Transforma o mundo! Não temas! - esjb.pt de atividades 17_18.pdf · Plano Anual de Atividades ...…

  • Published on
    13-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 2017/2018

    Externato S. Joo Bosco Viana do Castelo

    Plano Anual de Atividades

    RUMO VIDC

    A

    Transforma o mundo!

    No temas!

  • 1

    Apresentao

    Saudaes amigas a todos os Encarregados de Educao.

    Auguramos das mos de Maria, nossa Me Auxiliadora, um ano cheio

    das maiores bnos e graas para todas as famlias.

    O tema da pastoral para o ano letivo 2017/2018 um desafio constante

    para todos. Transforma o mundo! No Temas!

    Confiando em Maria, neste ano de graa em que nos dado viver o

    encerramento do Centenrio das aparies de Nossa Senhora em Ftima aos trs

    pastorinhos, eles que ao seu jeito transformaram o mundo com audcia e

    gratuidade numa oferta contnua vontade de Deus, tambm ns somos

    convidados a deixar as comodidades para irmos ao encontro do outro, sermos

    resposta ao desafio e participarmos na transformao de tantos mundos

    incmodos.

    Maria deixa a comodidade do seu lar e vai ao encontro da prima Isabel,

    que est para ser me e precisa da sua ajuda. Movida pela f, Maria pe-se a

    caminho e enfrenta este desafio.

    O santo Padre recorda que a Igreja e a sociedade precisam de jovens

    que, com a sua coragem, sonhos e ideais, derrubem os muros da imobilidade e

    abram caminhos que levem a um mundo melhor, mais justo, menos cruel e mais

    humano.

    A misso educativa partilhada por todos os educadores, porm esta

    no se improvisa. A educao no transforma o mundo. A educao muda as

    pessoas e as pessoas transformam o mundo. Assim, -nos dada a possibilidade

    de pensar, escutar, rezar, para tomarmos a opo certa mediante as pequenas

    escolhas do dia-a-dia. Educar ensinar, formar, capacitar para novos desafios.

    Quem melhor do que Dom Bosco e Madre Mazzarello nos pode ajudar

    a descobrir a corda sensvel do corao dos educandos para a fazer vibrar e

    assim descobrirem a alegria de viver, porque se sentem amados, envolvidos

    num ambiente educativo que, com eles, sonha um mundo melhor?

    Sob o olhar materno de Maria, com a proteo dos nossos santos

    fundadores, D. Bosco e Madre Mazzarello, damos incio com entusiasmo ao

    novo ano letivo de 2017/18.

    Bom ano letivo - 2017/2018

  • 2

    ndice INTRODUO3

    I. OBJETIVOS GERAIS DO PLANO DE ATIVIDADES..4

    II. CALENDRIO ....5

    III. AES PARA O SUCESSO EDUCATIVO E IMPACTO

    NA SOCIEDADE......6

    Departamento do Pr-escolar.6

    Departamento do 1. Ciclo.7

    Projetos especficos .11

    Atividades Extraletivas.....23

    Atividades de Apoio Psicopedaggico.25

    Atividades de Coordenao Pedaggica..27

    IV. AES NO MBITO DA SUSTENTABILIDADE.....38

    V. CONCLUSO......40

  • 3

    INTRODUO

    O Plano de Atividades oferece-nos vrios meios e aes para concretizarmos os

    objetivos definidos no Projeto Educativo da Escola e constitui o ponto de partida para

    o trabalho a desenvolver com os alunos e a comunidade educativa.

    De acordo com o art 9 b) do Decreto-Lei n 75/2008 de 22 de abril o Plano de

    Atividades um documento de planeamento, que definem, em funo do projeto

    educativo, os objetivos, as formas de organizao e de programao das atividades e

    que procedem identificao dos recursos necessrios sua execuo

    O Plano Anual de Atividades de Escola ser avaliado sistematicamente no final de cada

    atividade, o que permite conhecer o grau de consecuo dos objetivos. Este facto

    possibilita o diagnstico das necessidades especficas dos vrios elementos da

    comunidade escolar, pelo que, pode ser alterado sempre que seja necessrio.

    A entidade titular do EXTERNATO S. JOO BOSCO o Instituto das Filhas de Maria

    Auxiliadora Salesianas.

    uma Instituio de Ensino Particular, com Alvar n. 1932 para o Pr-Escolar e 1

    Ciclo do Ensino Bsico. uma Escola Catlica.

    orientado pelas Irms desde o dia 21 de Agosto de 1959.

    Atualmente esto matriculados 168 alunos distribudos por sete turmas do 1. ciclo e

    uma turma do pr-escolar.

    Alm do ensino curricular normal, so orientadas atividades extracurriculares, culturais

    e de estudo. Tambm se proporciona formao catequtica para as crianas que no

    tm possibilidades de frequentar a Parquia, por incompatibilidade de horrios.

    Nas interrupes letivas e aps o encerramento do ano letivo, h atividades de ATL

    (atividades de ocupao de tempos livres) para quem necessitar.

    Sendo uma escola catlica pretende ser um espao de vida, oferecido s crianas e s

    famlias como alternativa a outros modelos de escola.

