SERGIPE CULTURA E DIVERSIDADE - conhecer, reconhecer e velorizar

  • Published on
    03-Jul-2015

  • View
    29.953

  • Download
    16

Embed Size (px)

Transcript

Cultura e DiversidadeConhecer Reconhecer Valorizar

Cultura e Diversidade

Cultura e Diversidade

Aracaju 2010

GOVERNO DE SERGIPEGovernador do Estado Vice-Governador do Estado Secretria de Estado do Planejamento, Habitao e do Desenv. Urbano Secretrio de Estado da Comunicao Social Secretria de Estado da Cultura Secretrio de Estado do Desenvolvimento Econmico, da Cincia e Tecnologia e do Turismo Diretor-Presidente da Empresa de Desenvolvimento Sustentvel do Estado de Sergipe Diretor-Presidente da Empresa Sergipana de TurismoMARCELO DDA CHAGAS BELIVALDO CHAGAS SILVA MARIA LCIA DE OLIVEIRA FALCN CARLOS ROBERTO DA SILVA ELOSA DA SILVA GALDINO JORGE SANTANA DE OLIVEIRA CARLOS HERMNIO DE AGUIAR OLIVEIRA JOS ROBERTO DE LIMA ANDRADE

COMISSO ORGANIZADORA DA IJORNADA SERGIPANA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIALSecretria Adjunta do Planejamento, Habitao e do Desenvolvimento Urbano Superintendente de Desenvolvimento, Captao de Recursos e Programas Especiais Gerente do Projeto Identidade, Cultura e Desenvolvimento dos Territrios Sergipanos Secretrio Adjunto da Cultura Coordenadora de Marketing da Empresa Sergipana de Turismo Gerente da Unidade de Atendimento Coletivo Indstria Servio Brasileiro de Apoio s Empresas Sebrae/SE Diretor do Teatro Tobias BarretoANA CRISTINA DE CARVALHO PRADO DIAS GLEIDENEIDES TELES DOS SANTOS MARCEL DI ANGELIS SOUZA SANDES MARCELO RANGEL LIMA CAROLINE PORTUGAL PAULO AFONSO MARQUES DE SOUZA LINDOLFO AMARAL

Apresentao dos Lambe-sujos e Caboclinhos em Laranjeiras. Ao fundo, a Igreja Matriz.

Sumrio

15 Sergipe: conhecer, reconhecer e valorizar 19 A cultura como vetor estratgico do desenvolvimento e da incluso social 31 Diversidade e riqueza Receita da identidade e beleza do povo sergipano34 34 35 36 40 40 40 44 44 47 48 Manifestaes tradicionais Tradies religiosas Artesanato Espetculos e Danas Msica Literatura popular Folguedos de Guerra, Luta e Libertao Manifestaes contemporneas Festas e Eventos Teatro e msica Artesanato

51 Territorios de Identidade

53 Grande Aracaju56 58 60 63 64 65 66 68 69 70 71 72 73 74 76 77 78 79 80 81 Encontro Cultural de Laranjeiras Chegana Lambe-sujos e Cabloclinhos Taieiras Cacumbi So Gonalo Ciclo da folia Procisso do Fogaru Procisso do Encontro Ciclo junino P-de-Serra Caceteira do Rindu Samba de Pareia Samba de Coco Candombl/Umbanda Nag Mamulengo FASC O Mercado Caranguejada

92 93 94 96 97 98 99 100 102 103

Presena Indgena Tor Cangao Artesanato em Couro O Vaqueiro, o Boiador e o Berrante Cordel Violeiros e Cantadores Festa do Leite e Semana da Vaca Leiteira Festa do Quiabo Pituzada

105 Mdio Serto108 110 111 112 113 Procisso do Madeiro Festa do Boi Festival de Jegues Bonequeiras Galinha de Capoeira com Fava

115 Baixo S. Francisco118 119 120 122 123 125 126 127 Bom Jesus dos Navegantes Pastoril Banda de Pfanos Guerreiro Z Pereira Maracatu Cavalgada Queima de Judas

83 Alto Serto86 87 88 91 Cavalhada Casamento do Matuto Rendas Artesanato em Madeira

128 130 132 134 135

Bordadeiras Artesanato em Cermica Artesanato em Palha/Cip Festa da carne do Sol Peixada em panela de barro

165 Centro Sul168 170 171 173 174 175 176 177 Grupo Parafuso Silibrina Tecelagem Bordado A Capoeira e o Berimbau de Boca Maculel Festival da Mandioca e a Manioba Lombo em Panela de Barro

137 Sul Sergipano140 143 144 147 148 149 Quadrilha Junina Batucada Pisa Plvora Barco de Fogo Encontro de Carros-de-boi Festa da Laranja Refogado de Aratu

179 Leste Sergipano182 183 185 186 187 188 190 191 Reisado Sarandagem ou Sarandaia Batalho/Bacamarteiros Festa do Mastro Samba de Aboio Renda Irlandesa Festival de Arte Arthur Bispo do Rosrio Robalo do Molho de Camaro

151 Agreste Central154 156 157 159 160 161 162 163 Feiras Os Caretas Embeleco Penitentes Trezenrio de Santo Antnio e Festa do Caminhoneiro Brinquedos Artesanais Filarmnicas Buchada de Carneiro

194 Referncias Bibliogrficas

Integrantes da religiosidade afro Nag de Laranjeiras, aguardando a passagem dos Lambes- Sujo e Caboclinhos.

