Revista Turismo e Cia

  • Published on
    25-Mar-2016

  • View
    216

  • Download
    2

DESCRIPTION

Nesta edio: O melhor da gastronomia de Franca e Regio; Rifaina; Riquezas naturais e histricas de Ibiraci; O "boom" do mercado nutico; Turismo rural paulista e muito mais

Transcript

  • RENOVAOSempre que um ano termina fazemos um retrospecto de nossas vidas e

    renovamos os pensamentos e desejos sobre o que gostaramos de mudar no campo pessoal, profissional e tambm social - na comunidade em que vivemos, no pas e no mundo. Pesamos erros e acertos e o saldo vem sempre acompanhado da promessa de que no prximo ano faremos diferente. com esse sentimento que iniciamos 2013. Com a certeza de que realmente o NOVO ANO promete mudanas. Mudanas tudo que precisamos no segmento que defendemos, o Turismo. Tivemos uma renovao surpreendente no cenrio poltico regional. A troca de 100% dos prefeitos que comandaro pelos prximos quatro anos as prefeituras da regio, faz renascer a esperana de que agora ser dispensado ao setor do Turismo um tratamento que seja capaz de traduzir a importncia deste segmento como atividade geradora de

    emprego, renda e encargos para os municpios. S o fato do Brasil sediar nos prximos anos megaeventos como Copa 2014 e Olimpadas, j so por si s, fatores capazes de merecer da parte de nossos governantes, um tratamento especial.

    A regionalizao do turismo se faz necessria e urgente. Para tanto, imprescindvel que profissionais qualificados, e no apenas indicados, sejam requisitados para preencher os cargos nos departamentos ou Secretarias de Turismo, que esperamos sejam criados na regio. Os Turismlogos esto a, prontos para aceitar o desafio de desenvolver os projetos tursticos para os municpios, carentes de propostas coerentes nesse setor. E olha que trabalho no vai faltar tamanho o potencial turstico regional. A cidade de Franca com o vigor dos seus 188 anos recm-completados tem infraestrutura adequada capaz de satisfazer aos exigentes turistas e ser um polo receptivo, alm de reunir todas as condies para fortalecer o Turismo de Negcios e de Compras. Para tanto, planejamento e ao devero ser colocados em prtica.

    Enquanto isso, nas Minas Gerais, as cidades que fizeram a lio de casa, ou seja, o trabalho regionalizado proposto pelo Ministrio do Turismo, j colhem os frutos da terra, ou melhor, do Turismo. Bons exemplos esto bem prximos de nossa cidade, nos Circuitos Tursticos da Canastra, Nascentes das Gerais e dos Lagos, que, numa iniciativa da Secretaria de Turismo daquele Estado em parceria com o SEBRAE, acabaram de lanar na capital paulista um catlogo de produtos destinados aos operadores e agentes de viagens. Certo mesmo que todos ns profissionais do trade reacendemos dentro de ns a fagulha de esperana de que polticas pblicas especficas para o Turismo sejam elaboradas pelos novos representantes do poder executivo, eleitos pela maioria do povo, que por sua vez espera como retorno de seu voto a melhoria na qualidade de vida. E qualidade de vida apenas um dos inmeros benefcios do Turismo!

    Um 2013 repleto de boas e novas para todos os nossos clientes, parceiros, amigos e leitores, e o nosso muito obrigado, sempre.

    Saudaes tursticas,Rosana Branquinho e equipe

    06 TURISMO E COMPANHIA

    EDITORIAL

    EXPEDIENTEDiretoraRosana Branquinho - MTb -67995 Filiada a ABRAJET- Ass. Bras de Jornalistas de TurismoDiretor de ArteFernando LagoRedaoRealindo Jnior MTb 24781Projeto grfico/diagramaoAndr Lencio - (16) 9163-2523Estevo Branquinho - (16) 8165-1667

    Rua: Sabina C. Rodrigues, 940, s/305 CEP 14405-139 - J. Samello, Franca -SP

    Fone (16) 3702-2797 3018-2859

    Facebook/Turismo & companhia

    Logo

    REviSTA

    CapaBBS design&fotogrfia - (16) 3721-8776ColaboradoresBeatriz gouveiaCibelle CostaDra. Rita MoscardiniJos Limonti Jr.Karina geraLuiz Augusto Nasser BrigagoMarina vidal

  • SUMRIO

    1430364661

    ARTESANATOque vem de Minas

    TOP 5 o melhor da gastronimia de Franca e regio

    FAZENDAS histricas vitrines do turismo rural paulista

    IBIRACI um passeio pelas rique-zas naturais e histricas

    RECANTOS DO INTERIOR guia de lazer e hospe-dagem

    NOITE DE NUPCIASsuite para primeira noite

    RIFAINAabre os braos para os turistas

    CAPAo boom do mercado nautico na regio

    202226

    Foto: Concessonria NatukoLacha FS305 ELITE

  • Catlogo de produtos da regio lanado no espao Minas Gerais, em So Paulo. Foi lanado em So Paulo no espao Minas Gerais na avenida Paulista, no incio de novembro, catlogo dos Circuitos das Canastra, dos Lagos e Nascentes das Gerais . O material oferece 12 novos produtos e sugestes de roteiros com atividades de natureza e aventura, turismo nutico, cultura e espiritualidade. Participaram do lanamento cerca de 50 agentes e operadores de viagem paulistas. O objetivo ampliar e diversificar a oferta turstica, alm de incentivar a comercializao da regio, disponibilizando aos agentes e operadores informaes sobre os roteiros disponveis. De acordo com pesquisa realizada pela Setur/MG em 2011, 20% dos visitantes da regio do Lago de Furnas, Lagos e Canastra vieram de So Paulo. O catlogo foi elaborado pela Setur/ MG, em parceria com o Ministrio do Turismo e os Circuitos Tursticos das regies apresentadas.

    Atores de Passos participam do filme O Palhaode Selton Mello. Trs atores de Passos (MG) fazem parte do novo filme do ator e diretor Selton Mello, que natural do municpio. Pritty Borges, Renato Macelo e Ykara Piotto foram convidados pelo prprio Selton para participar do longa metragem. Alm do convite, Selton tambm homenageia a cidade natal em vrias cenas do filme. Em uma delas, uma placa com o nome de Passos chama a ateno. A trama de O Palhao acompanha a relao de Benjamim, interpretado por Selton Mello, com o pai Valdemar, vivido pelo ator Paulo Jos, que trabalham juntos no Circo Esperana, formando a dupla de palhaos Pangar & Puro Sangue. Mas o jovem sente que os dias de palhaada esto acabando. O drama foi escolhido pelo Ministrio da Cultura como o representante brasileiro para tentar vaga entre os finalistas ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

    Barretos Projetur anuncia lanamento de roteiro turstico.O Catlogo de Negcios do Roteiro Turstico de Barretos ser lanado em fevereiro de 2013, por um grupo de empresrios do setor, com o apoio do SEBRAE - SP. De acordo com capacitao e avaliao de consultorias especializadas, o catlogo dever ter 16 empresas do ramo de alimentao, 10 de comrcio diferenciado, 13 atrativos de empreendimentos rurais e urbanos, 07 meios de hospedagem, 01 agncia de turismo receptivo e contar ainda com um grupo de artesos. O prefeito eleito, que tambm integrante do Projetur, Guilherme vila, firmou compromisso de apoio ao grupo assim que assumir o executivo e anunciou a implantao da Secretaria de Turismo a partir de 2013.

    Estncia Termpolis 90 anos. As primeiras menes sobre a existncia da Estncia Balneria Termpolis, datam da dcada de 20, mais precisamente 1921, ano de fundao da primeira fonte e construo do hotel, no municpio de So Sebastio do Paraso. As nascentes das guas minerais termais provenientes do solo, quando chegam superfcie trazem consigo diversos sais minerais, resultado de seu contato com as rochas. A histria do empreendimento turstico mais antigo da regio poder ser conferida no livro Estncia Termpolis, o maravilhoso vale das guas minerais e sua histria, escrito pelo advogado, historiador e palestrista, Lus Ferreira Calafioli. Informaes: (35) 3521-2476.

    Nena Viagens adquire nibus de ltima gerao.Conforto, segurana, tecnologia e tranquilidade. So itens que anunciam a nova aquisio da Nena Viagens para seus atender a seus clientes: o Marcopolo Paradiso Doble Decker 1800 G7. Trata-se da nova gerao semileito que possui dois andares de puro conforto e o primeiro da empresa entregue para um cliente da regio de Franca e Ribeiro Preto. Com 56 lugares divididos em 2 decks, garante espao para recreao dos hspedes. Est equipado com todo aparato tecnolgico, como monitores de LED e LCD, internet wifi, canais de udio e vdeo. De acordo com Fabiano Herker, diretor de marketing da empresa, a configurao modular do nibus foi feita com base na necessidade de seus clientes.

