Combustíveis e energia

  • Published on
    04-Jun-2015

  • View
    9.680

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Textos sobre combustveis e energia do livro Qumica e Sociedade - "PEQUIS".

Transcript

<ul><li> 1. o PETRLEO COMOCOMBUSTVELda nucleossntese do Hlio, chega Terra e se con-verte em outras formas de energia, e estas, por suavez, sofrem novas converses. Falamos muito sobre energia porque no vive-mos sem ela. Mas o que energia? Esse um con-ceito complexo. No sculo XVIII, os fsicos definiramVoc consegue imaginar como seria a vida semenergia como a capacidade de realizar trabalho.a existncia da energia?Mais recentemente, considera-se energia aquilo que Quem conseguir realmente tem muita imagina-deve ser fornecido ou retirado de um sistema - par-o, pois no possvel vida sem energia. Podera- te do universo em estudo - para moviment-Io oumos at dizer, sem medo de estarmos sendo msti-transform-Io.cos, que vida energia. Pois, apesar de o UniversoA busca da humanidade por fontes de energiaser constitudo por massa e energia, sabemos hojeest intimamente ligada ao desenvolvimento da ci-que massa pode ser convertida em energia e vice-vilizao. Sem energia, qualquer sociedade pra! Por ersa. o que acontece nas exploses estelares eisso, necessrio aperfeioar processos de trans- os reatores nucleres.formao de energia. Esses processos dependemDa formao das estrelas s profundezas dada disponibilidade de fontes primrias de energia, deerra, a energia - que inclusive foi o ponto de parti- condies tecnolgicas para a produo e, sobre-a da grande exploso que deuorigem ao universo, tudo atualmente, dos efeitos ambientais decorrentes Big Bang - est presente nos mais diversos espa- de sua utilizao. s e elementos. O Sol, fonte primria de energia do planeta Ter-ra. nos ilumina e fornece energia para todos os pro-cessos de vida. A energia por ele emitida, advinda ~------------------,&lt; DIAGRAMA DE THIRING:lio diagramade Thiring lista alguns proassos eleinterconverso de diferentes funnas dr ~</li></ul> <p> 2. o ouro negroPosteriormente, a iluminao pblica comeou aser feita com lampies a petrleo, em substituio aA explorao do petrleo como fonte energticaleos animais. No entanto, a grande revoluo do pe-mudou drasticamente a histria do uso da energiatrleo ocorreu com a inveno dos motores de com-na sociedade, nos ltimos 100 anos. busto interna e a produo de automveis em O petrleo passou a ser a principal fonte de grande escala. Esse fato causou uma revi-energia para diversos setores de atividades econmi-ravolta e a gasolina passou a ser uma dascas. Como um recurso esgotvel, preciso fraes mais importantes do petrleo.desenvolver alternativas que o substituam. Em vista Hoje, estamos mergulhados na civi-disso, est ocorrendo uma nova revoluo tecnolgi- lizao do petrleo, que alm de serca, que j comeamos a presenciar no final do scu- uma onte bsica de combustvel paralo passado e e er se consolidar no presente scu-os . cipais meios de transporte, ~ ..lo. Conhece um pouco mais sobre essa histria at ia-orrna estratgica para boa _~compree e u os aspectos de nossa sociedade.arte s produtos qumicos usados ~-O pe - eo era conhecido desde a Idade Anti-. - e te em diversos materiais.Aga. o Eg o. era u lizado para iluminao, imperrnea- -...pas e calados de ni- ;., so !:".ar:JOC"i_ aigCKiio e m u i- eltrica utilizar os aparelhos de forma maistos outrosoesoertando oracional. Veja algumas dicas a seguir.interesse gleos vegeta- adio de cerca de 30% de leo vegetal ao leo die-em mo sel, visando minimizar os problemas nos motores:na nosmodificao e adaptao de motores; ou ainda mo-resd os adificao de leos vegetais para que se pareampotncia doscom o leo diesel.para limpeza e esen pime oO biodiesel um combustvel renovvel, biode- As pesquisas na rea j pro overam vanos gradvel e correto do ponto de vista ambienta!. C0-avanos para o favorecimento da utilizao do bio-mo o leo diesel extrado do petrleo (leo didiesel, como: utilizao de misturas formadas pelamineral) uma mistura de steres e cidos grax 13. de energia eltrica. O a:vr,..oe~mento direto feito pe o a~aut::;:)!-mento de ambientes e de g Nas regies Sul e Sudest Geladeira: no abra a porta sem necessidade ou devido s condies climticas. a por tempo prolongado; coloque e retire os alimen-energia solar muito utiliza a tos e bebidas de uma s vez; no forre aspara aquecimento de gua. J prateleiras da geladeira com plsticos ou vidros;nas regies Norte e Nordeste, em faa o degelo periodicamente; no inverno, diminuacomunidades isoladas, utiliza- a regulagern da temperatura; mantenha limpa eda para gerao de energia eltri- desobstruda a parte traseira do aparelho; man-ca por meio de clulas foto- tenha as borrachas de vedao das portas emvoltaicas. bom estado. Chuveiro eltrico: evite banhos quentes demora- dos; utilize a posio "inverno" somente em dias frios (na posio "vero" o consumo 40% menor); no reaproveite resistncia queimada; a fiao deve ser adequada e bem instalada; no use gua quente do chuveiro para lavar o banheiro. Iluminao: evite acender