  • 4

    I-OBJETIVOS GERAIS DO PLANO DE ATIVIDADES

    - Desenvolver competncias pessoais e sociais, tais como os saberes culturais,

    cientficos e tecnolgicos, mas tambm a participao ativa, responsvel, crtica,

    solidria e cooperante;

    - Desenvolver estratgias para superar o insucesso dos alunos com dificuldades

    de aprendizagem, proporcionando prticas diversificadas;

    - Desenvolver nos alunos atitudes de autoestima, respeito e regras de convivncia,

    que contribuam para a sua educao enquanto cidados tolerantes, justos,

    solidrios, autnomos, organizados e civicamente responsveis;

    - Utilizar estratgias que facilitem o bom relacionamento pedaggico e impliquem

    o aluno na sua prpria aprendizagem, para que este desenvolva o gosto pelo

    trabalho e a vontade de aprender;

    - Aumentar a interao com o meio nomeadamente nos domnios: curricular,

    artstico, cientfico, profissional, social e eclesial;

    - Contribuir para a aquisio de hbitos de vida ativa e estilos de vida saudvel, a

    manter ao longo da vida e enquadrados na alimentao, na higiene e na prtica

    regular do exerccio fsico;

    - Continuar a investir na formao dos colaboradores tendo em conta as

    necessidades mais prementes;

    - Continuar a investir na segurana da escola;

    - Colocar o aluno no centro do ato educativo;

    - Valorizar e cuidar a proximidade das relaes educativas mediante a "presena

    dos educadores no meio dos alunos e da sua disponibilidade para estar com eles";

    - Educar evangelizando e evangelizar educando visando harmonizar o

    desenvolvimento humano com o crescimento cristo;

    - Promover a corresponsabilidade entre os diversos elementos da Comunidade

    Educativa;

    - Cultivar, na CE, um ambiente de famlia que educa e evangeliza, segundo a

    espiritualidade salesiana;

    - Envolver as famlias e toda a comunidade educativa na ao educativa da escola;

    - Colorir a vida, concretizando o sonho de D. Bosco

    - Reconhecer o sonho e a vida de D. Bosco, como base da misso educativa

    salesiana

  • 5

    II-CALENDRIO

    Calendrio escolar 2017/2018

    Pr-escolar

    Perodos

    letivos

    Atividades Letivas Interrupes

    1. Perodo Incio: 4 de setembro de 2017 Natal: 26 de dezembro de

    2017 e 2 de janeiro de

    2018

    2. Perodo Incio: 3 de janeiro de 2018 Carnaval: 12 e 13 de

    fevereiro de 2018

    Pscoa: 29 de maro de

    2018 e 2 de abril de 2018

    3. Perodo Incio: 3 de abril de 2018

    Final: 31 de julho de 2018

    Calendrio escolar 2017/2018

    1 Ciclo do Ensino Bsico

    Perodos Incio Termo Interrupo da

    atividade letiva

    ATL

    1

    Perodo

    11 de setembro

    de 2017

    15 de dezembro

    de 2017

    de 18 de

    dezembro a 2 de

    janeiro

    18 a 22 de

    dezembro

    2

    Perodo

    3 de janeiro de

    2018

    23 de maro de

    2018

    de 12 a 14 de

    fevereiro

    de 26 a 28

    de maro 26 de maro a 6

    de abril

    3

    Perodo

    9 de abril de

    2018

    22 de junho de

    2018

    de 25 de

    junho a 20

    de julho

  • 6

    III - AES PARA O SUCESSO EDUCATIVO E IMPACTO NA SOCIEDADE

    a) Departamento do Pr-escolar

    As orientaes Curriculares para a Educao Pr-Escolar baseiam-se nos objetivos

    globais pedaggicos definidos pela Lei e destinam-se a apoiar a construo e gesto do

    currculo no jardim-de-infncia, da responsabilidade da educadora, em colaborao com

    a equipa educativa do estabelecimento.

    As reas de Contedo, fundamentos e princpios de toda a educao de infncia,

    explicitam as implicaes para uma abordagem integrada e globalizante:

    - rea de Formao Pessoal e Social

    - rea de Expresso e Comunicao

    - rea de Conhecimento do Mundo

    b) Departamento do 1. Ciclo

    Matriz Curricular dos 1. e 2. anos

    Componentes do currculo Carga horria semanal

    Portugus 8 h

    Matemtica 8 h

    Estudo do Meio 3 h

    Expresses Artsticas e Fsico Motoras

    (Expresso Dramtica, Educao Musical e

    Expresso Plstica e Expresso Fsico-Motora

    3 h

    Apoio ao Estudo (a) 1 h 50m

    Oferta Complementar (b) 1 h

    Educao Moral e Religiosa Catlica (c) 1 h

  • 7

    a) Tem por objetivo apoiar os alunos na criao de mtodos de estudo e de trabalho, visando prioritariamente o reforo do apoio nas disciplinas de portugus e de

    matemtica;

    b) Iniciao da lngua inglesa para os 1. e 2.os anos;

    c) Disciplina obrigatria segundo o projeto educativo da escola.

    Matriz Curricular dos 3. os e 4. os anos

    Componentes do currculo Carga horria semanal

    Portugus 7 h 20min

    Matemtica 7 h

    Estudo do Meio 3 h

    Expresses Artsticas e Fsico Motoras

    (Expresso Dramtica, Educao Musical e

    Expresso Plstic