    08 TURISMO E COMPANHIA

    NOTAS REGIONAIS

  • 10

    O que faz uma cachaa ser realmente grande no apenas o seu sabor, tambm a sua histria. Era 1860 quando a roda dgua da fazenda Barra Grande deu seu primeiro giro, iniciando a produo da cachaa artesanal de sabor inigualvel. Localizada no municpio de Itirapu (SP), quase na divisa de So Paulo com Minas, a apenas meia hora de Franca, o local no foi modernizado nesses 152 anos. De acordo com Maurlio Figueiredo, mestre alambiqueiro, o objetivo interferir o mnimo possvel, tanto nas instalaes, quanto no processo tradicional de produo da cachaa. A fermentao 100% natural , fruto do fub produzido ali mesmo no antigo moinho de pedra e o armazenamento feito em tonis de carvalho e jequitib onde a cachaa permanece em repouso por 2 anos.

    A produo anual da cachaa de 40.000 litros, sendo que a maior parte vendida para a renomada marca Santo Grau, desde maio de 2011. A Santo Grau preserva as origens e as peculiaridades dos melhores e pequenos engenhos do pas que passam por um processo rigoroso de seleo, onde o fator principal levado em conta a histria do alambique e o processo de produo. A Santo Grau Itirapu, nome dado a Barra Grande, trs no rtulo o desenho da propriedade e o nome da cidade em destaque. Desde ento, a Barra Grande tem presena garantida nos eventos mais importantes do setor de alimentos e bebidas. distribuda nos grandes centros, como So Paulo, Rio de Janeiro,

    Curitiba, e outros, e nas principais lojas especializadas em bebidas especiais. Na propriedade em Itirapu, o visitante pode fazer um passeio pela histria viva e cheia de atraes e ainda levar para casa os produtos feitos na fazenda, como o fub, a famosa cachaa e produtos regionais que so comercializados no pequeno e charmoso armazm. Um roteiro turstico encantador pelo passado que ilustra bem como era o modo de vida da gente da terra, h mais de 150 anos.

    Localizao: 8km de Itirapu pela estrada que liga o municpio a So Toms de Aquino. A grande placa na entrada sinaliza apenas 4 km de estrada de terra para se chegar propriedade

    Servio:Cachaa Barra Grande

    Fone: (16) 8126-9271 / (16) 3625-5768www.cachacabarragrande.com.br

    Horrio de funcionamento: Todos os dias das 08h00 as 18h00.

    TURISMO E COMPANHIA

    SALvE A cAchAA!BARRA GRANDE OUTRA hISTRIA 152 ANOS

    PRODUTO

    SE B

    EBER

    No

    DiR

    iJA

  • 12 TURISMO E COMPANHIA

    FRANcA REcEBE ROAD ShOWO cEAR TUDO ISSO

    Depois de passar por vrias cidades do estado de So Paulo, o road show O Cear Tudo Isso! veio a cidade de Franca no ms de outubro para dar continuidade ao treinamento de agentes de viagens do Estado de So Paulo. O evento foi uma iniciativa da CVC Franca regio, comandada pelo gerente regional Clayton Lima, em parceria com a ABIH-CE Associao Brasileira da Indstria de Hotis do Cear, e trouxe informaes e todas as novidades em roteiros e atrativos de um dos principais polos tursticos do Brasil, aos agentes participantes. Aps o Workshop, os agentes participaram de coquetel com show de humor com o comediante cearense Ed Lima, no Deck Santo Antnio. Os profissionais foram recepcionados por representantes da ABIHCE, empresrios da rede hoteleira do Cear e equipe CVC Franca.

    FRANcA REcEBE ROAD ShOWO cEAR TUDO ISSO

    EvENTO

  • 14

    O mineiro sempre teve criatividade mpar quando se trata de confeccionar objetos de uso decorativo utilizando recursos naturais da terra. Das mais variadas regies culturais de Minas Gerais, de acordo com o processo histrico de cada uma, sobressaem-se objetos artesanais tpicos que cada vez mais conquistam o mundo.

    O talento dos artesos mineiros resulta em imagens religiosas, peas decorativas que vo desde as famosas namoradeiras que esto sempre acomodadas nas janelas, aos mveis rsticos, fuxico, cermica, lataria, ferro, cabaas, pedras em diversos formatos e quadros feitos com flores e esculturas em lata.

    Em Vargem Bonita (MG), a primeira cidade banhada pelo rio So Francisco, a famlia Oliveira decidiu investir no setor. O casal Srgio e Nilce, produzem verdadeiras maravilhas em seu ateli a partir de materiais descartados pela natureza. As cabaas, grandes e pequenas, do origem a imagens do santo protetor das guas; pedras brutas ganham vida com lindos desenhos pintados a mo; fuxicos estampam os smbolos da fauna e flora de uma das mais famosas serras do Brasil. At o pequeno Nicolas Eduardo de apenas oito anos, faz arte com muita graa. Anexo ao ateli, a loja Ba de Lendas, repleta das mais lindas peas, escoa a produo. O visitante sortudo poder ainda se encantar com as lendas narradas por Nilce, que se perpetuam entre as geraes e fazem parte da tradio na Canastra.

    Na regio do lago de Furnas, outro lugar se destaca na comercializao do artesanato mineiro. A Vivenda do Rio que fica em So Jos do Barreiro bem prxima a famosa barragem de Furnas um lugar digno de um postal. A arquitetura atraente rodeada pelo verde da mata nativa contrasta com a beleza das peas, muita delas desenhadas pela proprietria Albina Zero, a Nina, e com produo limitada e exclusiva. A empresria conta que antes de abrir a loja, viajou pelo interior mineiro e fez contato pessoal com os artesos. Nina destaca que a preocupao com o meio ambiente tem despertado a criao de produtos inovadores e originais que esto ganhando mercado.

    As peas comercializadas em sua loja enfeitam lares e ambientes de trabalho por todo o pas.

    TURISMO E COMPANHIA

    que vem de MinasArtesanato

    ARTESANATO REGIONAL

    Foto: Arquivo vivenda do Rio

  • Em Franca, desde 2006, a loja Canto de Minas trabalha com dedicao para oferecer ao consumidor a oportunidade de desfrutar o melhor da cultura mineira, traduzida nos mveis rsticos e nos objetos de decorao produzidos artesanalmente, em um espao charmoso e acolhedor. So peas decorativas garimpadas com sensibilidade durante viagens inspiradoras pelo interior das Minas Gerais. A empresa oferece assessoria de designer de interiores e todos os seus mveis so projetados para a criao de um ambiente exclusivo e acolhedor, realado pelo artesanato genuinamente mineiro, carregado de histria, beleza e simplicidade.

    Servios: www.moveisrusticoscantodeminas.com.br/

    Ba de Lendas (Vargem Bonita/MG) Serra da CanastraFone: (37) 3435-1241

    Vivenda do Rio (So Jos do Barreiro/MG) Lago de Furnas

    Fone: (35) 3523-5284Canto de Minas (Franca/SP)

    Fone: (16) 3722-7910

    Foto: Fernando Bachur

    Foto: Fernando Bachur

  • 16 TURISMO E COMPANHIA

    identidade local. Assim, o turismo ao enaltecer os alimentos, ressalta o trabalho dos atores da cadeia gastronmica a que pertence, incluindo consequentemente, os produtores rurais. Fruto do trabalho dos agricultores um dos principais produtos da ruralidade e faz parte do patrimnio cultural dos povos, ou de uma regio, e quando integrado a oferta turstica, enaltece o destino, acrescenta valor ao alimento, e ao mesmo tempo identifica um territrio e sua paisagem e cultura prprias. O ponto de partida para o desenvolvimento de uma rota gastronmica passa por compreender esse carter patrimonial dos alimentos um recurso cultural. No imaginrio dos consumidores, os produtos consumidos no mundo rural esto carregados de histria e de nostalgias, das coisas boas que esto se perdendo e por isso a ruralidade o mbito mais adequado para a implantao das rotas gastronmicas. Os roteiros gastronmicos, como uma das formas de transformar recursos culturais em atrativos tursticos, constituem um dos caminhos para alcanar os objetivos pleiteados. Se perguntarmos, o que na realidade procuram os turistas? Entre outras coisas procuram o resgate do passado, a histria e tambm novas experincias... Essa busca de novas experincias converte o negcio do turismo rural e em particular dos roteiros gastronmicos, em um fantstico campo de experimentao, apto para a introduo de novos produtos no mercado. Assim, podemos considerar um roteiro gastronmico como um itinerrio turstico que fornece uma experincia cultural e ldica fundamentada em um alimento com identidade territorial.

