Revista PC e CIA 98

  • Published on
    10-Aug-2015

  • View
    235

  • Download
    56

Transcript

<p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Editora Saber Ltda.Diretor Hlio Fittipaldi</p> <p>Virtualizao mvelQuando falamos de virtualizao, logo vem a nossa mente um servidor, certo?</p> <p>www.revistapcecia.com.br</p> <p>Pois , de fato essa tecnologia casa muito bem com servidores e datacenters, mas j passamos do ponto em que ela s se prestava para isso. Hoje, ela est presente em desktops e at notebooks. Se pensarmos na virtualizao como uma forma de executar mais de um sistema operacional ao mesmo tempo, estaremos vendo apenas parte das vantagens dessa tecnologia. Por abstrair o hardware e adicionar uma camada de controle e monitoramento entre ele e o sistema operacional, a virtualizao tambm pode servir como uma ferramenta de segurana, oferecendo recursos como backups eficientes, manuteno remota e tambm proteo no acesso de dados. Tudo isso muda radicalmente a forma como as empresas veem suas mquinas virtuais. At hoje, a forma de trabalho mais comum sempre foi executar as mquinas virtuais no servidor e acessar a interface com o PC (semelhante a um thinclient), de forma que cada3</p> <p>Editor e Diretor Responsvel Hlio Fittipaldi Editor de Tecnologia Daniel Appel Conselho Editorial Roberto R. Cunha Colaboradores Daniel Netto Denis Eustquio Diego Vivncio Ricardo Calimanis Ronnie Arata Reviso Eutquio Lopez Designers Carlos Tartaglioni, Diego M. Gomes Produo Diego M. Gomes</p> <p>Daniel Appel</p> <p>PARA ANUNCIAR: (11) 2095-5333 publicidade@editorasaber.com.br Capa Arquivo Ed. Saber Impresso Grfica Ideal Distribuio Brasil: DINAP Portugal: Logista Portugal Tel.: 121-9267 800 ASSINATURAS www.revistapcecia.com.br Fone: (11) 2095-5335 / fax: (11) 2098-3366 Atendimento das 8:30 s 17:30h Edies anteriores (mediante disponibilidade de estoque), solicite pelo site ou pelo tel. 2095-5333, ao preo da ltima edio em banca. PC&amp;CIA uma publicao da Editora Saber Ltda, ISSN 0101-6717. Redao, administrao, publicidade e correspondncia: Rua Jacinto Jos de Arajo, 315, Tatuap, CEP 03087-020, So Paulo, SP, tel./fax (11) 2095-5333. Associada da:</p> <p>usurio possa ter seu prprio SO, mas com manuteno e segurana facilitadas devido centralizao. O lado negativo que isso dificulta a mobilidade, pois uma vez fora da rede local os notebooks perdem acesso com seu sistema. Isso vai contra todas as tendncias de crescimento da mobilidade dentro das empresas. Felizmente, com a maturidade dos hypervisors para clients podemos ter o melhor dos dois mundos: virtualizao com manuteno centralizada, mas com mobilidade garantida e excelente desempenho sem perder o controle da segurana. Assim, no h mais motivos para deixar seus usurios presos no escritrio e desconectados fora dele, basta se inteirar das mais novas tecnologias nos artigos que preparamos para voc.</p> <p>Tenha uma tima leitura!</p> <p>Atendimento ao Leitor: leitor@revistapcecia.com.brOs artigos assinados so de exclusiva responsabilidade de seus autores. vedada a reproduo total ou parcial dos textos e ilustraes desta Revista, bem como a industrializao e/ou comercializao dos aparelhos ou idias oriundas dos textos mencionados, sob pena de sanes legais. As consultas tcnicas referentes aos artigos da Revista devero ser feitas exclusivamente por cartas, ou e-mail (A/C do Departamento Tcnico). So tomados todos os cuidados razoveis na preparao do contedo desta Revista, mas no assumimos a responsabilidade legal por eventuais erros, principalmente nas montagens, pois tratam-se de projetos experimentais. Tampouco assumimos a responsabilidade por danos resultantes de impercia do montador. Caso haja enganos em texto ou desenho, ser publicada errata na primeira oportunidade. Preos e dados publicados em anncios so por ns aceitos de boa f, como corretos na data do fechamento da edio. No assumimos a responsabilidade por alteraes nos preos e na disponibilidade dos produtos ocorridas aps o fechamento.