Universidade Federal Do Triângulo Mineiro Fabrício Leomar ... ?· Fabrício Leomar Lima Bezerra ...…

  • Published on
    12-Dec-2018

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<p>Universidade Federal Do Tringulo Mineiro </p> <p>Fabrcio Leomar Lima Bezerra </p> <p>A CORPOREIDADE COMO POSSIBILIDADE DE DESVELAR UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM </p> <p>Uberaba 2015 </p> <p>Fabrcio Leomar Lima Bezerra </p> <p>A CORPOREIDADE COMO POSSIBILIDADE DE DESVELAR UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM </p> <p> Dissertao apresentada ao Programa de Ps</p> <p>Graduao em Educao, rea de concentrao Fundamentos Educacionais e Formao de Professores (Linha de pesquisa: Fundamentos e Prticas Educacionais), da Universidade Federal do Tringulo Mineiro, como requisito final para a obteno do ttulo de mestre. </p> <p> Orientador: Prof. Dr. Wagner Wey Moreira </p> <p>Uberaba 2015 </p> <p> Fabrcio Leomar Lima Bezerra </p> <p>A CORPOREIDADE COMO POSSIBILIDADE DE DESVELAR UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM </p> <p> Dissertao apresentada ao Programa de PsGraduao em Educao, rea de concentrao Fundamentos Educacionais e Formao de Professores (Linha de pesquisa: Fundamentos e Prticas Educacionais), da Universidade Federal do Tringulo Mineiro, como requisito final para a obteno do ttulo de mestre. </p> <p> em 26 de Fevereiro de 2015 </p> <p> Esta dissertao dedicada Gabriella </p> <p>Maria Lima Bezerra, por tudo que s, pelo que me </p> <p>ensinas sendo e por me dar orgulho de dizer que </p> <p>s minha irm. </p> <p>AGRADECIMENTOS </p> <p>Agradecimento especial professora Tatiana Passos Zylberbeg, razo maior desse trabalho que sempre acreditou em mim, sempre me fortaleceu e me sensibilizou para acreditar nos meus sonhos, numa outra possibilidade de Educao e num outro mundo possvel, numa sociedade mais humana. Ao professor Wagner Wey Moreira, orientador desse trabalho e muito mais que isso, um pai na minha mudana de Fortaleza para Uberaba e um ser humano encantador e inspirador. Com ele a vida parece ser mais leve e assim que tem que ser. Um carinhoso abrao a quem carinhosamente sempre chamei de mestre, porque assim ele verdadeiramente . professora Martha Maria Prata Linhares, carinhosamente minha coordenadora e que sempre me recebeu carinhosamente no programa de Ps Graduao em Educao da UFTM e mais que isso, que sempre me recebia de braos abertos quando nos encontrvamos. Seu jeito sensvel e respeitador me fortaleceram. Ao professor Odilon Jos Roble por aceitar prontificamente a ser membro da minha banca, pelos conselhos acadmicos e de vida e por ser um professor inspirador, por fazer das suas aulas um ambiente pulsante e desejante. Universidade Federal do Tringulo Mineiro (UFTM), em nome das professoras e dos professores do programa de Ps Graduao em Educao, pela calorosa e humana receptividade e Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em nome dos professores do Programa de Ps Graduao em Educao e Educao Fsica, por abrirem as portas e me receberem to carinhosamente como aluno especial. s funcionrias e aos funcionrios do Programa de Ps Graduao em Educao da UFTM que sempre foram muito amveis quando me atendiam e que sempre estavam dispostos ajudar. Gratido por serem exemplos de bons e humanos profissionais Fundao de Amparo Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) pelo apoio com a bolsa de estudos. Aos ex e atuais estudantes da professora Tatiana Passos Zylberberg que se prontificaram a ser entrevistados por mim e que carinhosamente narraram suas histrias na vivncia de aprendizagem com a professora. Vocs, que inicialmente seriam os sujeitos da pesquisa, infelizmente no esto aqui, mas estaro em breve num filme documentrio que farei das histrias de vocs. A Educao agradece. s amigas e aos amigos da primeira turma de mestrado do Programa de Ps Graduao em Educao da UFTM, da qual tive o orgulho de fazer parte. Gratido imensa por receberem esse nordestino cabra da peste com tanto afeto. Me senti sempre muito bem acolhido. </p> <p>s amigas e aos amigos de Uberaba que foram realmente uma famlia para mim. Gratido por fazer me sentir em casa e amenizar a saudade de minha terra natal e de minha famlia de sangue. s amigas e aos amigos de Campinas pela fora e pelo apoio e pela companhia nos momentos mais difceis e nos mais alegres. s amigas e aos amigos de Fortaleza que fizeram uma falta danada nesse perodo, mas que no deixei de sentir o carinho vindo de longe. </p> <p>Ao meu irmo Fbio, minha cunhada Viviane, minha linda sobrinha Livita e meu espetacular sobrinho e afilhado Tutu pelo momentos de afago nas mensagens distncia e quando estava de visita Fortaleza. minha me e ao meu pai pelo amor incondicional, por sempre apoiarem minhas decises, por me respeitarem como eu sou, por me deram a liberdade de viver a vida e por confiar em mim. minha irm Gabriella, minha Fortaleza, meu Cear, minha jangada, meu mar, por ser brisa e ventania, por ser raio e companhia, por sem Bethnia enquanto sou Caetano, por me ensinar sobre a vida, por estar sempre comigo, por abrir meus caminhos, por meu dar proteo, por