Www.psicologiaeacupuntura.com.Br Wp-content Uploads 2011 09 Apostila-De-Auriculo

  • Published on
    25-Dec-2015

  • View
    7

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apostila de auriculoterapia

Transcript

  • AURICULOTERAPIAAURICULOTERAPIA

    Agosto/2011Aula de Auriculoterapia do Curso de Formao

    Tnia Mara Monteiro Rocha e Souza

  • O QUE AURICULOTERAPIA

    a utilizao do pavilho auricular para o diagnstico e o tratamento das doenas que afetam o organismo.

    A auriculoterapia um ramo da MTC que tem como base tratar os sintomas eenfermidades atravs do pavilho auricular.

    PARA QUE SERVE A AURICULOTERAPIA

    Serve para diagnosticar e tratar as disfunes orgnicas, emocionais e as dores em geral.

    S t t t d i f id d l Serve para o tratamento de inmeras enfermidades, como por exemplo: Dores. Enfermidades reumticas.

    Enfermidades endcrino metablicas Enfermidades endcrino metablicas. Enfermidades funcionais (Zang Fu). Enfermidades crnicas. EmocionaisEmocionais.

  • CONSTITUIO DA AURCULO

    - PelePele.- Msculos.- Cartilagem.- Vasos sanguneos: artrias e veias.g- Sistema linftico auricular.- Nervos: Nervos Espinais: Nervo Auricular Maior e Nervo Occipital Menor.

    Nervos Craniais: Nervo auriculotemporal e Nervo glossofarngeo.p g g

    Nervos Simpticos.

    DEFINIO DE PONTOS AURICULARESDEFINIO DE PONTOS AURICULARES

    Os pontos auriculares so locais especficos localizados no pavilho auricular que tem uma conexo com os: rgos internos, com os canais e colaterais, aos tecidos, aos membros econexo com os: rgos internos, com os canais e colaterais, aos tecidos, aos membros e aos ossos.

    So os locais atravs dos quais o Qi dos rgos Zang-Fu e dos Canais transportado at a superfcie auricularsuperfcie auricular.

    Os pontos auriculares so o nome genrico das zonas auriculares que podem refletir a funo fisiolgica e a mudana patolgica.

    E so esses pontos especficos que utilizamos para diagnosticar e tratar as enfermidades.

  • OS PONTOS AURICULARESQuando acontece uma enfermidade em algum rgo ou em algum tipo de tecido podemQuando acontece uma enfermidade em algum rgo ou em algum tipo de tecido, podem aparecer reaes positivas nos pontos auriculares correspondentes.

    A estimulao correta desses pontos pode eliminar ou aliviar os sintomas ou a doena.

    Podemos comparar esses pontos auriculares como uma estao de recepo e transmisso de informaes.

    As reaes positivas desses pontos podem ser utilizadas para analisar e determinar a p p p plocalizao e a natureza da enfermidade e para tratar a enfermidade.

    POR QUE A AURICULOTERAPIA VEM CRESCENDO?POR QUE A AURICULOTERAPIA VEM CRESCENDO? Diagnstico. Tratamento. Resultados comprovados. Resultados rpidos. Cura Processo ativo e participativo. Recurso a mais (Laser Eletro Fitoterapia) Recurso a mais (Laser, Eletro, Fitoterapia). Fcil aceitao. Fcil aprendizado. Fcil aplicao. Baixo custo.

  • ORIGEM DO DIAGNSTICO E TRATAMENTO AURICULAR NA CHINA

    Os chineses provavelmente foram os primeiros a identificarem a relao existente entre o pavilho auricular, os canais e colaterais, os Zang Fu e o resto do organismo, e tambm a definirem as bases tericas para o diagnstico e tratamento, atravs do pavilho auricular.

    A) Relao com o sistema de canais e colaterais

    Ling Shu: Os canais tendino-musculares do Yang Ming do p [E], o Tai Yang da mo [ID] e o Shao Yang da mo [TR], tm uma estreita relao com o pavilho da orelha.