</p> <p>Associao Nacional das Editoras de Publicaes Tcnicas, Dirigidas e Especializadas</p> <p>2012 # 98 # PC&amp;CIA</p> <p>Editorial</p> <p>Indice</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>HARDWARE</p> <p>Lenovo</p> <p>ThinkPad X1</p> <p>10 C3 Tech Charger Pro 16 Notebooks Vaio series S e C 21 Endurance Engine 1.6 24 Sem energia no funciona!TESTES</p> <p>12</p> <p>4 4</p> <p>30 Gigabyte GA-A75M-D2H</p> <p>26MSI</p> <p>REDES</p> <p>E350IA-E45</p> <p>45 Instalando o Citrix XenServer 6 54 Storage iSCSI acessvel com FreeNAS</p> <p>36Citrix</p> <p>61 iOmega StorCenter ix2 - Cloud Edition 64 SEO: estratgia digital a seu favor</p> <p>PC&amp;CIA # 98 # 2012</p> <p>Virtualizao para viagem! Parte 1</p> <p>XenClient:</p> <p>Editorial Notcias</p> <p>03 06</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Notcias6</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>SMS anuncia nobreakscorporativos de 10 a 100 kVaCom o lanamento, a SMS Tecnologia Eletrnica expande sua linha de nobreaks corporativos Sinus Triphases. Esses equipamentos chegam ao mercado com potncias de 60 kVA, 75 kVA e 100 kVA. Devido a grande aceitao dos equipamentos com potncia entre 10 kVA e 50 kVA, decidimos investir no desenvolvimento de produtos mais potentes, diz Auster Moreira Nascimento, Diretor Geral da SMS. Manter operaes em pleno funcionamento e sem interrupes uma necessidade constante para companhias dos mais diversos portes, independentemente do setor de atividade explica o diretor geral.</p> <p>Sinus Triphases 60 kVA, 75 kVA e 100 kVAOs nobreaks Sinus Triphases 60 kVA, 75 kVA e 100 kVA so de dupla converso, senoidal e trifsicos. Um dos principais benefcios a otimizao das instalaes eltricas, pois conta com corretor de fator de potncia (PFC) que minimiza os problemas de distoro harmnica, reduz o consumo da corrente eltrica e ainda diminui o aquecimento de cabos e transformadores. Desenvolvido com tecnologia de blocos IGBTs, o Sinus Triphases um equipamento que garante maior confiabilidade, para que as aplicaes de misso crtica no apresentem falhas em caso de problemas com o fornecimento de energia eltrica. O equipamento oferece um completo relatrio de eventos atravs do display inteligente que armazena o registro com data e hora das ltimas 1.000 ocorrncias. Alm disso, o sistema</p> <p>Linha Sinus TriphasesA linha Sinus Triphases composta por 24 modelos de nobreaks de dupla converso e trifsicos, com potncias de 10 kVA, 20 kVA, 30 kVA, 40 kVA, 50 kVA, 60 kVA, 75 kVA e 100 kVA. Estes nobreaks podem ser utilizados por indstrias que contam com grandes equipamentos que precisam de energia ininterrupta. Entre outros segmentos, a linha Sinus Triphases um importante recurso para ambientes corporativos, laboratrios e hospitais, para garantir a continuidade dos negcios. Mesmo em instalaes providas de geradores, os nobreaks so indispensveis, pois garantem o funcionamento ininterrupto dos equipamentos durante o processo de start up do gerador., finaliza Auster.</p> <p>microprocessado que gerencia este nobreak, garante preciso e rapidez a todas as operaes. Para garantir maior proteo carga, o Sinus Triphases tem inversor isolado da entrada, por meio de isolao galvnica. Com proteo contra descarga total das baterias, este equipamento tem um sistema de recarga automtica. Dessa forma, as baterias esto sempre em plena carga, proporcionando maior tempo de autonomia. Outra caracterstica importante do equipamento a proteo contra sobreaquecimento no inversor e contra sub e sobretenso da rede eltrica. Isso porque um sistema de autoproteo evita avarias, caso o consumo dos equipamentos conectados ao nobreak exceda a potncia nominal determinada. Ou seja, o Sinus Triphases suporta a sobrecarga por um tempo, aciona automaticamente o bypass que passa a fornecer a energia diretamente da rede eltrica.