Classificação dos aços

  • Published on
    07-Jun-2015

  • View
    1.276

  • Download
    9

Embed Size (px)

DESCRIPTION

QUANTO AS PROPRIEDADES OU APLICAO

Transcript

  • 1. CLASSIFICAO DOS AOSQUANTO AS PROPRIEDADES OUAPLICAO Aos para construo mecnica. Aos para ferramentas. Aos inoxidveis. melhor comparar propriedades que composio. Na seleo do ao deve-se analisar tambm o processo defabricao que ser utilizado para fazer o componente.

2. AOS PARA FUNDIOQUANTO ASPROPRIEDADES Boa resistncia eductilidade. Boa usinabilidade. Boa fluidez. A maioria susceptvel tmpera e revenido (TT). 3. AOS PARA FUNDIOQUANTO AOS TIPOS Aos baixo, mdio e alto carbono. Aos-liga de baixo e alto teor de liga.Os produtos de ao obtidos por fundio so dos maisvariados tipos, desde peas grandes como cilindros de laminadores, como diversos componentes de mquinas. 4. AOS PARA FUNDIOAOS BAIXO CARBONO Equipamentos eltricos, engrenagens, ...AOS MDIO CARBONO Automobilstica, ferroviria, naval, tratores, ...AOS ALTO CARBONO Matrizes, cilindros de laminao, partes de mquinas,... 5. AOS ESTRUTURAISQUANTO AS PROPRIEDADES Boa ductilidade para ser conformado. Boa soldabilidade. Elevado valor de relao de resistncia traopara limite de escoamento. Baixo custo. Homogeneidade. 6. AOS ESTRUTURAISQUANTO AO TIPO Aos ao carbono (laminados quente). Aos com baixo teor de elemento de liga e altaresistncia (estruturas de carros e nibus, pontese edifcios). 7. AOS PARA CHAPAS ETUBOSQUANTO AS PROPRIEDADES Boa soldabilidade. Boa ductilidade. Baixo custo. Fcil revestimento. Superfcie sem defeitos (acabamento). 8. AOS PARA CHAPAS ETUBOSQUANTO AO TIPOO tipo mais comumaos aocarbono comuns ou doce. 9. AOS PARA ARAMES E FIOSQUANTO AS PROPRIEDADES Excelente resistncia trao (depende doesforo solicitado). Boa ductilidade para ser conformado. 10. AOS PARA ARAMES E FIOSQUANTO AO TIPO Ao baixo Carbono. Ao mdio Carbono. Ao alto Carbono (0,8 - 0,95% de C).Fio de corda de piano : resist. trao de 280Kgf/mm2 11. AOS PARA MOLASQUANTO AS PROPRIEDADES Elevado limite de elasticidade. Elevada resistncia fadiga. Elevada resistncia ao choque. 12. AOS PARA MOLASQUANTO AO TIPO Ao carbono (0,5 - 1,2% de carbono). Para algumas aplicaes usa-se ao liga (Si-Mn, Cr-V). Exemplos: 6150 (Cr-V) e 9260 (Si-Mn). 13. Aos microligadosSo especificados pela resistncia e no pela composio qumica.Desenvolvidos a partir dos aos de baixo carbono com pequenas adies de Mn (at 2%) e outros elementos em nveis muito pequenos.Apresentam maior resistncia que os aos de baixo carbono idntico, mantendo a ductilidade e soldabilidade 14. Aos microligadosGanho de resistncia obtido por soluo slida dos EL e no por TT.Nb, Ti, V, N formam precipitados, inibindo o crescimento de gro e melhoram a tenacidade.Adio de 0,5% cobre conferem melhor resistncia corroso. 15. Aos tipo ULCBUltra Low Carbon Bainite Foram concebidos entre o final dadcada de 1980 e o incio da dcada de1990. Aos com teor extra-baixo de carbono,endurecveis pela formao demicroestrutura baintica, formado pelasoluo slida de elementos de liga. 16. Aos tipo ULCBUltra Low Carbon Bainite So utilizadas em aplicaes navaismilitares crticas, como cascossubmetidos presso e paredes detanques em submarinos. O boro uma adio indispensvelquando se deseja obter estruturaplenamente baintica em ligas com teorextra-baixo de carbono. 17. Aos tipo ULCBUltra Low Carbon Bainite Esses aos s so produzidos no Japo(maior potncia siderrgica mundial). Os aos para fins militares sofremrestries polticas severas, o quedificulta a importao desse material. 18. AOS DE USINAGEM FCILQUANTO AS PROPRIEDADES Elevada usinabilidadeDepende da composio emicroestrutura 19. AOS DE USINAGEM FCILQUANTO AO TIPO Aos com teor mais alto de enxofre, fsforo(cuidado!) e mangans. Adio de metais moles como o Chumbo eBismuto facilitam a usinagem (srieespecial). 20. AOS DE USINAGEM FCIL Padro 100 de usinagem.Ao 1112 % C: no mx. 0,13 % Mn: 0,7 - 1% S: 0,16 - 023% P: 0,07 - 0,12 21. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZES QUANTO AS PROPRIEDADES Elevada dureza a temperatura ambiente e a quente. Boa tenacidade. Boa Resistncia ao desgaste. Boa usinabilidade. Temperabilidade. 22. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZESQUANTO AO TIPO Aos com alto teor de Carbono (0,6 - 1,3%C). Aos com alto teor de liga: W, V e Cr ouMo, Co. 23. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZES QUANTO A APLICAOAos-rpido: aplicaes de usinagem em elevadas velocidades.Aos para trabalho a quente: operaes depunonamento, cisalhamento e forjamento de metaisem altas temperaturas sob condies de calor,presso e abraso.Aos para deformao a frio: desenvolvidospara aplicaes que no envolvam aquecimentosrepetidos ou prolongados. 24. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZESAos-rpido: aplicaes de usinagem em elevadasvelocidades.Existem duas classificaes que so: ao molibdnio (grupo M). ao tungstnio: (grupo T).Os dois tipos possuem uma performance maisou menos semelhante. Os do grupo M,entretanto, tem um custo menor. 25. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZESAos para trabalho a quente: Forjamento de metais em altas temperaturas sobcondies de calor, presso e abraso. So identificados como ao H, no sistema declassificao. So divididos em trs sub-grupos: ao cromo (H10 H19). ao tungstnio (H21 H26). ao molibdnio (H42 H43). 26. AOS PARA FERRAMENTASE MATRIZESAos para deformao a frio: Por no conter os elementos de liganecessrios para possuir resistncia aquente, estes aos se restringem aaplicaes que no envolvam aquecimentosrepetidos ou prolongados em faixas detemperatura de 205 a 260C. 27. AOS PARA FERRAMENTAS EMATRIZESSo divididos em trs grupos: aos temperveis ao ar (grupo A). aos alto-carbono e alto-cromo (grupo D). aos temperveis em leo (grupo O).