    O Li Sh t b l t i Y d [ID TR IG] t i YO Ling Shu, estabelece que os trs canais Yang das mos [ID, TR, IG] e os trs canais Yang dos ps [B, E, VB] tm em seu trajeto uma estreita relao com o pavilho auricular.

    E t i Yi d [C CS P] t i Yi d [R BP F] bE os trs canais Yin das mos [C, CS, P] e os trs canais Yin dos ps [R, BP, F], embora no entrem diretamente no pavilho, o fazem atravs de seus canais distintos. Portanto, diz-se que os doze canais chegam ao pavilho auricular.

  • ORIGEM DO DIAGNSTICO E TRATAMENTO AURICULAR NA CHINA

    B) Relao com os Zang Fu

    A orelha e os rgos internos tm uma estreita relao fisiolgica.

    A orelha o palcio do rim.

    Se o fgado adoece e h vazio, ento o ouvido perde sensibilidade, se o Qi se inverte, a cabea di e h surdez.

    Se o bao est deficiente, ento os nove orifcios do homem no se comunicam.

    O pulmo emite a voz e o ouvido recepciona a voz .p p

    O Qi do rim se comunica com o ouvido, se o Qi do rim est harmonioso, ento, o ouvido perceber os cinco sons.

    O ouvido a abertura principal do rim e por sua vez a abertura secundria do corao.

  • ORIGEM DO DIAGNSTICO E TRATAMENTO AURICULAR NA CHINA

    C) Preveno do uso do pavilho auricular

    So vrios os tratados antigos da MTC, que fazem referncia ao uso de estmulos sobre o pavilho auricular, para o tratamento e preveno das enfermidades.

    Massagear as orelhas e os olhos ajuda o fortalecimento do Zhen Qi

    Na dinastia Ming, havia vrios mtodos taostas de massagem sobre o Hlix da orelha, com os quais se fortalecia a sade e se tonificava o Qi do rim.

  • ORIGEM DO DIAGNSTICO E TRATAMENTO AURICULAR NA CHINA

    D) Tratamento com o uso do pavilho auricular

    H muitos comentrios nos escritos antigos sobre o uso do pavilho auricular no tratamento das doenas.

    Quando h surdez e tinido, se deve punturar o centro da orelha.

    Ao fazer uma rasgadura com um canudo do bambu, no centro da orelha raspando em direo ao lado esquerdo um cun quadrado, pode ser tratado o alcoolismo.

    Atravs do ponto do centro da orelha, pode ser tratado o ictrico e as invases infecciosas por frio ou por calor.

    Q d t t t d lh d f d d t Quando punturamos o ponto porta da orelha, podem-se curar as afeces dos dentes.

  • RESUMINDO A HISTRIA DA AURICULOTERAPIA

    O hi ti j ilh d lh d di ti t t tOs chineses antigos j usavam o pavilho da orelha para o uso do diagnstico e tratamento, usando vrios mtodos. Mas no tinha o nome de Auriculoterapia.

    Dcada de 50 cada de 50- Paul Nogier descobre a auriculoterapia.- Feto invertido.- Interesse em estabelecer localizao dos pontos auriculares.- Despertar ateno maior para a auriculoterapia.

    D d d 60 70Dcada de 60 e 70

    - Aprofundamento no conhecimento dos pontos auriculares.- Aumento do n de pontos auriculares (inclusive na parte posterior do pavilho auricular).- Estabeleceu-se os princpios que se relacionavam ao microssistema da orelha, com o

    sistema terico tradicional do Zang Fu e canais e colaterais.- Avano nos mtodos do diagnstico na aurculo.Avano nos mtodos do diagnstico na aurculo.- Aumento do n de doenas tratadas com aurculo.

    Portanto as dcadas de 60 e 70 foram fundamentais para:p- Crescimento.- Desenvolvimento de novos mtodos de diagnsticos e tratamentos na auriculoterapia.

