA POR L TAMBM. O CARNAVAL FOI ASSIM, SUPER DIVERTIDO!

    KARAOKECOM RODA DE SAMBA

  • 84

    Na Casa Revol todos os sabores da cultura contempornea so bem-vindos. Aqui, no existem paredes para as experincias. Todos os espaos foram projetados para voc explorar o sabor, no sentido mais amplo da sensao. Boa msica, temperos surpreendentes, cores e formas deliciosas. Elementos de vrias tradies e culinrias num nico prato. Saboreie cada momento. Deleite-se em todos os sentidos!

    SABORES

    NIGHTCULTURE

  • 86

    GUACAMOLE, TORTILHAS, TACO, NACHO E TANTAS OUTRAS DELCIAS MEXICANAS! QUEM GOSTA DE SABORES E TEMPEROS FORTES MUITO PROVAVELMENTE ADORA IR AO GUACAMOLE!

    MEXICANO

    NIGHTDINING

  • NIGHTDINING

    COM CERTEZA VOC J OUVIU ESSA SAUDAO AO ENTRAR EM UM RESTAURANTE JAPONS. ELA SIGNIFICA SEJA BEM-VINDO. MAS O CLIENTE NO PRECISA DIZER NADA EM RESPOSTA. BASTA UM LEVE ACENO COM A CABEA. O KAWAII SUSHI TRAZ A TRADIO E A CULINRIA JAPONESA.

    IRASHAIMASE!

    88

  • A ESTAO MAIS BADALADA DO ANO SE FOI, MAS DEIXOU TIMAS LEMBRANAS. FORAM DIAS DE SOL INESQUECVEIS, COM MUITA GENTE BONITA APROVEITANDO O MELHOR SUSHI NA PRAIA. O BRAVA SUSHI AGRADECE A TODOS.

    FOI TIMO!

    SUMMERBEACH

    90

  • 92

    NIGHTDINING

    O MELHOR DA CULINRIA JAPONESA O SABOR DOS INGREDIENTES FRESCOS. UM LUGAR QUE OFERECE QUALIDADE COMO PRIORIDADE E AINDA TRAZ MSICA AO VIVO E ESPAO PARA DJS. APRECIE!

    APRECIAR

  • PARECE QUE FOI ONTEM, MAS J TEMOS CINCO ANOS DE SUSHI YA. O RESTAURANTE TRAZ A CULINRIA JAPONESA NUM AMBIENTE TRANQUILO E ACONCHEGANTE. OS AMIGOS QUE APOIARAM DESDE O INCIO A IDEIA COMEMORARAM A DATA NO AT HOME, PRAIA BRAVA E A FESTA FOI ORGANIZADA PELO COSMOPOLITA.

    HAPPY B-DAY

    94

    NIGHTDINING

  • O RESTAURANTE CABRAL DA ILHA POSSUI UMA ESTRUTURA QUE CONTA COM 180 LUGARES NO SALO INTERNO. NA PARTE EXTERNA PROPORCIONA AOS CLIENTES UM AMBIENTE AGRADVEL, COM QUIOSQUES ATENDIMENTO NA PRAIA COM ESPRE-GUIADEIRAS, GUARDA SOL , DEK PARA ATRACAR COM LANCHA E JET SKI, QUE VISA PROPORCIONAR LAZER, ENTRETENIMENTO E UMA TIMA CULINRIA ESPECIALIZADA EM FRUTOS DO MAR. CONTAMOS COM UM TRABALHO DE BUFFET DE EXCELNCIA, COM PACOTES QUE ATENDEM A TODAS AS NECESSIDADES. COM UMA EQUIPE ALTAMENTE ESPECIALIZADA E COM UM CHEFE DE COZINHA CONCEITUADO, TORNAMOS OS EVENTOS DE NOSSOS CLIENTES INESQUECVEIS. PRODUZIMOS E EXECUTAMOS OS MAIS DIVERSOS TIPOS DE EVENTOS, NOSSA MISSO : CONCRETIZAR AQUILO QUE VOC SONHOU.

    DELCIAS

    NIGHTDINING

    Por Restaurante Cabral da Ilha

    96

  • 7 temporada da srieAssim como o ltimo ano de Breaking Bad, Mad Men tambm ter sua temporada de despedida dividida em duas partes. Com 14 episdios, um a mais do que os anos anteriores, a stima parte da srie ter sua primeira metade exibida no dia 13 de abril nos Estados Unidos. O criador de Mad Men, Matthew Weiner, tambm opinou sobre o assunto: planejamos tomar vantagem dessa chance para poder criar uma histria mais elaborada contada em duas partes, que pode ressoar por mais tempo na mente de nossa audincia.

    Mad Men

    ESPAO DA LEITURAExposio Cinema Seriado Msica

    SupermodelO novo disco do Foster The People

    O lbum o sucessor de Torches, de 2011, projeto de estreia do grupo de Los Angeles, e foi produzido por Paul Epworth, britnico que j trabalhou com Adele,

    Paul McCartney, Florence And The Machine, Bruno Mars e Primal Scream, entre outros.

    Em entrevista revista Rolling Stone, Mark Foster revelou o que fs devero esperar do disco. Eu quis

    fazer desse lbum um trabalho mais humano e orgnico, disse o lder do trio, que tambm declarou

    que o disco foi inspirado em The Clash, The Kinks, David Bowie e a msica tpica do oeste africano.

    98

  • Malvola ESTA NOVA VERSO DO CONTO DA BELA ADORMECIDA CONCENTRA-SE NA HISTRIA DA VIL MALVOLA, CONTANDO OS FATOS DE SUA VIDA QUE FIZERAM DELA UMA MULHER AMARGURADA E VINGATIVA, CAPAZ DE AMALDIOAR A JOVEM AURORA.

    ESTREIA 29 DE MAIO

    Capito Amrica 2 O Soldado Invernal

    O FILME CAPITO AMRICA 2 - O SOLDADO INVERNAL SE PASSA DOIS ANOS DEPOIS DOS ACONTECIMENTOS DO LONGA-METRAGEM OS VINGADORES, QUANDO STEVE ROGERS (CHRIS EVANS) TEM QUE SE VIRAR NO MUNDO ATUAL E, JUNTO COM NATASHA ROMANOFF (SCARLETT JOHANSSON), A VIVA NEGRA, PRECISA SE EMPENHAR PARA DERROTAR UM NOVO E PODEROSO INIMIGO QUE SURGE EM WASHINGTON.

    A ESTREIA DO LONGA 11 DE ABRIL.

    99