    Aps esse curso, a Associao Caf com Leite, iniciou os trabalhos para o desenvolvimento de um Roteiro Gastronmico So Paulo / Minas, onde o Caf e o Leite figuram como os principais alimentos emblemticos do nosso territrio. Este projeto j foi divulgado durante o 3 Encontro Paulista de Turismo Rural em So Roque SP, promovido pela Abraturr e Secretarias de Turismo e Agricultura de So Paulo, pensando inclusive em ter um produto temtico altura para atender os turistas da copa de 2014. Neste roteiro alm da adeso de agroindstrias importantes de caf e de leite, o mesmo dever proporcionar visitas a fazendas histricas produtoras de caf pelos sistemas: tradicional, orgnico e natural, inclusive em algumas que processam caf, como tambm em fazendas produtoras de leite nos sistemas de ordenha manual, mecanizada e automatizada em que algumas processam o leite e fabricam queijo. Entre outros aspectos de interesse turstico desta rota, destacam-se a riqueza de nossa paisagem, situada na bacia do mdio Rio Pardo, com municpios geograficamente pertencentes ao nordeste paulista e sudoeste mineiro, onde a vegetao nativa caracterstica da transio de dois importantes biomas brasileiros, Cerrado e Mata Atlntica, com relevo ondulado e a rica paisagem agrcola diversificada existente.

    eng. agrnomo Luiz Augusto Brigago NasserAssociao Caf com Leite (Mococa)

    www.circuitocafe-com-leiteblogspot.com.br

    GASTRONOMIA, UM IMPORTANTE REcURSO NO TURISMO RURAL

    Em novembro ultimo tive a oportunidade de participar, em Buenos Aires, do VII Curso Internacional - Diseo y Organizacin de Rutas Alimentarias y Turismo del Vino , promovido pelo setor de agronegcios da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires FAUBA, pioneira no ensino de Turismo Rural, somando j uma importante experincia nesta temtica. O desenvolvimento do curso teve como coordenador o Engo agrnomo Ernesto Barrera MS. em economia agrria e especialista em rotas gastronmicas, com participao de empresrios dos setores agropecurio e agroindustrial, integrantes de rotas gastronmicas argentinas, ocasio em que tambm realizamos uma visita tcnica para conhecer o roteiro denominado Ruta del Queso em Suipacha - Argentina. O curso que tem durao de trs dias dirigido a latinoamericanos que tem o turismo rural como meta de trabalho, seja no setor pblico ou privado.

    Apresentaes e estudos de casos de sucesso tambm ocorreram como a Ruta de La Yerba Mate Argentina, Ruta del Caf de Colombia e Turismo del Vio en el Valle de Napa nos Estados Unidos, entre outros. De uma maneira geral o termo gastronomia se relaciona exclusivamente ao universo da culinria, porm o conceito trabalhado no curso, sob uma viso turstica, mais amplo e abrange o alimento nas fases de produo, comercializao e consumo. Todo alimento alm de satisfazer necessidades bsicas tem tambm significado social, emocional e simblico, com uma complexa combinao histrica de herana e natureza.

    O valor atual de um alimento se incrementa com a autenticidade e a singularidade que o mesmo representa, tendo maior valor medida que aumenta a fora de sua

  • 18 TURISMO E COMPANHIA

    Karina gera*Nossa Franca historicamente rica, nosso passado tem

    perfume de caf e reflete o brilho das riquezas do diamante e da terra frtil. Cidade de tradio cultural que preserva at hoje suas festas e costumes. Povoada por imigrantes italianos herdamos muitos traos, que garantem ao francano o direito de falar com as mos e com o corao atravs da arte.

    Muitos artistas italianos fizeram desta cidade sua morada. Um dos grandes pintores de paisagens paradisacas foi Bonaventura Cariolato, que fez da esquina da rua Campos Salles com a rua Thomaz Gonzaga a sua morada. Atualmente o local sedia a Pinacoteca Municipal de Franca, a casa recebe seu nome e no local um museu com seus principais trabalhos e histria ainda conservado.

    Sempre houve pintores que por meio de suas pinceladas reescreviam a histria da cidade atravs de suas telas. Franca consagrou grandes artistas que deram a esta cidade um charme e mais beleza.

    A cidade de Franca nunca respirou tanta arte como agora. Estamos cercados por movimentos culturais como a Pinacoteca de Franca, o teatro do Sesi, o Teatro Municipal, o teatro de bolso, trs cinemas, vrias livrarias e cafs, ncleos de arte, grupos folclricos, grupos de dana grupos teatrais, grupos de grafiteiros, Museu da Imagem e do Som, museu histrico, grandes fotgrafos, renomados arquitetos, grupos de skatistas, artistas de rua, artistas circenses, msicos e bandas de qualidade e grandes escritores. Ufa! Franca tem muita arte sim senhor e senhora. E o mais interessante que toda esta arte est inserida em um movimento cultural que cada vez se destaca mais de forma autnoma atravs de uma rede criada na internet no facebook denominada de Rede

    FRANcAMENTEQUEREMOS cULTURA

    Cultural de Franca. Por meio desta ferramenta que surgiu no incio de 2012, criada por Murilo Aleixo, vrios grupos se uniram e comearam a promover eventos coletivos. Muito heroicamente estes amantes das artes lutam para difundir esta cultura e trazer cada vez mais pessoas para prestigiar. Podemos mencionar aqui alguns dos guerreiros como o Grupo Guerrilha Gig formado por estudantes universitrios que promovem grupos musicais; outro exemplo forte o da promotora cultural Eliara Alvez, que semanalmente traz para Franca eventos musicais de qualidade, na garra, ela ama o que faz; quase que de forma independente tambm caminha o Grupo Cangoma resgatando as danas folclricas com muita alegria; para falar em arte no podemos deixar o grupo de teatro Ato coordenado por uma das militantes mais antigas da arte de Franca: Ana Cludia Segadas; O grande musico Enrico Nery com suas superprodues. Arte de rua est cada vez mais rica nos grafites dos grupos Luz Azul e Trs Pensantes; Exposies de arte mensais podem ser conferidas no Ncleo Artiloka, Pinacoteca e Laboratrio das Artes; Tambm tem o corredor cultural da Rua Simo Calheiro com a Livraria P da Letra, o Grupo Ciranda e a Casa Azul; Nazir Bittar comanda a Orquestra Sinfnica de Franca e realiza apresentaes memorveis. Francamente, ns temos muita cultura!

    Ufa! 2013 promete ganhar ainda mais flego com a juno dos grupos e manifestaes conjuntas pblicas para a populao em praas e ruas. Participe, visite os espaos culturais, prestigie os artistas e contribua para que a arte continue presente em nossa cidade.

    * Karina geraDiretora do Ncleo Artiloka, artista plstica, especialista em artes, especialista em Marketing, mestranda em lingstica, professora universitria e escritora colaboradora no Caderno Nossas Letras do Jornal Comrcio da Franca e blog cultural do guiafranca.com

  • 19TURISMO E COMPANHIA

    Foto: Rafa Mendes

    Foto: Dagly Nunes Foto: Levi Fanan

    Foto: Laboratrio das artes

    Foto: Rafa gnomo Photos

  • 20 TURISMO E COMPANHIA

    Os preparativos para o casamento so estressantes, por isso a viagem de lua de mel deve ser um momento para marcar o incio da nova vida do casal e principalmente para descansar. Se os noivos j se sentem especiais na cerimnia e festa do casamento, horas depois, na noite de npcias, a sensao de exclusividade pode aumentar ainda mais. A verdade que hoje em dia, os recm-casados chegam muito mais cansados do que ansiosos. Na festa, no economizaram na animao, fizeram de tudo para agradar os convidados e no final da noite tudo que querem um ambiente bonito e aconchegante para tornar este momento ainda mais singular. Para tornar inesquecvel a primeira noite de casados, os hotis investem cada vez mais em mimos e pequenos luxos. Na noite de npcias, cada hotel tem seu diferencial, vale a pena conferir os mimos para perpetuar as memrias. Para isso imprescindvel conhecer com antecedncia as instalaes do hotel e os servios oferecidos que vo permitir ao casal usufruir uma noite verdadeiramente inesquecvel. De acordo com a gerente geral do Hotel Dan In Franca, Regina Baccetti, essa prtica muito comum entre os casais e as duas sutes reservadas para essa finalidade, esto sempre ocupadas. Uma delas, a sute presidencial, inclui: decorao com flores, chocolates, vinho nacional tinto ou frisante, panache de frutas ou tbua de frios, roupes para uso interno, entre outras amenidades. H ainda a possibilidade alguns adicionais, como champagne (nacional), caf da manh na sute e late check out, s 18h00. A reserva deve ser feita com bastante antecedncia e para evitar contratempos importante conferir com a equipe do hotel na semana que antecede o casamento, todos os itens escolhidos. As noivas que fazem questo de organizar uma noite especial temtica podero contratar, sem problemas, um decorador que esteja acostumado a trabalhar com o hotel. Com certeza eles daro dicas interessantes que vo agradar os pombinhos apaixonados.

    os recm-casados Ricardo Neves Tognatti Jnior, representante comercial e Roberta Souza, assistente

    administrativa, planejaram minuciosamente o grande dia com um ano de antecedncia. Da festa noite de npcias, tudo saiu de acordo com o que sonharam. A opo pela noite de npcias foi no Hotel Dan In, aps avaliarem as vantagens, o preo e a

    qualidade dos servios oferecidos. Os noivos consideraram que depois de viverem fortes emoes com os preparativos antes do casamento, aps e durante a cerimnia, o ideal seria sair da festa e passar a primeira noite como marido e mulher no aconchego do hotel e de l seguir viagem no dia seguinte. No se arrependeram. O ambiente bonito ainda serviu de cenrio para mais fotos, disse a noiva Roberta Souza, entre risos. Uma sugesto para quem est com o oramento apertado colocar o hotel na lista de presentes. Um presente original e que ser lembrado para sempre pelos apaixonados casais. Assim sendo, sejam felizes para sempre!