  • RESUMINDO A HISTRIA DA AURICULOTERAPIA

    D d d 80 t di t iDcada de 80 at os dias atuais - Desenvolvimento, estudo, tratamento, diagnstico foram se aprimorando cada vez mais.- 1990 Reconhecimento pela OMS.- 1999 Huang Li Chun desenvolve a tcnica da semente dupla.- Muitos livros foram publicados em vrios pases.

    Interesse cada vez maior pelo uso da auriculoterapia- Interesse cada vez maior pelo uso da auriculoterapia.- Nmero maior de profissionais usando a auriculoterapia.

    VARIEDADES DOS MAPAS AURICULARES

    - As terapias auriculares tem vrios mapas, (francs, chins, japons) mas todos com vriospontos em comum, porque todos partiram do mapa do feto invertido de Paul Nogier.

    Diversos autores vo somando ou descobrindo novos pontos- Diversos autores vo somando ou descobrindo novos pontos.

  • ESCOLA FRANCESA

    PAUL NOGIER. Mdico Na dcada de 50 reconhece os pontos auriculares e monta o mapa francs. Em Dez/1958 construiu o desenho do feto na orelha. Raphael Nogier (Auriculomedicina)

    CARACTERSTICAS DA ESCOLA FRANCESA

    Trata-se uma orelha em cada sesso. Nmero de agulhas: at 5.Nmero de agulhas: at 5. Os pontos no tem localizao fixa. Mtodos diferentes para diagnosticar pontos reativos. Mtodos diferentes para o tratamento auricularMtodos diferentes para o tratamento auricular.

  • ESCOLA CHINESA

    V di idi E l Chi d i d tVamos dividir a Escola Chinesa em dois grandes segmentos:

    1) Que usa agulhas, moxas, e outros materiais.

    2) Que usa sementes duplas, sangria e massagem.

    importante saber que entre eles existem algumas diferenas, quanto a:

    - Localizao de pontos.- Materiais usados.- Mtodos de diagnsticos.- Mtodos de tratamento.

  • ESCOLA CHINESA DA HUANG LI CHUN

    H Li Ch di f MTC fit t i F i i d dHuang Li Chun mdica, com formao em MTC, fitoterapia, massagem. Foi a criadora da tcnica das sementes duplas.

    Em 1994 cria um Centro de Treinamento em Orlando/Flrida, com os principais objetivos de 99 c a u Ce o de e a e o e O a do/ da, co os p c pa s obje os deEnsinar, Estudar, Divulgar. Em 1999, Huang Li Chun publica, na Conferncia Mundial de Auriculoterapia, um novo mapa dos pontos auriculares.

    S 30 d i i A i l t i t i t t t ib i Seus 30 anos de experincia em Auriculoterapia trouxeram importantes contribuies para a Auriculoterapia moderna. Vem desenvolvendo importantes trabalhos em auriculoterapia.

    PRINCIPAIS CARACTERSTICAS DA ESCOLA DA HUANG LI CHUN

    Usa trs mtodos bsicos: Sementes duplas, Sangria e Massagem.

    O sucesso para o tratamento depende: correto diagnstico, seleo correta dos pontos, exata localizao dos pontos e sentido correto das sementes.

    Podem ser utilizados at 11 pontos com sementes

  • VANTAGENS DO MTODO DAS SEMENTES

    POUCO INVASIVO.

    MELHOR ACEITAO PELOS PACIENTES.

    MANIPULAO SIMPLES.

    MTODO BARATO.

    O PRPRIO PACIENTE PODE RETIRAR O TRATAMENTO.

    EVITA-SE A INFECO DO PAVILHO AURICULAR.

    PODE SER UTILIZADO MAIS QUANTIDADE DE PONTOS.

    PARTICIPAO DO PACIENTE.

  • ANATOMIA GERAL DA ORELHA

    1 Cruz Sup. do Anti-hlix2 Cr Inferior do Anti hli2 Cruz Inferior do Anti-hlix3 Anti-hlix4 Fossa Escafide5 Fossa

Recommended

View more >