lmpadas durante o dia - aproveite ao mximo a luz do Sol; use cores claras nas paredes internas de sua residncia; prefira lmpadas fluorescentes, pois iluminam melhor, consomem menos energia e duram mais; apague sempre as luzes dos ambientes desocu- pados; limpe regularmente luminrias e globos para melhorar a iluminao. Televisor, aparelho de som, computador e outros: mantenha ligado somente o aparelho que voc est utilizando, evite dormir ou deixar aparelhos ligados desnecessariamente. Ferro eltrico: acumule boa quantidade de roupa e passe tudo de uma vez, aproveitando melhor o ca- lor; use o aquecimento indicado para cada tipo de tecido e inicie pelas roupas que requerem tempera- turas mais baixas; desligue o ferro quando ele no estiver em uso, mesmo que por intervalos curtos. Condicionador de ar: mantenha as portas e ja- nelas fechadas ao usar o condicionador de ar; ve- de bem o ambiente; mantenha os filtros do apa- relho limpos; desligue o aparelho se for ficar fora do ambiente. Adaptado de: www.copelconforto.comlinformacoes/uso_eficiente.htm. acessado em 10/3/2005.combusto gera gases poluentes inconvenientes para o equilbrioiental.O biodiesel, associado ao leo diesel, produz um combustvel com~&gt;.Iht .respropriedades. H uma melhoria nas caractersticas dos ga- . dos na atmosfera, resultantes da combusto, alm de apre-or teor de enxofre e hidrocarbonetos. Sendo assim, o im- iental provocado pela emisso desses gases minimizado.a ca tada pela radiao solar pode ser utilizada direta- e e ergia trmica, ou indiretamente, para gerao 14. Fontes de energia limpa A energia elica destaca-se, principalmente,pelo seu reduzido impacto ambiental e baixo custopara gerao de eletricidade, visto que suamatria-prima o vento. Ge-ralmente, a avaliao do poten-cial elico de uma regiorequer uma anlise de da ssobre a rapidez e a constn-cia de seus ventos.energiacintica contida nas massasde ar (energia elica)captada por uma hnhTY-lmeio de um conjun otrs ps.A operao de sistemasvas de energia sendo estudadas eca depende do destinoutilizadas no mundo inteiro. Oenergia gerada. Com a nrtpCrssItN:la:1eaumento do preo do petrleo, ini-a energia cintica dciado em 1973, gerou uma novaacabam estocando econscincia mundial a respeito da pro-interligando-se com o siduo e do consumo de energia, especialmentevencional, com sistemas quando originadas de fontes renovveis.baterias de acumuladores Na poca de escassez do petrleo, tambmmdio portes. surgiu uma crise internacional do acar, motivandoGrandes turbinas eoUCC!.S a-o direcionamento do lcool para fins combustveis.mente instaladas, eEtricas. Entre erros e acertos, pode-se considerar que oPequenas turbinas eli aonJVei1tadasPrograma Nacional do lcool obteve algum saldocomo cata-ventos e rnr,inl"VlC: : m!Deanentode positivo, pois vrias metas foram alcanadas,gua e outras a caes,demonstrando o potencial da biomassa no Brasil, No ano de 2apesar de severas crticas que o programa sofreu.grama Emerge . Um ponto negativo do Programa Nacional dovo de ia Pnlr:&gt;l"t1~lcool foi a exagerada invaso da fronteira agrcolaalimentar pelos superextensivos canaviais, com mo-de-obra desprotegida de seus benefcios sociais: osbias-frias. Alm disso, verificaram-se vrios proble-Os biodigestores, alm de produzirem energia, ajudam a diminuir um srio problema das sociedades modernas: o lixo. Alguns projetos governamentais vm aproveitando recursos da biomassa para a produo de eletricidade apartir da cana-de-acar, de resduos agrcolas, de resduos da madeira e de leos vegetais. 15. mas de poluio ambiental provocados pela mo Descobriremosnovas fon es altaor-:::n.,.",.,cultura, com uso intensivo de agrotxicos e o lana- energia e viveremos felizes para semento do vinhoto nos rios. Temos de tomar muito cuidado para A energia advinda da biomassa e demais fontes mos erros, como fizemos diversas vezescitadas, tidas como fontes renovveis de energia,do, investindo em fontes que inicialmente-ambientalmente corretas, pode contribuir para a re-gadas inofensivas e s depois de anos em uso -duo da poluio de nosso planeta.descobertas suas conseqncias. Quando encontrarmosum modo coerente ePor isso, o melhor mesmo economizarmos cadaequilibrado de explorar essas fontes de energia, devez mais, aprendendo a viver com cada vez menos modo a no causar danos ambientais, estaremos energia. Assim, poderemos interagir com o meio am-justificando a inteligncia humana.biente e seus recursos de um modo mais equilibrado.o Aponte vantagens e desvantagens de cada fonte alternativa de energia.fiPesquise sobre outras fontes alternativas de energia e apresente-asem forma de cartaz.IBJ Indique medidas que precisam ser adotadas visando a economia de energia e a substituiodos atuais combustveis fsseis pelos seguintes setores: indstria, governo e populao.liDebata sobre as possveis razes pelas quais outras fontes de energia ainda no foram muitoexploradas, apesar da crise do petrleo do incio da dcada de 1970.m Debatasobre as possveis medidas que sua comunidadepode tomar para diminuir o consumode energia.</p>