    SUTE PARAnoite de npcias

    hOTELARIA

  • 22 TURISMO E COMPANHIA

    Texto: Tnia Barretto RamosFoto: Fernando Lago

    O turismo sempre associado valorizao do ambiente natural e qualidade de vida e bem-estar. Ele requer planejamento, treinamento e estrutura.

    E foi pensando na melhoria de qualidade de vida da populao e n desenvolvimento turstico no balnerio que o prefeito de Rifaina (SP), Hugo Csar Loureno, realizou vrias melhorias na infraestrutura da cidade, entre elas, a revitalizao e ampliao da orla da praia, o que tornou o pequeno balnerio mais atrativo ainda aos olhos dos turistas.

    Rifaina abRe os bRaos

    paRa os tuRistasCidade se transforma em referncia de lazer

    Basta um passeio pelos calades para se encantar com as mudanas que ocorreram em todos os setores e renovaram o visual da cidade.

    Cludio Masson, secretrio de Turismo, afirma que durante sete anos, cerca de R$ 3 milhes foram investidos pela Prefeitura Municipal para deixar Rifaina mais bonita, segura, iluminada e funcional.

    Hugo encerrou seu segundo mandato em dezembro com a entrega no dia 8 desse mesmo ms da ltima etapa das obras de revitalizao, um verdadeiro presente populao que vai garantir o bem estar dos moradores, turistas e contribuir e muito com o aquecimento da economia rifainense.

    ROTEIRO

  • 23TURISMO E COMPANHIA

    Mais charmosado que nunca

    Logo na entrada da cidade, o portal d boas vindas e convida a conhecer as atraes oferecidas pelo balnerio. Alguns metros adiante a viso do Rio Grande atia o entusiasmo dos visitantes.

    Um passeio pela avenida beira da represa revela uma cidade bem cuidada, bonita e encantadora. Cercada pelas belezas naturais o cenrio que se apresenta aos olhos dos turistas no deixa nada a desejar.

    O novo calado apresenta um conceito moderno que prioriza o bem estar das pessoas, a beleza paisagstica e o conforto para as prticas esportivas caminhada, corrida, ginstica- e a segurana dos frequentadores.

    Quadras poliesportivas, teatro de arena, quiosques, lanchonetes e banheiros pblicos encontram-se ao longo da orla daraia para atender bem os turistas com conforto e praticidade.

    Para a segurana dos banhistas, os socorristas de planto se colocam de prontido para atendimentos de emergncia. Portadores de necessidades especiais tambm receberam ateno especial: doze cadeiras chamadas de anfbias (que no afundam na areia e flutuam na gua) foram colocadas disposio de moradores e turistas. Elas levam prainha os portadores de necessidades especiais, com total segurana.

    Agora totalmente renovada e com infraestutura adequada, Rifaina, alm de ser um dos balnerios mais atrativos da regio, se transformou em exemplo de trabalho planejado e eficiente.

  • Expanso domercado imobilirio

    Nas duas ltimas dcadas, a expanso do mercado imobilirio s margens da represa no Rio Grande foi responsvel pelo grande salto no incremento da atividade turstica. Em Rifaina esse segmento cresce a olhos vistos.

    O primeiro edifcio de Rifaina, o Balnerio da Canastra, tem 10 andares, est quase pronto e seus 33 apartamentos j foram vendidos. De acordo com o advogado e empresrio Dr. Fbio Liporoni, existe uma grande demanda. Pessoas de vrias partes do pas esto interessadas em adquirir um imvel no balnerio. E, j pensando no futuro, a imobiliria Fbio Liporoni Vendas e Incorporaes projeta mais um conjunto de apartamentos na cidade.

    De olho nesse mercado, empresrios de Ribeiro Preto acabam de lanar o Rifaina Flats Beach. So 33 flats com elevador, sendo 11 deles duplex. Cada flat possui uma rea til de 42,50 m. A obra est a cargo da CV Lopes, de Franca e as vendas exclusivas da Mara Imveis, que fica no centro da cidade.

  • 26 TURISMO E COMPANHIA

    Texto: Tnia Barretto Ramos J h algum tempo o segmento nutico desponta no pas

    como um grande impulsionador da economia. Alm de gerar emprego e renda contribui com o desenvolvimento social e

    O boom dO mercadO nuticO na regiOClasse mdia embarca nessa novidade eaquece a economia regional

    a expanso do turismo.Nos ltimos anos, a demanda por embarcaes de lazer

    caminha junto com o crescimento econmico. Para se ter uma ideia, a comercializao de lanchas, iates, jet skis e barcos teve alta de 20% nos ltimos 3 anos, segundo o site Brasil Econmico.

    O aquecimento na economia e as facilidades de crdito foram os responsveis pelo crescimento do mercado nutico no pas e a popularizao do esporte como forma de lazer e diverso.

    Um sonho possvelDe acordo com estimativa feita pela Acobar (Associao

    Brasileira dos Construtores de Barcos e seus Implementos), mais de R$ 400 milhes por ano so movimentados neste segmento.

    E, seguindo essa tendncia de crescimento, a expanso do mercado nutico chegou com tudo na regio de Franca e mudou o conceito daqueles que achavam que nunca teriam condio financeira para comprar uma embarcao. Com

    NUTIcA

  • 27TURISMO E COMPANHIA

    O boom dO mercadO nuticO na regiOmais dinheiro no bolso e a economia aquecida, boa parte da classe mdia -que at ento no tinha dinheiro para comprar um barco ou uma lancha- foi inserida na navegao. O que

    antes era um sonho se transformou em um verdadeiro hobbie.

    Rogrio Escochi, diretor da Nautiko Concessionrio (Ribeiro Preto-SP), empresa que ocupa posio de destaque no mercado regional e considerada uma das maiores revendedoras do interior de So Paulo, conta que

    ntida a expanso no comrcio de embarcaes na regio de Franca. Com relao ao mesmo perodo do ano passado, o aumento nas vendas foi de 40% e s no foi maior porque as fbricas, por conta da grande demanda, s vo entregar os pedidos no ms de fevereiro, disse Escochi.

    Explorando o turismo nuticoNo balano de toda essa movimentao, hotis e

    pousadas da regio lucram com o crescimento do mercado e buscam se adequar para receber os novos turistas.

    Em Sacramento, por exemplo, o Parque Nutico de Jaguara, localizado s margens da represa, recebe diariamente um grande nmero de turistas que, atrados pela beleza da regio, procuram o local em busca de paz e tranquilidade.

    Segundo Paula Scalon, diretora de eventos do Parque Nutico, quanto mais o mercado do turismo nutico cresce, melhor para o hotel. Temos muitos clientes fiis, ou seja, eles tm lanchas nos guardas barcos e vm todos os finais de semana pra c para relaxar e passear com a famlia, concluiu.

    O guarda barcos Celso Marques de Oliveira, proprietrio

  • 28 TURISMO E COMPANHIA

    um artigo de luxo da classe mais alta, pode ser comprada por cerca de R$ 30 mil, preo equivalente ao de um carro popular.

    O empresrio Rogrio Escochi indica para aqueles que desejam comprar sua primeira embarcao os modelos de lancha Mestra 18.0 e 19.8, ambas insubmergveis. Se o cliente adquirir um destes modelos, a embarcao poder ser usada por muito mais tempo, pois elas tm o melhor custo benefcio da categoria, diz Escochi.

    O empresrio lembra ainda que para pilotar um Jet ski, lancha ou um iate preciso ter carteira de habilitao O documento, chamado de Arrais amador, permitido somente para maiores de 18 anos. Muitos acidentes envolvendo essas embarcaes j ocorreram, por isso, quanto maior o cuidado e a ateno, maior a segurana e a garantia de diverso.

    do Porto Marina Farol, em Rifaina, afirma que cada marina da cidade recebe cerca de 30 a 40 embarcaes por fim de semana. O nmero de embarcaes circulando na represa cresceu muito. Creio que nos 2 ltimos anos, mais de 120 novas lanchas passaram a circular em Rifaina, relatou Celso.

    J a praia mais famosa da regio, Rifaina, agora toda revitalizada, no fica atrs e se tornou a principal rota para a prtica de wake board, ski aqutico, passeio de lancha, entre outros.

    Cludio Masson, secretrio de Turismo da cidade, diz que a Prefeitura acaba de inaugurar um per pblico que comporta 15 lanchas, o que certamente ir atrair ainda mais turistas. Alm disso, o municpio conta com 4 marinas privatizadas que realizam o servio de guarda barcos.

    Comprar uma lancha est muito mais fcilCom a facilidade de crdito disponibilizada aos

    consumidores, hoje em dia qualquer b a r co pode ser parcelado de 6 a 60 meses, com taxas menores que a cobrada num financiamento de veculo.

    Uma lancha com capacidade para 8 pessoas, at ento tida como

    Foto: Nutiko Concessonrio

  • Foto: Nutiko Concessonrio

  • 36

    FAZENDAS hISTRIcAS, vITRINES DO TURISMO RURAL PAULISTA

    Texto: Maristela Bignardi

    O prazer de despertar com o cheiro do caf torrado, recm-coado, para em seguida ter a oportunidade de conhecer o processo de torrefao, um dos inmeros atrativos das fazendas histricas paulistas que so verdadeiras fontes de conhecimento e de preservao do patrimnio rural. Mesmo porque elas j foram cenrio da primeira pujana econmica do Estado de So Paulo, com a cultura do caf.