</p> <p>Internet 0800</p> <p>ter primeiros testes no DFA ideia criar uma conexo pela internet, semelhante das ligaes telefnicas. Os primeiros testes, do modelo de acesso com tarifao reversa, devero iniciar em maro na regio administrativa de Varjo, no DF. O servio, tambm chamado de Internet 0800, ser operacionalizado pelo Ministrio das Comunicaes, Anatel e pelo Comit Gestor de Internet no Brasil (CGI.br) e tem o objetivo principal de atendimento ao cliente. Segundo Paulo Bernardo, ministro das Comunicaes, o servio no pretende substituir as chamadas telefnicas, mas, como alternativa, ainda poder baratear os custos de uma empresa de call center, ao substituir atendentes por um site de autoatendimento. Instituies bancrias tambm se beneficiaro do servio, economizando e melhorando na parte operacional.</p> <p>PC&amp;CIA # 98 # 2012</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Novos termovisoresda FlukeA Fluke Corporation, especializada em tecnologia eletrnica e porttil de medies e testes, apresenta cinco novos termovisores: Fluke Ti110 e Ti125 para aplicaes industriais/comerciais, TiR110 e TiR125 para aplicaes de diagnstico predial e Ti100 para uso geral, inclusive no ramo de TI. So ideais para datacenters e CPDs, no monitoramento da eficincia da refrigerao do ambiente, que pode se traduzir em economia de energia. Alm disso permitem diagnosticar problemas de superaquecimento em racks e servidores, antes que se tornem crticos. Os produtos foram desenvolvidos para atender diferentes usurios, aplicaes e preos: Ti110 e Ti125 - para tcnicos de fbrica, eletricistas e profissionais de HVAC/R (sistemas de aquecimento, ar condicionado, ventilao e refrigerao) que precisam fazer manuteno e inspecionar componentes e equipamentos mecnicos e eltricos. TiR110 e TiR125 - para inspeo de instalaes e profissionais de auditoria de energia que avaliam e relatam problemas de isolamento, vazamento de ar, umidade ou defeitos de construo. Ti100 - para aplicaes gerais. A mesma resistncia e facilidade de uso para profissionais conscientes de seu valor. Ti110, Ti125, TiR110 e TiR125 incluem o sistema de foco IR-OptiFlex, o sistema de anotaes IR-PhotoNotes, vdeo com foco fixo, tecnologia IR-Fusion e SmartView. Todos os termovisores so fornecidos completos: adaptador de energia CA, bateria "inteligente" de on de ltio (os modelos Ti125 e TiR125 possuem duas baterias cada; os outros uma cada), cabo USB para transferir imagens diretamente para o computador, carto de memria SD, maleta rgida, bolsa para transporte, ala de mo (podendo ser utilizada na esquerda ou direita) e manual do usurio (5 impressos, 18 eletrnicos). Os modelos Ti125 e TiR125 tambm vm com uma base para carregamento com espao para duas baterias, leitor de carto de memria USB multifuncional e um cabo USB maior separado para uso com vdeo em transmisso. Apresentando diversos recursos, que mesmo avanados, so fceis de usar, os novos produtos podem se tornar parte regular de rotinas de diagnstico e soluo de problemas. Sistema de foco IR Optiflex - Elimina a necessidade de ajuste de foco, ou seja, est sempre em foco para distncias maiores de 1,2 m. Alm da opo de foco manual para distncias menores. Com o IR Optiflex, mais fcil e rpido tirar fotos precisas e com foco ntido. Tecnologia IR-Fusion - Aproveite a nica cmera com IR-Fusion do setor. A tecnologia patenteada da Fluke e j conhecida pelo mercado que mescla imagens digitais e infravermelhas em uma nica imagem para documentar com preciso reas com problema foi melhorada. Operao apenas com uma mo - Os