Teoria das Cores

  • Published on
    29-Jun-2015

  • View
    1.350

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. Teoria das Cores Teoria da Cores de Leonardoda Vinci, so as formulaeshistricas contidas em seusescritos e reunidas no livroTratado da Pintura e daPaisagem - Sombra e Luz.Cuja primeira edio s foipublicada 132 anos aps suamorte. A publicao trata dasanotaes recolhidas peloartista ao longo de anos deobservao e a teoria maiscorrente, sendo um legado doRenascimento para as artesvisuais.

2. Cor vidaAs cores que percebemos so produzidas pela luz. A luz do sol,aparentemente branca, , na verdade, composta pelas sete coresdo arco-irs. Quando a luz do sol ilumina um objeto, algumas dessascores so absorvidas pelo objeto, enquanto as outras so refletidasna direo dos olhos que as percebem. esse o fenmeno nadireo dos olhos que as percebem. Esse fenmeno nos permitedizer qual a cor dos objetos. 3. Cor vidaO uso da cor na computao grfica torna os terminais de vdeomais bonitos e agradveis, auxilia a visualizao de conexes emdesenhos complexos, melhorando a legibilidade da informao;possibilita gerar imagens realistas e permite indicar mecanismos desegurana. Enfim, o uso de cores torna o processo de comunicaomais eficiente.As cores exercem diferentes efeitos fisiolgicos sobre o organismohumano e tendem, assim, a produzir vrios juzos e sentimentos.Aparentemente, damos um peso s cores. Na realidade, olhandopara cada uma cor damos um valor-peso, mas somente um pesopsicolgico.A cor, elemento fundamental em qualquer processo decomunicao, merece uma ateno especial. um componentecom grande influncia no dia a dia de uma pessoa, interferindo nossentidos, emoes e intelecto; pode portanto, ser usadadeliberadamente para se atingir objetivos especficos. 4. Cor vidaDevido s suas qualidades intrnsecas, a cor tem capacidade de captarrapidamente - e sob um domnio emotivo - a ateno do comprador.A cor exerce ao trplice: a de impressionar, a de expressar e a deconstruir. A cor vista: impressiona a retina. sentida: provocaemoo. construtiva, pois tendo um significado prprio, possui valorde smbolo, podendo assim, construir uma linguagem que comuniqueuma idia. 5. As cores primrias Cores Primrias: So as coresque no podem ser formadaspor nenhuma mistura. Soelas azul, amarelo e vermelho. 6. Cores Secundrias Cores Secundrias: So as coresque surgem da mistura de duascores primrias. 7. Cores complementaresCores complementares so as coresopostas no disco de cores.Ex: o vermelho complementar do verde.O azul complementar do laranja.As cores complementares so usadasPara dar fora e equilbrio a umtrabalho criando contrastes.raramente se usa cores apenascores complementares em umtrabalho, o efeito pode ser desastroso.Ressaltamos que as corescomplementares soas que mais contrastes entre si oferecem,sendo assim, se queremos destacar umamarelo, devemos colocar junto dele umvioleta. 8. Cores AnlogasCores anlogas so as queaparecem lado-a-lado no disco decores.So anlogas porque h nelas umamesma cor bsica.Pr exemplo o amarelo-ouro e olaranja avermelhado tem emcomum a cor laranja.Elas so usadas para dar asensaode uniformidade.Acomposio em cores anlogas soconsideradas elegantes, e podemser equilibradas com uma corcomplementar. 9. Tom Refere-se ao maior ou menorquantidade de luz presente na cor.Quando se adiciona preto adeterminado matiz, este se tornagradualmente mais escuro, e essasgraduaes so chamadas escalastonais. Para se obter escalas tonaismais claras acrescenta-se branco. 10. A temperatura das cores A temperatura das cores, designa a capacidade que as cores tm deparecer quentes ou frias. 11. Contrastes Cores contrastantesSo cores que, quando usadasprximas umas das outras, produzem uma sensao de choque. As cores contrastantesso diretamente opostas no disco das cores. Assim, a cor que mais contrasta com o vermelho ociano; o mesmo acontece com o azul e o amarelo; e com o magenta e verde. Se a cor primria, contrasta sempre o asecundria e vice-versa. Oresultado esttico dessas combinaes nem sempre satisfatrio, a no ser que haja interesse em explorar o choquevisual produzido por elas. Quando mais forte forem elas, maior seresse impacto. 12. ContrastesAqui um exemplo do uso da cor preto paradestacar as demais.Orle Baertling 13. Contrastes de limiteA cor central uma mistura dasduas cores laterais. Observeque a faixa central clareadapor cada uma das duas outrascores, mas do lado oposto. Nolimite com a faixa vermelha, ovioleta clareado pelo azul e,no limite com a faixa azul, ovioleta clareado pelo azul, ovioleta clareado pelovermelho. 14. Dicas de combinaes Brinque de combinar. Utilize pequenas amostras, desenhe euse lpis de cor. Faa exerccios. srio! A prtica tambm importante. Desenhe um bloco, ou junte alguns retalhos everifique: voc gostou? O que est faltando? Ficou escuro,coloque mais brilho e diminua o contraste. Ficou muito claro?Que tal acrescentar uma "sombra"? O que ir dar harmonia nacombinao, no s a mistura do amarelo com verde, ou doazul com o rosa, o complemento do esquema inicial, obalanceamento dos valores. Lembre-se: claro, mdio e escuroem harmonia.Estude, aprecie e analise a sua combinao e procure saberqual o objetivo que voc quer alcanar com o seu esquema decor: alegria, seriedade, luminosidade, tranqilidade, inovao,agressividade etc.O crculo cromtico uma boa ferramenta para combinarmoscores, mas lembre-se de que regras podem ser quebradas. 