    Das cinco mil fazendas histricas existentes no Brasil, 800 esto erguidas em solo paulista e o turismo rural passa por elas que esto perfeitamente aptas a receber seus visitantes que, com certeza, tero lazer, entretenimento e muita histria em propriedades dos sculos 18, 19 e 20. Os fatos do passado oriundos da aristocracia rural aliados a estes patrimnios arquitetnicos preservados agora esto ao alcance dos turistas interessados na vida no campo.

    E a oferta de servios ampla, muito alm da hospedagem, envolvendo comida tpica da roa, passeios a cavalo, trilhas na mata, observao de aves, cavalgadas na lua cheia e

    at jantares com serestas e moda de viola no alpendre das fazendas. A histria nos relata que em parceria com o Governo do Estado de So Paulo foi lanado, l pelos idos de 2007, o roteiro que inclui 13 fazendas ainda preservadas e unidas na Associao Fazendas Paulistas.

    Tudo muito simples. Importante ressaltar que, ao mesmo tempo em que o turismo rural tem a capacidade de manter o homem no campo, valoriza o meio ambiente integrando a cidade e o campo encorajando a troca de valores culturais.

    Estas propriedades rurais so muito importantes para que a gerao atual mais urbana tenha contato com suas razes, j que muitas crianas e jovens de hoje tiveram seus pais, avs e bisavs morando no campo e nestas antigas fazendas.

    Para o secretrio de Turismo do Estado de So Paulo, Cludio Valverde, a ao de receber turistas na rea rural sempre bem-vinda, pois se trata de uma renda adicional para manter a fazenda e agrega valor ao produto agrcola, j que o proprietrio pode continuar a produzir o que sabe fazer bem. Se faz chocolate, doces em conservas ou artesanato, pode aumentar e diversificar essa produo. No precisa criar algo novo, mas investir no que faz bem.

    Fazenda Capoava

    TURISMO E COMPANHIA

  • 37

    As fazendas histricas

    paulistas que so

    verdadeiras fontes

    de conhecimento e

    de preservao do

    patrimnio rural

    Fazenda Capoava

    Foto: Rubens Chiri

    importante ressaltar que, ao mesmo tempo em que o turismo

    rural tem a capacidade de manter o homem no campo, valoriza o meio ambiente integrando a

    cidade e o campo encorajando a troca de valores culturais.

    Estas propriedades rurais so muito importantes para que a gerao atual mais urbana

    tenha contato com suas razes, j que muitas crianas e jovens de hoje tiveram seus pais, avs e bisavs morando no campo e

    nestas antigas fazendas.

    TURISMO E COMPANHIA

  • 38

    Meiosde hospedagem

    As fazendas da associaoesto localizadas nas cidades de:

    Itu, Limeira, Dourado,So Carlos, Santa Gertrudes,

    Ja, Cajuru, Mococa,Santa Cruz das Palmeiras.

    Eis alguns exemplos delas:Chcara do Rosrio Ruraltur Turismo

    Propriedade histrica com mais de 250 anos, casa sede estilo bandeirista, engenho de acar de 1756, hoje transformada em espao cultural. Tem cavalos de diversas raas e gado de corte. Fcil acesso ao lado da cidade de Itu. Atividades principais: cavalgadas e cavalgada da lua cheia, eventos para empresas e grupos, turismo pedaggico e casamentos. Para hospedagem necessrio consultar previamente.Informaes pelo telefone (11) 9.9607.7483

    Fazenda CapoavaA fazenda histrica do sculo 18 agora transformada num imponente hotel fazenda com restaurantes, rea para realizao de eventos, espao cultural, passeios a cavalo, quadra de tnis. A propriedade tem programas ecolgicos e de sustentabilidade.Informaes pelo telefone (11) 2118.4100Site: www.fazendacapoava.com.br

    Fazenda Cana VerdeEsta fazenda histrica do sculo 19 hoje produz principalmente caf, milho, carneiros e feno. Tem 22 chals para hospedagem sendo seis com hidromassagem. Possui restaurante com comida tpica de fazenda, piscina, sauna e sala de ginstica e campos de polo com jogos aos finais de semana.Informaes pelo telefone: (11) 4023.1260Site: www.fazendacanaverde.com.br

    Fazenda VassouralFazenda histrica do sculo 18 hoje com engenho de acar e mquina de beneficiar caf do sculo 19. Atualmente palco de grande nmero de casamentos e eventos. Prxima cidade de Itu. Para hospedagem necessrio consultar previamente.Informaes pelo telefone: (11)3062.2696Site: www.fazendavassoural.com.br

    Fazenda Monte BeloPropriedade histrica com sede e mquina de beneficiar caf do sculo 19. H hospedagem para temporadas. Tem piscina, quadra de tnis, salo de jogos, quatro sutes e casa sede com trs sutes. Fcil acesso, prxima do centro de Itu.Informaes pelos telefones (11) 3582.1095 / 9.9990.9839 / 9.9607.7483Site: www.fazendamontebelo.com.br

    informaes: Secretaria de Turismo do Estado de So Paulo (11) 3709-1647

    TURISMO E COMPANHIA

    Fazenda vassoural

  • 40 TURISMO E COMPANHIA

    BEM ESTAR

    Terapias Integrativas,excelentes alternativas para sua sade.

    O que at pouco tempo era conhecido como Terapias Alternativas agora denominado e reconhecido pela Organizao Mundial de Sade como Terapias Integrativas.

    E afinal, o que so estes mtodos? So terapias que tratam o ser humano de maneira holstica, de forma unificada, trabalhando todos os seus aspectos: fsico, energtico, emocional e mental. Para elas no h como desenvolver um tratamento considerando a pessoa segmentadamente, por partes especficas e isoladas.

    Fazem parte deste rol de tratamentos a acupuntura com todos os seus recursos complementares (moxabusto, ventosa, guasha, magnetos) e o Reiki, que uma tcnica de cura atravs da infuso de energias vitais pela imposio das mos. Desenvolvida em 1922 pelo japons Mikao Usui baseada na canalizao da energia universal Rei atravs da imposio de mos com o objetivo de restabelecer o equilbrio energtico vital de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilbrio natural (seja ele emocional, fsico ou espiritual), podendo eliminar doenas e promover sade.

    Alm destes mtodos as massagens teraputicas, como Shiatsu, Tuin, Reflexologia e Shantala tambm so tcnicas eficazes no combate a doenas que tm se tornado grandes vils do mundo contemporneo, como estresse, insnia, exausto fsica e mental, problemas de coluna, depresso, fibromialgia, obesidade, sndrome do pnico entre tantas outras.

    Outras terapias que tambm so utilizadas para equilibrar o organismo de maneira completa e que podem ser trabalhadas conjuntamente com estes mtodos so a Homeopatia, Fitoterapia Brasileira e Chinesa, Florais de Bach, Sistemas de Desintoxicao do Organismo, Hipnose e Terapias Condicionativas com PNL (Programao Neurolingustica) e Constelao Sistmica Familiar.

    Nas ltimas dcadas tem aumentado consideravelmente o nmero de pessoas que tm aderido a estes mtodos de tratamento integrativo, visto os excelentes resultados obtidos.Saiba mais sobre estas tcnicas acessando o site: www.spacoalternativo.com.br e o blog: www.aacupuntura.com.br.

    Beatriz GouveiaAcupunturista e Massoterapeuta

    Spao AlternativoRua Csar Ribeiro, 512 Vila Santos Dumont Franca/SP

    Telefone: (16) 3722-5251 / 3026-1244

  • 41TURISMO E COMPANHIA

    BEM ESTAR

    VERO: SOL & SADEE chegou a poca que o brasileiro mais gosta: o vero! Hora de cuidar da pele e do corpo, que ficam mais a mostra na praia, piscina e no dia a dia, quando as saias encurtam e os shorts pulam da gaveta. A pele, se no for judiada pelo sol em excesso, gosta mais do vero do que do inverno, pois o clima frio e seco provoca ressecamento, descamao, caspa no couro cabeludo, coceira e perda do brilho. O nosso vero, por ser chuvoso, devolve a umidade da pele diminuindo o ressecamento e deixando-a mais viosa e macia. Mas preciso cuidar bem dela para que os efeitos malficos do sol no a atinjam. Para proteger a nossa pele o produto nmero um o protetor solar.

    O que um protetor ou filtro solar?

    toda substncia utilizada na pele que funciona como uma capa protetora contra os raios ultravioleta, minimizando seus efeitos nocivos a curto e longo prazo. Em um pas ensolarado como o Brasil o uso do filtro de extrema importncia, mesmo nos dias nublados e chuvosos. Quanto mais clara for a pele maior proteo ela precisa, pois os indivduos de pele, olhos e cabelos claros ou ruivos so mais sensveis ao sol do que os de pele, olhos e cabelos escuros, que tem mais melanina e proteo natural.

    Qual o filtro mais indicado?