Sergipe: conhecer, reconhecer e valorizarem cultura no h desenvolvimento. E esse fato tem sido negligenciado durante dcadas de poltica desenvolvimentista. Se observarmos a histria, veremos que durante cinco sculos, o Brasil buscou caminhos monocromticos para a trama da sua histria. Como diria Srgio Buarque de Holanda, ns ficamos como caranguejos, arranhando o litoral. Sem dvidas, um estado como Sergipe, cujo litoral foi abenoado com cinco grandes barras fluviais, que juntamente com a cana de acar foram por dcadas os motores da economia sergipana, alm da disponibilidade de recursos minerais e da existncia de um significativo plo de comrcio e servios como Aracaju, deve valoriz-lo como estratgia de desenvolvimento. Por outro lado, esquecer o seu interior significa inviabilizar um projeto de desenvolvimento mais justo, equitativo e sustentvel, que garanta a incluso dos seus cidados pelo direito e pela renda. Interiorizar, mais na alma que no territrio, dar sustentabilidade ao desenvolvimento, mas isso no uma ao simples. Ela passa pela observao da diversidade que se formou entre os rios So Francisco e Real, entre o Oceano Atlntico e o serto nordestino. Para isso, necessrio delicadeza ao tratar de elementos sensivelmente entrelaados, a saber: cidadania, cultura e economia. Felizmente, em Sergipe, o progresso econmico no sufocou a diversidade. Alm do turismo de sol e mar e das manifestaes da cultura de massa, existem por todo o nosso territrio belas representaes feitas do nosso mais genuno barro, original deste valioso cho. Essa uma das caractersticas mais marcantes aos olhos de quem nos visita e isso que o leitor ver ao longo deste livro Sergipe: Cultura e Diversidade. Se somos muito diversos, isso se deve ao fato de que a natureza de um espao formado por tantas diversidades ambientais e trocas culturais o imuniza em relao ao risco de homogeneizao. Desta forma, devemos aproveitar as oportunidades que o nosso espao nos oferece e criar, a partir das nossas mais sinceras vocaes, possibilidades de negcios, de gerao de emprego e renda e de melhoria da qualidade de vida dos sergipanos, buscando a integrao na diversidade e o aporte do fator cultural equao do desenvolvimento. Um rpido exame nos mostra que, no raro, os pases mais desenvolvidos tambm so aqueles que mantm mais vivos os elementos importantes da sua cultura, aqueles traos que os une enquanto conjunto singular. Nesse sentido, Sergipe d um passo frente ao realizar um primeiro levantamento para melhor conhecer esse patrimnio que, muitas vezes, no material, mas to importante quanto nosso patrimnio fsico-ambiental.

Em Sergipe, o progresso econmico no sufocou a diversidade. Alm do turismo de sol e mar e das manifestaes da cultura de massa, existem por todo o nosso territrio belas representaes feitas do nosso mais genuno barro.

Sergipe: Cultura e Diversidade

15

Com o Planejamento Participativo, criamos em Sergipe uma imensa gora onde a cultura foi incorporada poltica de desenvolvimento territorial, tornando real um compromisso assumido em nosso Plano Estratgico de Governo. E se a nova forma de governar para o futuro de Sergipe d voz ao nosso colorido vrio, cabe ento aos sergipanos contriburem, em parceria com o seu governo, para a construo dos seus caminhos, exaltando e preservando toda a sua diversidade, construindo, juntos e efetivamente, um Sergipe Para Todos. Tenho, por tudo isso, no apenas a honra, mas um inegvel orgulho em poder compartilhar com o maior nmero possvel de pessoas o acesso a essa demonstrao da beleza, grandeza e criatividade da gente sergipana. Entrego ao povo de Sergipe um registro daquilo que somos e da fora e originalidade da imaginao popular no mundo do trabalho, da religio e das festas. E se imaginarmos, ao longo dos 500 anos de histria brasileira, os milhares de sergipanos que construram e reconstroem nossa cultura, posso dizer que este livro tem milhares de autores e centenas de anos de vivncia. Que seja de utilidade e de prazer ldico a todos quantos o lerem. Marcelo Dda Chagas Governador do Estado de Sergipe16

Ao lado, Cheiroso, o Mateus do Reisado do Balde de Laranjeiras. Abaixo, pintura sobre cermica, de Ismael Pereira.

Sergipe: Cultura e Diversidade

A cultura como vetor estratgico do desenvolvimento e da incluso socialAo ler este livro, o leitor ser arrastado para um domnio onde governam a emoo e o encantamento com a beleza e a diversidade cultural sergipanas. A riqueza das ilustraes e cartografias e a sutileza dos estudiosos que descreveram as manifestaes selecionadas para esta publicao, transportaro o leitor por alguns momentos para o mundo daqueles que fazem a nossa Cultura. Cultura e desenvolvimento. O global, igual, padronizado e enlatado versus o local, diferenciado e nico. Dois temas cuja relao tem sido h muito explicitada, emergem com fora mais uma vez no incio do sculo XXI. Desta vez, o foco so os pases em desenvolvimento e a pergunta que se pe : existe possibilidade de gerar desenvolvimento a partir do fortalecimento da cultura?

A publicao deste livro, que tem como fonte principal o levantamento cultural, uma mostra panormica de toda a beleza e riqueza das manifestaes culturais do povo sergipano.

A resposta ainda est sendo construda. So muitas as experincias, os caminhos, e o debate rico. Nesse sentido que vrios pases passaram a criar rgos e institutos com a finalidade de conceder ao tema um tratamento especfico. Desse movimento so ilustrativas as criaes de Institutos de Pesquisa, autnomos ou vinculados a Universidades, em sua maioria visando dar um tratamento cientfico ao tema, especialmente na vertente da economia da cultura e da economia criativa. A necessidade de se conhecer melhor o setor cultural j se imps, a partir dos anos 1970, em pases europeus principalmente a Frana, um dos p