15. Dicas de combinaesEsquema de Cores Primrias -As cores primrias so cores puras e que merecem ateno e cuidado quando usadas.Complemente com cores neutras.Trade - um esquema que usa trscores secundrias eqidistantes. Porexemplo: verde, violeta, laranja ouento violeta azulado, laranjaavermelhado, verde amarelado. Atrade considerada como um dosesquemas mais harmoniosos naroda de cores. Forma um tringuloissceles na Roda de Cores. 16. Dicas de combinaes Esquema de Cores Quentes - Voc combina as cores etonalidades consideradasquentes: amarelo, laranja,vermelho e marrom. Esquema de Cores Frias - Voc combina as cores e tonalidades consideradas frias: azul, verde e violeta. 17. Dicas de combinaes Esquema de Cores DiretamenteComplementares - Combinarduas cores diretamente opostas na roda. Uma intensifica a outra. uma forma de dar incio a umesquema. Por exemplo: Laranja diretamente complementar aoazul, ento, comece com azul e laranja e complemente com as tonalidades (claro, mdio e escuro), podendo balancear comcores neutras e os bons vizinhos. 18. Dicas de combinaes Quadricolor - um esquema que usa duas cores complementaresseparadas por duas coresadjacentes a elas. um esquemaconsiderado harmnico, porquecontm duas cores diretamentecomplementares. Por exemplo: Azul, vermelho violeta, laranja,verde amarelado. Formam um retngulo na Roda de Cores. 19. Dicas de combinaes Esquema Complementar Dividido - um esquema com 3 cores, sendo que duas soanlogas ou adjacentes e a terceira uma diretamente complementar. Por exemplo:amarelo (complementar) com azul violeta e vermelho violeta (adjacentes). 20. Dicas de combinaesEsquema Duplo ComplementarDividido - um esquema ondeduas cores diretamentecomplementares se juntam a duasoutras cores separadasmutuamente por uma adjacente. Neste esquema forma-se umretngulo na roda de cores. Por exemplo: verde, vermelho, amarelo e violeta. 21. Dicas de combinaes Esquema policromtico: Usam- se muitas cores da roda de cores. uma combinao charmosa e alegre. Lembre-se de que ao formar um esquema, necessariamentevoc no usar apenas as cores dispostas na extremidade daroda de cores, o balano e a harmonia vm com o uso dastonalidades (valores): claro-mdio-escuro. Cor responsabilidade emocional. 22. Cores acromticas ou neutras Cores Acromticas: So as cores chamadas neutras: o branco, o preto,as cinzas e os marfins. 23. Aspectos das cores As cores podem parecer diferentes em funo da cor do fundo. 24. Efeitos com as coresQual dos crculos maior?Resposta: eles soexatamente do mesmotamanho 25. O significado das coresFora, euforia, alegria e confianaEstimulante, alerta, esperanaDinamismo, energia, revolta, calor, raivaBem-estar, paz, sade, equilbrioViagem, verdade, intelectualidade, advertncia.Fantasia, mistrio, egosmo, espiritualidade.Estima, valor, dignidade.Pensar, melancolia. 26. O significado das coresna Publicidade De acordo com os estudos do Prof. Modesto Farina, existem algumas indicaes seguras quanto ao uso das cores em publicidade:VERMELHO: Aumenta a ateno, estimulante, motivador. Indicado para usoem anncios de artigos que indicam calor e energia, artigos tcnicos e deginstica.LARANJA: Indicado para as mesmas aplicaes do vermelho, com resultadosum pouco mais moderados.AMARELO: Visvel a distncia, estimulante. Cor imprecisa, pode produzirvacilao no indivduo e dispersar parte de sua ateno. No uma cormotivadora por excelncia. Combinada com o preto pode resultar eficaz einteressante. Geralmente indicada para aplicao em anncios queindiquem luz, desaconselhvel seu uso em superfcies muito extensas. 27. O significado das cores na PublicidadeVERDE: Estimulante, mas com pouca fora sugestiva; oferece uma sensaode repouso. Indicado para anncios que caracterizam o frio, azeites,verduras e semelhantes.AZUL: Possui grande poder de atrao; neutro nas inquietaes do serhumano; acalma o indivduo e seu sistema circulatrio. Indicado emanncios que caracterizem o frio.ROXO: Acalma o sistema nervoso. a ser utilizado em anncios de artigosreligiosos, em viaturas, acessrios funerrios etc. Para dar a essa cor maiorsensao de calor, deve-se acrescentar vermelho; de luminosidade, oamarelo; de calor, o laranja; de frio o azul; de arejado o verde.PRPURA E OURO: Cores representativas do valor e dignidade. Devem seraplicadas em anncios de artigos de alta categoria e luxo. 28. O significado das cores na PublicidadeMARROM: Esconde muito a qualidade e o valor e, portanto, poucorecomendvel em publicidade.VIOLETA: Entristece o ser humano, no sendo, portanto, muito bem visto na criao publicitria.CINZA: Indica discrio. Para atitudes neutras e diplomticas muito utilizado em publicid