    As opes de filtro no mercado so tantas que acaba at confundindo o consumidor. O ideal escolher um produto que combine com o seu tipo de pele. O fator de proteo ideal seria de 30 para uso dirio e um fator mais alto (45 ou +) para praia ou piscina. Se a sua pele oleosa opte por um filtro em gel creme ou creme oil free ou loo. Se a sua pele seca opte por um filtro mais hidratante e cremoso. Criana?... escolha um filtro infantil. Para os homens que no tm muita pacincia com cremes seria mais recomendado um filtro spray que so fceis de passar e no deixam aquela sensao pegajosa na pele. As mulheres gostam muito dos filtros com cor, tipo base, pois assim j saem maquiadas ao usar o filtro solar. Filtros? Tem para todos os gostos e bolsos...

    Insolao

    Sol em excesso e sem proteo pode causar queimadura na pele e/ou insolao, que ocorre principalmente nas pessoas de pele bem clara e com tendncia a avermelhar ao sol. Algumas reas do corpo so mais sensveis - plpebras, nariz, dorso dos ps, mas do rosto e ombros. Sintomas de insolao: pele muito quente e vermelha, dor de cabea, sede intensa, enjoos, vmito, desidratao, mal estar, desmaio, queda e presso.

    Preveno de insolao

    No se expor ao sol entre as 10hs manh e 16 horas, usar o filtro solar a cada 3 horas, diminuir uso do sal, ingerir muita gua ou sucos, gua coco, nunca dormir no sol.

    Rita Silvestre Moscardini,CRM 55088/ Dermatologista.

  • 42 TURISMO E COMPANHIA

    Foto 1Vasos jateados nos tons de caf e palha, com ametista, pepermia variegata, pleomele verde, peixinho e aspargos rabo de raposa, fizeram toda a diferena neste espao. Transformaram uma simples rea de iluminao em um canto aconchegante para se receber os amigos, tomando um caf ou uma cervejinha...

    Foto 2Um pergolado coberto por sapatinho de judia protege a residncia do sol da tarde e oferece uma sombra irresistvel para se admirar uma paisagem maravilhosa. Ao fundo, uma cerca viva formada por thumbergias erectas.

    Foto 3O colorido das flores da primavera e da capuchinha, assim como o seu crescimento meio desordenado, traz energia a este jardim. A gua corrente o vivifica, e o vaso de mini papyrus, juntamente com o penisetum verde d leveza ao visual.

    Foto 4Um jardim interno que integra o ser humano natureza, atravs das mais variadas formas. o som da gua ou o canto dos pssaros atrados pelas flores e tambm pelo refgio que as plantas mais altas fornecem. A fonte foi montada com potes de cermica e bacia de cimento. A vegetao muito diversa, sendo composta por cyclanthus, strelitzia augusta, gengibre amarelo, helicnia, pleomele variegata, pepermia variegata, vrisia, crossandra, aspargos rabo de raposa, pepermia limo, bromlias coloridas, fireball, liriopsis, spatoglottis e mini grama preta. A trepadeira que borda o espao a Ipomia alba que abre suas flores ao entardecer. O acesso ao banco se d por lajes de pedra mineira.

    Marina Vidal PaisagistaSapucaia Paisagismo

    Foto 1

    Foto 3

    Foto 4

    Foto 2

    BEM ESTAR

    Jardins: simples e belos!o jardim a forma mais simples de vivenciarmos o que a natureza nos oferece. Jardins com bancos oferecem uma oportunidade rara para observarmos as flores se abrirem, um beija-flor se aproximar, o farfalhar das folhas com o vento, a riqueza das diferentes cores e texturas de flores e folhagens, e o som gostoso de uma cascata.

  • 44 TURISMO E COMPANHIA

    BEM ESTAR

    Lazer e descanso

    H vrias maneiras de transformar a rea externa de sua casa para que ela se torne um espao reservado para reunies entre amigos e familiares ou simplesmente um local para descansar. Entre plantas e flores, poltronas e almofadas, as reas externas de casas, apartamentos e coberturas proporcionam momentos de prazer e repouso. Este projeto segue uma linha mais moderna e despojada, sem muita rusticidade. Foram empregadas cores como branco, cinza e preto nos acabamentos. uma linguagem mais contempornea de varanda, com a utilizao de linhas retas, cores claras nas paredes e piso. A sauna se integra com a piscina e a varanda toda se abre para a rea de lazer. A rea de churrasqueira e snooker so locais muito utilizados pelos proprietrios, que gostam de receber amigos.

    Cibelle CostaArquiteta e Urbanista

    Endereo: Av. Paulo VI, 889, Jardim Lima - Franca/SPTelefone: (16) 3722-0805www.arqtop.com.br

  • 46 TURISMO E COMPANHIA

    ROTEIRO REGIONAL

    Imagine um roteiro que rena em um s dia, caminhada por reserva ecolgica, visita a estao de captao de guas de 60 anos, a uma fazenda do sculo XIX, passagem por uma nascente que recebeu proteo ambiental, chegada a uma capela que tem 250 anos de histria para contar (de lutas entre mineiros e paulistas pelo Aterrado), descontrao em uma cachoeira de guas cristalinas e almoo em uma propriedade rural com piscina. Ainda no acabou, essa foi apenas a primeira parte do roteiro.

    tarde p na estrada de novo e visita a uma propriedade modelo na produo de caf, com laboratrio e degustao; para encerrar (ufa!) mais uma capela restaurada com exposio de documentos de 200 anos, obras de arte e ainda a possibilidade de adquirir produtos da terra como queijo, ovos caipira, mel e artesanato .

    Assim est sendo formatado o primeiro roteiro turstico da cidade que est em fase final de planejamento e conta com o apoio tcnico da PROBRIG-Protetores da Bacia do Rio Grande .

    O lanamento dever ocorrer em janeiro de 2013. Ao todo so sete capelas restauradas at o momento, sendo que duas delas, a Capela Nossa Senhora Das Graas e a Capela da Piarra, fazem parte deste roteiro, que inclui ainda transporte, guias especializados e toda estrutura necessria para garantir o lazer com segurana.

    As outras capelas, serviro como base para composio dos prximos roteiros, j que cada uma abriga particularidades que somadas, contam a histria do municpio.

    Um passeio pelas riquezas naturais e histricas

    Texto: colaborao de Jos Limonti Jnior

    IbIracI (MG) prepara roteIro turstIco:Mestre atHaDe cuLtura e turIsMo

    igreja Piarra

  • 47TURISMO E COMPANHIA

    Alm disso, o grande potencial natural e cultural da regio, oferece a possibilidade de outras atividades, como, cavalgadas, visitas a alambiques e patrimnios arqueolgicos, esportes nuticos e muita histria retratada nos casares e capelinhas espalhadas pela zona rural.

    Por enquanto, a opo de roteiro de um dia, mas a equipe j pensa na possibilidade de dois ou trs dias, j que na regio de Peixotos, existem bons hotis e pousadas que podero oferecer o lazer que o visitante busca em contato com a natureza.

    Servio:Mais informaes: (35) 3544-1856www.probrig.com

    o LanaMentoDever ocorrer eM

    janeIro De 2013

    Capela N. Sra das graas

    Hotel Fazenda

    Mata Nativa

  • UM hINO DE IDENTIDADETexto: Jos Limonti Jnior

    Uma Histria que hoje pode ser contada

    e enfim, cantada! Ibiraci era um dos nicos municpios da regio que no tinha o seu Hino Oficial. Com um trabalho permanente de pesquisa histrica, executado nos ltimos anos, o Conselho Municipal do Patrimnio Cultural, apoiado pela Prefeitura e a oscip Protetores da Bacia do Rio grande (PRoBRig), conseguiram entregar aos ibiracienses uma histria solidamente

    documentada e apaixonante, e enfim, por iniciativa da Prefeitura Municipal, atravs do Prefeito ismael Silva Cndido, foram realizados dois editais para a escolha do Hino do municpio. Com uma Histria consistente (uma das funes do Hino divulgar a Histria do municpio) e um jri especializado e comprometido, como Maestro Nazir Bittar Filho, Dr. Jos de Andrade Pires, Prof. Dr. Marcelo Prestes Pini e Sr. Benedito oliveira Costa, 13 candidatos apresentaram suas obras ao longo de quase dois anos e no conseguiram ser aprovados, apesar do excelente nvel das composies. Dois trabalhos, contudo se destacaram : a melodia composta pela professora e pianista Lisiane Bassi e a letra do poeta Jos Roberto de Souza. Convidados a se unir, num verdadeiro desafio, eles ofereceram a Ibiraci um Hino que atendeu s exigncias do edital: msica meldica e vibrante; letra potica e consistente. Com a poesia de Zrroberto (pseudnimo de Jos Roberto de Souza) resgatando os antigos e fortes topnimos de Desemboque, Dores do Aterrado at ibiracy em construes precisas e poticas, e com a msica de Lisiane transformando em epopia nossa trajetria histrica, todos os ibiracienses tm se emocionado ao ouvir o seu Hino. Celebrando a figura da Me das rvores (etimologia da palavra ibiracy: ibira = rvore, cy= me), ibiraci v hoje o sangue derramado nas lutas do Desemboque e do Aterrado (scs. XVIII e XIX) transformar-se em seiva a nutrir os seus filhos. Cultura identidade e ibiraci se reconhece atravs da sua Histria. Juntamente com o Hino Oficial, a Prefeitura entrega comunidade, uma publicao com a Histria do municpio narrada de forma compreensvel a qualquer cidado e com subsdios bibliogrficos claros, convincentes e fartos para os estudiosos.

