saresp interpretação

  • Published on
    25-Jun-2015

  • View
    1.560

  • Download
    9

Embed Size (px)

Transcript

<p>Escola: Leitura e Produo de Textos Nome: Data: Srie: / /</p> <p>CRIANA DIZ CADA UMA... Aninha j estava com dois anos. Loira, linda. Nunca tinha cortado os cabelos. Eram amarelos-ouro e cacheados. Parecia um anjinho barroco, diz a me coruja. L um dia, a me pega uma enorme tesoura e resolve dar um trato na cabea da criana, pois as melenas j estavam nos ombros. Chama a menina, que chega ressabiada, olhando a cintilante tesoura. Mame vai cortar o cabelinho da Aninha. Aninha olha para a tesoura, se apavora. No quero, no quero, no quero!!! No di nada... No quer! J disse! E sai correndo. A me sai correndo atrs. Com a tesoura na mo. A muito custo, consegue tirar a filha que estava debaixo da cama, chorando temendo o pior. Consola a filha. Sentam-se na cama. D um tempo. A menina pra de chorar. Mas no tira o olho da tesoura. Olha, meu amor, a mame promete cortar s dois dedinhos. Aninha abre as duas mos, j submissa, desata o choro, perguntando, olhando para a enorme tesoura e para a prpria mozinha: Quais deles, me? 3. A ao da narrativa comea quando(PRATA, Mrio. 100 crnicas de Mrio Prata. So Paulo: Cartaz editorial, 1997)</p> <p>(A) Aninha sai correndo. (B) Aninha abre as duas mos. (C) a me promete cortar s dois dedinhos. (D) a me pega uma enorme tesoura. 4. As palavras "menina", "que" e "filha" referem-se a Aninha e so utilizadas com a inteno de: (A) dar continuidade ao texto, evitando a repetio do nome de Aninha. (B) reforar a idia de que a me a personagem principal do texto. (C) fazer substituies desnecessrias para o entendimento do texto. (D) tornar o texto incoerente. 5. Aninha no quer cortar os cabelos porque (A) parecia um anjinho barroco e queria continuar assim. (B) eles j estavam nos ombros. (C) fica apavorada ao olhar para a enorme tesoura. (D) ter de cortar s dois dedinhos. 6. A histria ganha ritmo mais acelerado pelo uso das seguintes palavras:Etiene Peixoto Lngua Portuguesa/ Leitura e Produo de Textos Ensino</p> <p>Fundamental</p> <p>2</p> <p>(A) nunca, atrs, debaixo. (B) correndo, chorando, temendo. (C) loira, cabelo, enorme. (D) tempo, tesoura, prpria. 7. a me pega uma enorme tesoura e resolve dar um trato na cabea da criana, pois as melenas j estavam nos ombros. Desse trecho compreende-se que (A) para a me, os cabelos j estavam compridos e era hora de cort-los. (B) para a menina, os cabelos estavam compridos, mas no precisavam ser cortados. (C) tanto para a me quanto para a menina os cabelos precisavam de um corte. (D) os cabelos j no eram mais amarelos-ouro, por isso precisavam ser cortados. 8. No quero, no quero, no quero!!!. A repetio de no quero e as trs exclamaes seguidas indicam que (A) a me perdeu a pacincia com a menina. (B) Aninha vai cortar o cabelo. (C) Aninha est falando calmamente. (D) Aninha est praticamente gritando. Para responder s questes, leia a poesia abaixo.</p> <p>FamliaTrs meninos e duas meninas, Sendo um ainda de colo. A cozinheira preta, a copeira mulata, o papagaio, o gato, o cachorro, as galinhas gordas no palmo da horta e a mulher que trata de tudo. A espreguiadeira, a cama, a gangorra, o cigarro, o trabalho, a reza, a goiabada na sobremesa do Domingo, o palito nos dentes contentes, o gramofone rouco toda noite e a mulher que trata de tudo. O agiota, o leiteiro, o turco, o mdico uma vez por ms o bilhete todas as semanas, branco! Mas a esperana sempre verde. A mulher que trata de tudo E a felicidade.(Carlos Drumond de Andrade. Poesia Completa. Ed. Cdice. 2002. Rio de Janeiro)</p> <p>9. Um outro ttulo que poderia ser dado a esse poema seria: (A) Dvida (B) Mulher Negra (C) Me. (D) Fora do Trabalho.</p> <p>10. Assinale a alternativa que apresenta um verso que resgata o tempo de antigamente.Etiene Peixoto Lngua Portuguesa/ Leitura e Produo de Textos Ensino</p> <p>Fundamental</p> <p>2</p> <p>(A) o cigarro, o trabalho, a reza, (B) o gramofone rouco toda noite (C) e a mulher que trata de tudo (D) A espreguiadeira, a cama, a gangorra</p> <p>Etiene Peixoto</p> <p>Lngua Portuguesa/ Leitura e Produo de Textos Ensino</p> <p>Fundamental</p> <p>2</p>