termovisores foram projetados para encaixar perfeitamente na mo e todos os botes podem ser alcanados com o polegar, mesmo usando luvas. So leves o suficiente para apontar vertical ou horizontalmente, e para o uso por longos perodos sem cansar a mo. Construo durvel - Os termovisores da Fluke so projetados para o trabalho duro. Qual outra cmera resistente o suficiente para no quebrar ao cair de 2 metros e continuar sendo utilizada no trabalho logo aps a queda? Gravao de vdeo Multi-Mode - Grava vdeos sem a necessidade de ajuste de foco em luz visvel e infravermelha com recursos completos do IR-Fusion. Monitora os processos ao longo do tempo, cria relatrios de vdeo infravermelho e soluciona problemas quadro a quadro. IR PhotoNote - Capture at trs fotos digitais por arquivo de imagem trmica e faa um registro preciso dos modelos de equipamentos, placas de identificao e outras informaes teis. Bssola eletrnica - Salve a leitura da bssola com a imagem trmica, garantindo que voc e as outras pessoas saibam o local do problema. Software profissional SmartView para anlise e emisso de relatrios de IR - Pacote profissional de ferramentas de anlise e emisso de relatrios para visualizar, comentar e editar imagens infravermelhas. Software sem necessidade de licenas e com upgrades vitalcios gratuitos. Os termovisores podero ser encontrados nos distribuidores em todas as localidades do pas. Para obter mais informaes, acesse: www.fluke.com.br Para saber mais sobre a termografia aplicada a TI, baixe j a edio n 97 (http:// www.revistapcecia.com.br/index. php/edicoes/672-edicao-97.html).</p> <p>2012 # 98 # PC&amp;CIA</p> <p>Notcias7</p> <p>Notcias8</p> <p>Edio Gratuita. Download em www.revistapcecia.com.br</p> <p>Idec entra com ao civilpblica contra AnatelO Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) ingressou com uma Ao Civil Pblica para que a Justia determine a excluso da ABR Telecom (Associao Brasileira de Recursos em Telecomunicaes) - associao formada por operadoras - do processo seletivo da EAQ (Entidade Aferidora da Qualidade) que dever fazer a medio oficial da qualidade dos servios de banda larga - fixa e mvel. A escolha da empresa deve ocorrer, conforme previsto em edital, at 29/02/2012. A EAQ ter atribuio especialmente de avaliar o cumprimento dos critrios ligados conexo, como velocidade mnima e mxima, disponibilidade do servio, perda de pacotes, entre outros. Vale esclarecer que, apesar de haver previso nos regulamentos da disponibilizao de um software de medio aos consumidores, a medio oficial ser realizada pela Entidade Aferidora da Qualidade e repassada Anatel. Portanto, a ao do Idec inclui a Anatel, a prpria ABR Telecom e contra as empresas contratantes (Algar, Cabo Telecom, Claro, Embratel, GVT, NET, Nextel, Oi, Sercomtel, Telefonica, TIM e Vivo) e componentes da Comisso de Seleo (GVT, TIM, Telefonica/Vivo, Algar Telecom, Nextel, Embratel, Claro e Net Servios e Oi), com o entendimento de que essa aferio precisa ser realizada por uma entidade imparcial, autnoma e com neutralidade decisria. "Manter a ABR Telecom nesse processo atenta contra os princpios da impessoalidade e da moralidade administrativa, previstos na Constituio Federal, e que devem permear a atuao da Anatel como ente da Administrao Pblica indireta", conclui a gerente jurdica do Idec, Maria Elisa Novais. A ao, distribuda em 27/02/2012, tem pedido de antecipao de tutela pela imediata excluso da empresa ABR Telecom, ainda no analisado pela Justia. participao do Idec, ficou previsto que, no prazo de 120 dias da publicao dos regulamentos no Dirio Oficial da Unio (ambos publicados em 31/10/2011), as empresas prestadoras dos SCM (Servio de Comunicao Multimdia) e do SMP (Servio Mvel Pessoal) deveriam selecionar e contratar a Entidade Aferidora da Qualidade (EAQ),...</p>