    Conhea o Hino de Ibiraci nos sites

    www.ibiraci.mg.gov.br e www.probrig.com

    ARvORE-ME, IBIRAcY

    COM O OURO DOS RIOS, DAS MINAS,BORDANDO AS DIVISAS GERAIS...

    FOI CRAVADO O MARCO PRIMEIRO,TANTAS LUTAS, E ENFIM, DEU-SE A PAZ!

    AGORA O OURO VERDE EM TUAS ARMAS,

    E A GRANDEZA DO RIO SE FAZ LUZ,TUAS SERRAS, A COPA FRONDOSA,

    QUE PROTEGE, AMPARA, E PRODUZ...

    ATERRADOS, POR DORES DE OUTRORA

    J CONHECEM UM NOVO PORVIR:O SANGUE DESEMBOCA EM SEIVA

    DA RVORE-ME: IBIRACY

    SO TEUS FILHOS OS FRUTOS QUE BROTAM

    E ESCREVEM UM NOVO AMANH, SE O PASSADO PROJETA O FUTURO,TUA HISTRIA TRADUZ-SE EM AF...

    SE MOTIVO DE ORGULHO E RESPEITO, TU S

    DESTE CHO, DESTAS MINAS GERAES FELIZ QUEM CARREGA EM SEU PEITO

    A F,E GARRA DOS SEUS ANCESTRAIS...

    ATERRADOS, POR DORES DE OUTRORA J CONHECEM UM NOVO PORVIR:O SANGUE DESEMBOCA EM SEIVA

    NA RVORE-ME: IBIRACY

    Autor- Jos Roberto de Souza

  • 5156 TURISMO E COMPANHIA

    goltur viagens e intercmbioschega com otimismo ao mercado

    Depois de consolidar a escola de idiomas San Diego Language School no mercado francano, os scios Ricardo Castanheira e Roseane L. Miras Borges, passam a atuar no setor de agncia de viagens com a venda de passagens areas, pacotes tursticos areos, rodovirios e martimos, com a marca Goltur Viagens e Intercmbios.

    J de incio, a Goltur estreia com vasta oferta de destinos e hotis das principais operadoras. Ricardo Castanheira, diretor comercial da Goltur, aposta na experincia adquirida nas viagens de intercmbio realizadas com alunos da San Diego Language School, nos ltimos 12 anos. Nossa meta agora manter a confiana dos nossos clientes e fazer com que eles se identifiquem com a nossa proposta e passem a utilizar com segurana e tranquilidade a nossa agncia, ao programar suas viagens de lazer ou negcios, diz o empresrio.

    Nas fotos, momentos da inaugurao da agncia, clicados por Guilherme Verssimo.

    goltur viagens e intercmbioswww.goltur.com.br(16) 3017-1877

    Rua ouvidor Freire, 2175 - Centro - Franca/SP

    Em setembro, durante minhas frias, tive o prazer de retornar a cidade que adoro Poos de Caldas/MG. E desta vez a ida foi inesquecvel, pois realizei o meu sonho de voar de paraglider na Serra So Domingos. A sensao indescritvel, mas uma loucura que faria novamente!

    Delvita garcia Barbosa Ribeiro - Publicitria

    MERcADO AvENTURA

  • 5158 TURISMO E COMPANHIA

    PORTA RETRATOS

    01

    05

    09

    13

    17

    21

    25

    06

    10

    14

    18

    22

    26

    07

    11

    15

    19

    23

    27

    08

    12

    16

    20

    24

    28

    02 03 04

    16

  • 5259TURISMO E COMPANHIA

    PORTA RETRATOS

    1) Adriana Alvarez 2) Adriana Patrcia3) Aline, Ana Flvia, Patrcia, Laura, Fernando Lago e Rafael Branquinho4) Amir Choaib5) Augusto Contini e Daiane6) Bete Fernandes7) Beto Monteiro8) Bia Haber e Maria Eduarda9) Adermis Marini e filho Lucas10) Camile Ramos e Michel Jub11) Carlos Alberto e Maria Slvia12) Carol Stivaletti e Yves Anderson13) Celso Freitas14) Cludio Masson e george Afonso15) Daniela, Patrcia, Thales, Murilo, Leandro e Kauan16) Dbora Ranhel, Marcela Cassis, Lilian Paes17) Deputado Cssio Soares e Kleyber Silveira18) Equipe Auto Escola Modelo19) Fernnanda Barbosa e Marcel Bombicino20) Alunos curso Turismo Uni-facef21) Hugo Polo e Caroline Polo22) Joo Arantes23) Jos Alfredo Guerra e filhos

    24) Juliana Arajo, Angela Maria Pimenta e Nina Pimenta25) Marcelo veloso, Flvia Atti26) Mrcia Sousa e Maria Amlia Assis27) Mrcio Cesrio28) Mariangela Tognatti e Matheus Henrique29) Maristela Bignardi e Dalmo viana30) Maurcio Lemos31) Nelson Palermo (Neto)32) orlando Souza e Patrik Almeida33) Paulo Rios Corral, Milena Rodrigues, Rosana Branquinho e Andr Rodrigues34) Pedro Henrique e Wagner Kazan35) Prof. Mendes e alunos do curso de Turismo Uni-Facef36) Rogrio Escochi e Juliana Escochi37) Rosana Pdua38) Smia Borges39) Sueli Andrade Lopes e Mariangela A. Sapio40) Sumaia Debroi, Manoel Pedro e Fred Crema41) Thatiane iuri e Adilson Bordo42) vanessa e Felipe Branquinho43) Milena Rodrigues44) Yago David e Andresa Haber

    29

    33

    37

    41

    30

    34

    38

    42 43 44

    31

    35

    39

    32

    36

    40

  • Pousada das Orqudeas - pag: 67Pousada das Orqudeas - pag: 67

  • Acesso: Franca-Passos-Capitlio(Rod. MG 050, km 311)

    Cap

    itl

    io (

    MG

    ) Lagoa Azul

    Servio:www.lagoazul.tur.br

    Telefones: (35) 3527 4000 / (37) 9983-7022

    Lugar de beleza mpar e um dos mais belos cartes postais da regio banhada pelo Lago de Furnas. um complexo que rene restaurante, bar flutu-ante, cachoeira e pousada em meio natureza deslumbrante da regio. A cachoeira Lagoa Azul formada por duas quedas dgua que ganham tons dourados por conta das rochas que ficam no fundo das piscinas naturais que desguam no grande lago. Opo ideal para passar o dia se re-frescando nas guas transparentes da cachoeira ou de se hospedar com conforto e sofisticao.

    Estrutura de lazer: piscina aquecida para os hspedes, aquabar, cachoeira Lagoa Azul e passeios de escuna.

    Atraes tursticas na regio: Passeios de escuna em direo aos cnions e ca-choeiras do Lago com durao de 2 horas e paradas na cachoeira do Tucano, Cas-catinha e Grande Cnion.

    Acomodaes: Chals que renem conforto, so-fisticao e bom gosto para voc ficar em sintonia com a natureza e as belas paisagens.

    Gastronomia: Requinte e qualidade nos pratos da culinria mineira e internacional. Oferece ainda lanches rpidos e deliciosas sobremesas.

  • Car

    mo

    do R

    io C

    laro

    (M

    G) Pousada Pontal do Lago

    A Pousada Pontal do Lago foi minuciosamente pro-jetada para que seus hspedes possam desfrutar de sua privilegiada localizao s margens do Lago de Furnas, entre as montanhas de Carmo do Rio Claro, em Minas Gerais. Alm do aconchego natu-ral, a pousada est dotada de toda infraestrutura necessria para proporcionar ao visitante a tranqili-dade desejada. A Pousada Pontal do Lago tem muito a oferecer: lugar para sonhar, onde as guas e o verde fazem parte de cada espao, charme e sofisti-cao a beira do Lago de Furnas.

    Acomodaes: Dividem-se em chals simples: aco-modam at 5 pessoas e possuem TV, sala, frigobar, ar condicionado, internet e varanda; Chals especi-ais: amplos, com vista para o lago, rede na varanda, dotados de TV, frigobar, ar condicionado e internet.

    Gastronomia: Anexo a pousada, o restaurante Pon-tal do Lago oferece servio self service e a la carte, com pratos variados. Caf da manh com o melhor das quitandas mineiras, sucos e queijos.

    Estrutura de Lazer: Alm do aconchego natural, oferece: ampla piscina, tobogua, cascata, quadra de areia, playground, sala de jogos, rea para caminhada as margens do lago, passeios de barco, e prainha do lago.

    Servios e Facilidades: A pousada oferece passeios com guias experientes pelos atrati-vos da regio, amplo estacionamento, inter-net e salo para festas e confraternizaes .