me dar orao, por ser espelho, por ser beno, por ser Tia Belinha. </p> <p>Agradeo carinhosamente a todas e todos que de alguma forma me ajudaram e me apoiaram na concretude deste ciclo. </p> <p> Entendo bem o sotaque das guas. Dou </p> <p>respeito s coisas desimportantes e aos seres desimportantes. Prezo insetos mais que avies. Prezo a velocidade das tartarugas mais que a dos msseis. Tenho em mim esse atraso de nascena. Eu fui aparelhado para gostar de passarinhos. Tenho abundncia de ser feliz por isso. Meu quintal maior do que o mundo. </p> <p> Manoel de Barros </p> <p> RESUMO </p> <p> Um passo importante dado quando percebemos as coisas com outros olhares, quando enxergamos com outras lentes. E como necessrio isso se faz na Educao. Este trabalho um caminhar nesse sentindo, de ver o processo de ensino aprendizagem com outro olhar em nossa Educao do sculo XXI. A partir da problemtica: possvel considerar o corpo no processo de ensino aprendizagem? eu tracei o seguinte objetivo da pesquisa: desvelar um processo de aprendizagem considera a corporeidade e que acontece de corpo inteiro, a partir da Histria de Vida da professora doutora Tatiana Passos Zylberberg, atualmente docente da Universidade Federal do Cear (UFC). Esta pesquisa se caracteriza como qualitativa, exploratria e descritiva. O referencial terico tem como eixo central a corporeidade e permeia pelos conceitos de conhecimento inteligvel e saber sensvel, explorando tudo isso na atual conjuntura da sociedade ocidental. O primeiro captulo faz uma introduo sobre essa sociedade da qual estamos inseridos, discutindo os resqucios, os acontecimentos e as influncias da Idade Moderna para a construo de um ser humano construdo com base na racionalidade. Sob a inspirao das ideias de Duarte Jr., Chinellato, Moreira, Nbrega, Santin, Gallo, Rubem Alves, Foucault, Capra e MerleauPonty falo nos trs captulos seguintes sobre os conceitos de corpo inteligvel, corpo sensvel e corporeidade. O segundo captulo trata do corpo inteligvel e da sua relao com o processo de aprendizagem, de um corpo que tem como base a razo, fazendo com que o aprender se resuma apenas em treinar a escrita e a fala para a memorizao de contedos. No captulo seguinte falo de uma Educao que deva considerar o corpo sensvel, um corpo que deve saber sobre as coisas e no apenas conhecer sobre elas, um saber que proporciona o saborear dos contedos, incorporandoos nas mltiplas possibilidades. No quarto captulo falo da corporeidade como um elo entre o corpo inteligvel e o corpo sensvel propondo um processo de aprendizagem mais amplo, que considere o aprendizado de corpo inteiro e no apenas com parte dele. A coleta de dados foi realizada por meio de uma entrevista aberta, gravada em udio e vdeo, gerada pela questo norteadora da pesquisa, que era saber da possibilidade de considerar o corpo dentro do processo de aprendizagem. Foram utilizadas outras questes secundria para ajudar no esclarecimento de alguns assuntos considerados importantes. A anlise resultou nos seguintes temas: a histria de vida da professora Tatiana; corpo e aprendizagem; docncia; avaliao; escola; Educao e o olhar. Com esses temas originouse um quinto captulo, que desvela um processo de aprendizagem que acontece de corpo todo, a partir da experincia docente da professora pesquisada. A entrevista foi gravada no formato audiovisual e dela se produziu um filme documentrio sobre esse processo, juntando as falas da professora com filmagens de suas aulas, no intuito de elucidar melhor esse processo. Desejase que tenhamos outros olhares para a Educao, que considere o corpo e que seja de mltiplas possibilidades. Palavraschave: Corporeidade. Aprendizagem. Histria de Vida. </p> <p>ABSTRACT An important step was taken when we perceive things with other eyes, when we see with other lenses. And how necessary this is done in education. This work is a walk in to see the process of teaching and learning with another look at for Education. From the problem: You can consider the body in the teachinglearning process? I plotted the following research objective: to unveil a learning process that considers the embodiment and that happens to entire body, from the Life History of the professor Tatiana Passos Zylberberg, currently professor at the Federal University of Cear (UFC). This research is characterized as qualitative, exploratory and descriptive. The theoretical analysis has centered on the corporeality and permeates the concepts of intelligible knowledge and know sensitive, exploring all this in the actually society. The first chapter is an introduction to the society of which we are part, discussing the remains, the events and the influences of the modern age for the construction of a human being built based on rationality. Under the inspiration of Duarte Jr, Chinellato, Moreira, Nobrega, Santin, Gallo, Rubem Alves, Foucault, Capra and MerleauPonty, I speak the following three chapters on intelligible concepts of body, concepts sensitive of body and corporeality. The second chapter deals with the intelligible body and its relation to the learning process, a body that