    Atraes Tursticas na Regio: Serra da Tormenta, Cachoeira da gua Limpa, Ca-choeira da Alegria, Lago de Furnas, Museu do ndio, Visitas as Tecelagens e as Fbricas de Doces.

    Acesso: Localizada s margens do Lago de Furnas, na rodovia MG 184, Km 13- Carmo do Rio Claro, na regio sul de Minas Gerais.

    Servio: www.pontaldolago.com.brTelefone: (35) 3561-1426Distncia de Franca: 180 km

  • Pousada Pontal do Lago

    Del

    fin

    polis

    (M

    G)Pousada Parada dos Lagos

    A Pousada Parada dos Lagos o lugar perfeito para voc que procura tranquilidade em meio natureza. Idealizada pelo casal de escritores Carlos Parada e Deuclia Maciel, foi criada para ser um refgio do dia-a-dia e proporcionar experincias inesquecveis culturais e gastronmicas. Situadas as margens da represa de Peixoto, no municpio de Delfinpolis, oferece linda vista da regio e atendimento simpti-co e hospitaleiro.

    Acomodaes: Dividem-se em chals e ranchos de frente para o lago, equipados com cozinha, TV, ven-tilador e churrasqueira e todo o conforto necessrio para o bem estar do hspede. Nos ranchos e chals as dirias so reduzidas j que o hspede prepara suas prprias refeies. Conta ainda com aparta-mentos simples ou superior, dotados de TV e venti-lador de teto.

    GastronomiaAs receitas da deliciosa cozinha mineira so prepara-das com muito carinho pela proprietria Deulclia, em suas panelas de ferro e fogo a lenha. Destaque para o frango caipira, su de porco, torresminho e outras saborosas receitas. ela tambm que pre-para as tentadoras sobremesas, como o doce de figo, de leite, laranja, s para citar alguns. O caf da manh farto e variado: po de queijo quentinho, quitandas, sucos, frutas, geleias, pes e bolos.

    Estrutura de Lazer: A pousada oferece es-trutura ideal para o seu descanso e lazer. O hspede poder escolher entre as diversas atividades, a que mais lhe agrada: mesa de sinuca, caiaques, canoa a remo, pesqueiro, sala de jogos, campo para futebol de grama, natao no lago, plataforma suspensa para banho de sol, flutuantes, churrasqueiras, pi-scina adulto e infantil e internet wirelless, alm das melhores opes de cachoeiras pela regio.

    Servios e Facilidades: A localizao da pousada permite que o hspede usufrua dos atrativos regionais, como as vrias ca-choeiras localizadas pertinho da pousada.

    Acesso: Estrada So Joo Batista do Glria/Delfinpolis 26 km de percurso por estrada de terra.

    Servio: www.pousadaparadadoslagos.com.brTelefone: (35) 3521-6238Distncia de Franca: 140 km

  • So

    Joo

    Bat

    ista

    do

    Gl

    ria

    (MG

    )

    Pousada das OrqudeasAmbiente aconchegante, decorao tpica e in-fraestrutura completa para passeios numa autntica fazenda da Serra da Canastra. Assim a Pousada das Orqudeas, localizada em So Joo Batista do Glria, municpio que abriga um dos portais de en-trada para a Serra da Canastra. As irms Rosangela e Rosinei recebem os hspedes de braos abertos fazendo com que eles se sintam em casa e desfrute de todo conforto e sossego que merecem. Na fazen-da, alm do gado, h coelhos, gansos e paves que ficam soltos na grande rea verde. Um dos locais preferidos dos visitantes a cachoeira do Fumal, que fica a 3 km da pousada e possui vrias corredeiras e piscinas naturais timas para banho.

    ServioPousada das OrqudeasSo Joo Batista do Glria, Telefones: (35) 3524-1208 / (35)8426-6747

    Acomodaes: a casa sede e a casa de apoio so-mam 10 apartamentos com capacidade para 2, 4 ou 6 pessoas. Todos contam com TV e ventilador de teto. rvores nativas do nome aos apartamentos.

    Gastronomia: nas refeies o prazer de desfrutar da autntica comida mineira. Caf da manh servido com frutas, pes, quitutes, sucos, geleias e queijos, feitos com ingredientes produzidos na fazenda.

    Estrutura de Lazer: cachoeiras, cavalos, pesqueiro, piscinas para adultos e crianas, casa de boneca e loja de produtos da regio. Dispe de servio de guia para facilitar aces-so as trilhas e cachoeiras.

    Atraes tursticas na regio: cachoeiras do municpio, passeios e trilhas pela Serra da Canastra e pelo Lago de Furnas.

    Infraestrutura nas proximidades: a pousada est situada a 22 km de So Joo Batista do Glria, ci-dade que conta com comrcio diversificado e Pas-sos, h 14 km, dispe de rede de servios completa.

  • JACU

    (M

    G) Pousada Lobo da Montanha

    Servio:www.lobodamontanha.com.br

    Telefones: (16) 3941-1209 / (35) 9975-3453Distncia de Franca: 95Km

    Localizada no municpio de Jacu e bem prxima a So Sebastio do Paraso, fica a Estncia Lobo da Montanha em uma ampla rea verde de 37 hectares. Neste espao a natureza, o conforto e a diverso convivem em harmonia. O lugar preser-va com carinho e zelo uma beleza campestre en-cantadora. Cercado pelas montanhas de Minas alia aventura, tranquilidade, inspirao e emoo. Deixe-se levar por esta experincia e respire bem estar ao ar livre.

    Acomodaes: Conforto e praticidade, voc pode escolher entre chals, que ficam prximos rea da piscina, ou em apartamentos que ficam em reas mais reservadas. Todos os apartamentos possuem sala reversvel, TV, ventilador e frigobar.

    Gastronomia: A pousada oferece os mais delicio-sos pratos tpicos da fazenda. Seu cardpio vari-ado inclui a tpica comida mineira, alm de mas-sas, carnes e para sobremesa, frutas e doces, tais como doce de leite, bananada, goiabada e muitos outros. No caf da manh po de queijo, po ca-seiro, bolachinhas, sucos, caf, leite da vaquinha, bolo, embutidos e muito mais.

    Estrutura de Lazer: Na pousada Lobo da Montanha o hspede s fica parado se quiser apenas contemplar. So vrias as atividades oferecidas: piscina adulto e in-fantil aquecidas, barzinho para aperitivos e pores, casaro para bate papo com lareira, lago para pesca esportiva, alm de um aqurio a cu aberto com lindas car-pas coloridas, vrios animais e aves. De-staque para a Cachoeira dos Escravos que fica dentro da propriedade, ideal para ban-hos revigorantes e renovadores. Dispe de meditatrio onde pessoas que curtem a meditao, encontra o ambiente ideal. E para curtir a preguia temos o redrio.Servios e facilidades: A Estncia banhada por

    trs rios da bacia do Rio Grande e possui vrias cachoeiras. O hspede pode fazer passeios pelas trilhas das matas e se encontrar com plantas, ani-mais e belezas naturais surpreendentes. O Morro do Ba com 1.100 metros de altitude oferece vista privilegiada para o vale.

  • So

    Seba

    sti

    o do

    Par

    aso

    (M

    G)

    Est

    ncia

    Bal

    ner

    ia

    Hotel Termpolis

    Servio:www.hoteltermopolis.com.brRod. BR-265, Km 613,8Telefones: (35) 3521-2476 / 3531-1653Distncia de Franca: 93 km

    Encravado nas montanhas do Sul de Minas, con-hecido como o maravilhoso vale das guas min-erais e termais. Rodeado pelo verde das matas nativas, lagos e vrias nascentes que abastecem as piscinas naturais, oferece todas as condies para que a famlia possa curtir as delcias do tur-ismo rural e ecolgico. Bastante procurado pelas propriedades teraputicas de suas guas. Con-strudo em estilo colonial em 1920, representa o que h de melhor em aconchego e hospitalidade. A deliciosa comida mineira preparada no fogo lenha resgata a tradio da verdadeira cozinha de Minas Gerais.

    Acomodaes: apartamento simples para casal ou duplos para at cinco pessoas; chals para famlia ou grupo de amigos. Todos equipados com TV, frigobar, ventilador de teto e telefone. Servios de Quarto: copa 24 horas Gastronomia: delcias da comida tpica mineira preparada no fogo lenha. Saborosos doces e queijos caseiros.

    Estrutura de Lazer: piscinas naturais e tropicais, tobogua, salo de jogos (sinuca, pebolim, carteado, pingue pongue, quadras de tnis, basquete e vlei, bocha, campo de futebol, sauna, passeios a cavalo, char-rete, pedalinho, lagos pra pesca, trilhas e cachoeiras. Infraestrutura nas proximidades: o Hotel fica a 20 km de So Sebastio do Para-so, onde h comrcio em geral, agncias bancrias, hospital, farmcias e correio.

    Atraes Tursticas na regio: Passeios aos Morros do Cristo Redentor, da Mata, da Santa, do Mirante, ao Muro dos Escravos, e a Vila Termp-lis.

    Acesso: Estrada Franca- Itirapu- So Toms de Aqui-no- S. Sebastio do Paraso-Jacu (trecho to-talmente asfaltado), Km 613,8