is based on reason, causing learn to summarize only training writing and speech for memorizing content. In the chapter after, I talk about how the Education should consider the sensitive body, a body that should know about things and not just thinking about them, a knowledge that provides the taste of the contents, incorporating them into the multiple possibilities. In the fourth chapter speak of corporeality as a link between the intelligible body and the sensitive body proposing a broader learning process that considers the entire body of learning and not just part of it. Data collection was carried out through an open interview, recorded on audio and video, created by the guiding research question, which was whether the possibility of considering the body in the learning process. Other secondary issues to help to clarify some matters of importance were used. The analysis resulted in the following areas: the life story of Professor Tatiana; body and learning; teaching; evaluation; school; Education and the look. With these themes originated a fifth chapter, unveiling a learning process that happens to entire body, from the teaching experience. The interview was recorded in audiovisual format and if it produced a documentary film about this process, joining the interview of the teacher with footage of their classes in order to clear up this process. It is hoped that have other looks for Education, which considers the body and is of multiple possibilities. Keywords: Corporeity. Learning. Life History. </p> <p>SUMRIO </p> <p>1 INTRODUO...............................................................................................11 2 O PROJETO MODERNO DE SER HUMANO...............................................16 3 O CORPO INTELIGVEL...............................................................................25 4 O CORPO SENSVEL....................................................................................42 5 A CORPOREIDADE.......................................................................................51 6 PROCEDIMENTOS METODOLGICOS .....................................................64 7 O DESVELAR DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM.................................73 CONSIDERAES FINAIS............................................................................107 REFERNCIAS...............................................................................................111 ANEXOS..........................................................................................................116 APNDICES....................................................................................................164 </p> <p>11 </p> <p>1 INTRODUO </p> <p>Tenho uma pena que escreve Aquilo que eu sempre sinta Se mentira, escreve leve </p> <p>Se verdade, no tem tinta </p> <p>Fernando Pessoa </p> <p>Eu vou descendo esse rio, guiando a minha canoa </p> <p>No fujo do desafio, que cabe a minha pessoa </p> <p>Deixo que as guas me levem, mas, quando preciso, eu remo </p> <p>Invoco a calma e a coragem nas tempestades que enfrento </p> <p>Ah! Que lindo o Amor, o amigo chegou trazendo a paz </p> <p>Ah! Que lindo o Amor, no h mais temos que seja capaz </p> <p>Tem que ter leveza, muleque e discernimento, muleque </p> <p>Tem que ter certeza, muleque Perseverana </p> <p>Invoco a f, a calma e a coragem Invoco a f, a calma e a coragem </p> <p> ForFun </p> <p>Sempre me disseram que o Mestrado seria o maior desafio </p> <p>acadmico da minha vida, mais at que o futuro doutorado, que ele seria o </p> <p>lugar difcil e sofrvel do qual eu aprenderia a ser pesquisador. Que assustador. </p> <p>Resolvi enfrentar tudo isso e desci o pas para guiar minha canoa por essas </p> <p>guas que no pareciam nada calmas. Sorte. Nessas guas que mergulhei </p> <p>encontrei pessoas sensveis e humanas e lugares agradveis que fizeram com </p> <p>que esse temporal no se transformasse numa tempestade. Alm da f, calma </p> <p>e coragem eu tinha como objetivo fazlo com leveza, fugindo desse </p> <p>esteretipo criado em torno dessa graduao acadmica. O desafio acontece, </p> <p>apresenta suas dificuldades, mas podemos fazer diferente. Como diz meu </p> <p>orientador, no h pesquisa sem teso. No h vida sem teso. Foi com esses </p> <p>direcionamentos que minha pesquisa comeou por um caminho, mas trilhou </p> <p>outros rumos. </p> <p>De incio a minha pesquisa investigaria o corpo no processo de </p> <p>ensino aprendizagem em todas as disciplinas do Ensino Mdio. Entrevistaria </p> <p>um(a) professor(a) de cada disciplina para saber deles(as) como eles(as) </p> <p>12 </p> <p>trabalhavam essa relao entre corpo e aprendizado. Eles(as) no </p> <p>trabalhavam, muitas nem sabiam o que isso significava. J tinha esta </p> <p>constatao antes mesmo de comear a pesquisa, que s foi corroborada com </p> <p>o projeto piloto. Isso ficava martelando a minha cabea. Para que vou </p> <p>pesquisar uma coisa que eu j sei que no acontece? Por que pesquisar uma </p> <p>coisa, vamos dizer assim, negativa? Por que relatar uma coisa que no meu </p> <p>olhar no iria acrescentar muita c...</p>